Compartilhe

Foto: Jeferson Baldo/Secom

A equipe de transição indicada pelo governador eleito Carlos Moisés da Silva fez a sua primeira reunião de trabalho completa na tarde desta quarta-feira, 07, na sala de reuniões da Secretaria de Estado da Fazenda. O encontro foi organizado pelo coordenador do grupo, professor Luiz Felipe Ferreira, e contou com uma breve aparição do governador eleito, que agradeceu o empenho de todos e salientou a importância de um diagnóstico preciso da máquina pública para a tomada futura de decisões.

>>> Governador eleito divulga nomes da equipe de transição

Os membros da equipe fizeram pequenas introduções das suas trajetórias profissionais e, em seguida, ouviram instruções por parte do coordenador de como será a dinâmica de trabalho daqui para a frente.

“É importante que haja uma sinergia entre todos os envolvidos no processo. Esse encontro serviu para um conhecimento mútuo. O nosso objetivo é oferecer uma visão de futuro para Santa Catarina”, disse Ferreira.

Também durante a reunião, o diretor de dívida pública da Secretaria de Estado da Fazenda, Wanderlei Pereira das Neves, fez uma apresentação da situação das contas públicas e os desafios financeiros para os próximos quatro anos.

Detalhes do processo

Após a reunião, o coordenador deu detalhes do funcionamento do processo de transição, com uma divisão em três grupos. O primeiro deles é chamado de “estratégico”, formado pelo círculo mais próximo de Moisés: Luiz Felipe Ferreira, Fabiano Ramalho, Marcelo Haendchen Dutra, Valdez Rodrigues Venâncio e Jorge Eduardo Tasca. Eles são responsáveis pela análise final das informações e aconselhamento direto do governador eleito.

O segundo grupo é formado por técnicos de diversos órgãos, responsáveis pela construção da rede de informações que fará o diagnóstico completo da situação do Estado. Por fim, o terceiro grupo é composto de uma rede de especialistas para auxiliar nas particularidades de cada uma das secretarias de Estado.