A Gerência de Saúde da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá, por meio do Setor de Imunização, alerta sobre a importância da vacinação contra o sarampo nos 15 municípios do Extremo-Sul. O índice atingido no ano de 2017 foi de 94%, quase atingindo a cobertura recomendada, de 95%.

De acordo com a técnica do Setor de Imunização da Gerência Regional de Saúde, Bárbara Cristiano Monteiro, a preocupação deve-se ao fato de que a doença voltou a circular no Brasil, com 228 casos de sarampo registrados neste primeiro semestre de 2018, até 31 de maio. Em Santa Catarina, o último caso registrado foi no ano de 2013. “Temos um caso de sarampo confirmado no Rio Grande do Sul, bem próximo da região. Mesmo que todos os casos tenham sido importados de outros países, principalmente da Venezuela, precisamos ficar atentos. Nossa preocupação é com a reintrodução da doença e por isso, nossa população precisa estar protegida”, explica.

Na Região da ADR Araranguá, em 2017, das 2.548 crianças de até 1 ano de idade a serem imunizadas, 2.407 receberam a primeira dose da vacina. Dos 15, 8 municípios do Extremo-Sul não haviam atingido a meta. A vacina é de rotina no SUS, e está disponível em todas as Unidades de Saúde. “Queremos finalizar este ano de 2018 superando a meta, contribuindo para que não corra o risco de reintrodução da doença”.

Segundo Bárbara, a vacina tríplice viral (VTV) é a maneira mais eficaz de prevenção contra o sarampo, ela também protege contra rubéola e caxumba. É administrada a partir dos 12 meses de idade, com reforço aos 15 meses (tetravalente), protegendo ainda contra varicela (catapora). “Basta se dirigir até o Posto de Saúde mais próximo de sua residência com a carteira de vacinação para poder receber essa importante imunização, de forma preventiva”.

Além das crianças, todo indivíduo com até 29 anos deve ter as duas doses da vacina. A partir dos 30 até os 49 anos de idade, se não vacinados anteriormente, é necessário fazer uma dose. Os profissionais de saúde devem ter duas doses independentemente da idade. Em caso de viagem, é preciso tomar a vacina com antecedência de, no mínimo, dez dias do embarque. “A vacina é segura e protege contra o sarampo e suas complicações. Toda pessoa deve estar com a vacinação em dia, para evitar também contaminar o próximo”, concluiu a técnica.

O sarampo é uma doença infecciosa exantemática aguda, transmissível e extremamente contagiosa, podendo ser grave, evoluir com complicações infecciosas e óbito, particularmente em crianças desnutridas e menores de 1 ano de idade. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias, no período de 4 a 6 dias antes e até 4 dias após o aparecimento do exantema.

Informações adicionais para a imprensa
Leneza Della Krás
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Araranguá
E-mail: imprensa@aru.adr.sc.gov.br
Telefones: (48) 3529-0084 / 99183-1799
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrararangua
Facebook: www.facebook.com/regional.ararangua

 

Curso NTE
Fotos: Leneza Della Krás/ ADR Araranguá

A 21ª Gerência Regional de Educação (Gered), através do Núcleo de Tecnologias Educacionais (NTE), promoveu na tarde desta quinta-feira, 21, no auditório da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá, o segundo encontro presencial e encerramento do Curso‘Aplicativos do Google.

O curso foi voltado aos assistentes de educação (AEs)  das 42 escolas da rede estadual de ensino da Região, com objetivo de difundir e capacitar para o uso dos aplicativos Google, que fazem parte do pacote oferecido na parceria entre Governo do Estado e empresa Google. Entre os aplicativos estão Google documentos, planilhas, fotos, agendas, apresentação  e formulários.

Foram 40 horas de capacitação, dividida em dois encontros presenciais na ADR (8 horas), sendo que o primeiro encontro aconteceu no mês de maio e o último nesta quinta-feira, e o restante das atividades realizadas à distância (32 horas).

Curso NTE

Segundo a tutora do curso na 21ª Gered, multiplicadora do NTE, Vera Cristina Delfino, o curso difundiu o uso dos recursos das tecnologias digitais. “Os aplicativos podem ser utilizados pelos professores como recurso pedagógico e para promover a aprendizagem dos alunos”, disse.

Ela explicou que o aplicativo Google Sala de Aula/Google for Education foi implementado na Região desde 2016 de forma piloto na EEB Pedro Simon, em Ermo, sendo que a ideia é ampliar posteriormente para as demais escolas estaduais do Extremo-Sul. Ele possibilita aos professores criar novas experiências de aprendizado e facilitar o desenvolvimento de projetos pedagógicos digitais inovadores.

