Compartilhe


Imagens / Reprodução

O estoque de medicamentos nas unidades de Secretaria da Saúde de Santa Catarina chegou a 81% em pouco menos de 90 dias. Em janeiro deste ano, o estoque de medicamentos era de 36% do planejamento previsto, de acordo com os dados da própria Secretaria. Na última segunda-feira, 9, o percentual chegou a 81% de abastecimento.



"Estabeleci a saúde como prioridade das ações do governo. Vamos repor o estoque de medicamentos e insumos. Compramos melhor e por isso pagamos menos", ressaltou o governador. 

A meta, segundo o secretário de Saúde de Santa Catarina, Acélio Casagrande, é chegar aos 90% de estoque em breve. “O nosso compromisso é com uma gestão que preze pela eficiência pelo atendimento de qualidade à população catarinense. Ampliamos o número de profissionais qualificados, que buscam as melhores ferramentas para elevar o número de estoques. Isso nos deu a condição de elevar mais de mil cirurgias/mês nos nossos hospitais”, informou o secretário

>>> Ouça o boletim da Rádio Secom sobre o assunto

RAPIDEZ

O número de materiais adquiridos pela Secretaria (gazes, seringas, aventais, entre outros) quase triplicou em apenas três meses: um salto de 23% para 66%. O resultado é fruto de um diagnóstico e de um detalhado plano de gestão realizado pelos setores de Planejamento, Licitações e de Compras da SES, que inclui a desburocratização das compras.



“Redesenhamos os processos de aquisição, mantendo tudo dentro da lei, mas eliminando etapas desnecessárias”, destaca Carla Gianni da Rocha, gerente de aquisições e licitações da SES. “Além disso, o secretário assina diariamente as habilitações, o que traz ainda mais celeridade aos processos”.

Apenas em medicamentos são 672 itens adquiridos, enquanto que em relação aos materiais esse número ultrapassa os 1,4 mil itens.

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Comunicação - Secretaria de Saúde
(48) 3664-8820