A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) segue com prazos abertos para os candidatos do Vestibular de Inverno 2018 solicitarem isenção no pagamento da taxa de inscrição por dois tipos de critério: socioeconômico e doação de sangue. Além disso, conforme o calendário do vestibular, as inscrições para os cursos poderão ser realizadas entre 2 de abril e 4 de maio e as provas ocorrerão em 10 de junho.

A isenção pode ser pedida por interessados que já tenham feito o ensino médio ou estejam em fase de conclusão até a data da matrícula na universidade (julho de 2018). Quem obtiver o benefício deverá efetivar a participação no vestibular durante o período geral de inscrições.

Com base no edital do critério socioeconômico, ficarão isentos os candidatos que comprovarem que não têm condições de pagar a taxa. Os pedidos deverão ser feitos até 5 de março. Saiba como fazer o requerimento.

Já quem doou sangue em órgão oficial ou em entidade credenciada pela União, pelo Estado ou por município (Lei Estadual nº 10.567/1997) poderá pedir isenção até 26 de março. Confira as regras do edital sobre doação.

Livros, cursos e edital

Os candidatos já podem verificar os livros do Vestibular de Inverno 2018:

- "Manuel Bandeira (coleção Melhores Poemas)", seleção de Francisco de Assis Barbosa (Global Editora);
- "Lucíola", com autoria de José de Alencar (obra disponível na internet);
- "Valsa n° 6", de Nelson Rodrigues (Nova Fronteira);
- "Nós", de Salim Miguel (Editora Ufsc);
- "Um lugar na janela 2: relato de viagens", de Martha Medeiros (L&PM).

Conforme a Coordenadoria de Vestibulares e Concursos da Udesc (Covest), as leituras são obrigatórias para a prova de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira.

A relação dos cursos e o edital serão publicados pela universidade no primeiro dia do prazo geral para se inscrever, em 2 de abril.

Mais informações podem ser obtidas na página oficial e com a Covest pelos telefones (48) 3664-8089 e 8091, das 13h às 19h, e pelo e-mail vestiba@udesc.br.

Acompanhe as novidades da universidade pelo Facebook, Instagram, Twitter, WhatsApp e YouTube. Se você é estudante da instituição, acesse office.udesc.br e ative sua conta de e-mail da Udesc.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010

Na tarde desta sexta-feira, 16, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) publicou a segunda chamada do Vestibular de Verão 2018, convocando 528 candidatos para o mesmo número de vagas. Os convocados deverão se matricular em 22 de fevereiro, nas secretarias de Ensino de Graduação dos centros. É preciso levar a documentação exigida no edital e comparecer nos horários de atendimento das secretarias.

A universidade fará até mais três chamadas. A próxima convocação está marcada para 26 de fevereiro, conforme o cronograma. O semestre letivo da graduação começará na segunda-feira, 19.

Os novos estudantes de graduação da Udesc poderão se inscrever nos novos editais do Programa de Subsídio nas Refeições Oferecidas nos Campi (Prosur) e do Programa de Auxílio Permanência Estudantil (Prape), que juntos oferecem quase mil vagas. Saiba como se inscrever.

Mais informações

Mais informações sobre o vestibular podem ser obtidas no FAQ e com as secretarias dos centros. Os contatos estão disponíveis na lista da segunda chamada.

Acompanhe as novidades da universidade pelo FacebookInstagramTwitterWhatsApp e YouTube. Quem se tornar estudante da instituição poderá acessar o office.udesc.br e ativar sua conta de e-mail da Udesc.

Saiba mais sobre a universidade no Guia do Aluno de Graduação.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) decidiu que as aulas e as atividades administrativas serão mantidas em todas as unidades de Florianópolis mesmo com a paralisação do transporte público na Capital prevista para a próxima segunda-feira, 19. Nesse dia, ocorrerá o início do período letivo na universidade. No entanto, a pró-reitora de Ensino da Udesc, Soraia Tonon da Luz, recomenda que os professores flexibilizem as atividades de ensino.

