Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Henrique visitando o Helicóptero Águia 4 - 04/04/2017

Henrique visitando o Helicóptero Águia 4 - 04/04/2017


Henrique Ribeiro, de 10 anos, sonhava em conhecer o helicóptero Águia 4, da Polícia Militar de Santa Catarina, em Lages.

Oportunidades

Próximos eventos


Fotos: Ari Schramm e Helena Marquardt/ADR Ibirama

O Radar Meteorológico de Lontras, uma das ferramentas mais importantes da Defesa Civil de Santa Catarina para atuar na prevenção de desastres, recebeu a visita de alunos da Escola de Educação Básica Professora Semiramis Bosco, de Witmarsum, que desenvolvem um projeto de pluviometria e meteorologia e puderam conhecer de perto o equipamento e entender como ele funciona. Esta foi a primeira vez que um grupo de estudantes visitam o local.

A aluna Vitória Cristina Grassmuck afirma que gostou da aula diferente e se surpreendeu com o radar. “A gente ficou sabendo tudo sobre como ele funcionava, inclusive as mensagens que são geradas para alerta e foi muito interessante”, comentou. O estudante Leonardo Sandner Buzana, conta que também gostou de conhecer o local. “O que mais me chamou atenção foi o tamanho dele e as informações importantes que ele transmite. Eu nunca tinha visto nada parecido.”

O coordenador de projetos da escola, professor Adriano Hillesheim, ressalta que a visita tinha como intuito ampliar as possibilidades de aprendizado e é apenas uma das etapas do projeto de meteorologia que é desenvolvido com alunos do 9º ano e envolve as disciplinas de ciências, matemática e geografia. “Trabalhamos de forma interdisciplinar fazendo leituras de textos, apresentações e até instalação e monitoramento de pluviômetros em vários locais do município, inclusive na escola onde os alunos tinham que fazer a anotação diária de aspectos como chuva e nuvens.”

Radar terá espaço para visitantes

A visita foi acompanhada pelo coordenador da Defesa Civil no Alto Vale, Jaimerson Espíndola, que explica que esta foi a primeira turma de alunos a visitar o radar, que em breve terá um espaço específico para receber os grupos que desejam conhecer mais sobre o equipamento. “Eles tiveram esse acesso permitido graças ao projeto que foi feito pela escola e os alunos estavam bem curiosos e fizeram diversas perguntas e anotações. Repassamos informações sobre a prevenção e também de que forma ele é utilizado em um evento climático. A nossa ideia agora é construir uma sala exclusiva para os visitantes onde eles poderão acompanhar através de monitores o funcionamento de áreas de acesso restrito que não podem ser visitadas e também fotos do processo de construção.”

Pela primeira vez desde que foi instalado, Radar de Lontras recebe visita de alunos

O investimento do Governo do Estado para a instalação do Radar em Lontras foi de mais de R$ 10 milhões e o equipamento, que começou a operar oficialmente em julho de 2014, tem cobertura de 77% sobre o território do Estado. Outro radar está em construção em Chapecó. Além dele, Santa Catarina contará também com um radar móvel que deve operar na região Sul, mas que pode ser deslocado em caso de necessidade, o que permitirá uma cobertura de quase 100% do território catarinense.

Informações para a imprensa:

Helena Marquardt
Assessoria de comunicação 
ADR Ibirama
Fone (47) 3357-8908 / (47) 98819-9350
E-mail: imprensa@iir.sdr.sc.gov.br
Site: www.adrs.sc.gov.br/adribirama
Facebook: www.facebook.com/regional.ibirama

Foto: Epagri / Xanxerê

A Epagri de Xanxerê, através do projeto Grãos, realizou um treinamento referente ao levantamento de produtividade da cultura do feijão e do Programa de Garantia a Atividade Agropecuária, o Proagro.

A atividade prática foi feita na propriedade do agricultor Antonio Calza, interior do município, e reuniu 25 técnicos da Epagri das regiões de Chapecó, São Lourenço do Oeste e Xanxerê. O coordenador do projeto, engenheiro agrônomo Marcelo Bassani, salientou que o treinamento prepara os técnicos para realizar os Relatórios de Comprovação de Perdas ao Proagro.

“A região Oeste sofre com intempéries climáticas que resultam em perdas de produção e a Epagri é uma das empresas que realizam estes levantamentos. O Banco do Brasil destina todas as comunicações de perdas para que sejam feitas pela Epagri e por isso precisamos estar preparados”, explica Marcelo.

Durante o treinamento foram abordados temas técnicos referentes ao Proagro e ainda informações sobre a cultura do feijão e seus componentes de produtividade. No campo foram colhidas amostras de feijão para determinação da produtividade, de acordo com a metodologia repassada aos técnicos. Os dados foram compilados e os resultados foram discutidos com os técnicos.

“Um dos objetivos deste treinamento com Proagro também é publicar em forma de Boletim  Técnico, em conjunto com o Centro de Pesquisa da Agricultura Familiar- CEPAF/EPAGRI, a metodologia padrão da Epagri de levantamento de produtividade com as principais culturas do Estado de Santa Catarina. Com isso, todos os técnicos da Epagri e de outras empresas que prestam este tipo de serviço  podem se amparar no dia a dia e ter segurança nos levantamentos realizados nas  culturas por eventos climáticos”, finaliza Marcelo Bassani.

