Compartilhe

Creas
Fotos: Alessandra Vieira e Martin Loika/Imprensa SST

Nesta quarta-feira, 20, o município de São Miguel do Oeste assinou o contrato e a ordem de serviço para a construção do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas). O ato foi realizado em Florianópolis e contou com a presença do prefeito, Wilson Trevisan, do vice-prefeito, Alfredo Spier, da secretária Municipal de Assistência Social, Marta Sotilli e do gerente de Planejamento e Apoio a Políticas Públicas da Agência de Desenvolvimento Regional de São Miguel do Oeste, Claudemir Parmigiani.

O evento reuniu 43 municípios catarinense beneficiados com novos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), Centros de Referência Especializados em Assistência Social (CREAS) e a Unidade Pública de Acolhimento Institucional. Para construção das unidades o Governo do Estado investiu R$ 15 milhões.

Creas com sede própria

Creas são unidades públicas da política de assistência social onde são atendidas famílias e pessoas que estão em situação de risco social ou tiveram seus direitos violados. Para São Miguel do Oeste, o Centro vem em boa hora. O atual local de atendimento é alugado e a sede própria vai, além de diminuir a despesa, proporcionar um espaço adequado para todas as atividades.

“Os projetos seguem um padrão, com todas as exigências necessárias para os trabalhos que são realizados. Isso é muito bom para o município”, afirma o prefeito Trevisan. A unidade terá 220 metros e será construído em um terreno do Município, localizado nas proximidades do Senac.

No Estado

Ao todo serão 30 Cras instalados, sendo 12 do lote 2 nos municípios de Atalanta, Balneário Rincão, Irati, Itapema, Jupiá, Laurentino, Lontras, Modelo, Ponte Alta do Norte, São Bonifácio, Três Barras e Zortéa, e mais 18 do lote 3 em Agronômica, Armazém, Balneário Gaivota, Barra Velha, Biguaçu, Caibi, Imbuia, Iporã do Oeste, Ipumirim, Jardinópolis, Morro Grande, Nova Trento, Nova Veneza, Novo Horizonte, Porto Belo, Romelândia, Salete e Santa Cecília.

Os 12 Creas serão construídos nos municípios de Caçador, Calmon, Florianópolis, Catanduvas, Forquilhinha, Laguna, Monte Castelo, Morro da Fumaça, Navegantes, Ponte Serrada, São Miguel do Oeste e Schroeder.

Guaramirim, no Norte do Estado recebe uma Unidade Pública de Acolhimento Institucional. Construída em 491 metros quadrados, seu objetivo é acolher as pessoas que tiveram seus vínculos familiares rompidos, sejam crianças, adolescentes ou idosos.

--
Gisele Vizzotto
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de São Miguel do Oeste
E-mail: imprensa@sge.adr.sc.gov.br
Telefone: (49) 3631-2900
Site: www.sc.gov.br/regionais/saomigueldooeste
Facebook: www.facebook.com/regional.saomigueldooeste