O governador Raimundo Colombo estará em Lages nesta quinta-feira, 17, para uma série de compromissos. Às 9h, ele participa do Encontro Macrorregional de Jovens Rurais. Mais de 250 pessoas das regiões de São Joaquim, Rio do Sul, Canoinhas, Lages e Mafra irão se reunir para pensar no futuro do agronegócio em Santa Catarina. O evento acontece no auditório da Associação Empresarial (Acil).

Às 10h, Colombo lança a segunda edição do Programa Banho de Energia da Celesc, que desde 2012 já beneficiou mil residências rurais em municípios do Planalto Serrano catarinense. Nesta segunda fase, mais 800 unidades consumidoras receberão trocadores de calor instalados nos fogões à lenha para aquecer a água. O projeto, que faz parte do Programa de Eficiência Energética Celesc/Aneel, investirá quase R$ 6 milhões nessa etapa. 

O evento será no Orion Parque Tecnológico e contará com a presença do presidente da Celesc, Cleverson Siewert, e de autoridades locais. Também será feito o anúncio do lançamento do edital de licitação para contratação de empresa para cadastramento de consumidores na Tarifa Social de Energia Elétrica.

Na ocasião, ainda haverá o lançamento de um aplicativo da Polícia Militar Ambiental de SC que busca o controle populacional de javalis no estado. O animal é considerado pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) como uma das 100 espécies invasoras mais perigosas do mundo. A ferramenta, desenvolvida pelo Ciasc, possibilita a interação com proprietários rurais, controladores, órgãos públicos e Polícia Militar Ambiental, e deve desburocratizar a expedição de permissões para o abate de javalis em Santa Catarina, além de fornecer dados em tempo real sobre capturas, abates, danos e visualizações dos animais. 

Por fim, o governador visita o Colégio Feliciano Nunes Pires, a partir das 16h30. A unidade de ensino recebeu materiais doados pelo Terminal Graneleiro da Babitonga, tais como projetor multimídia, tela para projeção, computadores e lousas digitais. 

Serviço:
O quê: Encontro Macrorregional de Jovens Rurais
Quando: quinta-feira, 17, às 9h
Onde: auditório da Associação Empresarial (Acil)

O quê: lançamento da 2ª edição do Programa Banho de Energia da Celesc e de aplicativo da PM Ambiental
Quando: quinta-feira, 17, às 10h
Onde: Orion Parque Tecnológico

O quê: visita ao Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires - Polo Lages
Quando: quinta-feira, 17, às 16h30
Onde: Rua João José Godinho, 33, Centro

Informações adicionais para a imprensa
Assessoria de Imprensa 
Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A. - Celesc 
E-mail: comunica@celesc.com.br
Atendimento 24h: 0800-480120
Site: www.celesc.com.br

 

Analu Koniuchowicz
Assessoria de Comunicação
Polícia Militar Ambiental
E-mail: ccsjornalismo@pm.sc.gov.br
Telefone: (48) 98843-3122

 

Curitibanos - Camada asfáltica começa a ser colocada na SC-120 entre Curitibanos e São José do Cerrito

Começou nesta semana o estágio final de pavimentação da SC-120 que liga Curitibanos, através da BR-470, ao município de São José do Cerrito pela BR-282. O trajeto com 40 quilômetros está recebendo a primeira camada asfáltica, no trecho entre Curitibanos e a ponte do Rio Canoas. O investimento em todo o percurso é de aproximadamente R$ 100 milhões do Governo de Santa Catarina.

“Estamos cumprindo o nosso cronograma com muita determinação. Se o tempo colaborar, até o fim do ano poderemos estar com a metade dessa obra concluída”, salienta o presidente do Deinfra, Wanderley Agostini. De acordo com o presidente, todos os esforços estão sendo feitos para o cumprimento dos prazos do trajeto.

“Essa obra é fundamental para o incremento da produção ao longo do trajeto, uma vez que facilita e agiliza o deslocamento de veículos de carga, além de incentivar o turismo devido  as belas paisagens”, destaca o secretário executivo da ADR de Curitibanos, Luiz Cesar Abrahão.

Após a colocação da primeira camada de asfalto, nós faremos a implantação de canaletas para canalização de águas pluviais. Na sequência, vem a segunda e definitiva camada, e por fim a sinalização e pintura do trecho, salienta Julio Jacinto de Carvalho, gerente da empresa Mac Engenharia, responsável pela obra na região.

Informações adicionais para a imprensa:
Fabio Claudino Fontana
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Curitibanos
E-mail: ascom@cbs.adr.sc.gov.br
Telefone: (49) 3412-3011 / 98839-0615
Site: sc.gov.br/regionais/curitibanos

 

Nos dias 29 e 30 de agosto, a Fundação Catarinense de Cultura (FCC), por meio de sua Diretoria de Preservação do Patrimônio Cultural, promoverá o Encontro Estadual de Patrimônio Cultural, na Fundação Cultural de Lages. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas preenchendo a ficha disponível no site da FCC e enviando para o endereço patrimonio@fcc.sc.gov.br.

