Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Com a Palavra, o Governador - 16 de fevereiro de 2018

Com a Palavra, o Governador - 16 de fevereiro de 2018

O Governador Raimundo Colombo fala sobre sua licença, o período de transição que se aproxima e um análise geral sobre o estado e o governo

Oportunidades

Próximos eventos


Fotos: James Tavares/Secom

O governador Raimundo Colombo inaugurou neste sábado, 25, em Jaraguá do Sul, no Norte do estado, a revitalização da Rodovia Wolfgang Weege (SC-110), no trecho que vai da empresa Malwee até o pé da serra de Pomerode. O trecho de 12,2 quilômetros recebeu investimento de quase R$ 14 milhões do Governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra).

“Era uma reivindicação forte da comunidade, muito necessária e justa. A obra proporcionou uma infraestrutura bem melhor, mais segurança e boa trafegabilidade em uma região muito desenvolvida, que gera muitos empregos e que precisa de qualidade”, enfatizou o governador.

>>> Galeria de fotos

A via recebeu trabalhos de terraplenagem, pavimentação asfáltica, drenagem, obras de arte correntes, obras de arte especiais, obras de contenção, iluminação e meio ambiente. Também foram feitos alargamento da pista, construção de calçadas, saídas de ônibus e acostamento, além de toda sinalização horizontal e vertical.

O contrato foi assinado em 2014, com investimento inicial de R$ 12,6 milhões e, depois de alterações necessárias no projeto, os recursos aplicados chegaram a R$ 14 milhões. “Mais uma obra importante, principalmente nessa região, onde nós podemos observar o movimento que tem. Essas rodovias no perímetro urbano são um grande desafio, principalmente na questão da sinalização. Agora essa estrada tem uma sinalização moderna para garantir conforto, mas acima de tudo, segurança para quem trafega por ela”, destacou o presidente do Deinfra, Wanderley Agostini.

Um destaque da rodovia é o projeto “Vamos Florir” idealizado pela ADR Jaraguá do Sul em que os alunos da Escola Professor João Romário Moreira plantaram flores em 80 vasos para distribuir nos 40 pontos de ônibus ao longo da via revitalizada. “É uma ação muito bonita e espero que o povo mantenha esse projeto, que será único no Estado. Os nossos moradores já têm o hábito de enfeitar e fazer um belo jardim, então com o tempo podemos melhorar ainda mais”, disse o morador Ivani Schwanz.

Os secretário de Estado da Segurança Pública, César Grubba; do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Carlos Chiodini; e os secretários executivos da região de Joinville, Simone Schramm, e de Jaraguá do Sul, Leonel Pradi Floriani, também participaram da inauguração.

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Fotos: Antonio Prado/Fesporte

Santa Catarina repetiu o feito do ano passado e sagrou-se vice-campeã geral das Paralimpíadas Escolares 2017 nesta sexta-feira, 24, em São Paulo. Os catarinenses somaram, no total, 381 pontos contra 458 de São Paulo, primeiro lugar. O Distrito Federal fechou sua participação em terceiro lugar com 379.

Oficialmente, o time Santa Catarina conquistou, no total, 94 medalhas sendo 47 de ouro, 35 de prata e 12 de bronze. Foram 18 medalhas a mais em relação a 2016, cujo quadro final foi de 76 medalhas.

 Nem todas as medalhas entraram para a pontuação oficial, já que o regulamento determina que para entrar no cômputo geral a prova tem que ter pelo menos cinco representantes de estados diferentes. 

Atletismo e natação, com o maior número de atletas, foram os destaques. No atletismo, Santa Catarina conquistou 40 medalhas: 17 de ouro, 17 de prata e 6 de bronze, ficando em quinto lugar na classificação geral. 

Já na natação, os catarinenses arremataram 40 medalhas sendo 26 de ouro, 9 de prata e 5 de bronze, fechando a participação com o vice-campeonato.

Outros destaques foram a bocha paralímpica, campeã geral com um ouro e duas pratas; o tênis de mesa com o terceiro lugar com três de ouro, uma prata e três bronze; além tênis cadeira de rodas com um ouro e duas pratas e o terceiro lugar na classificação geral.

O basquete em cadeira de rodas ficou em terceiro lugar na classificação geral e o goallball fechou sua participação em sétimo lugar. O judô catarinense teve apenas um representante e conquistou uma medalha de ouro.

