Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Com a Palavra, o Governador - 17 de novembro de 2017

Com a Palavra, o Governador - 17 de novembro de 2017

O governador Raimundo Colombo fala sobre a ressocialização dos presos no estado, os resultados do agronegócio e o projeto piloto da Secretaria da Educação com a implantação do sistema de matrículas online.


Oportunidades

Próximos eventos


Foto: Epagri

A Epagri lança nesta terça-feira, 19, o Sistema de Monitoramento Apícola (Apis On-line), um conjunto de tecnologias destinadas a coletar dados ambientais e gerar informações para apoiar a produção de mel no território catarinense. Esse é o primeiro sistema desta natureza desenvolvido no Brasil. O lançamento acontece às 16h, na Assembleia Legislativa, em Florianópolis, como parte de um evento da Federação das Associações de Apicultores e Meliponicultores de Santa Catarina (Faasc), que vai reunir 350 lideranças do setor.

O Sistema de Monitoramento Apícola é desenvolvido pelo Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Epagri/Ciram) com o apoio de outras unidades da Epagri. Ele é composto por uma plataforma digital que reúne informações relacionadas ao setor. Lá, já é possível encontrar publicações e links úteis, entre outros dados.

A plataforma é colaborativa. Caberá a cada produtor cadastrar os dados de seu apiário, informando nome, localização e os seus produtos. Esses dados são disponibilizados em forma de mapa, no qual, com um clique, o consumidor poderá saber onde comprar o produto que deseja na região de seu interesse. Já estão cadastradas na plataforma todas as associações.

O site também vai contar com a colaboração dos apicultores no link Floração. Ali estão descritos os tipos de plantas existentes no estado e as datas esperadas de sua floração. O apicultor poderá identificar e informar diretamente no site datas antecipadas ou atrasadas de florações em sua região, enriquecendo o sistema.

Monitoramento

O grande diferencial da plataforma é o campo Monitoramento, onde estarão disponíveis as informações de coletas nas colmeias conectadas a estações agrometeorológicas que medem chuva, molhamento foliar, temperatura e umidade relativa do ar. Sensores instalados dentro da colmeia vão medir temperatura e umidade do ar interna. Ainda dentro da colmeia será medida, com uma balança de precisão, a quantidade de mel produzido. Esses dados se unirão aos medidos pela estação agrometeorológica e serão transmitidos automaticamente em tempo real para o banco de dados da Epagri/Ciram, em Florianópolis, e inseridos no sistema. Com base nesses dados, pesquisadores da área poderão observar quais condições meteorológicas influenciam na produção de mel.

Éverton Blainski, pesquisador da Epagri/Ciram na área de monitoramento ambiental e coordenador do projeto, explica que entre setembro e outubro serão instaladas nas diferentes regiões agroclimáticas do estado seis unidades de monitoramento apícola, formadas pelo conjunto de colmeia monitorada e estação agrometeorológica. Esses equipamentos foram adquiridos com recursos do Programa SC Rural, num total de R$ 300 mil. A instalação e operação da rede será custeada com verba da Epagri. Cada unidade terá como responsável um técnico da Epagi com conhecimento em apicultura.

Blainski explica que a Epagri já firmou convênio com o curso de graduação em engenharia em telecomunicação do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) para desenvolvimento de unidades de monitoramento apícola de baixo custo, que serão usadas para adensar a rede. Ele informa também que será preciso coletar pelo menos um ano de dados para que seja possível avaliar quais condições meteorológicas influenciam na produção de mel.

Após um ano de avaliação, a Epagri/Ciram poderá emitir, a partir da plataforma, avisos específicos aos apicultores. Com base na previsão do tempo, eles serão alertados sobre quais providências podem tomar para evitar queda na produção, como arejar as colmeias ou oferecer alimentação complementar às abelhas. A plataforma também vai formar um banco de dados histórico com informações de épocas floradas e os dados coletados pelas unidades de monitoramento apícola.

