O Conselho Estadual de Combate à Pirataria (Cecop) premiará os três vencedores do concurso cultural de criação da sua logomarca. O evento será nesta quarta-feira, 2, às 14h30, no auditório da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc). “Agora o Conselho possui um símbolo, que traduz a importância do trabalho desenvolvido. Combater o mercado de produtos piratas é fundamental para o desenvolvimento da economia catarinense”, ressaltou o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Paulo Bornhausen, órgão ao qual o Cecop é vinculado.

O concurso foi lançado em março deste ano e recebeu 24 trabalhos. Em primeiro lugar, foi escolhido o projeto intitulado “Cadeado”, do estudante Roger Costa Pellizzonni, que receberá R$ 6 mil. O segundo lugar vai para Jeany Karla de Sá, que ganhará R$ 3 mil pelo desenho “Nani”, e em terceiro o trabalho “Oscha”, da aluna Gabriela Rodrigues de Sá, cujo prêmio será de R$ 2 mil.

{text}

A partir desta terça-feira, 1º, o Hospital Regional de São José passa a adotar um novo modelo de gestão dos seus leitos hospitalares. O objetivo é aprimorar o controle das internações de curta permanência e dar mais agilidade na liberação de pacientes.

Para isso, foi criada uma equipe multiprofissional vinculada diretamente à direção da instituição, tendo uma enfermeira responsável pela coordenação da busca ativa e diária dos leitos vagos. Esse trabalho até então era realizado pelo Registro Geral do hospital.

“Com esse novo modelo nós pretendemos agilizar o giro e a liberação dos leitos destinados às internações eletivas e de emergência. Será reduzido o tempo de permanência dos pacientes na Emergência Geral e também diminuído as filas de espera para os procedimentos considerados eletivos”, explica a diretora do hospital, Marise Rodrigues.

Além de diminuir o tempo de permanência dos pacientes que passarem por cirurgias eletivas, a busca ativa dos leitos permitirá aprimorar o fluxo do atendimento e uma maior integração entre todas as equipes que atuam na unidade hospitalar.

hospital regional de sao jose 20131001 1034631621
Foto: Paulo Goeth/Secretaria de Estado da Saúde

“Também esperamos ampliar mais 16 leitos para as cirurgias de curta permanência, reduzir custos e contribuir para uma maior rentabilidade do hospital”, diz a enfermeira Marisa Alves dos Santos, responsável pela coordenação do novo modelo de gestão.

O Hospital Regional de São José tem hoje 293 leitos de internação, 1.500 servidores e realiza uma média diária de 600 atendimentos na Emergência Geral.

Informações adicionais:
Ana Paula Bandeira
Secretaria de Estado da Saúde
E-mail:   anap@saude.sc.gov.br
Telefone: (48) 9113-6065

 

As obras das vias marginais na SC-403, rodovia que liga a SC-401 até o bairro dos Ingleses, no Norte da Ilha de Florianópolis, devem ficar prontas até a segunda quinzena de dezembro deste ano, de acordo com a Secretaria de Estado da Infraestrutura. As obras nas vias marginais fazem parte da duplicação da rodovia.

duplicacao da sc-403 20130805 1412907544
Foto: Antonio Carlos Mafalda/SECOM

>>> Veja mais imagens na galeria de fotos

A ideia é antecipar as obras das vias marginais para a chegada do verão, quando o trânsito na região aumenta. Dados do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) apontam que, diariamente, passam 35 mil veículos na rodovia e, na temporada de verão, que vai de dezembro a março, esse número pode dobrar. “Nossa ideia é construir essas marginais antes da chegada dos turistas”, explicou o secretário de Estado da Infraestrutura, Valdir Cobalchini.

As obras de duplicação
A duplicação da SC-403 que liga do trevo da SC-401 até o bairro Ingleses terá 5,2 quilômetros com duas faixas de tráfego em cada sentido divididas por uma barreira de concreto. Nos 3,2 quilômetros de vias marginais, serão construídas calçadas e ciclovias.

A rodovia terá ainda três elevados. O primeiro dará acesso ao bairro Vargem Grande à direita e, à esquerda, ao terminal Integrado de Canasvieira (Tican). O segundo dará acesso ao cartódromo à esquerda, e ao bairro Vargem do Bom Jesus, à direita. O terceiro elevado, sobre a rodovia, dará acesso à Cachoeira do Bom Jesus.

Para dar mais segurança, serão construídas duas passagens subterrâneas para pedestres, sendo uma em frente à Escola Básica Municipal Luiz Cândido da Luz, eliminando o radar existente, já a outra será na Vila União. Ao longo do trajeto serão 10 paradas para ônibus e uma espera central para retorno.

