Compartilhe

Entrega premiação programa trabalho seguro
Foto: ADR Araranguá

Dando sequência às ações do Programa Trabalho Seguro, desenvolvido de forma pioneira em Araranguá na EEB Dolvina Leite de Medeiros, escola da rede estadual de ensino, foi entregue nesta terça-feira, 5, a premiação aos alunos que participaram do concurso de desenho e redação.

O Programa é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Estado da Administração (SEA), por meio da Gerência de Saúde Ocupacional; coordenadoria Regional do Programa Trabalho Seguro/do Tribunal Superior do Trabalho, e a Secretaria de Estado da Educação, por meio da 21ª Gered.

As ações na EEB Dolvina Leite de Medeiros envolveram quase 500 alunos da unidade escolar, Houve palestras e entrega de cartilhas informativas, sobre combate ao trabalho infantil nas séries iniciais, e de prevenção a acidentes de trabalho aos alunos do ensino fundamental 2 e ensino médio. Destes, 18 alunos receberam premiação nesta terça-feira, entre eles estudantes de 1º e 2º ano, que participaram na categoria desenho, com o tema trabalho infantil; alunos do 3º ao 5º ano, que fizeram desenhos e frases também com o tema trabalho infantil e de 6º ao 9º, que produziram redações sob o tema segurança e saúde do trabalho.

Entrega premiação programa trabalho seguro

O juiz do taabalho e gestor Regional e Nacional do Programa Trabalho Seguro, Ricardo Jahn, destaca que nesta ação o Programa tem como principal objetivo aproximar a Justiça da Escola. “A educação é o futuro destas crianças, para que possam ter trabalho digno, que garanta uma qualidade de vida e com menos acidentes de trabalho”, destacou, lembrando que mais de 700 mil pessoas sofrem acidentes de trabalho anualmente no Brasil. Em Santa Catarina são cerca de 40 mil acidentes, e em Araranguá são quase 400 acidentes por ano.

O analista técnico da gerência de saúde ocupacional da SEA, Laércio de Campos, enfatizou que a conscientização de crianças e adolescentes sobre saúde e segurança do trabalho é uma ação pioneira que refletirá em futuros trabalhadores mais saudáveis e produtivos. Ele ressaltou ainda que o Brasil é signatário da convenção nº 155 da OIT que torna obrigatória a inclusão do conteúdo em todos os níveis de ensino.

A gerente Regional de Educação da ADR Araranguá, Celina Hobold da Rosa, destacou o belo trabalho conduzido pelo juiz Ricardo Jahn e parabenizou a gestora da Escola, Maria Vieira, professores e alunos.

A aluna Brenda Maciel Nunes, 7ª série, 12 anos, autora de uma das redações premiadas disse que o projeto é muito interessante. “Achei importante porque futuramente as crianças também trabalharão, e todo trabalho exige certos cuidados de segurança. Aprendi também que em algumas atividades é obrigatório o uso de equipamentos de proteção para evitar acidentes”.

A premiação contou com parceria de empresas, entre elas a empresa União e Viação Cidade, representada na solenidade pela psicóloga Patrícia Rodovanski; Giassi supermercados, representado pela gerente do departamento jurídico Katlyn Sonego Spillere Boff e gerente de relações trabalhistas do Bistek, Melissa Chanazis Valentini, que pretende multiplicar a ação em nova Veneza.

Informações adicionais para a imprensa
Leneza Della Krás
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Araranguá
E-mail: imprensa@aru.sdr.sc.gov.br
Telefones: (48) 3529-0100/(48) 99148-1191
Site: www.sc.gov.br/regionais/ararangua
Facebook: www.facebook.com/regional.ararangua