Além da plataforma colaborativa e o do monitoramento, o sistema se completará com o desenvolvimento de um aplicativo para dispositivos móveis a ser usado pelos apicultores. Além de ver os dados disponíveis no site, o produtor poderá interagir com o aplicativo, por exemplo, fotografando e informando ao sistema sobre uma florada antecipada ou tardia. A Epagri já submeteu às entidades financiadoras projeto para desenvolvimento do aplicativo, em busca da verba necessária para execução da proposta. 

Todo esse conjunto de tecnologia estará disponível para livre consulta, mas é preciso mais que equipamentos para que o Sistema de Monitoramento Apícola tenha êxito. “A Epagri está colocando a ferramenta à disposição do setor apícola, mas o sucesso depende da adesão e boa utilização por parte dos integrantes dessa cadeia produtiva”, alerta Ivanir Cella, chefe da divisão de estudos apícolas da Epagri.

Evento

O lançamento do Sistema de Monitoramento Apícola faz parte de um evento promovido ao longo de todo o dia 19 pela Faasc. A programação inicia pela manhã, com a inauguração da sede da federação, na Capital. Na parte da tarde, no Auditório Antonieta de Barros da Alesc, acontecem as palestras técnicas.

O ciclo de palestras será aberto às 14h30, com o tema Previsão Meteorológica X Apicultura, que será abordado pelo agrometeorologista Marcio Sônego, pesquisador Estação Experimental da Epagri em Urussanga. Às 16h, acontece o lançamento do sistema, com palestra proferida pelo pesquisador Blainski e, a partir das 16h30, Cella fala sobre os principais fatores de produtividade do mel.

Às 19h, começa uma sessão solene na Alesc em homenagem ao associativismo apícola e entidades com expressiva atuação no setor apícola no estado. A Epagri será uma das homenageadas.

Mel em SC

Santa Catarina conta atualmente com quase nove mil apicultores de diferentes portes que vão se beneficiar com a implantação do Apis On-line. Na safra 2016/1017 ,foram produzidas oito mil toneladas de mel, um recorde no estado. A produção ficou em 25Kg por colmeia, superior à média dos últimos anos, que foi de 20,42kg. No Brasil, essa média fica em 10Kg por colmeia. Há cinco anos, a média catarinense era de 13kg por colmeia. As condições de clima, o empenho dos apicultores e o forte trabalho de assistência técnica da Epagri na área foram fatores decisivos para o resultado expressivo.

Serviço:

O quê: lançamento do Sistema de Monitoramento Apícola
Quando: terça-feira, 19, às 16h
Onde: auditório Antonieta de Barros, da Assembleia Legislativa, em Florianópolis
Informações e entrevistas: Éverton Blainski, pelo fone (48) 99929-6053 / Ivanir Cella pelo fone (48) 98801-8269

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Comunicação da Epagri
Gisele Dias
Fone: (48) 3665-5147 / (48) 99989-2992
E-mail: giseledias@epagri.sc.gov.br
Cinthia Andruchak
Fone: (48) 3665-5344
E-mail: cinthiafreitas@epagri.sc.gov.br
Isabela Schwengber
Fone: (48) 3665-5407
E-mail: isabelas@epagri.sc.gov.br
Site: www.epagri.sc.gov.br

Ana Ceron
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca
imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48)-3664-4417/ (48) 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br
www.facebook.com/AgriculturaePescaSC


Foto: Antonio Prado/Fesporte

Foram oito partidas, sete vitórias e apenas uma derrota, o que dá um saldo bastante positivo para Santa Catarina no primeiro dia das modalidades coletivas neste domingo, 17, nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) 12 a 14 anos, em Curitiba. O destaque do dia foi a goleada de 9 a 3 do futsal feminino Colégio Rogacionista, de Criciúma, sobre as estudantes baianas do Colégio Integral. Gols foram marcados por Liriel (5), Kemeli (2) e Andressa (2).