Cerca de quatro mil alunos estudam no Campus I da Udesc em Florianópolis, nos centros de Artes (Ceart), Ciências da Administração e Socioeconômicas (Esag) e Ciências Humanas e da Educação (Faed), no Bairro Itacorubi, e Ciências da Saúde e do Esporte (Cefid), no Bairro Coqueiros.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010


Foto: Ricardo Lunge/ADR Blumenau

O secretário de estado da Educação, Eduardo Deschamps, juntamente com o secretário da Agência de Desenvolvimento Regional de Blumenau, Emerson Antunes e o gerente Regional de Educação, Eliomar Russi, se reuniram nesta quinta, 15, em Blumenau, para a abertura do ano letivo estadual. Pela manhã, o secretário Deschamps, realizou uma reunião de boas-vindas para os alunos da Escola de Educação Básica Doutor Max Tavares D' Amaral, no bairro Itoupava Norte, onde teve início as primeiras turmas do 1º ano com Ensino Médio em tempo integral no município.

“Vocês estão tendo um privilégio que muitos alunos não tiveram, pois aqui vocês serão incentivados em práticas e incentivo às futuras profissões, além de poder permanecer um tempo maior na escola, o que é um grande diferencial dessa modalidade”, declarou Deschamps aos alunos.

Na unidade escolar, as aulas são de segunda à sexta, entre 7h15 e 17h15 com uma hora de intervalo para o almoço. Os alunos também recebem alimentação no período da manhã e da tarde. Os estudantes do Ensino Médio Integral participarão de duas provas neste ano, uma no início e outra no final do ano letivo para avaliar o conteúdo aplicado e o progresso que ocorreu.

No período da tarde, no Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires - Unidade Pedro II, foi prestigiado o primeiro dia com o hasteamento das bandeiras, juntamente com a canção do hino nacional e o hino do Colégio Militar. “Estamos extremamente felizes pelo início das aulas no Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires – Unidade Pedro II. Não temos dúvidas que todos vocês sairão daqui com muito mais conhecimento, disciplina e responsabilidades”, destacou o secretário aos alunos militares.

Nos municípios de Blumenau, Gaspar, Ilhota, Luiz Alves e Pomerode, que fazem parte da abrangência da Agência de Desenvolvimento Regional de Blumenau, mais de 31 mil alunos em 50 unidades escolares estarão iniciando o ano letivo estadual. Além dos alunos, a rede estadual conta em seu quadro com mais de 2,3 mil professores.

No período de férias, 21 escolas receberam mais de R$ 4 milhões em investimentos.

Informações adicionais para a imprensa:
Ricardo Lunge
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Blumenau
E-mail: imprensa@bnu.adr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3378-8175 / 99232-6300
Site: sc.gov.br/regionais/blumenau

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) passa a contar com o Núcleo de Acessibilidade Educacional (NAE) para desenvolver e executar ações de apoio pedagógico que promovam a acessibilidade de estudantes com deficiência e/ou com necessidades educacionais específicas.

Na semana passada, o reitor da Udesc, Marcus Tomasi, assinou portaria que nomeia os membros do núcleo (veja a relação abaixo), que tem coordenação da professora Rose Cler Estivalete Beche, do Centro de Educação a Distância (Cead), e está vinculado à Pró-Reitoria de Ensino (Proen).

"O NAE visa cumprir não somente as exigências disciplinadas pelas legislações sobre acessibilidade, mas também atender as carências apresentadas no cotidiano da vida universitária nos diferentes centros da Udesc", explica a pró-reitora de Ensino da Udesc, Soraia Tonon da Luz.

Com a iniciativa, a comunidade acadêmica terá apoio maior no aprimoramento do processo de ensino-aprendizagem e no combate à evasão. "A proposta busca agregar cada vez mais professores e técnicos que trabalham na área e implantar e/ou fortalecer os NAEs dos nossos centros de ensino", destaca Soraia.

O projeto do núcleo foi constituído durante todo o semestre passado, em parceria com professores e técnicos da universidade. Sua implantação é uma ação do projeto Acolhe Udesc, previsto no Plano de Gestão 2016-2020, e também atende recomendações indicadas no Relatório de Avaliação Institucional 2016.

Levantamento

Definida em reuniões com os secretários de Ensino de Graduação dos centros da Udesc, a primeira ação do NAE é realizar um levantamento dos alunos com deficiência e/ou com necessidades educacionais específicas durante o processo de matrícula de calouros e veteranos.

