Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Eduardo Pinho Moreira assume Governo de SC

Transmissão do cargo de governador

O governador licenciado Raimundo Colombo transmitiu o cargo ao governador em exercício Eduardo Pinho Moreira, que assumiu o Governo de Santa Catarina com duas prioridades bem definidas: a Saúde e a Segurança Pública

Oportunidades

Próximos eventos

A recuperação da rodovia de acesso ao distrito de Nova Teutônia, em Seara, deve ser concluída ainda no mês de julho. Parte do asfalto cedeu devido ao excesso de chuvas.

De acordo com gerente de infraestrutura da ADR Seara, Jordana Marafon, os trabalhos avançaram bastante na última semana e estão próximos de serem concluídos. Depois da drenagem a obra está na etapa de nivelamento.

A recuperação da rodovia é fundamental para garantir trafegabilidade e segurança no acesso à comunidade. A obra também é de extrema importância para o turismo do município de Seara, já que Nova Teutônia é a sede do Museu Entomológico Fritz Plaumann.

Mais informações para a imprensa:
Glauco Benetti
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Seara
E-mail: comunicacao@sar.adr.sc.gov.br
Telefone: (49) 3452-8600 / 98837-7430
Site: sc.gov.br/regionais/seara

 


Foto de arquivo: Jaqueline Noceti / Secom

O Governo do Estado reeditou o decreto de redução do ICMS para a venda de suínos vivos originários de Santa Catarina. Da mesma forma, vai conceder alíquota menor de ICMS para produtores catarinenses de alho e de erva-mate. As duas medidas decorrem da necessidade de manter os produtos catarinenses competitivos frente à legislação tributária implementada por outros Estados.

“As medidas proporcionam ganho aos produtores catarinenses de suínos, alho e erva-mate porque lhes dá melhores condições para negociar com os comerciantes”, explica Ari Pritsch, diretor de Administração Tributária da Secretaria de Estado da Fazenda.

Suínos vivos – a redução na base de cálculo é de 50% na saída interestadual, com validade entre 1º de julho a 31 de dezembro de 2017. A alíquota de 12% passa para 6% no período. O último decreto reduzindo o ICMS de suínos vivos vigorou até dezembro de 2016. O efeito não é retroativo.

Alho – a redução é de 90% na base de cálculo de alho nobre roxo nacional in natura produzido no Estado, com efeito retroativo a 1º de abril, e validade até 31 de dezembro. A alíquota de 12% passa para 1,2% no período. O último decreto reduzindo o ICMS do alho vigorou até março de 2017.

Erva-mate – o decreto prevê a concessão de crédito presumido de 5% nas saídas destinadas a outros Estados em que a alíquota seria de 12%. O benefício é retroativo a 1º de junho e válido até 31 de dezembro. O último decreto, com as mesmas condições, vigorou até 31 de março.

Os decretos devem ser publicados em breve no Diário Oficial do Estado.

Informação para imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Fazenda
Aline Cabral Vaz/Cléia Schmitz/Sarah Goulart/Rosane Felthaus
(48) 3665-2575/2572/2504
www.sef.sc.gov.br | @fazenda_sc | facebook.com/fazendasc


Filme: A Árvore de Humberto - Divulgação

A Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis chega à sua 16ª edição, de 1 a 9 de julho, no Teatro Pedro Ivo, com atrações para a família, aos fins de semana, e Sessões Escola, de segunda a sexta. Para estudantes de escolas públicas, a Mostra oferece transporte gratuito até o teatro. Além disso, haverá uma sessão especial para jovens na Fiesc e uma Mostra Itinerante nos bairros mais afastados do teatro. O evento tem patrocínio do Governo do Estado, por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC).

O Encontro Nacional do Cinema Infantil abre a programação adulta, no Cinema do CIC, com a participação da Secretaria do Audiovisual e Secretaria da Cidadania e Diversidade Cultural (SCDC), ambas do Ministério da Cultura. Na ocasião, haverá lançamento e distribuição da Revista Filme Cultura da Secretaria do Audiovisual, cujo temática é Infância, Cinema e Futuro.

>>> Acesse a galeria de imagens

Totalmente gratuita, a mostra exibirá cerca de 70 filmes do Brasil e do mundo. Neste ano, volta a dar prêmios em dinheiro, devido a uma parceria com o Canal Futura. Para as produções nacionais, serão quatro prêmios no valor de R$ 5 mil: Melhor Animação e Melhor Ficção, escolhidos pelo Júri Oficial; Prêmio Júri Popular, concedido pelo voto do público; e o Prêmio Especial, apontado por um júri formado por crianças.

