O município de Rio Negrinho recebeu, nesta segunda-feira, 22, a última parcela do convênio para a pavimentação asfáltica da Rua Eduardo Neidert. O pagamento de R$ 1,5 milhão já havia sido pago pelo Governo do Estado por meio do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam). Com a liberação da última parcela, no valor de R$ 223 mil o pagamento do convênio é concluído.

Ao todo, na primeira edição do Fundam, foram disponibilizados R$ 606 milhões aos municípios catarinenses, sempre de forma criteriosa, levando em consideração a população do município e a natureza dos projetos de investimentos. As mais diversas áreas foram abrangidas, como infraestrutura (mobilidade urbana e logística); aquisição de equipamentos, veículos e materiais destinados aos serviços de saúde e educação; construção e ampliação de prédios nas áreas de educação, saúde,assistência social, lazer e esportes; saneamento básico; e aquisição de máquinas e equipamentos rodoviários novos, fabricados em território nacional.

Na primeira edição do programa, 453 convênios foram assinados e possibilitaram a aquisição de 976 equipamentos, máquinas e veículos, 56 obras realizadas e 1.358 ruas pavimentadas, que correspondem a 538 quilômetros lineares. Para os municípios do Planalto Norte foram disponibilizados R$ 20,2 milhões, sendo que R$ 18,8 milhões já foram repassados com investimentos em infraestrutura e aquisição de máquinas, equipamentos e veículos.

Agora o Governo está lançando a segunda edição, com investimento previsto de R$ 700 milhões, atendendo aos 295 municípios do Estado.

Nery Nader Jr - SDR Mafra

 Mais informações para a imprensa:
Nery Nader Jr.
Assessoria de comunicação
Agência de Estado de Desenvolvimento Regional de Mafra
E-mail: imprensa@mfa.sdr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3647-0017 / 99240-5668
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrmafra

Mafra - Epagri intensifica trabalho com produtores de leite
Foto: Epagri de Mafra

O município de Mafra possui grande potencial para aumentar a produtividade de leite e reduzir os custos, inclusive com o aumento de renda por meio da adoção de sistemas de produção a base de pasto. Divulgar estas perspectivas é a principal meta do trabalho realizado pelo Escritório Municipal da Epagri de Mafra junto aos produtores de leite do município.

O sistema a base de pasto é a alternativa que melhor se encaixa no perfil do produtor familiar e pode elevar a produtividade de leite no município, gerando maior lucratividade, principalmente por proporcionar maior competitividade e flexibilidade para o produtor. Desta forma, ele pode controlar seu custo de produção e reduzi-lo de acordo com o preço do leite e dos insumos, permitindo ainda redução na mão-de-obra pós-instalação. Este sistema, preconizado pela Epagri, é um dos responsáveis pela transformação que ocorreu, nos últimos anos, na pecuária leiteria em Santa Catarina - hoje o quarto maior produtor de leite do país.

Seguindo este modelo de produção é possível manter os produtores familiares (mais de 75% das propriedades catarinenses) na atividade leiteira. E com a possibilidade de alcançar alta rentabilidade por hectare e, desta forma, melhorar a qualidade de vida e a sustentabilidade ambiental.

A equipe do Escritório Municipal da Epagri de Mafra vem trabalhando neste sentido, empenhada na formação de grupos em comunidades próximas, atendendo assim o maior número possível de produtores. Nos meses de abril e maio já foram realizadas seis reuniões, com a presença de mais de 70 produtores. Essa primeira rodada passou a motivar e conscientizar o público para as vantagens da adoção do sistema proposto. As próximas reuniões já estão marcadas e vão tratar do princípio-chave para a adoção do sistema - escolha, implantação e utilização intensiva de pastagens.

Todos os produtores de leite de Mafra, e também os interessados em conhecer o sistema de produção de leite a base de pasto, estão convidados a participar das próximas reuniões, conhecendo assim com maior profundidade o sistema que vem trazendo garantia de renda e sustentabilidade para os produtores.