Informações adicionais para a imprensa

Leneza Della Krás
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Araranguá
E-mail: imprensa@aru.sdr.sc.gov.br
Telefones: (48) 3529-0100
Site: www.sc.gov.br/regionais/ararangua
Facebook: www.facebook.com/regional.ararangua

 

Reunião projeto piloto UFSC nas escolas estaduais
Fotos: Leneza Della Krás/ ADR Araranguá

Quatro escolas estaduais de Araranguá farão parte de um projeto piloto desenvolvido e aplicado pelo curso de Medicina da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC Campus Araranguá). A ação foi tema de uma reunião realizada na tarde desta quarta-feira, 20, no gabinete da 21ª Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) e pretende levantar questões enfrentadas pelos alunos, relacionadas a drogas, álcool, violência e gravidez na adolescência.

Participaram do encontro gestores da Gerência Regional de Educação (Gered), entre eles a gerente Celina Hobold da Rosa, a supervisora Cleusa Maria Felisberto Tavares e os técnicos Márcia Aparecida Machado João e Tiago Baltazar Pereira (coordenador regional doNúcleo de Educação e Prevenção), e representantes das escolas estaduais inseridas no Projeto, com a professora do curso de medicina da UFSC, Melissa Negro Dellacqua, acompanhada de outros professores da Universidade.

O projeto será desenvolvido com alunos do 1º ano do ensino médio e professores das EEBs Araranguá, Dolvina Leite de Medeiros, Bernardino Senna Campos e Maria Garcia Pessi. A primeira etapa, que acontecerá neste segundo semestre de 2018, consistirá na realização de uma dinâmica/diagnóstico social, que será aplicado nos dias 31 de outubro e 07 de novembro.

Reunião projeto piloto UFSC nas escolas estaduais

Segundo a professora Melissa Negro Dellacqua, as ações vêm cumprir as diretrizes curriculares nacionais do curso de medicina. “São ações que estão implementadas no currículo dos alunos da universidade e vão ocorrer dentro do módulo de comunidades, onde neste primeiro semestre, os alunos irão duas vezes para estas quatro escolas e levantarão as necessidades, fazendo um diagnóstico de possíveis problemas que os adolescentes enfrentam, como por exemplo a questão do álcool, das drogas, da violência, da gestação na adolescência, dentre tantos outros”.

Melissa destaca será feito um diagnóstico das prioridades, com ampla discussão entre a Universidade, a Gered e as escolas, e a partir do primeiro semestre de 2019, serão implementadas ações para que, de alguma forma, estes problemas sejam minimizados, seja através de palestras, trabalhos de conscientização ou outros meios. “O curso é baseado nos ciclos de vida, por isso, inicialmente, as ações são voltadas a este público da adolescência”, concluiu.

A primeira turma do curso de Medicina da UFSC/Araranguá terá ingresso por vestibular, com a realização das provas nos dias 7, 8 e 9 de julho de 2018, e início do curso no segundo semestre de 2018.

Informações adicionais para a imprensa
Leneza Della Krás
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Araranguá
E-mail: imprensa@aru.sdr.sc.gov.br
Telefones: (48) 3529-0100
Site: www.sc.gov.br/regionais/ararangua
Facebook: www.facebook.com/regional.ararangua

 

 

Serão entregues e abertas nesta terça-feira, 21, às 14h,  no Setor de Licitações da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá, as propostas das empresas interessadas na elaboração do projeto arquitetônico para reforma e ampliação da EEB Neusa Ostetto Cardoso, escola da 21ª Gered.

A licitação tem a modalidade pregão presencial, e a elaboração do projeto está estimada em R$ 278 mil. Ele inclui os projetos arquitetônico, hidráulico, estrutural, elétrico, sanitário, preventivo contra incêndio, e rede lógica, visando a reforma e ampliação dos 5.503 metros quadrados da escola da rede estadual localizada no Bairro Política Rodoviária em Araranguá.

A empresa vencedora da licitação terá até 90 dias para entregar na Agência de Desenvolvimento Regional os projetos já aprovados nos órgãos competentes, entre eles Corpo de Bombeiros e Prefeitura.

O secretário executivo da ADR Araranguá, Heriberto Afonso Schmidt, lembra que esta licitação é para elaboração dos projetos. Posteriormente, serão buscados recursos para execução desta importante obra para a educação estadual da região.

Informações adicionais para a imprensa

Leneza Della Krás
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Araranguá
E-mail: imprensa@aru.sdr.sc.gov.br
Telefones: (48) 3529-0100
Site: www.sc.gov.br/regionais/ararangua
Facebook: www.facebook.com/regional.ararangua