{text}

A Assembleia Legislativa deverá apreciar, esta semana, um projeto de lei (PL) encaminhado pelo Governo do Estado que visa atualizar o valor monetário das taxas estaduais, conforme definido no Código Tributário Nacional. Algumas das taxas estaduais cobradas em Santa Catarina não têm correção do valor desde 2005, o que contraria a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que determina que as previsões de receita observem a variação do índice de preços e do crescimento econômico. A não correção dos valores significa, pela LRF, que o Estado está abrindo mão de receita. Atualmente Santa Catarina arrecada por ano cerca de R$ 400 milhões em taxas, valor que deverá chegar a R$ 435 milhões após a correção monetária. Se aprovado o PL, os novos valores passam a vigorar em janeiro de 2014.

A Secretaria da Fazenda esclarece que não haverá criação ou majoração de tributo: as taxas serão atualizadas somente pela inflação do período, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). As atualizações variam de 8,6% a 54%, dependendo da data em que houve a última atualização monetária. A atualização monetária das taxas deverá corrigir uma situação em que muitas vezes o Estado precisa tirar recursos dos impostos para cobrir serviços específicos. Entre os diversos serviços pelos quais o contribuinte paga taxas, estão a emissão da Carteira Nacional de Habilitação, o licenciamento de veículos e os pedidos de reforço policial para eventos particulares, por exemplo.

No escopo do projeto de lei enviado à Alesc, estão enquadradas também as chamadas taxas de poder de polícia. São atividades em que o Estado exerce fiscalização, como a emissão de alvarás sanitários, alvarás para atividades com grau de periculosidade, como fogos de artifício e produtos inflamáveis, e vistorias em projetos de edificações pelo Corpo de Bombeiros.

Com a recomposição da arrecadação proveniente das taxas, o Estado vislumbra a melhoria da qualidade dos serviços específicos prestados pelo poder público. Além disso, parte da arrecadação com as taxas da Segurança Pública deverá ajudar a custear a folha de pagamento dos servidores da pasta.

Impostos X Taxas: entenda a diferença
Enquanto os recursos arrecadados pelos impostos não têm destinação específica, sendo destinados a serviços universais como saúde, educação e segurança, as taxas estaduais servem para remunerar serviços que o Estado presta ou coloca à disposição do contribuinte – que podem ser serviços diretos ou de fiscalização.

Assessoria de Comunicação SEF
Aline Cabral Vaz/Cléia Schmitz
avaz@sef.sc.gov.br/cschmitz@sef.sc.gov.br
48.3665.2572/2575

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) destinará R$ 598 mil para projetos que buscam melhorar a qualidade dos cursos de graduação dos 12 centros da instituição, por meio do Edital do Programa de Apoio ao Ensino de Graduação (Prapeg) nº 01/2013.

Cerca de 30% do montante (R$ 168 mil) financiará projetos das direções de Ensino com atividades pedagógicas e/ou aquisição de equipamentos para modernizar laboratórios dos cursos.

A distribuição será igual para os 12 centros, com R$ 14 mil para cada.

A quantia restante, de R$ 430 mil, será repassada aos centros conforme o número de cursos de graduação oferecidos. De acordo com o edital, há 43 em vigência e cada um receberá R$ 10 mil.

Período de inscrições tem três dias
Todos os professores efetivos da graduação podem apresentar um projeto para financiamento do Prapeg entre 22 e 24 de outubro, devendo se inscrever nos departamentos.

A divulgação da lista de aprovados está marcada para 16 de dezembro e a liberação dos recursos ocorrerá até 28 de fevereiro.

Leia mais:
18/2/2013 - Udesc investirá R$ 10,5 milhões em programas de apoio ao ensino, pesquisa e extensão e nas bolsas para alunos

Assessoria de Comunicação da Udesc
Jornalista Rodrigo Brüning Schmitt
E-mail: rodrigo.schmitt@udesc.br
Telefones: (48) 3321-8142/8143

As inscrições do Vestibular de Verão 2014 da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) terminam daqui a duas semanas, em 14 de outubro, e devem ser feitas no site www.vestibular.udesc.br. Essa data será o último dia para pagar a taxa de inscrição, de R$ 90.

Os candidatos que obtiveram isenção da taxa pelo critério socioeconômico ou por doação de sangue precisam efetivar sua participação no vestibular, devendo também se inscrever na internet.

A Coordenadoria de Vestibulares e Concursos da Udesc recomenda a todos os candidatos que leiam com bastante atenção o edital, que traz informações detalhadas da seleção, e o Guia do Vestibulando, que apresenta um resumo dos cursos.

