Foto: Andréia C.Oliveira/ADR Chapecó

A horta escolar é a nova aliada para despertar a consciência ambiental e estimular a alimentação saudável dos estudantes da EEB Sônia de Oliveira Zani, no Bairro Passo dos Fortes, em Chapecó. A horta implantada na escola tem 10 canteiros, que reúnem aproximadamente 400 mudas entre alface e temperos. Os produtos colhidos são levados para casa, para serem consumidos com a família.

O projeto começou em setembro e teve adesão de todas as séries (1º ao 9º ano), a escola conta com aproximadamente 300 alunos e oferece o ensino fundamental. Segundo a professora Ires Lago Brisola, a ideia foi desenvolvida para reforçar o conteúdo de meio ambiente, cuidado com as plantas e benefícios dos alimentos sem agrotóxicos. “Os alunos ficam ansiosos pelo momento de molhar as plantinhas. Todos participam e falam que estão fazendo a própria horta em casa”, destaca.

Cuidados

Os cuidados são diários, cada turma cuida do seu pedaço de terra, enquanto aprende novas lições. A estudante do 3º ano, Emilly Isabella Paixão, levou a mãe para conhecer a horta, a família já pode experimentar estas verduras fresquinhas. “Ela ficou toda orgulhosa de levar para casa a alface que cuida”, afirma a mãe, Cleumara Aparecida Paixão. As turmas têm a tarefa de molhar os canteiros diariamente, adubar quando necessário e mexer a terra. “Fico feliz quando sou escolhida para molhar a horta”, diz Emilly.

Segundo o diretor José Vitor Silveira, o objetivo também é estimular a consciência para saber a procedência dos alimentos. “Trabalhamos a valorização dos produtos orgânicos e estimulamos o consumo de saladas para ter uma alimentação mais saudável”, destaca. A escola pretende manter este projeto permanentemente. “Vamos colher e plantar novamente”, diz o diretor.

Mais informações para a imprensa:
Andréia Cristina Oliveira
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de Chapecó
Fone: (49) 2049-7427 / 99938-6966
E-mail: imprensasdrcco@gmail.com
Site: sc.gov.br/regionais/chapeco

Comemoração do Dia do Professor

Cerca de mil professores da rede estadual de ensino da Gerência de Educação da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) Chapecó participaram nesta quarta-feira, 11, da programação especial em homenagem ao Dia do Professor, comemorado em 15 de outubro. A atividade foi realizada o Centro de Eventos de Chapecó.

Para  valorizar os professores, a gerência de Educação, Direção da Associação de Pais e Professores (APP) e Conselho Deliberativo promoveram “Show de Motivação”, com a palestra de Vilson Sachetti, de Campo Erê. Os professores também foram homenageados.

O evento envolveu as 42 escolas dos nove municípios da abrangência da regional. A assessora de Direção da EEB Professora Lourdes Lago, Sirlene da Silva Klaus, participou da programação. “É um momento muito importante, emociona e incentiva a gente”, afirma.

Segundo a gerente Regional da Educação, Maria de Lurdes Seben, os professores participam de atividades continuadas de capacitação durante o ano, esse foi um momento diferente de integração. “Queremos nossos professores motivados dentro e fora da sala de aula, essa atividade proporcionou novos estímulos”, destaca.

A rede estadual de ensino conta com aproximadamente 1,2 mil professores na gerência regional.

Mais informações para a imprensa:
Andréia Cristina Oliveira
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de Chapecó
Fone: (49) 2049-7427 / 99938-6966
E-mail: imprensasdrcco@gmail.com
Site: sc.gov.br/regionais/chapeco


Foto: Andreia Olveira / ADR Chapecó 

Novo programa da Secretaria de Estado da Agricultura incentiva investimentos no meio rural e pesqueiro de Santa Catarina. Com o Programa Menos Juros, os produtores rurais terão R$ 280 milhões disponíveis para financiamentos, sendo que o Governo do Estado responderá pelo pagamento dos juros num valor de R$ 30 milhões. O secretário da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, lançou o Programa nesta terça-feira, 10, durante as comemorações de 50 anos da Cooperalfa, em Chapecó.