De acordo com a pró-reitora de Ensino, essa é a primeira vez em que a Udesc faz esse tipo de ação. "A partir dela, teremos uma estimativa do quantitativo de alunos e ações a serem demandados e colocados como prioritários do NAE."

Esse levantamento já está acontecendo em todos os centros durante a matrícula dos calouros, iniciada na semana passada. Os veteranos, por sua vez, estão informando sua deficiência e/ou necessidade educacional específica no Siga, no momento da rematrícula.

Objetivos

O NAE também tem os seguintes objetivos:

  • Capacitar docentes e estudantes bolsistas para atuarem com acadêmicos com deficiência e/ou com necessidades educacionais específicas;
  • Mediar as adaptações necessárias aos estudantes no processo de ensino-aprendizagem;
  • Promover ações de conscientização sobre o tema;
  • Promover condições igualitárias de acesso ao conhecimento por parte de estudantes com deficiência e/ou com necessidades educacionais específicas;
  • Dar suporte aos diferentes setores da universidade para a melhoria da participação de pessoas com deficiência e/ou com necessidades educacionais específicas;
  • Adquirir e assegurar a tecnologia assistiva e comunicação alternativa para os estudantes que necessitarem de tais recursos para sua plena participação acadêmica;
  • Criar parcerias e convênios com as diversas entidades representativas das pessoas com deficiência de Santa Catarina e de outros estados, visando a troca de conhecimentos e demais formas de intercâmbio acadêmico;
  • Identificar as necessidades de formação, qualificação e recursos humanos;
  • Orientar a estruturação e a implantação de núcleos setoriais nos centros;
  • Produzir, solicitar e coordenar as ações de investimentos financeiros para a aquisição de material didático-pedagógico e recurso de acessibilidade indispensáveis aos acadêmicos, de acordo com suas necessidades educacionais.

Composição

Além da professora Rose Cler, o NAE é formado pelos seguintes integrantes:

  • Soeli Francisca Mazzini Monte Blanco (Cead)
  • Débora Marques Gomes (Cead)
  • Rudney da Silva (Cefid)
  • Patrícia Alves Godinho (Faed)
  • Geovana Mendonça Lunardi Mendes (Faed)
  • Fabíola Sucupira Ferreira Sell (CCT)
  • Daniel da Costa Branco Kalil (Proex)
  • Salete Teresinha Pompermaier (Proex)
  • Rogério Machado Rosa (Proex)
  • Jadna Lucia Neves Heinzen (Proen)
  • Rita de Cássia Paula Souza (Coai)
  • Juciane Rodrigues de Abreu (Coai)
  • Luisa Dalmina (Proen)

Mais informações
Mais informações podem ser obtidas com a Proen pelo telefone (48) 3664-8129, das 13h às 19h, e pelo e-mail proen.reitoria@udesc.br.
Acompanhe as novidades da universidade pelo FacebookInstagramTwitter e YouTube. Se você é estudante da instituição, acesse office.udesc.br e ative sua conta de e-mail da Udesc.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

O governador Raimundo Colombo e a secretária adjunta de Estado da Educação, Elza Moretto, inauguraram nesta quinta-feira, 15, em Lages na Serra Catarinense, a reforma da Escola de Educação Básica Industrial também conhecida como Colégio Industrial. Foram investidos R$ 7,8 milhões do Governo do Estado nas obras de revitalização.

“A escola recebeu uma estrutura totalmente nova com recuperação completa e um reforço na parte técnica do ensino. A ideia é que a gente possa evoluir e oferecer um colégio cada vez melhor em infraestrutura e uma educação com mais qualidade. Hoje, na nossa terra, estamos praticando um ato importante e emblemático para nós no encerramento de uma jornada, valorizando aquilo que é essencial e precisa ser fortalecido, a Educação de Santa Catarina”, enfatizou Colombo.

O governador Raimundo Colombo inaugura nesta quinta-feira, 15, a reforma da Escola de Educação Básica Industrial, de Lages, também conhecido como Colégio Industrial. A solenidade está marcada para as 8h30 no auditório da escola e contará com as presenças do secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Lages, João Alberto Duarte, e do secretário de Estado de Educação, Eduardo Deschamps.

