O governador Raimundo Colombo reunirá os prefeitos dos cinco municípios da Agência de Desenvolvimento Regional de Curitibanos nesta quinta-feira, 29, às 17 horas, no auditório do Hotel Gaboardi, para apresentar a segunda edição do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam). O programa foi criado pelo Governo do Estado para impulsionar o desenvolvimento dos municípios catarinenses. Neste ano, o Fundam terá investimentos de R$ 700 milhões nos 295 municípios catarinenses.

No encontro, os prefeitos conhecerão o funcionamento desta segunda edição do programa e o balanço do que foi realizado na primeira. Na região de Curitibanos foram disponibilizados na primeira edição do Fundam, mais de R$ 8,7 milhões, para pavimentação de ruas, aquisição de máquinas, equipamentos, veículos e construção de praça.

Serviço:
O quê: apresentação do Fundam 2
Quando: quinta-feira, 29, às 17h
Onde: Hotel Gaboardi – Rua Praça da República, 200 - Curitibanos

Informações adicionais para a imprensa:
Fabio Claudino Fontana
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Curitibanos
E-mail: ascom@cbs.sdr.sc.gov.br
Telefone: (49) 3412-3011 / 98839-0615
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrcuritibanos

O governador Raimundo Colombo apresentará nesta quinta-feira, 29, no auditório Plínio Linhares, no Center Shopping em Araranguá, a segunda edição do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam). O evento está marcado para as 9h30 e será voltado aos 15 prefeitos da Associação dos Municípios do Extremo-Sul (Amesc) e imprensa Regional.

Na primeira edição do Fundam foram investidos R$ 606 milhões em diferentes áreas, especialmente saúde, educação, saneamento básico e infraestrutura, em todo o Estado. O investimento previsto para a segunda edição do programa é de R$ 700 milhões, sendo que o projeto foi aprovado pela Assembleia Legislativa na última quarta-feira, 21. A meta é contemplar todos os 295 municípios catarinenses, assim como ocorreu na primeira edição, garantindo autonomia para que cada prefeitura escolha o investimento a ser feito dentro das áreas previstas.

O secretário executivo da ADR Araranguá, Heriberto Afonso Schmidt, destaca a importância deste momento para as prefeituras do Extremo-Sul. “Enfrentamos uma crise financeira em todo o país, que refletem em todos os setores. Por meio do Fundam, o governador Raimundo Colombo proporciona autonomia para que os prefeitos possam realizar obras e serviços que a população reivindica, injetando inclusive recursos na economia da região”, concluiu.

Heriberto lembra que nos municípios de abrangência da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá o investimento na primeira edição do Fundam foi superior a R$ 30 milhões, com recursos aplicados em todos os 15 municípios. Foram pavimentados cerca de 30 quilômetros de estradas, construídos um centro de educação infantil e um complexo esportivo, adquiridos um ônibus escolar, um caminhão caçamba e um trator equipado com carreta agrícola, e uma máquina varredora coletora para limpeza urbana.

Informações adicionais para a imprensa
Leneza Della Krás
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Araranguá
E-mail: imprensa@aru.sdr.sc.gov.br
Telefones: (48) 3529-0100/(48) 99148-1191
Site: www.sc.gov.br/regionais/ararangua
Facebook: www.facebook.com/regional.ararangua

 

 

O governador do Estado de Santa Catarina, Raimundo Colombo, apresenta a segunda edição do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam), na próxima quinta-feira, 29, na Câmara de Vereadores de Videira. A reunião está programada para às 14h e mobilizará os secretários executivos de Videira, Euro Vieceli e Caçador, Imar Rocha, além dos prefeitos, presidentes dos legislativos, e demais convidados dos 14 municípios que são representados pela Associação de Municípios do Alto Vale do Rio do Peixe (Amarp).

Com previsão de investimento nesta segunda edição do Fundam de aproximadamente R$ 700 milhões, o governador aproveitará a reunião para explicar os objetivos e a funcionalidade do programa. A proposta é que os gestores das ADRs façam um trabalho coletivo junto às equipes dos municípios para que montem os projetos dentro das características previstas.

