Foto arquivo: Divulgação / Fesporte 

Depois de rodar o Brasil e visitar 10 cidades candidatas, o COB definiu Blumenau como a sede dos JEJs. Além disso, Cascavel (PR), Natal (RN) e Palmas (TO) receberão, em setembro, as três fases classificatórias regionais da competição. Os principais critérios para a definição das sedes foram as garantias governamentais de atendimento ao caderno de encargos, sessão dos locais de competição e centro de convenções (etapa nacional) e disponibilidade e tarifa da rede hoteleira.

Além de Blumenau, Palmas e Cascavel receberão pela primeira vez o evento. “É um feito histórico para Santa Catarina, em especial para Blumenau, ser escolhida como sede nacional da competição escolar mais importante do Brasil. Nos últimos anos, nosso Estado tem sido referência para o COB e para o Brasil e esta escolha, sem dúvida, vem corroborar com este reconhecimento”, destaca o presidente da Fesporte, Rui Godinho.

Em 2018, na edição nacional da competição, em Natal (RN), Santa Catarina ficou entre as três primeiras colocações entre todos os estados brasileiros ao conquistar 72 medalhas sendo 13 de ouro, 36 de prata e 23 de bronze.

Os representantes da delegação catarinense que disputarão os Jogos em Blumenau sairão da etapa estadual, que são os Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) 12 a 14 anos e 15 a 17 anos, que serão disputados de 14 a 22 de junho em São Miguel do Oeste.

Os Jesc e a delegação de Santa Catarina na etapa nacional serão gerenciados pelo Governo do Estado por intermédio da Fesporte.

“Os Jogos Escolares 2019 serão realizados mais uma vez de Norte a Sul do país. O que é um motivo imensa satisfação para o COB e reforça nossos objetivos de aumentar a abrangência desta importante competição para a identificação de talentos para o esporte nacional. O novo formato dos Jogos Escolares vem se mostrando muito bem sucedido, além de mais atrativo e acessível para as cidades”, ressaltou Paulo Wanderley Teixeira, presidente do COB.

Desde o ano passado, a maior competição estudantil do país é disputada em um novo formato. Agora, são três etapas regionais, destinadas a classificar as modalidades coletivas, e uma nacional, reunindo mais de seis mil atletas dos 26 estados mais o Distrito Federal.

Os Jogos Escolares da Juventude já revelaram vários atletas para o alto rendimento, como a campeã olímpica Sarah Menezes e a campeã mundial Mayra Aguiar, ambas do judô. Além delas, nomes como Hugo Calderano, Raulzinho, Ana Claudia Lemos e Leonardo de Deus, que integraram o Time Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016, deram seus primeiros passos no esporte nos Jogos Escolares. Da delegação brasileira que participou dos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018, 33 atletas entre 59 possíveis em 11 modalidades são da maior competição escolar do país.

Anualmente, os Jogos Escolares da Juventude reúnem mais de 2 milhões de jovens nas seletivas municipais e estaduais, representando cerca de 40.000 escolas públicas e privadas de quase 4 mil municípios.

As datas das etapas regionais e da nacional dos Jogos Escolares 2019:

Regional Amarela (Sul/Sudeste/GO/MS): 02 a 06 de setembro
Cascavel (PR)
Regional Verde (Norte/DF/MT): 11 a 15 de setembro
Palmas (TO)
Regional Azul (Nordeste): 20 a 24 de setembro
Natal (RN)
Nacional: 16 a 30 novembro
Blumenau (SC)

Informações adicionais para imprensa
Assessoria de Comunicação - Fesporte
Antonio Prado
(48) 3665-6136
www.fesporte.sc.gov.br
https://www.facebook.com/fesporte


Fotos: Elisabety Borghelotti / GVG

Consideradas uma referência no futebol feminino, as atletas da escola estadual Lourdes Lago, de Chapecó, foram homenageadas nesta sexta-feira,15, em ato organizado pela Gerência Regional de Educação, que contou com a presença da vice-governadora, Daniela Reinehr.

“Santa Catarina sente muito orgulho de vocês. O resultado social deste trabalho é extremamente importante. Toda a equipe, assim como o idealizador do projeto, o técnico, os professores e a direção da escola mostraram trabalho, afinco e capacidade de se superar e de trazer os belos resultados. Eu tenho certeza de que vocês vão obter ainda mais êxito”, destacou a vice-governadora.

