Nove personalidades serão agraciadas na solenidade em comemoração aos 40 anos de Defesa Civil no Estado de Santa Catarina. O evento acontecerá nesta quarta-feira (12), às 10h, no Teatro Pedro Ivo Campos, em Florianópolis. O Governador Raimundo Colombo irá prestigiar a festividade. O reconhecimento da Medalha do Mérito Governador Colombo Machado Salles - 2013 vai ser entregue para pessoas que contribuíram  com o sucesso do trabalho da Defesa Civil. Irão receber o Mérito:  Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Santa Catarina, Polícia Civil, Polícia Militar, Secretaria de Estado da Segurança Pública, Luiz Henrique da Silveira, Márcio Luiz Alves, Geraldo Althoff , Fernando Bezerra Coelho e Aderbal Vicente Lapolli.

Depois de ter se tornado uma Secretaria, a Defesa Civil vem se destacando com ações no cenário Estadual. De acordo com o secretário Milton Hobus, as obras marcarão a história de Santa Catarina. “São projetos inovadores que vão fazer a diferença na vida de muitos catarinenses, principalmente nas regiões atingidas por enchentes no Vale do Itajaí”.

Muitas dessas obras de melhoramento estão no cronograma do Pacto por Santa Catarina, orçadas em R$ 600 milhões, todas voltadas para prevenção de desastres. Entre as ações mais importantes:

1) Sobre-elevação de barragens de contenção de cheias em Taió e Ituporanga: a primeira amplia a capacidade de 83 milhões de metros cúbicos para 99 e, a segunda, de 93 para 110 metros cúbicos.

Investimento: R$ 60 MILHÕES – FONTE PAC MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL

2) Aquisição e instalação de um radar meteorológico em Lontras: o projeto vai dar cobertura a 77% do território de Santa Catarina.

 Investimento: R$ 8 MILHÕES- FONTE FUNDO ESTADUAL DE DEFESA CIVIL

3) Melhoramento fluvial: engloba questões, como dragagem do rio, alargamento e desapropriações e instalação de duas comportas no Rio Itajaí-Mirim.

Investimento: R$ 94 MILHÕES – FONTE PAC MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL 

4) Construção de quatro pequenas barragens: No Rio Trombudo (duas) e Rio das Pombas (duas), no Vale do Itajaí.

Investimento: R$ 122,4 MILHÕES – FONTE PAC FINANCIAMENTO BANCO DO BRASIL

5) Construção de três pequenas barragens no Rio Taió

Investimento: R$ 87,9 MILHÕES –FONTE PAC MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL 

6) Construção de uma barragem de médio-porte: no Rio Itajaí-Mirim, em Botuverá.

Investimento: R$ 95 MILHÕES - FONTE PAC FINANCIAMENTO BANCO DO BRASIL


7) Melhoramento DE RIOS e construção de cerca de cinco pontes: Nas cidades de Taió, Timbó e Rio do Sul.

Investimento: R$ 114 MILHÕES – FONTE PAC FINANCIAMENTO BANCO DO BRASIL

 8) Implantação do sistema de monitoramento de alerta e alarme do Estado: capaz de alertar os municípios a respeito de previsões climáticas preocupantes.

Investimento: R$ R$ 25 MILHÕES – FONTE PAC FINANCIAMENTO BANCO DO BRASIL

  
9) Realização de estudos ambientais e socioambientais: Para melhoramento fluvial em Taió, Timbó e Rio do Sul e Timbó.

Investimento: R$ 2,5 MILHÕES – FONTE PAC MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL 
 

Breve Histórico:

Criada através da lei 4.841, de 18 de maio de 1973, a Defesa Civil de Santa Catarina passa a ser organizada e vinculada ao Gabinete da Casa Civil, com afinidade direta ao Governador do Estado, na época Governador Colombo Machado Salles. O Estado de Santa Catarina, buscando assegurar o direito fundamental e constitucional do cidadão - a segurança à vida -, delega para a Defesa Civil o planejamento de ações que possam promover a defesa permanente contra as situações emergenciais.