Já o futsal masculino do Colégio Recriarte, de Camboriú, teve uma partida mais difícil, vencendo de virada o Colégio Objetivo, de São Paulo, por 2 a 1, com gols de David e Kaiki.

>>> Galeria de fotos

Outra vitória apertada veio no handebol masculino do Colégio Aplicação da Uniarp, de Caçador: 21 a 18 diante do Instituto Educacional O Mestre, do Rio Grande do Norte.

A equipe começou nervosa na primeira etapa e não conseguia encaixar seu jogo, perdendo gols fáceis, mas, no final, imprimiu uma forte marcação e conseguiu vencer. O armador esquerdo Otávio Colussi foi o artilheiro catarinense com nove gols.

Já o handebol feminino de Santa Catarina perdeu por 15 a 12, com o Colégio São Bento, de Criciúma, para as meninas do Instituto Educacional 13 de Maio, do Mato Grosso.  

>>> Mais informações e fotos no site da Fesporte

No basquete masculino, os catarinenses do Instituto Jangada, de Jaraguá do Sul, obtiveram uma vitória tranquila diante Colégio Salesiano Dom Bosco, do Rio Grande do Norte: 70 a 36. O cestinha do time catarinense foi o ala/pivô Guilherme Nathan, com 21 pontos.

A realidade do basquete feminino do Colégio Sagrada Família, de Blumenau, foi diferente, já que venceram com dificuldade por 44 a 40 o Centro Educacional Bartolomeu Mitre, do Paraná. A ala Ana, de Blumenau, foi a cestinha da partida, com 21 pontos.

“As meninas estavam nervosas por ser uma estreia em um campeonato brasileiro. Mas esta vitória foi positiva para dar um incentivo a mais nas próximas partidas”, destacou a treinadora blumenauense Bruna Rodrigues.

No voleibol masculino, os estudantes da Escola Erwin Prade, de Timbó, passaram fácil diante pelo Colégio Batista, do Ceará: 2 a 0 com parciais de  25/12 e 25/7.

O mesmo placar se repetiu no voleibol feminino da Escola Estadual Rodrigues Alves, de Saudades, que fez 2 a 0 em cima do time da Escola Fátima, do Distrito Federal, com parciais de 25/12 e 25/15.

Os JEJ são uma promoção do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e têm a participação de mais de 4 mil atletas. A delegação catarinense é gerenciada pelo Governo Estadual por meio da Fesporte e é composta ao todo por 162 jovens competidores de 77 escolas de 37 municípios.

>>> SC fecha 1ª parte dos Jogos Escolares da Juventude com 30 medalhas

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 99696-3045
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 


Foto: SDS

Nesta sexta-feira, 15, Criciúma, Balneário Arroio do Silva, Jacinto Machado, Morro da Fumaça e Treze de Maio firmaram o acordo de cooperação do SC Bem Mais Simples. O programa do Governo do Estado estabelece o Enquadramento Empresarial Simplificado (EES), com base nas informações constantes da autodeclaração dos empreendedores. “O objetivo é simplificar processos administrativos para os empreendedores, incluindo a abertura de empresas, reduzindo tempo e custos”, declarou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Carlos Chiodini.

>>> Galeria de fotos

“O empreendedor vai acessar ao portal e preencher as informações e, se a classificação da atividade econômica indicar que a empresa é de baixa complexidade, poderá ser aberta de forma agilizada”, explicou Chiodini na abertura do evento. A lei 17.071, que instituiu o SC Bem Mais Simples, foi sancionada pelo governador o início de 2017.

Durante o evento, o diretor de Apoio às Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais da SDS, Marcio da Silveira, coordenou o Painel de Boas Práticas de Simplificação, com palestras da Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros e Fundação do Meio Ambiente (Fatma). No encerramento, o Sebrae/SC falou sobre o Programa Cidade Empreendedora para auxiliar os municípios no desenvolvimento do ambiente de negócios.