Várias foram as conquistas municipais, estaduais e brasileiras da escola ao longo do tempo. O primeiro título internacional conquistado foi em 2010, em Lima, no Peru. Em 2017, foi a quarta melhor escola no mundo no futebol feminino, mundial realizado em Israel. E este ano, a EEB Lourdes Lago irá em busca de mais um título mundial em Belgrado, na Sérvia. Para poder disputar esse mundial, a escola teve que disputar os jogos escolares municipal, estadual e brasileiro.

A gerente da Regional de Educação, Janize Scussiato de Oliveira, disse que as conquistas deixam os educadores honrados. “Sabemos do empenho e da dedicação necessária para conciliar as atividades da escola regular com os intensos treinos. Parabéns, vocês já são vencedoras por todo trajeto percorrido até aqui e por levaram o nome da nossa escola, município e estado ao mundo”.

O professor idealizador do projeto, Amauri Giordan, que recebeu uma placa de homenagem relatou que o momento foi de gratidão e reconhecimento. A atleta Yasmim Cosmann disse que é gratificante ver o trabalho, o empenho e a dedicação sendo reconhecidos. “Agradecemos a todos os que nos apoiam. Reconhecimentos como este e muito apoio é o que precisamos no futebol feminino”.

O projeto Associação Desportiva Lourdes Lago (Adell) é uma parceria com a Associação Chapecoense de Futebol, Secretaria Municipal de Esportes, Unochapecó e Unimed. Esteve presente também no evento o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, reitor da Unochapecó, Claudio Alcides Jacoski, outras autoridades, pais, amigos e familiares.

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria do Gabinete da Vice-Governadora
Elisabety Borghelotti
Fone: (48) 3665-2281 | (48) 98843-5460
E-mail: comunicacao@gvg.sc.gov.br

Foto: Antonio Prado/Fesporte

O respeito às diferenças, combinado com a responsabilidade e compromisso com a comunicação, deu origem ao projeto de inclusão voltado ao atendimento às pessoas com necessidades especiais na Fundação Catarinense de Esporte. A Assessoria de Comunicação e Marketing (Ascom) da Fesporte desenvolve uma estratégia que beneficia, inicialmente, os deficientes visuais.

Desde a primeira semana de março, matérias institucionais publicadas no site oficial da Fundação, as ditas “matérias faladas”, já contam com sonorização. O texto produzido pela equipe de jornalistas da Ascom é publicado e, em seu rodapé, uma mídia de áudio é adicionada com a narração do conteúdo escrito. A reprodução é por meio de um aplicativo (SoundCloud) que permite visualizar o tempo de reprodução bem como compartilhá-lo instantaneamente em redes sociais (Facebook, Twitter) e até mesmo enviá-lo por e-mail.

O conteúdo também pode ser baixado na mesma plataforma que foi publicado. Trata-se de uma alternativa importante que permite às emissoras de rádio, dependendo da importância e conteúdo da informação, reproduzirem o arquivo na grade diária de suas programações esportivas: “Fizemos uma pesquisa e não encontramos algo semelhante. Qualificamos a iniciativa de inovadora e, principalmente, extremamente respeitosa às pessoas com necessidades especiais”, afirma o presidente Rui Godinho. 

A primeira iniciativa voltada ao atendimento de pessoas com deficiências visuais (DV) faz parte de um grande projeto implantado em 2019 durante as ações esportivas previstas no calendário da Fesporte. Nos Jogos Abertos Paradesportivos (Parajasc), que têm a participação de atletas com inúmeras deficiências, a equipe Ascom projeta implantar outros métodos de comunicação.

Produções em vídeo, por exemplo, vão dispor de legenda integral no rodapé da mídia ou descrição na linguagem de Libras para atender as necessidades dos surdos. Outra inovação para 2019 será a aplicação, no sistema de escrita em Braille, da identificação dos troféus e medalhas distribuídas em todas as competições. O modelo permitirá gravar, em relevo, a colocação obtida pelos atletas.

Informações adicionais para imprensa
Assessoria de Comunicação - Fesporte
Júlio Castro
(48) 9 9171-6094 
www.fesporte.sc.gov.br
https://www.facebook.com/fesporte

Desde o dia 8 até 22 de fevereiro a Fesporte realiza uma série de encontros com as federações esportivas de Santa Catarina. Os encontros, que já são comuns no início de cada ano esportivo, permitem discutir propostas e promover ajustes nos regulamentos técnicos, cadernos de encargos e resoluções dos eventos da Fesporte.

