A Epagri iniciou os trabalhos para obtenção da Indicação Geográfica (IG) dos Vinhos Finos de Altitude da Serra catarinense, projeto que estará concluído em 2019. Na última semana, o diretor técnico da Vinho de Altitude Produtores Associados de Santa Catarina, Saul Bianco, esteve na sede da Epagri, em Florianópolis, para conhecer a equipe da Epagri/Ciram que vai trabalhar no tema.

A IG é uma forma de valorização do produto de uma região ou território, cuja procedência adquiriu notoriedade em decorrência do modo de fazer e das características ambientais locais. O Champanhe é um exemplo clássico de IG, porque só pode ser chamado assim o espumante produzido naquela região específica da França.

Para realizar o projeto, a Epagri envolverá profissionais do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de SC (Ciram), do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Cepa) e das Estações Experimentais de São Joaquim e Videira. UFSC, UDESC e Embrapa Uva e Vinho também participam deste grande desafio.

Caberá à Epagri fazer estudos de caracterização da região, como solos, clima e uso e cobertura da terra, que serão reunidos num único banco de dados. Os técnicos da Empresa ainda serão responsáveis pela atualização do cadastro dos produtores e vinhedos de altitude no Estado. Também será caracterizada a cadeia produtiva dos vinhos de altitude, por meio da análise das estruturas e sistemas de produção, gestão, mercado e indicadores econômicos.

Os resultados dos estudos serão reunidos, ao final do processo, num dossiê. Este documento será enviado para avaliação do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), que decide pela concessão ou não da IG.

A Vinho de Altitude Produtores Associados de SC aposta na IG para divulgar e proteger ainda mais a produção catarinense. “A Indicação tornará nossos produtos mais reconhecidos pelo público pela sua qualidade, pois saberão que obedecemos a critérios para condução dos parreirais e elaboração dos vinhos”, avalia o diretor técnico da instituição.

Bianco destaca que os vinhos finos de altitude são produzidos em Santa Catarina há apenas 18 anos. Além de nova, a produção ainda não alcançou volume suficiente que permita uma melhor ocupação do mercado nacional. No ano passado, foram produzidas 1 milhão de garrafas pelos 22 membros da Vinho de Altitude Produtores Associados de SC. Esse ano, marcado por uma boa safra de uvas, tanto em quantidade quanto em qualidade, a produção de vinho finos deve saltar para 1,3 milhão de garrafas.

Mas o crescimento da produção também depende de um bom retorno financeiro, destaca Bianco. É nesse aspecto que ele espera que a IG venha ter mais influência, incrementando sobretudo o enoturismo gastronômico na região.

A Epagri já tem experiência na elaboração de dossiês para processos de indicação geográfica. Foi a responsável pela obtenção da IG do Vale das Uvas Goethe. Também atuou nas IGs da Banana Corupá e do Queijo Artesanal Serrano, que estão na etapa final. Até o ano que vem a Empresa pretende comemorar a obtenção da IG da Erva-mate do Planalto Norte, que está em pleno processo de documentação.

"A diferenciação da qualidade dos produtos agrícolas e alimentares pode ser vista como uma oportunidade para os agricultores agregarem valor ao seu produto e encontrarem mercados que demandem e valorizem estes atributos”, informa o gerente da Epagri/Ciram, Hamilton Justino Vieira, justificando o apoio que a Empresa vem dando a estas ações nos últimos anos.

Além de recursos próprios da Epagri, os trabalhos para obtenção da IG dos Vinhos Finos de Altitude também terão financiamento da Fapesc e do Sebrae.

Mais informações e entrevistas
Hamilton Justino Vieira, Gerente da Epagri/Ciram, pelos fones (48) 3665-5148 / 99911-6680.

Informações para a imprensa
Gisele Dias, jornalista: (48) 99989-2992 / 3665-5147
Cinthia Freitas, jornalista: (48) 3665-5344
Isabela Schwengber, jornalista: (48) 3665-5407

São Joaquim sedia etapa Microrregional do JESC 12 a 14 anos

Fotos: Elenise Melo Nunes/ADR São Joaquim

Acontece entre os dias 8 e 15 de maio, a Etapa Microrregional dos Jogos Escolares de Santa Catarina – JESC, envolvendo aproximadamente 180 atletas de 12 a 14 anos, das escolas estaduais, municipais e particulares dos municípios de São Joaquim, Urubici, Bom Retiro, Rio Rufino, Urupema e Bom Jardim da Serra. Realizadas no Ginásio do Educandário Santa Isabel, em São Joaquim, os alunos disputaram as modalidades de futsal, voleibol e xadrez. As provas de atletismo serão realizadas nesta sexta e na próxima segunda, 15.