Provas
As provas serão aplicadas em 10 de novembro, das 9h às 12h30 e das 15h às 19h30, em oito cidades de SC: Balneário Camboriú, Chapecó, Florianópolis, Ibirama, Joinville, Lages, Laguna e São Bento do Sul. A confirmação do local será divulgada a partir de 28 de outubro.

Na parte da manhã, os candidatos terão de responder 50 questões objetivas, sendo 14 de Biologia, 14 de Matemática, 14 de Português e oito de Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol).

À tarde, haverá redação sobre atualidades e conhecimentos gerais, além mais 50 questões objetivas: 14 de Física, 14 de Química, 11 de História e 11 de Geografia.

A lista dos classificados em primeira chamada será divulgada até 6 de dezembro na Reitoria da Udesc, em Florianópolis, e no site do vestibular. A matrícula deverá ser feita em 4 e 5 de fevereiro.

Vagas e cotas
O Vestibular de Verão 2014 tem 1.237 vagas em 46 cursos gratuitos de graduação oferecidos pela instituição em 11 unidades no Estado.

Isso representa 75% do total de vagas, pois as 25% restantes serão preenchidas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), com notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Os únicos cursos que oferecem 100% das vagas são Teatro e os de Música (Licenciatura e Bacharelado), pois exigem também uma prova de habilidade específica (prova prática).

A Udesc manterá o sistema de cotas no vestibular, pelo Programa de Ações Afirmativas. Do total de vagas por curso, 30% estão reservadas: 20% para candidatos que tenham cursado integralmente o ensino fundamental e médio em instituições públicas de ensino e 10% para candidatos negros.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (48) 3321-8098 e 8147, das 13h às 19h, e pelo e-mail vestiba@udesc.br. Acompanhe as notícias do vestibular pelo Twitter e pelo Facebook.

Assessoria de Comunicação da Udesc
Jornalista Thiago Augusto
E-mail: thiago.augusto@udesc.br
Telefones: (48) 3321-8142/8143

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), por meio da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Comunidade (Proex), promove de 7 a 9 de outubro o ciclo de estudos Fronteiras do Pensamento Santa Catarina, no Auditório da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), em Florianópolis.

“A realização do evento foi possível com a captação de recursos externos, que é uma das metas da atual gestão. Os recursos foram repassados pela Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte”, diz o pró-reitor de Extensão, Cultura e Comunidade, Mayco Nunes.

A terceira edição do projeto, com palestras do economista e ex-prefeito de Bogotá Enrique Peñalosa, o físico Marcelo Gleiser e o psicanalista Contardo Calligaris, abordará as temáticas de mobilidade urbana, origens do universo e dos seres, além do comportamento humano na visão da psicanálise.

O tempo total de palestra é de uma hora e meia com espaço aberto ao público para participar com perguntas aos conferencistas. É possível optar por ingressos unitários ou passaporte para os três dias de conferência.

Sobre o evento
O Fronteiras do Pensamento é um projeto cultural múltiplo que aposta na liberdade de expressão intelectual e na educação de qualidade como ferramentas para o desenvolvimento. O evento reúne intelectuais renomados, nacionais e internacionais, que possuem abordagens singulares em suas áreas de conhecimento, provocando reflexão sobre tendências e ideias da atualidade.

Palestrantes

7 de outubro - Enrique Peñalosa
Quem abre o ciclo de palestras é o colombiano Enrique Peñalosa, com o tema “uma cidade mais sustentável”. Como prefeito de Bogotá, entre 1998 e 2001, Peñalosa implantou um sistema de transporte coletivo que hoje é considerado modelo. O ex-prefeito resolveu o problema do trânsito da cidade sem alargar avenidas, mas construindo 350 km de ciclovias e calçadas largas e com a proibição de que os carros estacionassem nas ruas.

8 de outubro - Contardo Calligaris
O psicanalista freudiano Contardo Calligaris é uma das caras marcadas quando o assunto são as complicações psíquicas do povo brasileiro. O psicanalista e escritor se tornou conhecido pela coluna que escreve desde 1999 no caderno Ilustrada, do jornal Folha de S. Paulo, em que analisa temas do cotidiano do Brasil. Nela, escreve sobre política, economia, cultura e comportamento, e sobre relacionamentos amorosos. Seus livros de destaque são Cartas a um jovem terapeuta, Conto do Amor e A mulher de vermelho e branco.

9 de outubro - Marcelo Gleiser
Marcelo Gleiser vem a Florianópolis com o Fronteiras do Pensamento para ministrar palestra sobre “A origem do Universo”. Talvez o personagem científico mais conhecido do Brasil, Gleiser ganhou projeção por sua coluna na Folha de São Paulo, participação no Fantástico e em diversos programas de televisão ao redor do mundo.