A primeira reunião aconteceu com representantes da Federação Catarinense de Remos. Dia 11 o encontro foi com Federação Catarinense de Jiu-Jitsu (FCJJ), modalidade que entrou para os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) em 2018 como modalidade de apresentação, e cumpre em 2019 o primeiro dos dois anos de modalidade provisória. Só então, poderá ter homologação do Conselho Estadual de Esporte (CED) como permanente.

O presidente da FCJJ, Paulo Henrique Duarte, destacou a importância de inclusão nos Jasc. "Com a modalidade na grade dos Jasc, nos aproximamos do poder público. Isso valoriza o atleta e aquece o mercado de trabalho para o nosso profissional, já que o evento leva a modalidade a todas as regiões, criando a expectativa de aumento do número de praticantes e de filiados à federação", disse Duarte.

O primeiro dia de reuniões também contou com a participação do presidente da Federação Catarinense de Punhobol, Carlos Hexsel.  No dia 12 a reuníão foi com os representante das federações de badminton; dia 13 com os integrantes do atletismo, triatlo, handebol em cadeira de rodas e vôlei de praia. Já na quinta, dia 14, foi a vez dos dirigentes da bocha paralimpica e judô e nesta sexta-feira o encontro foi com a Federação Catarinense de vôlei.

Estão previstas 23 reuniões nos nove dias de discussões e possíveis ajustes técnicos. Depois disso, os regulamentos para o anos de 2019 estarão disponíveis no site oficial da Fesporte.

 Confira a programação

 Dia 18

Taekwondo,futsal,bocha e bolão

Dia 19

 Caratê e xadrez (a confirmar)

Dia 20

Tênis e natação

Dia 21

Basquete,luta olímpica e tiro

Dia 22

Tênis de mesa

Informações adicionais para a imprensa
Heron Queiroz
Assessoria de Imprensa
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 9 9656-3362
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br


Foto: Heron Queiroz/Fesporte/Arquivo

Criada em 1993 por meio da Lei 9.131, a Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) completou 25 anos de fundação. Desde a sua criação, mais de 10 milhões de atletas passaram por seus eventos esportivos, cujo calendário é composto por 10 programas, que somados em todas as suas fases correspondem a 259 eventos. Em 2018, tiveram a participação de 273.715 atletas com idade a partir de 12 anos.

A gestão esportiva promovida pela Fesporte está dividida em três setores: esporte de rendimento, de participação e de base e inclusão (escolar). Essas áreas realizam 10 programas esportivos, cuja maioria tem em sua formatação três etapas: microrregional, seletiva e estadual, atingindo um total de 259 eventos diretamente promovidos pelo Governo do Estado.

No leque dos eventos de rendimento a Fesporte realizou Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) e Joguinhos Abertos de Santa Catarina totalizando 23.383 participantes.

Já no campo dos eventos escolares foram realizados os Jogos Escolares de Santa Catarina de 12 a 14 anos (Jesc 12-14), Jogos Escolares de Santa Catarina de 15 a 17 anos (Jesc 15-17), Festival Escolar Dança Catarina, Campeonato Catarinense Escolar de Futebol (Moleque Bom de Bola), Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina (Parajesc) e Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) com um total de 241.722 participantes.

Nos eventos de participação, foram realizados os Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) e Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) totalizando 8.610 participantes.

Em 2018, a totalidade dos 273.715 de participantes dos eventos da Fesporte representou um acréscimo de 19,4% em relação a 2017. O investimento, neste ano, foi de R$ 10,1 milhões, um crescimento de 4,56% em comparação ao de 2017. O custo foi de R$ 37,03 por atleta participante.


Foto: Antonio Prado/Fesporte/Arquivo

Referência

Por seus eventos esportivos e por sua política de abrangência a Fesporte e Santa Catarina são consideradas referências para o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e Comitê Paralímpico Brasileiro(CPB) e figuram entre as grandes instituições públicas do Brasil, ficando entre gigantes como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná. Só nos últimos três anos os atletas catarinenses, gerenciados pela Fesporte, conquistaram 140 medalhas nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ).

