Compartilhe


Fotos: Polícia Civil/SC

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Canoinhas, deflagrou na manhã desta quinta-feira, 14, a Operação Reprobus (em latim, significa Santo São Cristovão, fazendo clara alusão ao bairro onde há a maior concentração de integrantes de grupo criminoso), que visa o cumprimento de diversos mandados de prisão e busca e apreensão em Canoinhas e cidades próximas. Ao todo, foram cumpridos 64 mandados de prisão e 36 mandados de busca e apreensão.

Também foram lavrados três autos de prisão em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo e tráfico de drogas. Foram apreendidas drogas e quatro armas de fogo.

De acordo com o delegado Rui Orestes Kuchnir, após intenso trabalho investigativo, a DIC Canoinhas identificou um núcleo da organização criminosa que age dentro e fora do sistema prisional catarinense e está diretamente ligada ao tráfico de drogas, armas e homicídios na região. “Além do mais, a referida organização criminosa é responsável pelos ataques a diversos órgãos estatais e atentados contra agentes públicos ocorridos nos últimos dias em Santa Catarina”, explica.

A operação contou com o apoio de aproximadamente 180 policiais civis de diversas regiões do estado e ocorreu, principalmente, nas cidades de Canoinhas e Três Barras. Também houve diligências nas cidades de São Francisco do Sul, Mafra, Chapecó, Joinville, Itajaí e Palhoça.

Leia mais sobre operações contra a criminalidade:

>>> Polícia Militar apresenta novo balanço da Operação Mão Forte: 175 pessoas presas/apreendidas

>>> Operações da Polícia Civil resultam em mais de 100 prisões em dois dias, além de apreensão de armas e drogas

Informações adicionais para a imprensa
Clarissa Margotti
Assessoria de Imprensa
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-2313 / 99968-9600
Site: www.policiacivil.sc.gov.br