Um marco para a Defesa Civil catarinense foi a criação do Fundo Estadual de Defesa Civil - FUNDEC, através da Lei n° 8.099, de 1° de outubro de 1990, garantindo a execução das ações de socorro, assistência às vitimas e restabelecimento dos serviços essenciais. 

Em homenagem ao criador da Defesa Civil Catarinense, o ex Governador Colombo Machado Salles, foi instituída a medalha “Mérito da Defesa Civil do Estado de Santa Catarina”, através do Decreto n° 1.365, de 16 de maio de 2008. O objetivo é homenagear militares estaduais e federais, civis e instituições que tenham se destacado por relevante participação nas atividades referentes à Defesa Civil, de modo a se tornarem merecedores de reconhecimento público.

A Semana Estadual de Ações de Defesa Civil foi criada através da Lei nº 14.706, de 21 de maio de 2009, e é comemorada de 18 a 24 de maio. No dia 18 de maio, é comemorado, em Santa Catarina, o Dia de Ações de Defesa Civil.

A Secretaria de Estado da Defesa Civil foi criada pela Lei Complementar nº 534, de 20 de abril de 2011. Anteriormente, era um departamento vinculado à Secretaria Executiva da Justiça e Cidadania e à Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa do Cidadão.

Na estrutura da Secretaria de Estado da Defesa Civil, destaca-se a criação de duas Diretorias, sendo uma de Prevenção e outra de Resposta, para efetivar as ações de Defesa Civil e atender aos anseios da população.

 

Informações adicionais:

Pamela Marin

Secretaria de Estado da Defesa Civil

A Secretaria de Estado da Saúde informa, a seguir, a situação das emergências dos hospitais Celso Ramos e Regional de São José nesta terça-feira, 11.   

Até o final da manhã desta terça-feira, 11, a emergência do Hospital Celso Ramos, em Florianópolis, estava atendendo 35 pessoas. Havia cinco pacientes aguardando atendimento. Segundo informações da direção geral da unidade de saúde, três pacientes atendidos na Emergência estão em estado grave. Nas últimas 24 horas, o Celso Ramos recebeu, na Emergência, 184 pessoas.

O Hospital Regional de São José, a emergência está lotada. Ao todo, havia, até o final da manhã, 122 pessoas na Emergência da unidade de saúde da Grande Florianópolis. Dez casos são considerados graves e estão sendo atendidos nos setores de Reanimação ou UIT semi-intensiva da Emergência. Havia 20 pacientes aguardando atendimento. A Emergência recebeu 341 pessoas nas últimas 24 horas.

O quadro geral do Hospital Regional de São José é de 356 pacientes internados. Ao todo, 64 internações foram feiras nas últimas 24 horas.  

A Secretaria de Estado da Saúde orienta a população a primeiro procurar os centros de saúde dos seus municípios. Os postos de saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão aptos a atender situações de urgência, que são aqueles em que a pessoa não corre riscos. São casos, por exemplo, de febre e dores generalizadas. Os casos mais graves serão encaminhados para os hospitais.

Informações adicionais:
Ana Paula Bandeira 
Secretaria de Estado da Saúde
E-mail: anap@saude.sc.gov.br
Telefone: (48) 3221-2071 

Ultrapassar o sinal vermelho, dirigir veículo falando ao telefone celular ou estacionar em local proibido são algumas das principais infrações cometidas no trânsito de Santa Catarina. Para tirar dúvidas, dar sugestões, reclamar ou elogiar o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), 80 catarinenses registraram algum tipo de solicitação na Ouvidoria Geral do Estado no mês de maio. “A Ouvidoria tem um sistema em que todos os atendimentos ficam registrados, e o órgão responsável precisa dar uma resposta, independente se for pedido de informação ou reclamação”, avisa o ouvidor-geral, Dejair Vicente.

O caso mais solicitado para a Ouvidoria é de como o pagamento da multa deve ser feito. Os condutores que forem flagrados devem retirar o boleto pelo site do Detran, sempre com o número de RENAVAM em mãos. “Primeiramente, é de direito recorrer da multa. Após passar esse período, basta digitar a placa e o RENAVAM do carro na página inicial do Detran”, responde Vicente.