Para a presidente da Fesporte, Natália Lúcia Petry, os eventos esportivos da instituição têm um impacto bastante positivo na sociedade catarinense, pois promove a vivência de valores necessários para o convívio em sociedade como a tolerância, a inclusão, o respeito, a disciplina e a perseverança na busca de objetivos.

“O esporte é uma atividade abrangente, visto que engloba diversas áreas importantes para a humanidade, como saúde, educação, turismo, segurança, entre outros. O esporte é uma ferramenta de transformação social, sobretudo aos jovens. Por isso, presidir uma instituição que há 25 anos fomenta o esporte catarinense é motivo de muita satisfação. A Fesporte já faz parte da cultura esportiva de SC. Ao longo dos anos, por meio dos seus eventos, vêm revelando talentos esportivos para o Brasil”.

Em 2018, ao fazer uma análise da estrutura esportiva de Santa Catarina, gerenciada pela Fesporte, o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, o bicampeão paralímpico  do futebol de 5 para cegos Mizael Conrado, disse que Santa Catarina é um dos Estados com o melhor trabalho de inclusão do Brasil, sobretudo com as crianças na atividade física.  “Foi o Estado que primeiro criou uma competição estadual, os Parajasc, que é muito importante. Os Parajaps, no Paraná, certamente foram estimulados pelos Parajasc. Temos grandes trabalhos paradesportivos em todo o Estado de SC”, destacou.

O ex-judoca Rogério Sampaio, medalha de ouro nas Olimpíadas de Barcelona 92 e diretor-geral do COB destaca que Santa Catarina é muito ativo nos eventos realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil, movimentando sua juventude em prol dos benefícios da prática esportiva. “Agradeço o empenho de toda a Fesporte no trabalho desenvolvido em prol da evolução esportiva em todo estado”, destaca Sampaio.

Rogério Sampaio lembra que em setembro o COB realizou uma etapa regional dos Jogos Escolares em Joinville. “Este evento contribuiu para a disseminação dos valores e ideais olímpicos não só para o estado como para toda a Região Sul do país”.


Foto: Antonio Prado/Fesporte/Arquivo

Divulgação

A mídia digital tem sido o principal veículo de divulgação dos eventos promovidos pela Fesporte. Foram feitas 36 mil publicações, entre notícias, fotos e vídeos. Essas publicações tiveram o alcance de certa de três milhões de pessoas, direta ou indiretamente. Dentro do que se pode apurar com veículos parceiros ou que tiveram autorização da Assessoria de Imprensa da Fesporte, foram 56 transmissões ao vivo, que totalizaram 4.656 minutos de transmissões, equivalente a cerca de 78 horas. Quanto ao predomínio de faixas etárias do público atingido, de 25 a 34 anos foram 37% e de 19 a 24 anos, 31%, sendo em 55% mulheres e 45% homens.

Informações adicionais para a imprensa
Assessoria de Comunicação - Fesporte 
Júlio Castro
Antônio Prado
Heron Queiroz
Zenilda Stein
Júlio Wojcikiewicz Pereira
Tel: (48) 3665 6126, 3665 6127, 3665 6128
Cel: (48) 8802 7742
www.fesporte.sc.gov.br
https://www.facebook.com/fesporte

Foto: Julio Cavalheiro/Secom

Atletas das delegações que representaram Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude, em Natal, e nas Paralimpíadas Escolares, em São Paulo, visitaram o gabinete do governador Eduardo Pinho Moreira, na tarde desta quinta-feira, 13, em Florianópolis. O grupo representa um total de 450 jovens que conquistaram resultados importantes nas duas competições.

Nos Jogos Escolares, Santa Catarina ficou entre os três primeiros e, nas Paralimpíadas, vice-campeão. Os atletas foram recebidos pelo chefe de gabinete do governador do Estado, Miguel Ximenez. A presidente da Fesporte, Natália Lúcia Petry, professores e dirigentes esportivos acompanharam a visita.

Integrantes do projeto de extensão Baby Basquetebol, do Centro de Ciências da Saúde e do Esporte (Cefid), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), participam entre os dias 13 e 22 deste mês de um intercâmbio na Cidade do México. A delegação será formada por 15 alunos, das categorias Sub14 e Sub15, acompanhados dos professores Paulo Henrique Xavier de Souza, coordenador do programa de extensão Basquetebol para Todos, e Gilberto Vaz, idealizador e voluntário do projeto. 