Entre as atrações da 16ª edição estão oficinas de cinema para crianças e adultos. Integra ainda a programação adulta o Fórum de Cinema e Educação para professores da rede municipal, que vai abordar “A Cor da Cultura”, projeto do Canal Futura voltado à valorização dos saberes afro-brasileiros.

No primeiro dia da Mostra ocorre a pré-estreia nacional da animação “Peixonauta - o Filme”, no Teatro Pedro Ivo, com a presença da diretora Célia Catunda para uma conversa com adultos e crianças, após a sessão. O fim de semana contempla ainda a exibição de outros dois longas nacionais “Jonas e o circo sem lona”, de Paula Gomes, e “O escaravelho do Diabo”, de Carlo Milani.

Faz parte da programação uma sessão Anima Mundi com animações produzidas no Brasil e em países como Republica Tcheca, Alemanha e Reino Unido. Cerca de 80% dos filmes selecionados para o festival neste ano são de Animação. E a Sessão Internacional exibe o longa alemão Fiddlesticks, de Veit Helmer, dublado especialmente para a Mostra. 

No último fim de semana, em destaque o lançamento da Sessão Jovem Curtas Internacionais com filmes legendados, como o iraniano Just this once, de Mohammad Hassan Shahmohammadi. No último dia da Mostra é a chance de assistir aos filmes vencedores. Na Sessão Longa Nacional tem exibição do “Os Santimbancos Trapalhões”, ficção de João Daniel Tikhomiroff, que faz uma releitura do filme lançado na década de 80. Haverá ainda sessão de curtas estrangeiros com dublagem ao vivo.

Além da programação no Pedro Ivo, são realizados cineclubes da Mostra nas escolas, Mostras Itinerantes e o Circuito Estadual de Cinema Infantil nos municípios catarinenses. A programação completa pode ser conferida no site www.mostradecinemainfantil.com.br

Palquinho

No hall do Centro Administrativo, onde está localizado o Teatro Pedro Ivo, haverá café, sala de leitura da Biblioteca Barca dos Livros e Livraria. Nos finais de tarde tem Palquinho da Mostra. Os shows ficam por conta do grupo “É da nossa cor” com Cores de Aidê Show, No Dorso do Rinoceronte, Tac Tic Tum e Super Banda com o Espetáculo para todas as idades.

Acessibilidade

Haverá legendas para surdos e ensurdecidos aos finais de semana e uma sessão com libras e audiodescrição ao vivo no primeiro sábado (1), às 16h30. Um intérprete de libras estará presente durante toda a programação.

Informações adicionais para a imprensa:
Paula Guimarães | jornalista
Fones: (48) 9976-5201 (48) 9128-9291
E-mail: paulapgui@gmail.com


Foto: Divulgação / SSP

Os novos servidores do Instituto Geral de Perícias (IGP) tomaram posse oficialmente em solenidade nesta sexta-feira, 30, no auditório do prédio do Centro Administrativo da Secretaria de Estado da Segurança Pública, no Bairro Capoeiras, em Florianópolis. O ato marcou a chegada de mais 61 profissionais aprovados no concurso público de 2014.

São 54 auxiliares criminalísticos e 7 auxiliares de laboratório. Na próxima segunda-feira, 3, eles iniciam o curso de formação que ocorrerá na Academia de Polícia Civil (Acadepol) em Canasvieiras, no Norte da Ilha, em julho e agosto.

A solenidade marcou as boas vindas da direção do IGP e da Academia de Perícias (Acape), que é quem vai aplicar e conduzir o curso de formação. O diretor da Acape, Giovani Adriano, destacou em seu discurso a importância do espírito familiar no trabalho. “Somos de fato uma grande e única família: a Segurança Pública. Cada um com suas peculiaridades, mas todos com o propósito de assegurar a vida, garantir a ordem e o cumprimento das leis no Estado”.

O diretor-geral do IGP, Miguel Colzani, reafirmou o compromisso de cada novo servidor com o atendimento público. “Vocês têm a obrigação com a causa pública. Uma responsabilidade com o serviço de qualidade à população que é quem paga os nossos salários através de impostos. Portanto, todos sejam bem-vindos ao dever público na área de segurança”.

O secretário adjunto da Segurança Pública, Aldo Pinheiro D´Ávila, ressaltou o trabalho do Instituto Geral de Perícias e o seu crescimento. “Hoje temos um IGP crescente, prestativo e eficiente. São 12 anos de autonomia em bons serviços prestados à sociedade. É uma satisfação poder hoje respaldar a chegada de mais 61 profissionais”.