Quem quiser recorrer da infração, deve preencher o formulário de Defesa de Autuação até a data limite informada na notificação. O condutor também deve anexar a cópia autenticada da Notificação da Autuação e do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV). Caso seja pessoa física, é necessária a cópia autenticada da Carteira Nacional de Habilitação, CPF e Carteira de Identidade. Se for pessoa jurídica, é preciso a cópia autenticada do contrato social/alterações com a identificação do representante legal.

> Perto de Você: confira mais informações sobre multas de trânsito

Em 2011, último ano com os dados consolidados, Santa Catarina registrou 1,2 milhão infrações em rodovias municipais, estaduais e federais. A grande campeã de ocorrências, com mais da metade de registros, é a de transitar em velocidade superior à máxima permitida em 20%, seguido de transitar em velocidade superior à máxima permitida em mais de 20% até 50%, estacionar em local proibido e avançar em sinal vermelho.  

As inscrições para o processo seletivo do programa Geração TEC foram prorrogadas até o dia 24 de junho, às 16h. Os interessados podem se inscrever pelo site www.geracaotec.sc.gov.br. Ao todo, são 580 vagas abertas em seis cidades do Estado.

O programa é destinado a jovens com 17 anos ou mais, que tenham completado o Ensino Médio ou estejam no último ano, com conhecimentos básicos em informática e que não trabalhem em atividades relacionadas ao setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

Nesta etapa, em Chapecó, serão disponibilizadas 75 vagas para os cursos de Suporte/Help Desk e Delphi. Em Criciúma, serão 60 vagas para Java e Power Builder. Há 35 vagas para o curso de Suporte/Help Desk em Tubarão. Em Joinville, os alunos poderão optar por C++,PHP e Delphi. Já em Itajaí, serão oferecidas 60 vagas de Java e .NET.

Na Grande Florianópolis restam 260 vagas para os cursos de Delphi, C++, Teste de Software, Montagem Eletrônica/Elétrica, Arte e Design Games e Programação Games. As turma de Java, em Florianópolis, e de Suporte/Help Desk, em Itajaí, foram preenchidas.

O Geração TEC é um programa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), realizado por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), em parceria com o Instituto Internacional de Inovação (i3) e com a Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate) e instituições do setor de tecnologia das cidades atendidas.

Clique aqui para saber mais sobre o Geração TEC.

 

Informações adicionais:

Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável 

Fone: (048) 3665-4200

A terça-feira, 11, começa com formação de nevoeiros em boa parte de Santa Catarina, com nebulosidade variável e aberturas de sol no decorrer do dia. Há previsão de chuva isolada especialmente no Planalto Norte e Litoral Norte, nas áreas mais próximas ao Paraná. Temperatura em elevação durante o dia.

Máxima de 25ºC no Litoral Sul. Mínima de 10ºC no Planalto Sul. Ventos de sudeste a nordeste/ noroeste, fraco a moderado. 

As informações são da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Epagri), por meio do Centro de Informações e Recursos Ambientais Hidrometeologia (Ciram). Mais detalhes no site da Epagri/Ciram.

Proprietários de imóveis atingidos pelo traçado da SC-446, a Via Rápida, terão mais uma semana para concluírem as negociações com o Deinfra, caso ainda não tenham chegado a um acordo com a autarquia sobre os valores das indenizações. Encerrado o prazo, os processos restantes serão encaminhados à Justiça, alertou o presidente do Deinfra, Paulo Meller, em reunião com representantes de prefeituras, câmaras de vereadores, associações comerciais e da comunidade na tarde desta segunda-feira, 10. “Em média, o Poder Judiciário tem dado a emissão de posse dos imóveis para o Deinfra entre 30 e 60 dias”, comentou Meller.

Com relação ao andamento da construção da Via Rápida (em dias trabalhados) , a área urbana está 21% a frente do previsto e a rural 11%. “Estes dados são comprovados pelo desembolso financeiro, disse Meller. No primeiro ponto, sob responsabilidade da empresa Setep, o faturamento estimado era de R$ 1,7 milhão, sendo que o executado totalizou R$ 2,3 milhões. No outro lote, da empresa Ivai, o cronograma era de R$ 2,7 milhões e finalizou em R$ 3,2 milhões, somados os dois primeiros meses de medições.