Na primeira edição do programa foram investidos R$ 606 milhões em diferentes áreas, especialmente saúde, educação, saneamento básico e infraestrutura. O destino de cada investimento é uma decisão do município, modelo que deve ser repetido nesta segunda edição e sem a obrigatoriedade de contrapartidas por parte das prefeituras.

Integram a Amarp os municípios de Arroio Trinta, Caçador, Calmon, Fraiburgo, Ibiam, Iomerê, Lebon Régis, Macieira, Matos Costas, Pinheiro Preto, Rio das Antas, Salto Veloso, Timbó Grande e Videira. 

Obras na região serão acompanhadas

Além deste encontro, o governador Colombo vai acompanhar o andamento dos trabalhos de infraestrutura desenvolvido na região, em especial, a revitalização da SC-135 de Videira à Tangará. Para o secretário executivo, Euro Vieceli, são obras que recebem investimentos significativos do Governo do Estado. “São aproximadamente R$ 80 milhões investidos nessa obra que melhorará a mobilidade e contribuirá, de sobremaneira, com o desenvolvimento regional”,in finalizou.

Mais informações para a imprensa:
Josiane Zago
Assessoria de Comunicação
SDR Videira
E-mail: imprensa@vii.sdr.sc.gov.br
Fone: (49) 3533-5417 / 98839-1506 / 99171-7885
Site: sdrs.sc.gov.br/sdrvideira


Foto: James Tavares / Secom

No Com a Palavra dessa semana, o governador Raimundo Colombo falou sobre o turismo de inverno, com a inauguração da revitalização urbana do Centro de São Joaquim, na Serra Catarinense; os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e as exportações do setor de suinocultura que acumulam 113,2 mil toneladas entre janeiro e maio deste ano. Colombo disse que as exportações, como um todo, foram um importante caminho para manter o dinamismo econômico do Estado diante da crise.

Depois das chuvas que atingiram dezenas de municípios no estado, Raimundo Colombo disse no programa no Com a Palavra, o Governador dessa sexta-feira, 16, que o sistema de operação das barragens, no Vale do Itajaí, cumpriu a função estratégica de proteger a população dos estragos provocados pelas cheias. “Nossa equipe conseguiu trabalhar com uma segurança maior e o sistema diminuiu o nível da lamina de água em municípios como Rio do Sul, o que significa que milhares de pessoas não sofreram como antes. Mas ainda há muito o que fazer na reconstrução e na recuperação da malha viária do estado”, completou.


Foto: Julio Cavalheiro/Secom

Inovação é outro tema da entrevista, que foi gravada em Lages, na Serra catarinense. Colombo destacou investimentos do Estado em projetos como o Entra21, que capacita jovens para o mercado de trabalho no setor da tecnologia da informação. “É a economia do futuro e uma área promissora onde o talento e as ideias criativas são reconhecidos”, disse.

Ao encerrar, o governador informou que serão retomadas as audiências do Fundam II, para discussão com os prefeitos sobre o formato da nova edição do programa. “O tempo ruim das últimas semanas não nos permitiu dar sequência aos encontros, mas agora vamos voltar de forma muito firme para que, em breve, os recursos possam estar chegando aos municípios de todo o estado”, concluiu.

A entrevista pode ser acessada nos canais oficiais do Governo do Estado no Vimeo, no Youtube e na Rádio Secom.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018/8843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e  @GovSC


Foto: James Tavares / Secom

O governador Raimundo Colombo destacou, em programa semanal, a segunda maior apreensão de drogas no Estado e o Atlas da Segurança, que colocou duas cidades no ranking das mais seguras do Brasil: Jaraguá do Sul e Brusque. Assuntos como os cinco primeiros meses na economia catarinense e a visita às cidades atingidas pelas enchentes também foram destaque no Com a Palavra, o Governador.

Jaraguá do Sul e Brusque ocuparam o primeiro e segundo lugar, respectivamente, como as mais seguras do Brasil e Blumenau em 21º, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. “São dados animadores e isso fortalece o ânimo de toda a nossa equipe da segurança, que está fazendo um bom trabalho. O problema da segurança pública, do aumento da violência é uma coisa que está muito grave na sociedade brasileira, inclusive mundial, com vários atentados que a gente vê acontecendo em vários lugares do mundo”, contou Colombo.