Distribuição dos novos servidores

Dos auxiliares criminalísticos, 14 vão para Florianópolis, 3 para Joinville, 2 para Balneário Camboriú, 2 para Blumenau, 2 para Chapecó, 2 para Criciúma, 2 para Jaraguá do Sul, 2 para Joaçaba, 2 para Lages, 2 para Palhoça, 2 para São Miguel do Oeste e 2 para Tubarão.

As cidades que receberão um auxiliar criminalístico cada são: Araranguá, Brusque, Caçador, Canoinhas, Concórdia, Curitibanos, Itajaí, Laguna, Mafra, Porto União, Rio do Sul, São Bento do Sul, São Joaquim, São José, São Lourenço do Oeste, Videira e Xanxerê.

Dos 7 Auxiliares de Laboratório, 5 ficarão em Florianópolis. Um será lotado em Joinville e outro em Chapecó.

Curso de Formação

O curso de formação será realizado com 140 horas presenciais. As aulas serão dadas por 24 professores do quadro de funcionários do IGP.

Os alunos terão três disciplinas na modalidade à distância: Relatório de Local de Crime, Condução de Veículos de Emergência e Redação Técnica. Estas somarão 160 horas de aulas no total.

O Estágio Curricular, outra etapa do Curso de Formação, será realizado pelos Auxiliares Periciais já nas cidades de lotação.

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br

 


Foto: Celesc/Divulgação

O Projeto Bônus Eficiente Linha Fotovoltaica, uma parceria entre a Celesc e a Engie Solar, que subsidiou a instalação de sistemas fotovoltaicos residenciais para mil catarinenses, vai realizar um workshop aberto ao público na terça-feira, 4, às 15h, na sede da distribuidora, no Itacorubi. As inscrições são gratuitas, mas os interessados devem se cadastrar previamente no portal do Programa Eficiência Energética da Celesc.

O evento visa disseminar informações sobre o funcionamento desses sistemas e as vantagens da microgeração com energia solar. “Esses workshops serão realizados em várias cidades pelo estado para disseminar conhecimento sobre a microgeração com fonte solar. O Bônus Fotovoltaico recebeu mais de 11 mil inscrições, o que demonstra o grande interesse dos catarinenses pelo assunto”, explica o presidente da Celesc, Cleverson Siewert.

Ao todo, serão realizados seis workshops, um em cada região de Santa Catarina, com representantes da Celesc, Engie Solar e do Instituto para o Desenvolvimento de Energias Alternativas na América Latina (Ideal): “As pessoas querem saber como gerar a sua própria energia. Eventos assim são fundamentais para transmitir conhecimento e acelerar a popularização do uso da energia solar”, destaca o presidente da Engie Solar, Rodolfo de Sousa Pinto.

Para participar do workshop, é preciso se cadastrar, até às 17h da próxima segunda-feira, dia 3, por meio do link para inscrição no Portal Programa de Eficiência Energética.

Projeto 

O Bônus Eficiente Linha Fotovoltaica já instalou 135 dos mil sistemas fotovoltaicos previstos. A iniciativa é um marco para a energia solar no país, tanto por sua proposta inédita de oferecer subsídio na compra quanto pelo número de unidades disponibilizadas. Atualmente, em todo o Brasil, existem apenas 11 mil desses sistemas conectados à rede elétrica.

Com recursos de R$ 11,3 milhões do Programa de Eficiência Energética ANEEL/Celesc, o projeto acelera a popularização da microgeração de energia em Santa Catarina. Os consumidores aprovados adquiriram sistemas fotovoltaicos de 2,6kWp, pagando apenas R$ 6,7 mil, ou seja, 40% do custo total praticado no mercado.

“O benefício para o consumidor é a economia na conta de energia elétrica que, após a instalação dos painéis fotovoltaicos, pode chegar a R$ 2 mil por ano. Com isso, o investimento individual no sistema será recuperado em pouco mais de três anos”, esclarece o chefe da Divisão de Eficiência Energética da Celesc, engenheiro Marco Aurélio Gianesini. 

Informações adicionais para a imprensa
Vânia Mattozo
Assessoria de Imprensa 
Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A. - Celesc 
E-mail: vaniaam@celesc.com.br e comunica@celesc.com.br
Atendimento 24h: 0800-480120
Site: www.celesc.com.br

Página 206 de 265