Ao fazer uma análise do time de Santa Catarina na competição, o chefe da delegação catarinense, Ademar Silva, disse que o resultado final foi satisfatório. “Viemos com o propósito de ficar entre os três primeiros lugares. E conseguimos nosso objetivo. Brigamos com gigantes do paradesporto como São Paulo e Rio de Janeiro e ficamos entre os dois melhores estados do Brasil. Saímos de São Paulo orgulhosos de nossos atletas, pois conseguimos uma maior pontuação em relação a 2016, quando fechamos com 358 pontos, ou seja, foram 23 pontos a mais”, concluiu.

A delegação catarinense foi composta por 130 pessoas entre técnicos, dirigentes e atletas. Promovida pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, a competição reúniu cerca de mil atletas de todo o Brasil com idade entre 12 a 17. A delegação catarinense foi gerenciada pelo Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 99696-3045
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 

 

 


Fotos: James Tavares / Secom

Santa Catarina ganha a partir de segunda-feira, 27, mais um reforço na área da Segurança Pública, com o ingresso de 195 novos profissionais (138 agentes de Polícia Civil e 57 delegados).  A cerimônia de formatura será realizada nesta segunda-feira, dia 27, no Teatro Pedro Ivo, às 10h,  em Florianópolis. Os profissionais irão atuar nas 30 delegacias regionais e nas diretorias de polícia. Em 15 dias os policiais começam a trabalhar em suas lotações, já para início da Operação Veraneio.

Desde 2011 foram efetivados pelo Governo do Estado 1.336 novos policiais civis. Com a formação destes policiais, a Instituição Polícia civil passa a contar com 3.282 policiais civis efetivos distribuídos nos cargos de delegados (442), agentes (2.248), escrivães (519) e psicólogos policiais (73).  

O governador Raimundo Colombo disse que o reforço vem ao encontro de um anseio da sociedade por mais segurança. “Santa Catarina recebe novos agentes, que agora treinados e habilitados estão prontos para proteger a população em todas as regiões do Estado. A inteligência destes novos profissionais nos quadros da polícia civil, que chegam às delegacias com uma formação diferenciada, serão fundamentais para atender às demandas da população”, destacou Colombo.

O grupo iniciou a formação há cinco meses e passou por treinamentos teóricos e práticos na Academia da Polícia Civil (Acadepol), em Florianópolis. O diretor da Acadepol, delegado Laurito Akira Sato informou que os novos profissionais receberam treinamento técnico, jurídico, operacional e tático.



>>> Mais imagens na galeria

“Com certeza, não só no contexto social, mas também da segurança pública, a contribuição deles será muito grande. Eles estão saindo com uma especialização nunca vista em relação às tecnologias aplicadas à investigação. Saem prontos para atuar em todas as demandas. É um marco para a história  da Polícia Civil, justamente por passar informações que anteriormente se achava de cunho específico e hoje foram abertas para todos os níveis de atuação e formação”, explicou Akira.

Para o secretário de Segurança Pública, César Augusto Grubba, a recomposição e a melhoria do contingente vem sendo feita no governo Colombo. “Nestes seis anos de gestão, a área da Segurança Pública recebeu um acréscimo de mais de 7 mil servidores distribuídos entre as instituições que compõem o sistema da SSP”, afirmou.

“No final do ano passado tivemos a formatura de 420 agentes e um grande número de delegados de polícia, que também já foram distribuídos nas 30 regiões. Estamos levando em consideração, critérios técnicos, como taxas de homicídio e dos índices de criminalidade para fim de que houvesse uma distribuição harmônica entre todas as regiões policiais desse efetivo que se formou no ano passado”, salientou o delegado geral da Polícia Civil, Artur Nitz.

Os formandos

Carolina Quintana Guedes, de Florianópolis, vai atuar como delegada de polícia e relatou que a formatura é a realização de um sonho. “Sempre almejei essa função. São muitos os atributos que me atraem na Polícia Civil, desde zelar pela qualidade de vida, garantir a segurança do cidadão catarinense. É uma missão nobre e acredito que posso fazer muito pelo Estado”.

“Minha vontade é de servir a população. Dentro da área da Segurança ser delegado sempre foi meu objetivo. Estes cinco meses na Acadepol foram intensos, as aulas foram muito boas. Estamos preparados e com muita vontade de prestar atendimento à população da melhor forma possível”, salientou Ricardo Maurino Melo, que terá o cargo de delegado.