“Temos soldados em formação e assinei a contratação de diversos delegados e agentes da polícia civil. Nós temos que continuar esse trabalho e esse esforço e não podemos nos acomodar”, concluiu o governador.

Ainda na Segurança Pública, o governador falou sobre a apreensão de drogas realizada pelas Polícias Civil e Rodoviária Federal. Na operação foram apreendidas armas, munições, e drogas como maconha e haxixe. “Em maio nós fizemos a maior apreensão de drogas da história de Santa Catarina e em junho a segunda maior. Juntas, dão 10 toneladas de maconha”.

Sobre a economia catarinense, Colombo se mostrou otimista na recuperação do cenário que atingiu a população brasileira nos últimos anos e que, mesmo assim, Santa Catarina manteve bons números de empregos, produção, a retomada da indústria e a temporada de verão que ajudou na economia. “Eu sou otimista e não tenho dúvida que o cenário é para crescimento. Baixou a taxa de juros e o dólar está em um patamar favorável para exportação. Eu torço que isso se acentue e que tenhamos um segundo semestre bem mais positivo para fazer com que o Brasil saia desse atoleiro que entrou na economia e que prejudicou todos nós”.

O programa encerrou com o balanço da visita do governador em algumas cidades atingidas pelas fortes chuvas, que causaram enchentes e deslizamentos de terra, atingindo até sexta-feira, 9, 31,8 mil pessoas. “O volume de chuvas foi histórico. No Vale do Itajaí as barragens cumpriram um papel muito importante e nós conseguimos atuar de forma muito forte e minimizou”.

A íntegra da entrevista está nos canais oficiais do Governo do Estado no Vimeo e no Youtube.  Acesse o programa Com a Palavra, o Governador também pela Rádio Secom.

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e  @GovSC


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

O balanço da situação das chuvas em Santa Catarina foi o principal assunto do programa Com a Palavra, o Governador desta semana. O governador Raimundo Colombo disse que a Defesa Civil no Estado e nos municípios está em alerta e pronta para atuar com base nas informações do sistema de monitoramento. “O alerta se mantém para a semana que vem, porque ainda há previsão de muita chuva. Como o solo estará encharcado, os rios e as barragens com um grande volume de água, os riscos de deslizamentos e enchentes aumentam”, frisou Colombo.

O governador reforçou que as barragens sobrelevadas do Vale do Itajaí já cumpriram um papel importante e responderam de forma muito positiva em relação ao controle do volume da água nos rios. 

Durante a entrevista, Colombo também falou de outra medida do Governo do Estado, por consequência do excesso de chuvas em todas as regiões de Santa Catarina. Uma ação conjunta entre a secretaria de Estado da Infraestrutura, as Agências de Desenvolvimento Regional e o Deinfra definiu uma recuperação emergencial das rodovias catarinenses que foram danificadas pelo excesso de água. “O asfalto sofre um desgaste causado por esse alto volume de chuva e, por isso, de forma antecipada, vamos dar toda a condição e oferecer os recursos para os reparos necessários, com foco na segurança de quem trafega pelas nossas estradas”, explicou.

Colombo também falou da entrega da ordem de serviço para a construção do elevado da BR-280. A obra será em Guaramirim, no entroncamento com a SC-108, acesso a Massaranduba e Blumenau. O investimento é de R$ 41,2 milhões do Governo do Estado pelo Pacto por Santa Catarina.

A íntegra da entrevista está nos canais oficiais do Governo do Estado no Vimeo e no Youtube.  Acesse o programa Com a Palavra, o Governador também pela Rádio Secom.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018/8843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e  @GovSC


Foto: James Tavares / Secom

Os principais assuntos da entrevista semanal do governador Raimundo Colombo, desta sexta-feira, 26, foram investimentos no setor da Educação, incluindo a inauguração de uma escola para 700 alunos em Garopaba, no Sul do Estado e a instalação do radar do Oeste, que avança para a fase onde será feita a ligação da antena com a central de controle do equipamento. O radar vai funcionar em Chapecó e garantir mais 43% de cobertura do território catarinense.