O Menos Juros possibilita que os produtores rurais, pescadores e maricultores – enquadrados no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) - contraiam financiamentos de até R$ 100 mil, com oito anos de prazo para pagamento, sendo que a Secretaria da Agricultura pagará os juros, num limite de 2,5% ao ano. O secretário Sopelsa explica que a intenção é atender cinco mil agricultores e pescadores no Estado. “Nós criamos um programa voltado para os agricultores familiares, para que eles continuem investindo em suas propriedades e gerando mais renda e qualidade de vida no interior”, ressalta.

O Programa apoiará projetos de captação e armazenagem de água da chuva; construção e ampliação de pequenas agroindústrias; maricultura; pesca artesanal; piscicultura; turismo rural; avicultura; apicultura; ovinocultura; caprinocultura; suinocultura; produção de leite e carne a base de pasto; aproveitamento de dejetos da produção intensiva de animais; fruticultura; olericultura; plantas ornamentais; energia alternativa; mecanização agrícola (exceto aquisição de tratores, veículos e calcário); projetos de investimentos para agregação de valor para produção orgânica e empreendimentos apoiados pelo Programa SC Rural.

Durante o lançamento do Programa, Moacir Sopelsa destacou o papel do agronegócio na economia catarinense e a importância da agricultura familiar em Santa Catarina. “Nosso Estado é um pequeno gigante. Somos o Estado da agricultura familiar e, mesmo com pequenas propriedades, conseguimos ser grandes produtores de alimentos. Em um momento delicado da nossa economia, o Governo do Estado reconhece a importância da agricultura familiar, pesca e maricultura e destina recursos para o Menos Juros. Queremos fortalecer as pequenas propriedades, proporcionar mais investimentos, mais qualidade de vida e renda para os agricultores de todo estado. Com uma agricultura forte, teremos um estado fortalecido”.

Para participar do Menos Juros os agricultores, pescadores e maricultores devem procurar a Epagri de seu município.

Informações adicionais para a imprensa:
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca
imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48)-3664-4417/ (48) 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br
www.facebook.com/AgriculturaePescaSC/


Foto: Andreia Oliveira / ADR Chapecó 

O Governo do Estado firmou convênio de R$ 7,2 milhões com o Hospital Regional do Oeste (HRO) de Chapecó nesta sexta-feira, 6. A assinatura ocorreu durante visita do secretário de Estado da Saúde de Santa Catarina, Vicente Caropreso, e de comitiva do ministro da Saúde, Ricardo Barros, com autoridades federais e estaduais ao hospital.

Os recursos serão destinados para a compra dos equipamentos para atender a ampliação do hospital, que irá aumentar em 60% a capacidade de atendimento. 

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Vicente Caropreso, o Hospital Regional do Oeste é um dos mais resolutivos do Estado. "Como nós estamos expandindo e investindo neste hospital para aumentar sua capacidade, trouxemos mais um dos que ainda estão por vir (convênios), este para equipar o Hospital. São recursos para equipamentos, a maioria destinada a área cirúrgica", observa.

O objetivo é que as macrorregionais se tornem cada vez mais autônomas. "O grande pensamento da secretaria de Estado da Saúde é que funcione bem esta proposta de autonomia macrorregional, para fazer com que em apenas raras situações tenham necessidade de se fazer longo deslocamento de pessoas. Esse é o caminho mais racional", destaca.

O ministro da saúde, Ricardo Barros, visitou o hospital e afirmou que vê condições para crescimento."Nós vamos avaliar o funcionamento da área de expansão que está pronta: estado município e união, numa solução tripartite, para colocar mais serviços à disposição da população", destaca.

Ampliação

A nova ala do Hospital Regional do Oeste de Chapecó está com aproximadamente 98% da obra física concluída. O novo bloco tem nove andares, irá aumentar a capacidade de atendimento com mais 156 novos leitos. O hospital contará com novos leitos para UTI Geral, UTI pediátrica, para o setor de coronária, salas cirúrgicas, leitos para tratamento intensivo de alta complexidade, para oncologia de longa duração, leitos para quimioterapia de curta duração e para recuperação pós-cirúrgica.

O investimento do Governo do Estado atualmente é de aproximadamente R$ 40 milhões na obra, sendo R$ 28,2 milhões de obra física, R$ 1,5 milhão no mobiliário com recursos do Badesc (em fase de instalação) e R$ 7,2 milhões em equipamentos nacionais (convênio).

Mais informações para a imprensa:
Andréia Cristina Oliveira
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de Chapecó
Fone: (49) 2049-7427 / 99938-6966
E-mail: imprensasdrcco@gmail.com
Site: sc.gov.br/regionais/chapeco