Essa é a primeira reforma geral da instituição de mais de 50 anos de existência e foi realizada em etapas para não prejudicar o andamento do calendário letivo. “O Industrial é uma das maiores e mais tradicionais escolas da Serra Catarinense e sua reforma valoriza a educação. O governador Raimundo Colombo determinou a reforma completa por compreender e valorizar a importância do Colégio Industrial como formador de milhares de profissionais na Serra Catarinense", destacou o secretário regional João Alberto Duarte.

O Governo do Estado investiu R$ 7,8 milhões na revitalização do Colégio Industrial, que contou com obras nos 10 mil metros quadrados de área construída. As 28 salas de aula foram reformadas, assim como banheiros, laboratórios, setores administrativos e alas dos cursos técnicos. A cobertura da instituição foi substituída e lajotas antiderrapantes foram implantadas em 100% do piso. As redes elétrica e hidrossanitária também foram trocadas.

O ginásio de esportes também foi totalmente reformado, ganhando uma nova quadra. No ano em que completa 54 anos de história, o Colégio Industrial atende 1,6 mil alunos nos ensinos regular e técnico (Cedup). Após a inauguração da reforma, o governador Raimundo Colombo ainda participa da inauguração da pavimentação asfáltica da rua Pedro Américo, paralela ao Colégio Industrial, executada em parceria com a prefeitura de Lages.

Informações adicionais para Imprensa:
Cristiano Rigo Dalcin
Assessoria de Comunicação
ADR Lages
Fones: (49) 98839-1727 / (48) 99984-3619
E-mail: imprensa.sdrlages@gmail.com
Site: sc.gov.br/regionais/lages

 


Foto Arquivo: James Tavares / Secom

Cerca de 501 mil estudantes da rede estadual iniciam as aulas na próxima quinta-feira, 15. Para apresentar as ações e os programas que serão executados durante o ano, o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira, 9, em Florianópolis. O secretário falou na continuidade do seu trabalho, após convite feito pelo vice-governador Eduardo Pinho Moreira, na sexta-feira passada, 2, para que permanecesse na pasta. Deschamps destacou a permanência da sua equipe e a consolidação dos programas em execução pela Secretaria.

“De maneira geral nossas escolas estão prontas para receber os mais de 500 mil alunos na próxima semana. Trabalhamos para isso desde novembro com o planejamento necessário para que estivesse tudo certo. Temos problemas pontuais, mas nada que possa prejudicar a aprendizagem dos alunos, pois se não tiverem aula em um dia, esta certamente será reposta”, explica Deschamps.

O foco da coletiva foram as três áreas de atuação da Educação: Pedagógica, Infraestrutura e Gestão.  Na área Pedagógica, destaque para a continuidade do Ensino Médio Integral em Tempo Integral ofertado este ano em 30 escolas, sendo 13 com oferta para a  1ª e 2ª série, e 17, que iniciam o programa este ano, ofertarão apenas a 1ª série. A novidade desta área é o primeiro Ciclo de Avaliação do Ensino Médio da Rede Estadual, que irá avaliar 11.600 estudantes matriculados na primeira série do Ensino Médio, em 126 escolas estaduais. O objetivo é monitorar os programas em desenvolvimento e resultados para o planejamento de políticas e ações estratégicas voltadas à melhoria da qualidade do ensino.  A 1ª etapa está prevista para março, com a avaliação.

A Secretaria aderiu este mês o Programa Mais Alfabetização, que visa fortalecer e apoiar as escolas no processo de alfabetização dos estudantes matriculados nos 1º e 2º anos iniciais do ensino fundamental. “Aderimos ao programa e agora as escolas estão fazendo a sua adesão, caso queiram. A partir daí serão contratados aos profissionais para atuarem nas escolas”, explica Deschamps.

A Tecnologia Educacional também estará em evidência este ano. Em consonância com as metas do Plano de Inovação e Tecnologia Educacional de Santa Catarina (PEITE/SC), estão sendo adquiridos, por meio de registro de preço, com investimento de R$ 96,5 milhões, diversos equipamentos para todas as escolas, como: computadores, notebooks, tablets, lousas digitais, televisores, projetores entre outros, que serão entregues durante o ano. 