Informações adicionais para a imprensa
Michelle Nunes
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDS
E-mail: jornalistaminunes@gmail.com
Fone: (48) 3665-2261 / 99929-4998
Site: www.sds.sc.gov.br


Daniel Augusto Raduenz, de Pomerode (ao centro) conquistou duas medalhas de ouro no atletismo. Foto: Wander Roberto/Exemplus/COB

Com o final das modalidades coletivas (atletismo, badminton, ciclismo natação, ginástica rítmica, tênis de mesa, judô e xadrez), nesta sexta-feira, 15, dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) para estudantes de 12 a 14 anos, em Curitiba, o time de Santa Catarina fechou sua participação com um saldo positivo de 30 medalhas sendo seis de ouro, nove de prata e 15 de bronze. Só nesta sexta, foram 12 medalhas conquistadas. Agora, as atenções estão voltadas para o início das chamadas modalidades coletivas: basquete, vôlei, handebol e futsal. As disputas começam no domingo, 17, até o dia 21.

O destaque do time de Santa Catarina na primeira parte dos JEJ foi Daniel Augusto Raduenz, da Escola Estadual Almirante Barroso, de Pomerode, que conquistou duas medalhas de ouro no atletismo. Venceu no lançamento do dardo, com direito a recorde brasileiro escolar com a marca de 55m,81cm, e também foi ouro no arremesso do peso com a marca de 15m16cm.

Para os integrantes da Fesporte, que gerencia toda a logística em Curitiba, o saldo foi positivo. “Os resultados foram satisfatórios nesta primeira etapa. Santa Catarina continua mantendo a média de conquistas dos últimos anos, brigando pelos primeiros lugares com gigantes como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná. Com o início das modalidades coletivas, a expectativa é por mais medalhas para nosso estado”, enfatizou Josélia Maranho, da Fesporte, e chefe da delegação catarinense.

Os JEJ são uma promoção do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e tem a participação de mais de quatro mil atletas. A delegação catarinense é gerenciada pelo Governo Estadual por meio da Fesporte e é composta ao todo por 162 jovens competidores de 77 escolas de 37 municípios.

Confira as medalhas de SC nas modalidades individuais 

MEDALHA DE OURO

Atletismo masculino/Arremesso do peso: Daniel Augusto Raduenz, da EEB Almirante Barroso, de Pomerode.

Atletismo masculino/Lançamento do dardo: Daniel Augusto Raduenz, da EEB Almirante Barroso, de Pomerode.

Atletismo feminino/Revezamento 4x75: Nicole Bertipalha de Carvalho/EEB Gama Rosa /São Pedro de Alcântara, Camilly Carolini dos Santos/ EM Eladir Skibinski/Joinville, Letícia Lucindo Dell Agnolo/ Colégio Cenecista Elias Moreira/Joinville e Beatriz Neckel da Silva/ Colégio Energia/ Balneário Camboriú.

Judô feminino/Equipe: Larissa Nienchotter/Colégio Adventista de Itajaí, Helena Oliveira/EEB Idelfonso Linhares/Florianópolis,Vitória Rodrigues/ EEB Gov. Bornhausen/Arroio Trinta, Joice de Souza/ E.E.F Mont’Alverne/Ituporanga, Giovana Galkowski/Colégio Bom Jesus São José/São Bento do Sul,Gabrielly Duarte/Colégio Salesiano/Itajaí, Ana Cardoso/ EM Prof. Zulma do Rosário Miranda/Joinville e Tiffany Weinfurter/EM Henrique Midon/Itajaí.

Xadrez feminino pensado: Maria Eduarda Gomes/EEB Dom Joaquim Dagostini, de Lacerdópolis.

Xadrez masculino bliz: Nathan Felipe Filgueiras/Colégio Sagrada Família/ Blumenau.