O adiantamento dos serviços também foi constato na terceira etapa do Anel Viário de Criciúma. A medição apontou um faturamento de R$ 3,2 milhões contra R$ 2,9 previstos, ou seja, 10% acima.

Além disso, o Deinfra apresentou todos movimentos possíveis de tráfego na ligação da Via Rápida com o tráfego municipal. No lote urbano da Via Rápida, o Governo do Estado investirá R$ 5, milhões através do Pacto por Santa Catarina. No rural, R$ 77 milhões. Todo o trecho, com 12,7 quilômetros, terá 17 viadutos.

A próxima reunião de avaliação dos trabalhos foi agendada para 8 de julho, na Câmara de Vereadores de Criciúma. Além dos balanços sobre Via Rápida e Anel Viário, também serão mostrados os trabalhos de revitalização nas rodovias da região.

Informações adicionais
Vitor Louzado
Departamento Estadual de Infraestrutura
E-mail: vitorhugo@deinfra.sc.gov.br
Telefone: (48) 3251-3037

O secretário-adjunto do Planejamento, Túlio Tavares dos Santos, e o diretor de Planejamento, Norton Boppré, cumprem agenda nas regiões da Serra e Vale do Itajaí esta semana. Nas secretarias regionais, eles vão apresentar o andamento do Pacto por Santa Catarina e o programa SC Transferências, além de participarem das reuniões do Conselho de Desenvolvimento Regional.

Em Taió, Ituporanga, Ibirama, Timbó, Blumenau e Brusque, Santos explicará como funciona o SC Transferências, novo sistema de transferências voluntárias. Segundo ele a sistemática de solicitação de recursos de entidades e prefeituras ao Governo do Estado sofreu alterações, sendo necessário que todas as entidades que desejem solicitar recursos estejam devidamente cadastradas no sistema para depois cadastrar o projeto.

Também será mostrado o andamento das obras do Pacto por Santa Catarina. Santos comenta: “São R$ 9 bilhões em investimentos, distribuídos em todas as áreas e em todas as cidades. As Secretarias Regionais possuem um papel importantíssimo neste processo. Elas conhecem a obra desde a expedição da ordem de serviço, instalações, início, acompanhamento, monitoramento e prazos. Enfim, auxiliam na resolução dos problemas agindo como facilitadoras e com celeridade”. A Secretaria de Estado do Planejamento possui uma equipe de gestão dos projetos do Pacto.

Outra atividade prevista é a reunião dos Conselhos de Desenvolvimento Regional que mensalmente deliberam sobre convênios que envolvam repasse de recursos estaduais aos municípios e entidades de natureza privada sem finalidade econômica para a execução de programas, projetos e ações governamentais. O órgão é composto pelos secretários das SDRs, prefeitos e presidentes da câmara de vereadores, além de contar com dois membros da sociedade civil. O secretário regional também pode indicar dois representantes da administração direta e indireta para votar os projetos que tramitam com recursos do Estado no Conselho.

Esta semana, Santos e Boppré também vão participar das audiências públicas regionais para Lei de Diretrizes orçamentárias (LDO) 2013 e Lei Orçamentária Anual (LOA) em São Joaquim, Lages, Taió, Rio do Sul, Ituporanga, Ibirama, Blumenau, Brusque e Grande Florianópolis.

Acompanhe a agenda

Reuniões nas SDRs
11/06/2013 (terça-feira) – Taió
12/06/2013 (quarta-feira) – Ituporanga e Ibirama
13/06/2013 (quinta-feira) – Timbó e Blumenau
14/06/2013 (sexta-feira) – Brusque

Audiências Públicas da ALESC
10/06/13 (segunda-feira) – São Joaquim e Lages
11/06/2013 (terça-feira) – Taió e Rio do Sul
12/06/2013 (quarta-feira) – Ituporanga e Ibirama
13/06/2013 (quinta-feira) – Timbó e Blumenau
14/06/2013 (sexta-feira) – Brusque e Grande Florianópolis

