Nesta quinta-feira, 15, 40 escolas da rede estadual de ensino de Itajaí, Balneário Camboriú, Navegantes, Penha, Balneário Piçarras, Camboriú, Itapema, Bombinhas e Porto Belo abrirão os portões para o início do ano letivo 2018. A Gerência Regional de Educação (Gered) contabiliza até esta quarta-feira, 14, matrículas de 27.522 estudantes nestas unidades. “Mesmo com o início das aulas ainda será possível fazer matrícula em qualquer uma das unidades e o número tende a crescer nos próximos dias”, explica a gerente Cleonice Berejuk. 

Itajaí atenderá mais de 9.600 estudantes em 15 unidades, sendo a EEB Nilton Kucker a maior em número de alunos de toda a região, aproximadamente 1.300, seguida pela EEB Julia Miranda, de Navegantes, com 1.236. O transporte escolar e a merenda estão garantidos para toda a rede. No período noturno as aulas começam às 18h30 com encerramento às 22h, conforme determinação da Secretaria de Estado da Educação.

Calendário diferente para as novas escolas

No dia 19 de fevereiro será dado início ao ano letivo para os alunos matriculados na extensão da EEB Victor Meirelles, na Itaipava. Com a abertura da nova escola do bairro, a EEB Monsenhor Vendelino Hobold, em meados de março, os alunos serão posteriormente transferidos. No dia 26 de fevereiro as aulas coemçam em três novas escolas para mais 1.400 alunos: EEB Higino João Pio, Bairro das Nações, em Balneário Camboriú; EEB Raul Bayer Laus, Bairro Santa Regina, em Itajaí; e EEB Profª Daniela Pereira, Bairro Gravatá, Navegantes.  Nesta semana os novos estabelecimentos de ensino estão recebendo mobiliário, rede de internet e instalação de câmeras de monitoramento.  

A gerente regional da Educação explica que apesar do ano letivo iniciar um pouco mais tarde nestas escolas, o calendário de reposição de aulas seguirá os 200 dias letivos. Com investimento que ultrapassa R$ 43 milhões pelo Governo do Estado, as escolas foram construídas em regiões carentes de vagas nos ensinos fundamental e médio e contam com ginásio de esportes, biblioteca, laboratórios, cozinha equipada, refeitório, ambiente para atividades culturais, teatro de arena, auditório, entre outros espaços.

A orientação da Gered é que os alunos interessados em estudar nas novas escolas façam a matrícula diretamente nas secretarias de outras escolas mais próximas. 

Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de Itajaí
Fone: (47) 3398 5950

A rede estadual de ensino de Itajaí, Balneário Camboriú e Navegantes terá reforço com a abertura de quatro novas escolas. No dia 26 de fevereiro, a Agência de Desenvolvimento Regional de Itajaí, por meio da Gerência Regional de Educação, e a Secretaria de Estado da Educação darão início ao ano letivo na EEB Higino João Pio, Bairro das Nações, em Balneário Camboriú; EEB Raul Bayer Laus, bairro Santa Regina, em Itajaí; e EEB Profª Daniela Pereira, bairro Gravatá, Navegantes.

A EEB Monsenhor Vendelino Hobold, no bairro Itaipava, em Itajaí, abrirá um pouco mais tarde, em meados de março, conforme a previsão da SED. Nesta localidade, os 122 alunos matriculados no ensino médio terão aulas desde o dia 15 de fevereiro, na extensão da EEB Victor Meirelles, no próprio bairro, e posteriormente serão transferidos.

A gerente regional da Educação, Cleonice Monteiro Berejuk, explica que apesar do ano letivo iniciar um pouco mais tarde nestas escolas, o calendário de reposição de aulas seguirá os 200 dias letivos. “As escolas estão recebendo mobiliário, instalação de rede de internet, câmeras de monitoramento e para isso foi necessário adiar em alguns dias o começo das atividades dos alunos. A compensação se dará com uma escola moderna, com espaço para atividades mais desafiadoras e interessantes”, observa a gerente.

Com investimento que ultrapassa R$ 43 milhões pelo Governo do Estado, as escolas foram construídas em regiões carentes de vagas nos ensinos fundamental e médio e contam com ginásio de esportes, biblioteca, laboratórios, cozinha equipada, refeitório, ambiente para atividades culturais, teatro de arena, auditório, entre outros espaços.

Com a abertura da EEB Higino João Pio, 850 alunos serão atendidos nos ensinos fundamental e médio, em três turnos, e no Ensino Médio Integrado à Educação Profissional – EMIEPI – na área de turismo e hospedagem. “Esse sempre foi o sonho da comunidade do bairro das Nações e agora teremos uma escola modelo, com 18 salas de aula, que vai preparar o jovem para o mercado de trabalho. Os alunos sairão do ensino médio com uma profissão”, comemora o secretário regional Edson Piriquito. O prédio da escola mais próxima do bairro, a EEB Laureano Pacheco, no Pioneiros, continua como patrimônio estadual e algumas tratativas para o uso estão sendo definidas pelo Governo do Estado.