O voleibol está na programação da Olesc (Foto: Heron Queiroz/Fesporte)

A partir da próxima sexta-feira, dia 30, começam as emoções estaduais da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) e os cerca de 4 mil atletas com idades entre 14 a 16 anos, de 84 municípios dos quatros quantos de Santa Catarina, não veem a hora da competição começar. Indaial e Timbó sediarão a competição, um fato inédito nos 18 anos de história do torneio, cuja promoção é do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Timbó e Indaial.

Foto:Antônio Prado/Fesporte

Foi um saldo bastante positivo. Esta é a avaliação dos integrantes da Fesporte para a participação do Time Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude (JEJs) para estudantes de 12 a 14 anos e de 15 a 17 que finalizaram neste domingo, 25, em Natal (RN). Ao fim da competição, iniciada dia 12, Santa Catarina fechou sua participação com um total de 72 medalhas, sendo 13 de ouro, 36 de prata e 23 de bronze.No último dia de disputas, neste domingo, os catarinenses conquistaram mais duas medalhas de bronze com o judô e um quinto lugar no basquete masculino 12 a 14 anos.

As medalhas vieram com Daniel Silva, da Escola Municipal Professora Elza Pacheco, na categoria pesado 15 a 17 anos, e Luiz Felipe Freitas de Mello, do Centro Educacional Promissor, de Palhoça, categoria médio, 15 a 17 anos.

Nas disputadas pelo terceiro lugar, os times catarinenses não conquistaram seus objetivos, que era a medalha de bronze, mas conseguiram ficar entre os melhores  do Brasil. Os treinadores consideraram o resultado normal por enfrentarem fortes equipes, bases da seleção do Rio de Janeiro.

O basquete feminino 12 a 14 anos do Colégio Evangélico Jaraguá, de Jaraguá do Sul, perdeu por 39 a 34 para o Santa Mônica Centro Educandário. Já o basquete feminino 15 a 17 anos Colégio Evangélico Jaraguá, também de Jaraguá do Sul, foi derrotado por 56 a 44 para Colégio ADN Master. E o basquete masculino 15 a 17 anos do Instituto Estadual de Educação, de Florianópolis, perdeu por 51 a 45 para Santa Mônica Centro Educacional.

Basquete masculino 12 a 14 anos garantido na etapa nacional 2019

Na disputa da quinta colocação, que garantia Santa Catarina na fase nacional dos Jogos Escolares 2019 sem a necessidade de repescagem na fase regional, o basquete masculino 12 a 14 anos do Colégio São José, de Itajaí, venceu por 49 a 43 o Colégio Ari de Sá Cavalcante, do Ceará, e conseguiu chegar ao seu objetivo.

O Handebol masculino 12 a 14 anos da Escola Estadual Rubens de Arruda Ramos, de Lages, perdeu por 26 a 22 para a Escola Municipal Dona Maria Artemir Pires, de Mato Grosso. Com o resultado a modalidade terá que disputar em 2019 e etapa classificatória regional Sul para tentar uma vaga na etapa nacional dos JEJs.

Santa Catarina disputou os Jogos Escolares da Juventude, em Natal, com uma  delegação composta por 305 integrantes, entre atletas (de 138 escolas de 48 municípios) e coordenadores de modalidades e foi gerenciada pelo Governo Estadual por intermédio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

O Time SC disputou nas modalidades de atletismo, badminton, basquete, ciclismo, voleibol, vôlei de praia, futsal, ginástica rítmica, natação, tênis de mesa, handebol, judô, luta olímpica e xadrez.

 SC fecha Jogos Escolares da Juventude em Natal com 72 medalhas conquistadasA natação conquistou 22 medalhas para Santa Catarina em Natal (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

O atletismo foi o que conquistou mais medalhas, um total de 26, sendo quatro de ouro, 13 de prata e nove de bronze. A natação foi a segunda a conquistar mais medalhas em um total de 22, sendo seis de ouro, 13 prata e três de bronze.

Ao fazer uma avaliação do Time SC nos JEJs, a presidente da Fesporte, professora Natália Lúcia Petry, se disse muito orgulhosa da equipe catarinense, principalmente pelo nível técnico apresentado pelos atletas. “Comprovamos que nosso estado é referência no desenvolvimento do desporto escolar. Foram muitas medalhas conquistadas e mantivemos equipes na divisão de elite dos JEJs 2019. Agradeço toda nossa equipe técnica e de apoio”, destacou.