MEDALHA DE PRATA

Atletismo masculino/Arremesso do peso: Rodrigo Trenhago/ EEB Jacob Guiso/Chapecó.

Atletismo feminino/80m com barreiras: Gabriela Genevro/Colégio Dom Bosco/Chapecó.

Natação masculina 200m Medley: Gustavo Carvalhais Ribeiro/Colégio Dom Jaime Câmara/São José.

Natação masculina 400m livre: Gustavo Carvalhais Ribeiro/Colégio Dom Jaime Câmara/ São José.

Judô masculino até 40kg: Zuke Leivas Muller/EEB Abílio Manoel de Abreu/ Florianópolis. 

Judô masculino até 44 kg: Wesley Leonardo Niels/Colégio Menino Jesus/Blumenau. 

Tênis de mesa/Dupla mista: Thiago Hau França/EEB São Bento/São Bento do Sul e Maria Eduarda Magagnin/EEB Anair Voltolini/Epav/Pouso Redondo.

Tênis de mesa equipe feminina: Maria Eduarda Magagnin/EEB Anair Voltolini/Epav/ Pouso Redondo e Maria Eduarda Comin/Colégio Superação/Videira.

Xadrez masculino pensado: Nathan Felipe Filgueiras/Colégio Sagrada Família/Blumenau.

MEDALHA DE BRONZE

Atletismo feminino/ 250m: Camily Caroline/EM Eladir Skibinski/Joinville.

Badminton dupla mista: Andrei Morgan e Camila Foschieira/EEB São Luís/ União do Oeste.

Badminton dupla masculina: Kauan Sttocco/Colégio de Aplicação/Caçador e Andrei Morgan/EEB São Luís/União do Oeste.

Badminton dupla feminina: Natália Stein/Colégio de Aplicação/Caçador e Camila Foschieira/EEB São Luís, de União do Oeste.

Judô masculino até 36kg:Thiago Camargo Ribeiro/EEB Nélson Horostecki/Chapecó.

Judô feminino até 53kg: Giovana Galkowski/Colégio Bom Jesus São José/São Bento do Sul.

Judô feminino até 48kg: Joice de Souza/EEB Mont Alverne/Rio do Sul.

Natação masculina revezamento 4x50 meddley: Lucca Tonin/Bom Jesus Ielusc/Joinville, Lucas Farias/Colégio Marista/Criciúma, Gustavo Carvalhais/Dom Jaime Câmara/São José e Tiago Konescki/Educandário Imaculada Conceição/Florianópolis.                               

Tênis de mesa/Equipe masculina: Lucas Grossl e Thiago Hau França/EEB São Bento/São Bento do Sul. 

Tênis de mesa/Dupla masculina: Thiago Hau França/EEB São Bento/São Bento do Sul e Lucas Grossl/EEB São Bento/São Bento do Sul.

Tênis de mesa/Dupla mista: Lucas Grossl/EEB São Bento/São Bento do Sul e Maria Eduarda Magagnin/EEB Anair Voltolini/Epav/Pouso Redondo.

Tênis de mesa/Dupla feminina: Maria Eduarda Magagnin/EEB Anair Voltolini/Epav/ Pouso Redondo e Maria Eduarda Comin/Colégio Superação/Videira.  

Tênis de mesa individual masculino: Thiago Hau França/EEB São Bento/São Bento do Sul.

Tênis de mesa individual feminino: Maria Eduarda Magagnin/EEB Anair Voltolini/Epav/ Pouso Redondo.

Tênis de mesa individual feminino: Maria Eduarda Comin/Colégio Superação/Videira. 

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 99696-3045
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 


Fotos: Helena Marquardt/ADR Ibirama

O município de Presidente Getúlio sediou, na noite desta sexta-feira, 16, a etapa microrregional do Dança Catarina. O festival, que está em sua 18ª edição, reuniu dançarinos de 11 instituições de ensino da região e encantou com a diversidade e beleza das coreografias que transportaram o público para um universo de zumbis, índios, bonecas e vários outros personagens.  