Na EEB Raul Bayer Laus 430 alunos já estão matriculados para as séries finais do fundamental e 1º ano do médio. A EEB Maria Nilza Ferreira Evaristo, que sempre atendeu os ensinos fundamental e médio no bairro, será cedida para uso do município.

Na EEB Profª Daniela Pereira estão matriculados 130 alunos no fundamental e médio. A capacidade de atendimento nas quatro escolas pode chegar a 1500 alunos. Para quem estiver interessado em estudar nas novas escolas, as matrículas poderão ser feitas a qualquer momento, diretamente nas secretarias. O quadro de professores será composto por profissionais remanejados da própria rede e por contratados em regime de ACT.

Assessoria de Comunicação

Agência de Desenvolvimento Regional de Itajaí
Fone: (47) 3398 5950/14 ou 99903-3836


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

O governador Raimundo Colombo assinou nesta quarta-feira, 7, no Centro Administrativo em Florianópolis, o protocolo de intenções entre Governo do Estado por meio das Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) e a Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú para ampliação do sistema de distribuição de energia elétrica em rede subterrânea na Avenida Brasil. O valor da obra será de R$ 10 milhões.

“Eu não tenho dúvida que o grande problema das vias urbanas é a poluição visual. Em uma cidade turística tão importante, tão valorizada para todos nós, esse é um ganho de qualidade extraordinário. É outra cidade quando os fios passam por baixo. É incrível como acaba com aquela poluição visual”, destacou Colombo.

Serão investidos R$ 10 milhões para a realização da obra que contempla o rebaixamento dos cabos de energia elétrica na Avenida Brasil, no Centro de Balneário Camboriú.

“A Avenida Brasil tem o comércio mais adensado do país e com grande importância econômica. O cabeamento subterrâneo é uma obra fundamental de revitalização para que aquele comércio possa ser requalificado através dessa obra”, disse o prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira.

O presidente da Celesc, Cleverson Siewert, explica que o prazo para conclusão será de até 18 meses e que com esse tipo de obra ocorre uma redução na manutenção da rede. “Essas obras são importantes porque esteticamente melhoram toda a região na qual elas fazem parte e além disso, do ponto de vista do sistema também porque obviamente há menos interação com chuva, com vento e com raios, permitido com que o desempenho também seja mais adequado. A expectativa é que a gente possa terminar o projeto, fazer o processo licitatório e em 18 meses podemos ter aquela parte da Avenida Brasil concluída”.

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de Itajaí, realiza nesta quinta-feira, 1º, a partir das 9h, a apresentação do projeto “Polícia Civil por Elas”, na sede da DPCAMI, na rua Brusque, 367.

O objetivo é promover acolhimento e autonomia para mulheres em situação de vulnerabilidade social, por meio de atendimento especializado, que beneficiará, a princípio, 15 mulheres, em encontros três vezes por semana. Essa iniciativa irá convidar profissionais da Rede de Serviços de Atendimento a Mulheres em Situação de Violência (CREAS, CRAS, Saúde, ONGs, Defensoria Pública, Poder Judiciário, UFSC, entre outras) para realizar esclarecimentos sobre as demandas levantadas pelo grupo. A parceria busca resgatar o autoconhecimento e contribuir para a sua autonomia e seus direitos estimulando a mulher a pensar nos desafios contemporâneos e seu bem estar.

Assim, o grupo de mulheres, por meio das trocas de experiências, possibilitará a reflexão sobre a questão da violência, promovendo o acolhimento e contribuindo para a reconstrução de seus projetos de vida. Nesta primeira etapa, o projeto será implantado na cidade de Itajaí e já está em processo de implementação em Balneário Camboriú e Joinville.

O projeto foi originalmente elaborado pela coordenadoria das DPCAMs de SC, através da delegada Patrícia Zimmermann D’Ávila e pelo psicólogo policial Antônio Carlos Britto. Já as adaptações para a realização na DPCAMI em Itajaí foram pelas psicólogas policiais, Danielle Cadan e Gabriela Chrestani. “O objetivo é melhorar o atendimento a mulher, vítima de violência e também para aquelas mulheres que têm receio de procurar ajuda, acham que não tem como mudar a questão da violência. É uma forma de olhar para a mulher, mãe de família, para tentar tratar diretamente este problema, que atinge muitas famílias. Nós buscamos através deste projeto a redução de todas as formas de violência doméstica contra a mulher”, afirma a delegada Patrícia.

Informações adicionais para a imprensa
Clarissa Margotti
Assessoria de Imprensa
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-2313 / 99968-9600
Site: www.policiacivil.sc.gov.br