O Encontro tem o objetivo de divulgar as ações da instituição em todo o Estado, por meio de palestras, oficinas e debates com temas divididos em quatro eixos de atuação: o patrimônio material (móvel e imóvel); o patrimônio imaterial; museus; e bibliotecas. O evento será um espaço de trocas pensado para gestores de cultura e profissionais da área, como bibliotecários, museólogos, historiadores, educadores, artistas e engenheiros. Seu formato permite, ainda, que a comunidade em geral, que tenha interesse nos temas abordados, possa conhecer ou se aprofundar sobre os assuntos.

O evento conta com o apoio da Fundação Cultural de Lages e do Sesc. A programação completa está disponível no site da FCC

Serviço:

O quê: Encontro Estadual de Patrimônio Cultural
Onde: Fundação Cultural de Lages
Rua Benjamin Constant, 141 - Centro - Lages (SC)
Quando: 29 e 30 de agosto de 2017
Mais informações: (48) 3664-2557
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/109207146450133

Informações adicionais para imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2571
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br 
Twitter: www.twitter.com/fccoficial  
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura 


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

Prefeitos e gestores técnicos municipais de Santa Catarina participaram de uma capacitação sobre as novas regras de regularização fundiária e habitação, na tarde desta quinta-feira, 3, em Florianópolis. O evento marca o início da mobilização do Governo do Estado, via secretaria da Assistência Social, Trabalho e Habitação, para levar a mais de 300 mil famílias catarinenses os documentos que regularizam as propriedades. A base dos debates foi a lei federal 13.465, que trata do tema, sancionada no mês passado.

Para o governador Raimundo Colombo, a nova lei facilita o processo.“Não vamos medir esforços para que esse trabalho seja conduzido da melhor maneira possível e com agilidade. Para muitas famílias, esse é um drama que vem passando de geração em geração sem ser resolvido. Nossa meta é vencer a burocracia, e permitir que os proprietários tenham em mãos a escritura da propriedade, começando por quem tem menos condição financeira. É uma ação social das mais importantes que o Estado vai promover”, disse Colombo.

Com base nas novas regras, a legislação trata da regularização fundiária rural e urbana, da liquidação de créditos concedidos aos assentados da reforma agrária e da regularização fundiária na Amazônia Legal. Além disso, institui mecanismos para aprimorar a eficiência dos procedimentos de alienação de imóveis da União.



>>> Mais imagens na galeria

De acordo com o secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Valmir Comin, a nova lei simplifica os procedimentos de regularização em todo o Brasil. “Os processos que eram judicializados passam a ser administrativos o que facilita o acesso à escritura pública das terras e propriedades. A regularização promove a inclusão social e o resgate da dignidade”, pontuou. Para o secretário, a regularização também vai aquecer o mercado imobiliário e a economia dos municípios. 

Em Santa Catarina

O secretário Comin explicou que o Estado dará início aos procedimentos de regularização, a partir do mês de setembro, por meio de convênios com todos os municípios catarinenses para levar o aporte financeiro do Estado às pessoas de baixa renda que estão inscritas no Cadastro Único do Governo Federal. Estabelecida uma média de RS 1 mil por escritura, o Estado atende 60% do custo, o município 20% e o proprietário com mais 20% no momento da aquisição da escritura.

“Temos que parar de fazer de conta, partir para o enfrentamento da questão e adequar a legislação à realidade que estamos vivendo”, completou.

Capacitações

Nesta primeira etapa, em Florianópolis, participaram representantes de prefeituras dos municípios que integram as ADRs de Araranguá, Blumenau, Braço do Norte, Brusque, Canoinhas, Criciúma, Ibirama, Itajaí, Ituporanga, Jaraguá do Sul, Joinville, Lages, Laguna, Mafra, Rio do Sul, São Joaquim, Taió, Timbó e Tubarão. 

Os municípios que integram as demais ADRs não mencionadas serão contemplados na etapa realizada em Chapecó, no dia 25 de agosto, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, das 8h30m às 17h. 

O evento na Capital contou com a participação do diretor do Departamento Nacional de Assuntos Fundiários Urbanos da Secretaria Nacional de Desenvolvimento Urbano do Ministério das Cidades, Silvio Figueiredo; do secretário do Patrimônio da União (SPU), Sidrack de Oliveira Correia Neto; e da diretora de Assuntos Fundiários do município de Guarulhos, região Metropolitana de São Paulo, a arquiteta Sophia Rachid.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Próximos eventos