A etapa aconteceu no Ginásio de Esportes Pereirão e contou com a presença do gerente de Educação da Agência de Desenvolvimento Regional de Ibirama, Nilo Poffo, que também representou o secretário Jamir Marcelo Schmidt. Em seu discurso, ele destacou que o festival  já é uma tradição na região e é uma oportunidade para todas as crianças e jovens mostrarem os seu talentos. “A dança é uma linguagem universal, que tem contribuído muito, inclusive com o aprendizado nas escolas, por isso o evento só poderia ser um sucesso como está sendo”, comentou.

O Festival Escolar Dança Catarina é uma promoção da Fundação Catarinense de Esportes (Fesporte), Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Governo do Estado, com apoio da Secretaria Estadual de Educação, das Secretarias de Desenvolvimento Regionais e das prefeituras.

 A coordenadora do Dança Catarina, Mapi Cravo, ressaltou que se surpreendeu com a qualidade das apresentações e elogiou o empenho de estudantes, coreógrafos e dirigentes esportivos que fizeram com que o evento acontecesse. “Foi um lindo espetáculo, que nos deixou muito orgulhosos”, comentou.

Presidente Getúlio sedia etapa microrregional do Dança Catarina

Considerado o maior evento de Dança Escolar do Brasil, o festival tem como principais objetivos fomentar a Dança na Escola e salvaguardar a educação integral da criança e adolescente na construção de sua cidadania. Ele percorre mais de oito mil quilômetros levando cultura, dança e educação por todo estado.

Ao todo, serão 20 etapas classificatórias nas quais são selecionados grupos destaques que seguem com todas as despesas custeadas pelo Governo do Estado para as fases finais. São cerca de 4,5 mil alunos e mais de 320 professores/coreógrafos participando anualmente do projeto.

Confira as apresentações vencedoras por categoria:

Mirim:

Primeiro lugar: Uma noite no castelo: Os zumbis estão a solta – EMEB Tancredo Neves
Segundo lugar: Oficina Mecânica - Centro de Educação Infantil Amália Demarchi Lunelli
Terceiro lugar: Releitura Valente - EM Bairro Operário

 

Popular/ Folclórica

Primeiro lugar: Releitura da obra Flor de Piña – EEB Eliseu Guilherme
Segundo lugar: Xote de duas damas -  EEB Papa João XXIII
Terceiro lugar: Em busca de sonhos: Chegando a um novo mundo – EMEB Tancredo Neves

 

Infantil Livre

Primeiro Lugar: Dançar brincando – EMEB Tancredo Neves
 Segundo lugar: Circo dos horrores - Centro de Educação Infantil Amália Demarchi Lunelli
Terceiro lugar: Casa de bonecas – Escola Francisco Bertelli

 

Infanto Juvenil Livre

Primeiro lugar: Xeque – Mate  - EEB Gertrud Aichinger
Segundo lugar: O Guarani - EEB Gertrud Aichinger

 

Dança de salão Infantil

Primeiro lugar:Mylena Novak e Lucas Schatz – EMEB Tancredo Neves
Segundo Lugar: Larissa Ratzmann e Guilherme Dorow – EEB Papa João XXIII
Terceiro lugar: Bruna Marchi e Gabriel Strutz – EEB Papa João XXIII

 

Juvenil Salão

Primeiro lugar: Ana Lowen e João Allein – Instituto Federal Catarinense

 

Mais informações para a imprensa:
Helena Marquardt
Assessoria de comunicação 
ADR Ibirama
Fone (47) 3357-8908 / (47) 98819-9350
E-mail: imprensa@iir.adr.sc.gov.br
Site: sc.gov.br/regionais/ibirama
Facebook: www.facebook.com/regional.ibirama

Página 64 de 199