Mais informações
Rosália Dors Pessato
Assessora de Comunicação
Secretaria de Estado do Planejamento
E-mail: rosalia@spg.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3319

A Primeira etapa das obras do Programa de Integração Regional e Desenvolvimento Urbano de Joinville está prevista para ser concluída em dezembro deste ano. As ações de melhoria na mobilidade urbana da maior cidade catarinense estão sendo bancadas com o financiamento de R$ 40 milhões que o Governo do Estado contratou junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Além do empréstimo, existe contrapartida dos governos estadual e municipal, de R$ 20 milhões e R$ 7 milhões, respectivamente.

Para a implementação do Binário do Vila Nova, na zona oeste da cidade, os trabalhos de duplicação da Rua 15 de Novembro estão na fase de drenagem. A via será ligada às ruas São Firmino e Leopoldo Beninca, onde duas pontes de concreto estão sendo erguidas. Com investimentos de R$ 8,5 milhões, a obra pretende desafogar o trânsito entre o bairro Vila Nova e o centro de Joinville.

A Rua Tuiuti, transversal da Avenida Santos Dumont, teve substituída toda a tubulação e agora vem recebendo a primeira camada de asfalto. As ruas Albano Schmidt, Rui Barbosa e Minas Gerais, também serão repavimentadas. Atualmente, vêm sendo executados serviços de drenagem nos locais. Os custos das quatro obras ultrapassam R$ 25 milhões.

Para este segundo semestre, estão previstos o início dos serviços na Rua Nove de Março, o lançamento de editais, bem como a definição de outras ações inseridas no programa. Na via situada no centro da cidade, haverá a ampliação do corredor de ônibus – do terminal central do transporte coletivo até a Rua Henrique Meyer. Para a implantação da faixa exclusiva para coletivos, os investimentos somam R$ 2,6 milhões.

Lançamentos de editais para obras
- Melhorias nos terminais de integração: troca de coberturas das estações Centro e Itaum;
- Medidas moderadoras de tráfego: instalação em 200 unidades escolares;
- Reforma do Museu do Transporte.

Obras em análise pela Secretaria de Infraestrutura
- Eixo Max Colin;
- Eixo Almirante Jaceguay.

Informações adicionais
Glaene Vargas
Secretaria de Desenvolvimento Regional de Joinville
E-mail: glaene@jve.sdr.sc.gov.br
Telefone: (47) 9240-8064

Uma solenidade realizada no início da tarde desta segunda-feira, 10, no Estádio Vendaval, em Biguaçu, com a presença de grande público, inclusive do ex-jogador da seleção brasileira de futebol André Santos, que é natural do município, marcou o início do Campeonato Catarinense Escolar de Futebol – Moleque Bom de Bola, em sua 18ª etapa microrregional. A organização é do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Regional da Grande Florianópolis e Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), com o apoio da Prefeitura Municipal de Biguaçu.

As competições serão realizadas até a próxima sexta-feira, 14, e irão contar com 300 alunos atletas dos municípios de Biguaçu, Florianópolis, Santo Amaro da Imperatriz, Antônio Carlos, São José, Palhoça e Governador Celso Ramos, que irão disputar nas modalidades masculino e feminino.Todos os jogos serão realizados no Estádio Vendaval.

Os vencedores representarão a SDR Grande Florianópolis na etapa Regional Sul, que irá acontecer em Balneário Arroio do Silva, no mês de agosto.Segundo o secretário de Desenvolvimento Regional Renato Hinnig, o campeonato é importante pois estimula a prática esportiva, em especial o futebol, incentivando a descoberta de novos valores. “A Secretaria Regional é parceira nesse processo, contribuindo para que a competição se fortaleça e atinja cada vez mais escolas”, salientou.

Informações adicionais
Patrícia Antunes
Secretaria de Desenvolvimento Regional da Grande Florianópolis
E-mail: ascom@soo.sdr.sc.gov.br
Telefone: (48) 8843-5681

vacina capa noticias

Número representa 175 mil de um total de 382 mil crianças que precisam ser imunizadas contra a paralisia