Serviço:
O QUÊ: Fronteiras do Pensamento.
QUANDO: 7,8 e 9 de outubro, às 20h.
ONDE: Auditório da Fiesc (Rod. Admar Gonzaga, 2765 – Itacorubi -Florianópolis – SC).
QUANTO: Ingressos podem ser adquiridos na Blueticket por R$ 40 por conferência ou R$ 100 o pacote. Estudantes, professores e portadores de necessidades especiais têm direito à meia-entrada.

Outras informações no (48) 4062-0065 ou no site http://fronteiras.com/florianopolis/

Assessoria de Comunicação da Udesc
Jornalista Thiago Augusto
E-mail: thiago.augusto@udesc.br
Telefones: (48) 3321-8142/8143

A Secretaria de Estado da Saúde informa, a seguir, a situação da emergência do hospital Celso Ramos nesta segunda-feira, 30 de setembro.

Nesta segunda-feira, 30, até o final da manhã, a emergência do Hospital Celso Ramos, em Florianópolis, estava atendendo 10 pessoas. A situação é de normalidade. Segundo informações da instituição. Nas últimas 24 horas, o Celso Ramos recebeu, na Emergência, 167 pessoas. Deste total de atendimentos, 74 são do setor de ortopedia, que, em geral, envolve pessoas que sofreram acidentes de trânsito. 

A Secretaria de Estado da Saúde orienta a população a primeiro procurar os centros de saúde dos seus municípios. Os postos de saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão aptos a atender situações de urgência, que são aqueles em que a pessoa não corre riscos. São casos, por exemplo, de febre e dores generalizadas. Os casos mais graves serão encaminhados para os hospitais.

Informações adicionais:
Ana Paula Bandeira
Secretaria de Estado da Saúde
E-mail:  anap@saude.sc.gov.br
Telefone: (48) 9113-6065

 

Estão abertas as inscrições para o 4º Fórum de Museus de Santa Catarina, que será de 4 a 6 de novembro de 2013, em Florianópolis. O evento bianual é promovido pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), por meio do Sistema Estadual de Museus (SEM/SC), e ocorrerá no Centro Integrado de Cultura (CIC). As inscriçõee podem ser feitas no site oficial do evento.

O objetivo do evento é debater políticas públicas para as instituições museológicas, além de fortalecer e ampliar a rede colaborativa entre os seus profissionais. O debate da quarta edição do encontro irá focar a construção do Plano Setorial de Museus de Santa Catarina. Na oportunidade, serão submetidas à aprovação e validação da plenária as diretrizes, estratégias e ações já discutidas nos sete Fóruns Regionais de Museus, realizados nos meses de agosto e setembro deste ano.

A programação do Fórum inclui ainda conferências, painéis, lançamento de publicações e a eleição do Comitê Gestor do SEM para o biênio 2014/2015.

Sobre o SEM/SC
O Sistema Estadual de Museus (SEM/SC), vinculado à Diretoria de Preservação do Patrimônio Cultural da Fundação Catarinense de Cultura (DPPC/FCC), é uma rede organizada, baseada na adesão voluntária, que reúne e articula as instituições museólogicas no Estado de Santa Catarina. Visa, principalmente, à coordenação, articulação, mediação, qualificação, fortalecimento e à cooperação entre os museus. Atualmente, reúne 176 instituições museológicas, públicas e privadas, de 96 municípios (dado de abril de 2013).

Serviço:
O quê: 4º Fórum de Museus de Santa Catarina
Quando: de 4 a 6 de novembro de 2013
Onde: Centro Integrado de Cultura (CIC) - Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis/SC
Inscrições: pelo site oficial do evento
Informações: (48) 3953-2374 | 3953-2375 | forumdemuseus@fcc.sc.gov.br

O governo do Estado autorizou o início da reforma na Escola de Educação Básica José Marcolino Eckert, de Pinhalzinho. Serão investidos R$ 25,1 mil para a substituição do telhado da escola. As obras devem estar prontas em dois meses. O secretário regional de Maravilha, Valci Dal Maso, entregou a ordem de serviço na última sexta-feira, 27.

O gerente de Educação Almir Da Rosa explica que o atual telhado será substituído por telhas de fibrocimento num total de 397,5 m². Acompanharam o ato, além do secretário Regional Valci Dal Maso e do gerente de Educação Almir Da Rosa, o diretor Geral da SDR Maravilha Vilson Warmling; equipe da Gerência de Educação; equipe da unidade escolar; Associação de Pais e Professores; prefeito de Pinhalzinho, Fabiano da Luz, e comunidade escolar.