Ricardo Maurino Melo

A nova agente de Polícia Civil, Rosemere Barros Cipriano, disse que os meses de treinamento na Acadepol foram muito bem aproveitados para fazer agora realizar os trabalhos, além de criar laços de amizades. “Na verdade formamos uma família entre professores e alunos e por isso hoje afirmamos, essa família começa na Acadepol”.

Priscila Vales Mesquita veio de Brasília e prestou concurso para agente. Ela contou que foi muito bem recebida e sai da academia sabendo do seu dever com a sociedade. “Aqui é a realização de um sonho, mas ainda pretendo continuar estudando e passar para delegada. Estou muito feliz em Santa Catarina”.


Priscila Mesquita 

Vinicius Ritterbuch lembrou que a vontade de atuar na Polícia Civil começou ainda quando era estagiário na delegacia de Frederico Westphalen, no Norte do Rio Grande do Sul. “Encerro aqui um ciclo, estudei e me qualifiquei. Após uma preparação árdua, deste concurso de alto nível, consegui realizar meu objetivo e vou trabalhar muito para proteger a população nesta área que tanto necessita”.


Formatura:
Quando: 27/11 
Horário: 10h
Local: Teatro Pedro Ivo, na SC-401, em Florianópolis

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Informações adicionais para a imprensa
Clarissa Margotti
Assessoria de Imprensa
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-2313 / 99968-9600
Site: www.policiacivil.sc.gov.br


Foto: James Tavares / Secom

A geração de empregos em Santa Catarina e as obras de saúde e infraestrutura na Serra Catarinense foram os principais temas do Com a Palavra, o Governador desta sexta-feira, 24. Colombo abriu a entrevista comentando os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho. Em outubro, Santa Catarina gerou 8,6 mil vagas de trabalho com carteira assinada e desde o início de 2017 acumula mais de 45 mil, se mantendo como um dos estados do país que mais gera empregos.

“É uma vitória que gera todo um cenário positivo nesse momento em que a economia começa a dar sinais de retomada de crescimento”, disse o governador.

Outros assuntos da entrevista foram a entrega do bloco de serviços do Hospital Infantil Seara do Bem e as obras do Hospital Tereza Ramos, em Lages. O início da pavimentação da SC-390, na região da Coxilha Rica, e a avaliação da situação do Estado para o fechamento do ano completaram a entrevista desta semana.

A íntegra do Com a Palavra, o Governador pode ser acessada nos canais oficiais do Governo no Vimeo e no Youtube. O áudio é disponibilizado pela Rádio Secom.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Fotos: Jeferson Baldo / GVG

O vice-governador, Eduardo Pinho Moreira, acompanhou na manhã desta sexta-feira, 24, o andamento das obras da Via Rápida, Via Vêneto, em Criciúma. É a principal obra de infraestrutura com investimentos do Governo do Estado no Sul de Santa Catarina. São R$ 120 milhões aplicados na estrada que liga o município à BR-101, dando uma nova rota de entrada e saída para cidade. A inauguração será no próximo dia 20 de dezembro. Acompanharam o vice-governador, o secretário de Estado de Infraestrutura, Luiz Fernando Cardoso Vampiro, e o secretário executivo da ADR Criciúma, João Fabris.

“Certamente ela trará mais qualidade de vida para população, que ganhará tempo no seu deslocamento, e representa um marco para o desenvolvimento regional”, disse Moreira. 



>>> Mais imagens na galeria

O vice-governador ainda destacou a magnitude da obra lembrando o ex-governador Luiz Henrique da Silveira. “Eu sigo aquilo que o ex-governador Luiz Henrique dizia, 'pensar grande ou pensar pequeno dá o mesmo trabalho', e por isso nós pensamos grande quando fizemos essa obra, que vai integrar toda a região carbonífera, trazendo um novo eixo de desenvolvimento para cá”.

São 11 quilômetros ligando Criciúma à BR-101. A obra idealizada ainda na década de 1990 foi concretizada em 2006. De lá para cá surgiu o projeto efetivo, questões ambientais, arqueológicas e disputas judiciais para desaprovações foram vencidas. “Será um marco para o desenvolvimento regional, permitindo a criação de um novo polo industrial e facilitando o acesso ao munícipio de Criciúma”, destacou Vampiro.

Mais informações para a imprensa
Sabryna Sartott
Assessoria de Comunicação
Gabinete do Vice-Governador
E-mail: sabrynasartott@gmail.com
Fone: (48) 3665-2283 / 99138-8722
Site: www.sc.gov.br

 



Página 64 de 264