“Vamos revitalizar e modernizar nosso parque tecnológico. Nossos alunos merecem trabalhar com o que há de melhor em tecnologia e estamos atuando para isso. O aumento da velocidade de internet da Rede de Governo também está em andamento e teremos muitos ganhos para todas as escolas da rede”, afirma o secretário destacando o compromisso da SED. Sobre conectividade o foco é na conexão de 100Mbps para 100 escolas, as escolas do EMIEP, EMITI e EMI que receberão 30Mbps, e as 370 escolas que passarão a trabalhar com 10Mbps.

Ainda em tecnologia, os aplicativos Professor e Estudante Online receberão diversas melhorias e funcionalidades, inclusive com acessibilidade para deficientes visuais. Após o projeto piloto, que beneficiou 7.353 alunos da Capital, a expectativa é disponibilizar a matrícula online para toda as escolas do Estado.

MATERIAL ESCOLAR

Kits diferentes para alunos do Ensino Fundamental Anos Iniciais,  Anos Finais, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos estão sendo entregues nas regionais para serem repassados as escolas. Os alunos beneficiados são os com maior vulneabilidade social. Os kits contém: lápis, caneta, borracha, régua, tesoura, canetinha, compasso, esquadro, transferidos, entre outros, dependendo da modalidade de ensino. O investimento é de R$ 4.730.855,01.

NOVOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO

No dia 1º de fevereiro, 1 mil professores e profissionais para a área administrativa das escolas foram efetivados no quadro do magistério estadual catarinense. Foram 600 professores do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) e do Ensino Médio e 400 profissionais para a área administrativa: Assistente de Educação, Supervisor Escolar, Administrador Escolar e Orientador Educacional. Os profissionais já iniciaram seu trabalho nas escolas e participaram as formações ao longo desta semana. Esta foi a primeira chamada do concurso público que é válido por 2 anos, prorrogável por mais 2. Desta forma, novos profissionais da educação devem ser chamados para ingressar no magistério estadual nos próximos anos.

GESTÃO ESCOLAR

A Sistemática de Avaliação da Gestão Escolar (SAGE) ganha uma nova edição. Este ano a avaliação é sobre a atuação dos gestores escolares ao longo de 2017. Também serão realizadas formação continuada para os diretores de escola; Seminário Estadual: Socialização de Práticas de Gestão Escolar; formação continuada para o diretor e 3 membros do Conselho Deliberativo Escolar (CDE), sendo 1 profissional, 1 estudante e 1 responsável por estudante; e 40 Seminários Regionais de Gestão Escolar: Gestão Democrática e o papel do Conselho Deliberativo Escolar. Trabalha-se ainda para publicação de um Caderno Pedagógico com relato de 39 diretores escolares, sobre a implementação do Plano de Gestão Escolar.

BOLSAS UNIVERSITÁRIAS DE SANTA CATARINA (UNIEDU)

Mais de 24 mil bolsas de graduação devem ser ofertadas ao longo deste ano. As bolsas são de 25 a 100% do valor da mensalidade de 67 Instituições de Ensino Superior do sistema ACAFE e privadas. O investimento é de cerca de R$ 110 milhões para graduação e pós graduação. Neste momento, estão abertas as inscrições para cadastramento dos estudantes para bolsas de graduação. Mais informações: www.uniedu.sed.sc.gov.br

ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

Na alimentação escolar o destaque é o novo modelo de contagem da alimentação escolar implantado em 2017 em 400 escolas. Cada aluno recebeu uma carteirinha e toda vez que vai se alimentar na escolar passa pela leitura eletrônica por meio do tablets ou leitor de código de barras para contabilizar o consumo. A ferramente gerou economia e tornou o sistema mais transparente e eficaz. A meta para este ano é implantar a contagem em todas as escolas com mais de 500 alunos, além de capacitar os gestores escolares e servidores responsáveis pelo processo da alimentação escolar para utilizarem a ferramenta.