Confira abaixo a lista de locais e datas das próximas reuniões:

• 23/05 - 13h45 - Comunidade do São Lourenço – Reunião na propriedade de Aristeu Witt (próximo ao parque aquático Padre Francisco);

• 24/05 - 13h45 – Comunidades de Butiá dos Taborda e Irara – Reunião na propriedade de Caroline Sampaio;

• 30/05 - 13h45 – Comunidades de Rio da Areia e Avencal de Cima – Reunião no Salão da Igreja 13 de Maio;

• 31/05 - 13h45 – Comunidades de Augusta Vitória, Avencal do Saltinho e Vila Schafachek – Reunião na propriedade Valmor Pscheidt;

• 01/06 - 13h45 – Comunidades de Campo do São Lourenço e Rio Branco I e II – Reunião na propriedade de Antônio Seidel;

• 06/06 - 13h45 – Comunidade de Avencal do São Pedro – Reunião na propriedade de Claudimar (Claudinho).

Para maiores informações entrar em contato com o Escritório Municipal da Epagri de Mafra, nos telefones (47) 3647 0361, 3647 0363 ou 3647 0360 ou pelo e-mail emmafra@epagri.sc.gov.br

 Mais informações para a imprensa:
Nery Nader Jr.
Assessoria de comunicação
Agência de Estado de Desenvolvimento Regional de Mafra
E-mail: imprensa@mfa.sdr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3647-0017 / 99240-5668
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrmafra


Rio Negrinho - Conferência Regional de Saúde da Mulher

Foto: Fabiano Kutach – Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Rio Negrinho

Na última quarta-feira, 17, em Rio Negrinho, foi realizada a 1ª Conferência Regional de Saúde das Mulheres, com o tema “Desafios para a Integralidade com Equidade”.

O evento, organizado pela Secretaria Municipal de Saúde de Rio Negrinho, com apoio da Gerência de Saúde da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Mafra, reuniu profissionais e secretários municipais de saúde dos sete municípios que integram a ADR: Rio Negrinho, São Bento do Sul, Mafra, Campo Alegre, Itaiópolis, Papanduva e Monte Castelo. A coordenadora da Atenção Básica, Lisete Contin, foi a representante da Secretaria de Estado da Saúde no evento.

O secretário executivo da ADR, Abel Schroeder, disse, na abertura do evento, que a mulher nem sempre é enaltecida por tudo que representa em nossa sociedade. “Esta primeira Conferência Regional da Saúde das Mulheres vem exatamente suprir esta lacuna, dando condições para que todos nós possamos, de alguma forma, garantir mais atenção e melhores cuidados às mulheres.”

Após a abertura foi realizada a leitura do regimento interno da conferência, seguida da palestra com a juíza de direito de São Bento do Sul, Griselda Rezende de Matos Munis, que falou a respeito da importância e potencialidade da mulher na sociedade. Ainda no período da manhã, foram realizados trabalhos em grupos.

Na parte da tarde, o evento contou com a palestra da psicóloga e sexóloga Lucimar S. Ghelfi, que destacou a informação e o combate aos preconceitos em relação ao sexo como formas de integração social da mulher. Foram continuados os trabalhos em grupo e, em seguida, foram apresentadas e aprovadas as propostas da conferência, com eleição dos delegados para a Conferência Estadual de Saúde das Mulheres, que vão ocorrer nos dias 13 e 14 de junho, em Florianópolis.

“A Gerência de Saúde da ADR Mafra parabeniza a Secretária de Saúde do município de Rio Negrinho, Fátima Mendes Afonso, e toda a sua equipe pela organização do evento”, destacou a gerente de Saúde Marlete Arbigaus.

 Mais informações para a imprensa:
Nery Nader Jr.
Assessoria de comunicação
Agência de Estado de Desenvolvimento Regional de Mafra
E-mail: imprensa@mfa.sdr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3647-0017 / 99240-5668
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrmafra


Fotos: James Tavares / Secom

O governador Raimundo Colombo apresentou na tarde desta quarta-feira, 17, na Associação dos Municípios do Planalto Norte (Amplanorte), em Mafra, a segunda edição do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam). Essa edição prevê investimento de R$ 700 milhões, nos 295 municípios e será lançado no segundo semestre deste ano.