Os vencedores de cada modalidade garantiram vaga para a seletiva, que será realizada em Lages. O gerente regional de Educação da ADR São Joaquim, Murilo Fontanella Vieira destaca a importância do esporte no processo de educação dos alunos. “Através da prática esportiva, os adolescentes podem se integrar aos alunos de outros municípios, além da qualidade de vida e a inserção social proporcionada pelos Jogos”, afirmou

São Joaquim sedia etapa Microrregional do JESC 12 a 14 anos

No voleibol feminino, a vaga foi conquistada pela EEB Manoel Dutra Bessa, de Urubici. O segundo lugar foi para a EEB Adolfo José Martins, de Bom Jardim da Serra e o terceiro lugar para o Educandário Santa Isabel, de São Joaquim. A categoria masculina do voleibol foi conquistada pelo Educandário Santa Isabel, de São Joaquim e o segundo lugar da EEB Alexandre de Gusmão, de Bom Retiro.

O Educandário Santa Isabel, de São Joaquim foi campeão no futsal masculino. O segundo lugar foi para a EEB Djalma Bento, de Rio Rufino e o terceiro para a EEB Araújo Figueiredo, de Urubici. No xadrez masculino o vencedor foi Renato Vieira Rodrigues, da EEB Adolfo José Martins, de Bom Jardim da Serra e o segundo colocado foi Kauan do Colégio Paradigma, de São Joaquim.

Nesta sexta-feira, 12 e segunda, 15 de maio são realizadas as provas de atletismo na pista do Aeroporto Municipal Ismael Nunes, no Estádio Municipal José Leão Dutra e na EEB Manoel Cruz, disputas que já garantem vaga para a etapa estadual dos Jogos.

A etapa microrregional dos Jogos Escolares de Santa Catarina 12-14 anos é um evento do Governo do Estado, promovido pela Fesporte, em parceria com a Agência de Desenvolvimento Regional e as Prefeituras.

Informações adicionais para Imprensa:                  
Elenise Melo Nunes

Assessoria de Comunicação

Agência de Desenvolvimento Regional – ADR São Joaquim
E-mail: sdrsaojoaquim@spg.sc.gov.br

Telefone: (49) 3233-8301 – 91025054 - 91481016


Fotos: James Tavares / Secom

O governador Raimundo Colombo reuniu os secretários executivos das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) na tarde desta sexta-feira, 12, em Lages, para tratar da promoção da segunda edição do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam), uma iniciativa do Governo do Estado. O investimento previsto para esta nova edição é de R$ 700 milhões, como importante medida para dinamizar a economia catarinense.

São Joaquim - Boulevard começa a receber mobiliário urbano
Foto: Elenise Melo Nunes/ADR São Joaquim

O boulevard de São Joaquim construído nas ruas Manoel Joaquim Pinto e Major Jacinto Goulart começou receber nessa semana os primeiros vasos que compõe o mobiliário urbano. Adquirido pelo Governo do Estado, através da Agência de Desenvolvimento Regional – São Joaquim o mobiliário urbano e o paisagismo completam a obra do boulevard e da revitalização das ruas centrais de São Joaquim.

Com um investimento de R$ 223 mil, foram adquiridos 33 bancos de madeira com encosto, 31 bancos de madeira sem encosto, 31 lixeiras quadradas com bituqueiras, 24 suportes para estacionamento de duas bicicletas, 56 vasos (100 x 45 cm), 28 vasos (80 x 80 cm), 6 vasos (1,20 x 1,20 m), 3 pergolados e o paisagismo dos vasos e pergolados, que será composto por mudas de agapantos branca, alyssom e glicíneas.

A secretária executiva da Agência de Desenvolvimento Regional – São Joaquim, Solange Scortegagna Pagani destaca que o mobiliário vem complementar a obra de revitalização urbana de São Joaquim. “A aquisição do mobiliário e paisagismo são conquistas da ADR de São Joaquim junto ao Governo do Estado que, mesmo em um momento de dificuldades financeiras, sensibilizou-se e viabilizou mais esta ação para o município de São Joaquim”, ressaltou.

Todo o conjunto do mobiliário deve ser concluído até na primeira semana de junho, mês que deverá ser realizada a inauguração da obra e uma série de atrações no centro de São Joaquim. A obra de revitalização das ruas centrais contou com um investimento de mais de R$ 7 milhões do Governo do Estado, através do Pacto Por Santa Catarina, aplicado em nove ruas do município.

Informações adicionais para Imprensa:                  
Elenise Melo Nunes

Assessoria de Comunicação                                            

Agência de Desenvolvimento Regional – ADR São Joaquim
E-mail: sdrsaojoaquim@spg.sc.gov.br

Telefone: (49) 3233-8301 – 991025054 – 991481016