Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Cerca de 5 mil imigrantes são atendidos diretamente pelo governo catarinense

Cerca de 5 mil imigrantes são atendidos diretamente pelo governo catarinense

Santa Catarina tem atualmente 5.762 imigrantes de 85 nacionalidades registrados no Cadastro Único (CadÚnico) da Assistência Social. São homens, mulheres e crianças que têm à disposição uma rede de serviços de saúde, educação e atenção básica mantida por profissionais no estado.

Oportunidades

Próximos eventos


Fotos: Jaqueline Noceti / Secom

Os trabalhos de transferência de carga da Ponte Hercílio Luz da segunda noite de operação, em Florianópolis, foram executados, mais uma vez, com êxito, nesta terça-feira, 10, e madrugada de quarta, 11. Os serviços começaram às 23h45 e à 00h17 estavam finalizados com a elevação de 11 centímetros da estrutura. Na segunda-feira, 9, foram elevados 8,7 centímetros. Outras duas operações serão realizadas, na quinta, 12 e sexta-feira, 13.

Em fevereiro deste ano, foi feita a primeira etapa, quando foram içados 13 centímetros do vão. Ao todo, serão levantados 53 centímetros. Até o momento já foram erguidos o equivalente a mil toneladas. O procedimento é necessário para que o peso da obra original seja depositado gradativamente na estrutura provisória construída abaixo da ponte exclusivamente para a realização da restauração.


Foto: Divulgação / Casan

Com mais de 60% das redes de coleta assentadas, as obras do Sistema de Esgotamento Sanitário de São José continuam avançando para novas ruas nos próximos dias. Nesta semana as obras de implantação de redes de coleta chegam a duas novas vias do Bairro Bela Vista: Rua Itaguaçu e Rua José Antônio Thomaz.

Na próxima semana, no período de 16 a 20 de outubro, prossegue a implantação de redes de coleta na Rua Itaguaçu e serão também executados serviços de assentamento do emissário terrestre na Avenida das Torres, entre as ruas Manoel Eduardo Cardoso e Julia Schoroeder.


Foto: Maiara Gonçalves / SCC

O secretário da Casa Civil, Nelson Serpa, recebeu, em nome do Governo do Estado, uma comitiva de lideranças do Extremo Sul de Santa Catarina, na tarde desta terça-feira, 10, para tratar dos impactos do fechamento da unidade frigorífica da empresa JBS no município de Morro Grande. O encontro ocorreu no auditório da Secretaria de Estado da Administração, no Centro Administrativo, em Florianópolis.  

O prefeito de Morro Grande e presidente da Associação de Municípios do Extremo Sul de Santa Catarina (Amesc), Valdo Rocha, manifestou a preocupação da região com o fechamento, previsto para o fim de outubro. “A unidade emprega hoje diretamente 1.400 pessoas e todos os municípios do Extremo Sul do Estado serão atingidos”, afirmou o prefeito.

O secretário Nelson Serpa informou à comitiva que o Estado está à disposição para auxiliar os municípios afetados direta e indiretamente com todas as ferramentas de apoio e incentivo à atração de investimentos. “Vamos integrar as forças para minimizar os impactos do possível fechamento da unidade, com o objetivo de manter empreendimentos e evitar a perda de empregos e do movimento econômico na região”, ressaltou. Um novo encontro está marcado para o início da próxima semana para retomar as discussões sobre o assunto.

A comitiva contou com a participação dos 15 prefeitos da Amesc, vice-prefeitos, vereadores, deputados, lideranças locais e representantes de agricultores. Estiveram presentes na reunião, ainda, o secretário executivo de Articulação Nacional, Acélio Casagrande e o secretário da Agência de Desenvolvimento Regional de Araranguá, Heriberto Afonso Schmidt.

Informações adicionais para a imprensa:
Maiara Gonçalves
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Casa Civil de Santa Catarina
E-mail: comunicacao@casacivil.sc.gov.br
Telefones: (48) 3665-2005 / 98843-3497
Site: www.scc.sc.gov.br


Foto: James Tavares / Secom

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive) divulgou o boletim número 20 sobre a situação da vigilância entomológica do Aedes aegypti e a situação epidemiológica da dengue, febre dechikungunya e zika vírus, com dados até a Semana Epidemiológica (SE) 39, desde 1º de janeiro a 30 de setembro.

No período de 01/01 a 30/09, foram identificados 8.981 focos do mosquito Aedes aegypti, em 139 municípios. Neste mesmo período, em 2016, haviam sido identificados 6.255 focos em 132 municípios .O número de focos de 2017 é 43,6% maior quando comparado ao mesmo período do ano de 2016.

>>> O boletim completo está neste link

Em relação à situaçãoentomológica, até a SE nº 39/2017, já são 61 municípios considerados infestados,o que representa um incremento de 22% em relação ao mesmo período de 2016, que registrou 50 municípios nessa condição. 

Informações adicionais para a imprensa:
Patrícia Pozzo
Núcleo de Comunicação
Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive)
Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
www.dive.sc.gov.br



 


Foto: Iris Medeiros / SSP

O secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, confirmou em audiência na manhã desta terça-feira, 10, a transformação da 2ª Companhia do 11° Batalhão da Polícia Militar de Dionísio Cerqueira em Guarnição Especial de Fronteira. O assunto era motivo de reuniões desde julho quando as autoridades começaram a apresentar a proposta para SSP e Comando Geral da Polícia Militar.

O coronel PM Dirceu Neundorf, comandante da 9ª Região Policial Militar/Fronteira, disse que o objetivo é de dar autonomia e agilizar os processos relativos à preservação da segurança pública na área de Fronteira e Divisa. 

"Das mais variadas formas observa-se que falta uma estrutura que seja dirigida, e com força de atuação direta na região de fronteira, em função do investimento realizado pela Estratégia Nacional de Fronteira (Enafron)”, disse.

De acordo com o secretário Grubba, os recursos para a construção da nova sede da Guarnição Especial de Fronteira -  na ordem de R$ 1,2 milhão  - foram assegurados pelo Pacto da Segurança. Trata-se de uma obra de 750 metros quadrados, em dois pavimentos, cujas obras começam no segundo trimestre de 2018. O terreno para a construção foi doado pela prefeitura de Dionísio Cerqueira.

O secretário também reforça a tese de que uma Guarnição Especial em área de fronteira é mais uma ferramenta para combate aos crimes transnacionais. “A região de fronteira é um corredor de contrabando e descaminho, e uma estrutura oficial terá como o objetivo atacar essas organizações criminosas e frear a entrada de armas e drogas”.

Participaram da reunião o comandante-geral da PM, Paulo Henrique Hemm; sub-comandante geral carlos Alberto Araújo Gomes: secretário executivo de Supervisão de Recursos Desvinculados, Celso Calcagnotto; gerente de obras da SSP, coronel Dirceu Antônio Oldra; dretor de Integração da SSP, coronel PM Rogério Martins; secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira, Norberto Hart; prefeito de Dionísio Cerqueira, Thyago Gnoatto; prefeito de Princesa, Edilson Volksweis e oficiais da 9ª Região Policial Militar.

Informações adicionais para a imprensa:
Manoely Dias Cogo
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira
E-mail: comunicacao@dcq.adr.sc.gov.br
Fone: (49) 3644-3317 / 99145-7142
Site: sc.gov.br/regionais/dionisiocerqueira
 

 

Página 339 de 484

Conecte-se