Os 10 prefeitos da região, presentes no encontro, conheceram como vai funcionar a segunda edição do programa e o balanço do que foi realizado na primeira. Os secretário executivos regionais das ADRs Canoinhas, Aloísio Francisco Salvatti, e Mafra, Abel Schroeder, também participaram do encontro.

“Todos os prefeitos puderam falar. Tem muitas coisas que a gente vai aperfeiçoar e melhorar. Foram boas as sugestões, inclusive em relação ao Badesc, com os juros que estavam altos e nós vamos corrigir. Eu não tenho dúvida que será um grande sucesso porque vai ajudar Santa Catarina a ficar mais forte e vencer mais rápido a crise”, disse o governador.

>>> Mais imagens na galeria

Em mais essa etapa do programa, os investimentos poderão ser aplicados em várias áreas, com decisão de cada prefeitura e sem a obrigatoriedade de contrapartidas do município. Depois de lançado, as equipes das prefeituras farão um trabalho em conjunto com as ADRs na elaboração dos projetos, dentro das características previstas para depois apresentar aos gestores do programa.

“O Fundam 2 vai vir em um momento muito importante, onde os municípios estão nessa crise financeira, e Mafra não é diferente disso. Com certeza, nós vamos investir em pavimentação das vias urbanas com asfalto, principalmente nas ruas que estão precisando, ou seja, direcionado cem por cento nisso”, destacou o prefeito de Mafra, Wellington Roberto Bielecki.

O prefeito de Bela Vista do Toldo, Adelmo Alberti, avaliou a nova edição do Fundam para os municípios da região. “Com certeza é uma grande ferramenta para o desenvolvimento do nosso município, no momento de dificuldade que o Brasil inteiro está passando, o Governo do Estado criar um programa que vem nos auxiliar. O primeiro foi muito importante e nesse momento, pela questão do próprio momento econômico com a queda na arrecadação dos municípios e diminuição dos repasses, ter dinheiro para fazer investimento, com certeza vai ajudar muito”.

Na primeira edição foram disponibilizados R$ 606 milhões, entre as cidades catarinenses de forma criteriosa, objetiva e apartidária, nas áreas de infraestrutura (logística e mobilidade urbana); construção e ampliação de prédios nas áreas de educação, saúde e assistência social e nas áreas de desporto e lazer; saneamento básico; aquisição de equipamentos, veículos e materiais destinados aos serviços de saúde e educação e aquisição de máquinas e equipamentos rodoviários novos, fabricados em território nacional.

Foram 453 convênios assinados que possibilitaram a aquisição de 976 equipamentos, máquinas e veículos, 56 obras realizadas e 1.358 ruas pavimentadas, que correspondem a 538 quilômetros lineares.

No Planalto Norte foram disponibilizados R$ 20,2 milhões e já repassados R$ 18,8 milhões com investimentos em infraestrutura, construção de ginásio de esportes e de centro de eventos e aquisição de máquinas, equipamentos e veículos.

O mesmo encontro vai ser realizado em outras associações de municípios com a participação do governador Raimundo Colombo e equipe técnica, para tratar da formatação das regras da nova edição do Fundam. O gerenciamento e o controle do programa devem ficar com o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), a exemplo do que ocorreu na primeira edição.

Sobrevoo na SC-477

Momentos antes do encontro, o governador sobrevoou a obra da SC-477, com aproximadamente 100 quilômetros, que liga Papanduva a Doutor Pedrinho, no valor de R$ 223 milhões. “Ela vai integrar o Estado porque o Alto Vale do Itajaí, Médio Vale com a Região do Planalto Norte não se interligam. É uma estrada de chão, são 70 a 80 quilômetros, quase sem uso e agora, depois de toda asfaltada e bem estruturada aquela região vai ter um impacto de crescimento muito bom e vai ser ótimo para Santa Catarina”.

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e  @GovSC