Em sua avaliação, Natália agradece aos profissionais de educação física pelo excelente trabalho desenvolvido e por contribuírem significativamente na formação dos atletas catarinenses.

“Parabéns aos atletas pelos excelentes resultados, mas acima de tudo, por aproveitarem essa experiência para agregar valor no seu crescimento pessoal”, finalizou a presidente da Fesporte.

Organizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), os JEJs, que não divulgam o campeão geral, mudaram de formato nesta edição 2019 sendo organizados em uma só sede para estudantes de 12 a 14 anos e 15 a 17 anos. Nas edições anteriores havia dois JEJs para idades específicas e em sedes diferentes.

Segundo o COB a mudança visou diminuir gastos com evento. Para esta etapa nacional,  em Natal, os estados que não ficaram nas primeiras colocações em 2017 tiveram que passar pelas etapas classificatórias regionais, outra mudança adotada pelo COB neste ano.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 99696-3045
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 



Os destaques do esporte catarinense de 2018 serão conhecidos na próxima segunda-feira, dia 26 de novembro, na cerimônia do Troféu Gustavo Kuerten de Excelência no Esporte, em sua 10ª edição. O Evento será realizado no Teatro Pedro Ivo Campos, em Florianópolis, com início às 19h30. “Conheceremos os grandes vencedores do esporte catarinense em um evento para campeões”, afirma o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), Tufi Michreff Neto. O Troféu Gustavo Kuerten é uma iniciativa da SOL em parceria com o Instituto Guga Kuerten (IGK).

Concorrem aos prêmios cinco finalistas em cada categoria, sendo três eleitos em votação popular pela Internet e outros dois indicados pelo Conselho Estadual de Esporte. Os vencedores serão definidos na manhã que antecede a premiação pela curadoria do Troféu. Neste ano, o prêmio alcançou um record de votação popular com 10817 votos nos 219 finalistas indicados pelas Federações Esportivas e Entidades do Paradesporto.

O Troféu Gustavo Kuerten de Excelência no Esporte foi criado por meio do Decreto 1.279 de 16 de abril de 2008, com o objetivo de homenagear atletas, entidades, técnicos e equipes catarinenses que tiveram destaque especial ao longo do ano.

Confira os finalistas 2018 em cada categoria:

O MELHOR ATLETA

LUCAS DA SILVA CATANHEDE - ATLETISMO

WILLIAN CARDOSO - SURF

EDER GEOVANI LUCIANO - BODYBOARDING

FELIPE GONZAGA CAVALCANTI - PATINAÇÃO ARTÍSTICA

PEDRO BOSCARDIN DIAS - TÊNIS

A MELHOR ATLETA

SABRINA ZEFINO PEREIRA - KARATÊ

KATHIÊ GOULART LIBRELATO - XADREZ

TAINÁ HINKEL SANTOS - SURF

SIMONE PONTE FERRAZ - ATLETISMO

GABRIELLA PEREIRA GIRALDI - PATINAÇÃO ARTÍSTICA

O MELHOR ATLETA PARADESPORTIVO

FLAVIO REITZ - ATLETISMO

BRUNO BECKER DA SILVA - NATAÇÃO

JOÃO PAULO SANTIAGO GREGORINE - NATAÇÃO

FIDEL TEIXEIRA LOPES - SURF ADAPTADO

ADEMIR MORO - HANDEBOL EM CADEIRA DE RODAS

A MELHOR ATLETA PARADESPORTIVA

SUZANA NAHIRNEI - ATLETISMO

CAMILA MULLER - ATLETISMO

MARIELE ZENAIDE DOS SANTOS - NATAÇÃO

BRENDA SOUZA - BASQUETEBOL EM CADEIRA DE RODAS

SUÉLEN MACHESKI DE OLIVEIRA - ATLETISMO

O MELHOR ATLETA DE FUTEBOL PROFISIONAL

EBERT WILLIAN AMÂNCIO (BETÃO) - FUTEBOL

CLAUDIO RODRIGUES GOMES (GUGA) - FUTEBOL

JANDREI CHITOLINA CARNIEL - FUTEBOL

JOSÉ RENATO DA SILVA JUNIOR - FUTEBOL

CARLOS EDUARDO SANTOS OLIVEIRA - FUTEBOL

O (A) ATLETA REVELAÇÃO

DOUGLAS HERNANDES MENDES DA SILVA - ATLETISMO

JAQUELINE SCHMITZ - VOLEIBOL

NICOLE NUNES - XADREZ

GUILHERME MARIANTE FILHO - BODYBOARDING

ANA LUIZA FRANCESCHI DE SOUZA - GINÁSTICA RÍTIMICA

O (A) ATLETA REVELAÇÃO DO PARADESPORTO

ISAAC LORENZO DE JESUS - NATAÇÃO

LUCAS THIAGO CORREA - FUTEBOL PC

LUANA MENDES - NATAÇÃO

LUIZ OTÁVIO DE FARIAS DE SOUZA - NATAÇÃO

CAROLINE GOMES DE CASTRO - ATLETISMO

A MELHOR ENTIDADE ESPORTIVA

ASSOCIAÇÃO CORVILLE DE ATLETISMO - ATLETISMO

CLUBE CONCORDIENSE DE XADREZ - XADREZ

ASM – ASSOCIAÇÃO DE SURF DA ARMAÇÃO E MATADEIRO - BODYBOARDING

ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DO JUDÔ E DANÇA - JUDÔ

GASPAR BLACK HAWKS - ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL AMERICANO DE GASPAR (AFAG) - FUTEBOL AMERICANO

A MELHOR ENTIDADE PARADESPORTIVA

ACARISUL - NATAÇÃO

SECRETARIA DE ESPORTES DE JOINVILLE - SESPORTE - ATLETISMO

APAE - BIGUAÇU - ATLETISMO

ASSOCIAÇÃO SURF SEM FRONTEIRAS - SURF ADAPTADO

APESBLU - ASSOCIAÇÃO DO PARADESPORTODE BLUMENAU - ATLETISMO

O (A) MELHOR TÉCNICO (A)

DIOGO DIAS GAMBOA - ATLETISMO

ANDERSON ANDRES - BADMINTON

FABRICIO DE SOUZA - KARATÊ

AMANDA GALLO SILVA - GINÁSTICA RÍTIMICA

LUANA GOMES AMARAL - PATINAÇÃO ARTÍSTICA

O (A) MELHOR TÉCNICO (A) PARADESPORTIVO

ALAN MARTTOS HELBOK - NATAÇÃO

FÁBIO ARAÚJO MARTINS - ATLETISMO

FLADIMIR F. KLEIN - NATAÇÃO

ALINE RITA DE BARROS - BOCHA PARALÍMPICA

JULIO CESAR SILVA - HANDEBOL EM CADEIRAS DE RODAS

A MELHOR EQUIPE ESPORTIVA

UNIÃO CATARINENSE DE ATLETISMO - ATLETISMO

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA GUARACIABA - VOLEIBOL

JARAGUÁ BREAKERS - FLAG FOOTBALL

EQUIPE DE SHOW COLÉGIO CULTURA - PATINAÇÃO ARTÍSTICA

T-REX FUTEBOL AMERICANO - FUTEBOL AMERICANO

A MELHOR EQUIPE PARADESPORTIVA

EQUIPE DE BOCHA PARALÍMPICA DA AFADEFI - BOCHA PARALÍMPICA

CLUBE DE REGATAS ALDO LUZ - REMO PARALÍMPICO

FALCÕES DO OESTE - HANDEBOL EM CADEIRAS DE RODAS 

EQUIPE ATLETISMO - APAE - JARAGUÁ DO SUL - ATLETISMO

FLORIPA MAGIC/AFLODEF - BASQUETEBOL EM CADEIRA DE RODAS

O (A) MELHOR ÁRBITRO (A)

MARIA CRISTINA FERREIRA SANTOS - NATAÇÃO

PRISCILA JOCHEM - VÔLEI DE PRAIA

ANA CLÁUDIA HASSE ENDLER - GINÁSTICA RÍTIMICA

MOACIR VEIGA KIENAST - BODYBOARDING

LUCIANO RIETTER - XADREZ

O (A) MELHOR ÁRBITRO (A) DO PARADESPORTO

MARCELO DA SILVA SCHLUTER - BASQUETEBOL EM CADEIRA DE RODAS