A agricultura familiar também esteve em destaque. O investimento previsto para este ano é de R$ 20,5 milhões, o que representa 50% do valor repassado pelo PNAE/FNDE. A lei exige mínimo de 30%. Na fase de credenciamento, 31 cooperativas registraram interesse em participar da oferta dos alimentos. A inserção da agricultura familiar na alimentação escolar, integra uma política que busca atender de forma mais saudável e sustentável as necessidades nutricionais dos estudantes e fomentar o desenvolvimento do pequeno agricultor. Além disso, outros benefícios são obtidos tais como: criação das cadeias curtas de produção e comercialização que aproxima a relação entre produtores e consumidores, fortalecimento das relações sociais, valorização da diversidade produtiva, possibilitando o acesso a alimentos saudáveis e de qualidade na perspectiva das promoções de segurança alimentar e nutricional.

TRANSPORTE ESCOLAR

Novos ônibus escolares devem ser adquiridos pelo Governo do Estado para repasse aos municípios ao londo de 2018. A previsão é de 131 veículos, com investimento de R$ 22 milhões. Neste momento está sendo feito o registo de preço via FNDE, para depois fazer a compra.

A Secretaria da Educação tem parceria com os municípios catarinenses para oferta do transporte escolar. Um acordo firmado entre o Governo do Estado e a FECAM definiu um aumento significativo no repasse de recurso aos municípios este ano. O novos valores a serem pagos aos municípios pelo transporte escolar dos alunos da rede estadual são quase R$ 5,8 milhões a mais que em 2017, sendo o investimento de R$ 87,6 milhões.

- Aumento de 7,5% para aluno transportado a uma distância acima de 24 Km;

- Aumento de 7,5% para alunos transportados a uma distância entre 12 e 24 Km;

- Aumento de 9% para alunos transportados a distâncias compreendidas entre 6 e 12 Km.

INFRAESTRUTURA

Alunos de 9 escolas iniciarão as aulas em uma nova unidade. A Sed entregou para este início de ano letivo, 9 novas escolas de ensino médio e Cedups. Outras três escolas entregues foram completamente reformadas ou ampliadas pelo Pacto pela Educação. Além dessas, 163 escolas estão com obras em andamento, o que não prejudica o andamento das aulas.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Algumas escolas pediram a reorganização do calendário escolar devido as obras que estão sendo finalizadas nas unidades. Todas as escolas que tiverem suas aulas adiadas estão organizando o calendário de reposição.

AULAS INICIAM NO DIA 15 DE FEVEREIRO COM EXCEÇÃO:

Início ano letivo dia 19 de fevereiro

- Todas as turmas de Ensino Médio Integral de 27 escolas. Apenas as escolas EEB Casimiro de Abreu, de Curitibanos, EEB Gomes Carneiro, de Xaxim, e EEB Max Tavares D’ Amaral, de Blumenau, iniciam as aulas dia 15.

- EEB Pedro Bitencourt, Imaruí, e alunos do Ensino Fundamental Anos Finais da EEB Henrique Estefano Koerich, Palhoça.

Início ano letivo dia 20 de fevereiro

EEB Laércio Caldeira de Andrada, São José

Início ano letivo dia 26 de fevereiro

EEB Cecília Rosa Lopes, São José, EEB São Miguel, São Miguel do Oeste, e EEB Santa Catarina, São Francisco do Sul.

Agenda – INÍCIO ANO LETIVO

- quinta-feira, 15, 8h30, Abertura Oficial do ano letivo na EEB Industrial de Lages. Presenças confirmadas: secretário Eduardo Deschamps e governador Raimundo Colombo.

Informações adicionais para a imprensa
Edinéia Rauta
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Educação  - SED
E-mail: edineiarauta@sed.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-0353 / 3664-0161 / 3664-0356 / 9-9980-3136
Site: www.sed.sc.gov.br

A oportunidade de conquistar o tão sonhado diploma universitário está ainda mais acessível a estudantes de Santa Catarina. Estão abertas até 7 de março as inscrições para participar do programa Bolsas Universitárias de Santa Catarina (Uniedu). A iniciativa da Secretaria de Estado da Educação (SED) oferece bolsas de 25% até 100% do valor da mensalidade do curso. As inscrições deverão ser realizadas por alunos que já estão matriculados no ensino superior pelo site do programa (www.uniedu.sed.sc.gov.br).