“É fundamental a integração deste radar ao sistema que já conta com o equipamento instalado no município de Lontras, não só pela abrangência, mas pela qualidade das informações que chegarão à nossa Defesa Civil, no sentido de alertarmos a população e evitarmos as consequências mais severas de eventos climáticos com alto potencial de estragos em nosso Estado”, comentou o governador destacando também o sistema de envio de alertas via SMS que já está sendo testado em algumas regiões e que será implantado em todo o Estado.

Colombo destacou também os atos do roteiro pelo Sul do Estado com a inauguração da escola de Educação Básica Prefeito Luiz Carlos Luiz, em Garopaba. A nova unidade de ensino médio integral conta com 12 salas de aula; sete laboratórios (dois de informática, matemática, química, física, biologia e línguas); ginásio de esportes; teatro de arena e auditório com capacidade para 161 pessoas. A escola possui ainda centro de convivência com área de alimentação e biblioteca, além do setor administrativo e sala dos professores. O governador reforçou que esse ano já foram entregues seis escolas no mesmo padrão. “É um ganho em qualidade com uma estrutura completa que motiva os alunos, os pais e os professores”, afirmou. 

Ainda no Sul do Estado, o governador assinou a ordem de serviço para asfaltamento do acesso ao Farol de Santa Marta, em Laguna e apresentou em Tubarão a segunda edição do Fundam a prefeitos e lideranças da região Sul.

A íntegra do programa Com a Palavra, o Governador está nos canais oficiais do Governo no Youtube e no Vimeo. A entrevista, na versão áudio, está disponível na Rádio Secom.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018/8843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e  @GovSC

O secretário da Fazenda Antonio Gavazzoni apresentou ao governador Raimundo Colombo, nesta segunda-feira, dia 22, o pedido de exoneração do cargo, para cuidar de sua defesa em função de seu nome ter sido citado em delação da empresa JBS. Colombo lamentou a decisão do secretário Gavazzoni em deixar a pasta que comandava desde 2013. “Ele foi uma das pessoas mais brilhantes, mais inteligentes, mais dedicadas do governo”.

O novo secretário de Estado da Fazenda será o auditor fiscal Almir Gorges, profundo conhecedor do fisco catarinense. Gorges nasceu em 1º de janeiro de 1956, em Imbuia, no Alto Vale do Itajaí, e reside em Timbó. Graduado em Direito e Administração, com especialização em Contabilidade, foi auditor fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina por 39 anos (1978-2016). Em dezembro passado, decidiu se aposentar depois de cinco anos no cargo de secretário adjunto da pasta, para se dedicar ao direito em um escritório de advocacia com a filha. 

Grande defensor da melhoria dos processos e da produtividade, Almir Gorges implantou o “Estado na Medida”, programa lançado em junho de 2015 com o objetivo de modernizar e qualificar a gestão pública de Santa Catarina. Gorges também é referência nacional quando o assunto é ICMS. Seu livro “Dicionário do ICMS – O Seu Plantão de A a Z” já está na 14ª edição. Ele retorna aos quadros da Secretaria por convite do governador Raimundo Colombo.

Sobre a atuação de Gavazzoni no Governo do Estado, Colombo lembrou que ele teve participação extraordinária em questões seríssimas do Governo do Estado sempre alcançando resultados positivos. Uma das mais delicadas e que permitiu que o Estado mantivesse o equilíbrio de suas finanças foi a renegociação da dívida com a União. “Santa Catarina liderou a renegociação devido à habilidade de Gavazzoni que tomou para si a responsabilidade de buscar uma solução justa e equilibrada que contemplasse não só as demandas de Santa Catarina, mas também dos outros estados junto ao governo Federal.”

Outra ação importante comandada por Antonio Gavazzoni foi o Plano de Demissão Incentivada que trouxe equilíbrio para as contas públicas. “É preciso destacar a sua correção, a sua dedicação e a sua contribuição para o estado de Santa Catarina.”