Informação adicional para a imprensa: 

Janaína Mônego
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de Xanxerê
E-mail: sdr-xanxere@xxe.sdr.sc.gov.br
Fone: (49) 3382-2018 e (49) 9804-6060
Site: adrs.sc.gov.br/adrxanxere


Foto: Fernanda Rodrigues - SAN/SC

O turismo embarcado para observação de baleias no litoral catarinense será reativado. A expectativa é que a prática, suspensa há quatro temporadas, volte a acontecer ainda em 2017 nas cidades de Imbituba, Garopaba e Paulo Lopes, seguindo o plano de fiscalização que está sendo elaborado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). “Sempre defendemos, enquanto instituição, esta prática. Estamos construindo o parecer técnico e esperamos que fique pronto o mais rápido possível, para que a atividade seja retomada ainda este ano”, salientou o presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski, em audiência com o secretário de Articulação Nacional, Acélio Casagrande, no final da tarde de terça-feira, 16, em Brasília.

Para Acélio, a atividade, realizada de forma responsável e seguindo as normas do ICMBio, contribui  não apenas para o turismo. “A conscientização ambiental e a preservação do meio ambiente também ganham, e muito”, falou. A atividade estava suspensa desde 2013, após uma ação civil pública do Instituto Sea Shepherd. Agora, com a conquista na esfera jurídica, o presidente do Instituto Baleia Franca (IBF), Enrique Litman, espera aumentar a movimentação de turistas nos municípios. Presente na reunião, o diretor de Produtos e Destinos da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur), Humberto Pires, ressaltou a importância da retomada da atividade para impulsionar o turismo brasileiro, até no exterior.

Os diretores do ICMBio ressaltaram ainda que haverá a constante avaliação do turismo embarcado e as operadoras estão sujeitas a punições, multas, além da suspensão das atividades. Participaram da reunião o coordenador Geral do ICMBio, Pedro da Cunha; os diretores Paulo Carneiro e Marcelo Marcelino; o procurador Geral do Estado de Santa Catarina, Claudio de Moura; e a assessora especial da Secretaria de Articulação Nacional, Giliane Zanchett.

Informações adicionais:
Fernanda Rodrigues (SC 02540 JP)
Jornalista – Secretaria de Articulação Nacional
Brasília/DF - Telefone: (61) 3101-0903 - Celular: (61) 99304-0198
Email - fernanda@san.sc.gov.br  


Foto de arquivo: Julio Cavalheiro / Secom

Proprietários de veículos com placa final 5, que não optaram pelo parcelamento do IPVA 2017, têm até dia 31 de maio, para quitar sua obrigação em cota única, sem multa. O prazo para parcelamento do imposto terminou no dia 10 de maio. Quem tiver veículo com placa final seis já deve programar o pagamento do IPVA, cujos prazos começam a vencer no dia 10 junho. 

A SEF, responsável pelo recolhimento do imposto, lembra que os vencimentos dependem do final da placa do veículo, mas os contribuintes podem antecipar o pagamento a qualquer momento. A guia de pagamento, taxas, multas e seguro DPVAT podem ser emitidos na internet e paga nas agências bancárias conveniadas: Banco do Brasil, Bradesco, Itaú, Santander, Caixa Econômica Federal, Sistema Bancoob/Sicoob, HSBC, Sicredi e Cecred.

A quitação é um dos requisitos para licenciar o veículo. O não pagamento também implica em Notificação Fiscal, com multa de 50% do valor devido, mais juros SELIC ao mês ou fração. Para saber qual o valor do IPVA do seu carro, acesse a tabela disponível no site da Secretaria da Fazenda clicando aqui.

Para pagar, clique aqui. 

Imposto está 4,4% menor em SC

Os proprietários de veículos emplacados em Santa Catarina irão pagar em média 4,4% menos de IPVA em 2017. A redução é atribuída a queda do valor de mercado dos automóveis, uma vez que a base para o cálculo do imposto é a tabela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). Este é o segundo ano consecutivo que o imposto acaba ficando mais barato no Estado. Em 2016, o valor do IPVA ficou, em média, 4% menor do que no ano anterior.