Em 2018 serão ofertadas 24 mil benefícios sendo duas opções de bolsa: Artigo 171 que beneficia o estudante até o término da graduação, e a outra é o Artigo 170, da qual é necessária a comprovação semestral de carência para manter o benefício, ambos previstos na Constituição do Estado de Santa Catarina. Serão cerca de R$ 110 milhões de investimento para graduação e pós graduação. Lembrando que para bolsas de pós-graduação ainda não há previsão de abertura de edital.

De acordo com o diretor de Políticas e Planejamento Educacional da SED, Gilberto Luiz Agnolin,  o programa visa a inclusão e a permanência de jovens no ensino superior com dificuldades de manter os estudos, tendo como atividade o envolvimento em programas sociais. “Este ano, o benefício está sendo oferecido pelo Governo do Estado por meio de 67 instituições comunitárias e privadas que firmamos convênio. A ideia é incentivar os jovens ao ensino superior e fomentar o trabalho social em instituições carentes”, ressalta.

Podem participar do programa estudantes regularmente matriculados em cursos de graduação das instituições cadastradas na SED mediante a apresentação dos documentos exigidos no edital e nos prazos definidos pela instituição de ensino superior. A seleção do bolsista pode variar de acordo com a análise da situação socioeconômica feita pela equipe técnica de cada instituição de ensino.

Mais sobre o Uniedu

O programa Bolsas Universitárias de Santa Catarina (UNIEDU) é uma iniciativa desde 2013 do Governo de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado da Educação. Voltado aos estudantes de graduação e pós-graduação, o programa oferece bolsas de estudo e de pesquisa e extensão fundamentados nos Artigos 170 e 171 da Constituição Estadual.

Até 2017, mais de 163 mil benefícios foram concedidos a estudantes, e em contrapartida desenvolveram serviço comunitário/social, com visão educativa, em diversos segmentos conforme é disposto por cada faculdade.

Informações adicionais para a imprensa
Edinéia Rauta
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Educação  - SED
E-mail: edineiarauta@sed.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-0353 / 3664-0161 / 3664-0356 / 9-9980-3136
Site: www.sed.sc.gov.br

Os mais de 40 mil profissionais da Educação de Santa Catarina começaram as atividades para 2018 nesta semana. Professores, gestores, assessores e assistentes de educação das 1.073 escolas estão reunidos até sexta-feira, 9, para o Curso de Formação Continuada Descentralizada de Professores: Planejamento e Gestão Pedagógica. A iniciativa é da Secretaria de Estado da Educação, executada nas 36 Regionais por meio das Gerências Regionais de Educação e Coordenadoria da Grande Florianópolis.

O objetivo principal é a preparação de todos para o início de mais um ano letivo. Entre os principais assuntos da formação, está o aperfeiçoamento do processo de avaliação da aprendizagem e a elaboração dos Planos de Ação de cada unidade escolar e do curso/currículo anual das disciplinas articulado ao Projeto Político Pedagógico (PPP).

De acordo com a gerente de Gestão de Educação Básica e Profissional, Zulmara Luiza Gesser, o planejamento é o primeiro passo para organizar os conteúdos que serão ministrados ao longo do ano. “Este é o momento para definir e reforçar os aspectos pedagógicos para possibilitar a apropriação do conhecimento das diferentes áreas por parte dos alunos. Também é um momento de aproximação de todos os profissionais das escolas com foco no trabalho coletivo que melhore ainda mais a educação catarinense”, destaca.

O encontro também será para apontar as necessidades e os possíveis desafios que podem ser enfrentados no ambiente escolar, com a ideia de buscar estratégias em conjunto com os profissionais.

Ao todo a formação terá carga horária de 40h e está envolvendo os profissionais de todas as modalidades de ensino, sendo do Fundamental ao Médio (Regular, Integral, Profissional, Inovador).

Informações adicionais para a imprensa
Edinéia Rauta
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Educação  - SED
E-mail: edineiarauta@sed.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-0353 / 3664-0161 / 3664-0356 / 9-9980-3136
Site: www.sed.sc.gov.br