O governador disse que entende a decisão de Gavazzoni em deixar a pasta para cuidar das questões jurídicas mas lamenta sua saída porque ele foi uma das pessoas que mais cooperou com o Governo do Estado. “Gavazzoni tem um potencial extraordinário e eu insisto que ele não abandone a vida pública e continue ajudando Santa Catarina.”

>>>Ouça a fala do governador Raimundo colombo sobre a saída de Gavazzoni

Governo do Estado de Santa Catarina

Nota à imprensa

"Nesse tempo em que fui secretário de Estado e presidente de estatal me concentrei sempre em enfrentar problemas e crises. Nunca fui seduzido por assuntos que gerassem publicidade positiva, como inaugurações ou festas políticas.

Zelei cada dia pelo interesse público, trabalhei dando toda minha força, energia, conhecimento e capacidade para enfrentar grandes problemas públicos, desde a crise econômica e climática de 2008, depois à frente do grupo Celesc e, sobretudo, na Secretaria da Fazenda nestes últimos anos da pior crise econômica que o país e o Estado já viveram em toda sua história. Vencemos por não aumentar impostos nem atrasar salários.

Se isso tivesse ocorrido, a Segurança, a Saúde e a Educação teriam entrado em colapso, como aconteceu em vários estados. O progresso econômico e social estaria severamente comprometido.

Porém, apesar de todo meu entusiasmo pelas missões públicas, neste momento não tenho forças para seguir comandando os homens e mulheres de grande capacidade técnica que pertencem aos quadros da Fazenda.

Não vou descansar, mas me dedicar a mostrar a cada pessoa que confiou em mim ao longo desses 11 anos, que nada do que foi dito por criminosos confessos é verdadeiro. Todos os encontros narrados foram presenciados por terceiros que testemunharão para esclarecer a verdade. Os heróis brasileiros em que se transformaram os Procuradores da República e os Magistrados sabem e saberão julgar aqueles com quem lidam. Esses criminosos confessos, que buscam a qualquer preço montar versões que justifiquem a troca de penas alongadas por liberdade e vida milionária no exterior, não podem vencer.

Na nossa vida tudo tem um limite. A minha enérgica disposição para enfrentar problemas no Estado encontrou o seu: os dois fatos envolvendo questões eleitorais, injustas e improcedentes quando citam meu nome e, por isso, doloridas. Abro mão do foro privilegiado porque nada temo. Agradeço ao governador Raimundo Colombo pela confiança e amizade recíprocas, bem assim a todos os colegas de Governo.

Tenho Deus por testemunha de minhas palavras e, mesmo passando por tudo isso, só agradeço às amizades e simpatias que conquistei."

Antonio Marcos Gavazzoni
22 de maio de 2017


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

O governador Raimundo Colombo abriu a edição dessa semana do programa Com a Palavra, o Governador falando da importância do status sanitário de Estado livre de febre aftosa sem vacinação, que Santa Catarina conquistou há 10 anos. "Ainda hoje colhemos frutos positivos dessa conquista que ampliou as oportunidades no mercado internacional para os produtos catarinenses. Prova disso é o que ocorre com o setor da carne que exporta para Japão, mercado extremamente exigente", disse Colombo.

O governador informou ainda que uma missão coreana esteve em Santa Catarina inspecionando frigoríficos catarinenses que estarão habilitados para fornecer carne a Coreia do Sul. "E para manter essa condição sanitária de excelência, o Estado também investe fortemente nas barreiras de fiscalização. Esse é um trabalho que mantém o Estado livre de doenças para continuar se destacando e fortalecendo as exportações", acrescentou.

Os temas que completaram a entrevista da semana foram as obras na SC-477 ligando o Vale do Itajaí ao Planalto Norte e a apresentação da segunda edição do Fundam aos gestores municipais em todas as regiões do Estado. "Estamos mostrando o que já foi possível realizar com o Fundam I e ao mesmo tempo ouvindo sugestões para melhorar o programa. Tenho certeza que virão ideias produtivas que vão contribuir para uma edição ainda mais positiva em todos os municípios catarinenses", concluiu Colombo.

A íntegra do programa está disponível nos canais oficiais do Governo no Vimeo e no Youtube. A Rádio Secom disponibiliza a versão em áudio.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018/8843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e  @GovSC