CALENDÁRIO DE PAGAMENTO

FINAL DE PLACA

COTA ÚNICA

PARCELAMENTO-COTAS

     1ª

     2ª

    3ª

1

último dia do mês de janeiro

10.01

10.02

10.03

2

último dia do mês de fevereiro

10.02

10.03

10.04

3

último dia do mês de março

10.03

10.04

10.05

4

último dia do mês de abril

10.04

10.05

10.06

5

último dia do mês de maio

10.05

10.06

10.07

6

último dia do mês de junho

10.06

10.07

10.08

7

último dia do mês de julho

10.07

10.08

10.09

8

último dia do mês de agosto

10.08

10.09

10.10

9

último dia do mês de setembro

10.09

10.10

10.11

0

último dia do mês de outubro

10.10

10.11

10.12

 

O IPVA mais caro: R$ 65.953,44

Será pago pelo proprietário do I/Ferrari FF, ano de fabricação 2016

 O IPVA mais barato: R$ 1,33

Será pago pelo proprietário da Caloi/Mobylette SR 50, ano de fabricação 1985

IPVA SC - Alíquotas vigentes

- 2% para veículos terrestres, de passeios e utilitários, e motor-casa (fabricação nacional ou estrangeira);

- 1% para veículos terrestres, de duas ou três rodas e os de transporte de carga ou passageiros (fabricação nacional ou estrangeira);

- 1% para veículos terrestres destinados à locação.

Grupo

Tipo de veículo

Variação no valor venal entre 2014 e 2015

A

Automóveis

- 4,9%

B

Camionetas e utilitários

- 4,8%

C

Caminhões

- 8,1%

D

Ônibus/Microônibus

- 5,5%

E

Motos e Similares

-2,5%

F

Motor-casa

- 6,3%

Média

 

 - 4,4%

Mais informações: Para saber qual o valor do IPVA do seu carro, acesse a tabela disponível na página da Secretaria da Fazenda na internet, clicando aqui.

Caso tenha dúvidas, entre em contato com a Central de Atendimento Fazendária neste link ou pelo telefone 0300-645-1515.

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Fazenda
Aline Cabral Vaz
E-mail: avaz@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2575 / (48) 8843-8352
Cléia Schmitz
E-mail: cschmitz@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2572/ (48) 9157-1980
Sarah Goulart
E-mail: sgoulart@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2504/ (48) 8843-8553
Rosane Felthaus
E-mail: rosanef@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3506/ (48) 9109-8513
Site: www.sef.sc.gov.br 



Foto: Helena Marquardt/ADR Ibirama

A recém-fundada Rede Feminina de Combate ao Câncer de Ibirama (RFCC) vai comemorar mais uma conquista nesta quarta-feira, 17, ao inaugurar a sua sede em uma casa histórica em estilo enxaimel localizada no Centro da cidade. Na cerimônia, que será a partir das 16h30 e terá presença do secretário executivo Jamir Marcelo Schmidt, também será realizada a posse das 32 mulheres que vão atuar voluntariamente na entidade.

A presidente da RFCC de Ibirama, Cintia Catafesta Francisco, explica que a ideia de fundar a Rede no município surgiu ao conhecer o trabalho da entidade em outras cidades do Estado e ao perceber a importância dos serviços oferecidos. “Percebemos que Ibirama não contava com esse tipo de apoio as mulheres com câncer e conversando com outras mulheres decidimos aceitar esse desafio”.

A Rede conta com 32 voluntárias efetivas e 48 voluntárias contribuintes, totalizando 80 pessoas. A presidente ressalta ainda que o grupo tem como lema restaurar e salvar vidas. “Vamos dar apoio psicológico, fazer doações de toucas, empréstimo de perucas, além de ajudar com outras necessidades como alimentos e remédios dependendo da condição socioeconômica da paciente com câncer”.

Já na área da prevenção ela revela que as voluntárias farão palestras de conscientização. “Queremos mostrar que a mulher precisa se cuidar e fazer o exame preventivo, o autoexame e após os 40 anos a mamografia também é fundamental. Amanhã começamos nossa caminhada em Ibirama e estão todos convidados a comemorarem conosco este momento.”

O secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Ibirama, Jamir Marcelo Schmidt, ressaltou que além de dar apoio as pacientes com câncer, o trabalho mais importante da Rede é atuar justamente na prevenção lembrando que se o câncer for descoberto em estágio inicial, as chances de cura são muito maiores. “Com certeza a maioria das famílias já teve alguém que foi diagnosticado com câncer e essa é uma doença que no pensamento das pessoas acaba sendo uma sentença de morte, mas o câncer tem cura, principalmente se for descoberto no início e a Rede em Ibirama vai desenvolver um trabalho fundamental, por isso parabenizo essas mulheres que deixaram as suas famílias e o conforto das suas casas para fazer a diferença na vida de outras pessoas”.

SC realizou 140 mil procedimentos de quimioterapia em 2016

Em 2016, segundo dados da secretaria de Saúde, foram realizados 140 mil procedimentos de quimioterapia, 387 mil de radioterapia e 14 mil cirurgias oncológicas em Santa Catarina. Atualmente 17 hospitais do estado oferecem tratamento para o câncer e a previsão é de neste ano o serviço será ampliado para mais seis unidades, incluindo o Hospital Regional Alto Vale de Rio do Sul que passará a receber todos os pacientes da região de Ibirama que atualmente são encaminhados para Lages.

Informações para a imprensa:

Helena Marquardt
Assessoria de comunicação 
ADR Ibirama
Fone (47) 3357-8908 / (47) 98819-9350
E-mail: imprensa@iir.sdr.sc.gov.br
Site: www.adrs.sc.gov.br/adribirama
Facebook: www.facebook.com/regional.ibirama

Página 4 de 30