A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) iniciará a partir da próxima quinta-feira, 27, um novo período de formatura de turmas de Pedagogia do Centro de Educação a Distância (Cead).

Até 6 de agosto, estarão abertas as inscrições para a nova turma do projeto de extensão Pré-Vestibular Comunitário, oferecido pelo Centro de Educação Superior da Foz do Itajaí (Cesfi), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Balneário Camboriú. Confira o edital.

O projeto de ensino Veículo Elétrico Leve (Vellev), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Joinville, está desenvolvendo um aeromodelo elétrico do tipo avião solar, alimentado por baterias e painéis solares fotovoltaicos, juntamente com o projeto e desenvolvimento de um kart elétrico.

O objetivo do projeto é desenvolver e construir veículos elétricos de alta eficiência e desempenho, por meio da cooperação entre docentes de variadas áreas de ensino e graduandos de diferentes fases e cursos, de forma que sejam motivados a utilizarem seus conhecimentos teóricos adquiridos na graduação e complementem sua formação por meio dos resultados obtidos na prática.

O Vellev teve início em 2016, com o objetivo de proporcionar aos estudantes a aplicação da Engenharia Elétrica no desenvolvimento de veículos elétricos diversos, como bicicletas, motos, aeromodelos e, em especial, carros elétricos, ramo este que vem crescendo.

Atualmente, a equipe é formada pelo professor orientador Joselito Heerdt e mais 12 alunos, sendo dez do curso de Engenharia Elétrica e dois do curso de Engenharia Mecânica. A meta da equipe é atingir 30 alunos por semestre.

Durante o primeiro ano do projeto, os participantes tiveram a oportunidade de aplicar seus conhecimentos de engenharia e também buscar patrocínios e parcerias que se tornaram fundamentais para o avanço da construção do primeiro veículo produzido, o kart elétrico. Como o projeto é estudado e aplicado por diversas empresas automotivas, grandes empresas da região se interessaram em apoiar a iniciativa.

O desenvolvimento do kart e do avião é feito por partes, onde cada parte é de responsabilidade de sua respectiva área dentro do projeto. Até o momento, as partes estruturais/mecânicas e elétricas estão quase prontas. O objetivo da equipe é estar com a primeira versão do kart e do avião em movimento até meados de setembro de 2017.

Mais informações para a imprensa:
Isabela Vargas
Assessoria de Comunicação
Udesc Joinville

E-mail: comunicacao.cct@udesc.br
Telefone: (47) 3481-7930
www.cct.udesc.br

Pela terceira vez seguida, os acadêmicos de graduação e pós-graduação da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) apresentaram nível de proficiência na língua inglesa acima da média nacional na comparação com outras instituições de ensino superior. O desempenho dos estudantes foi apontado pelo relatório do programa Idiomas Sem Fronteiras, do Ministério da Educação (MEC), a partir da aplicação, em 2016, do Test of English as a Foreign Language – Institutional Testing Program (Toefl/ITP) em instituições federais e estaduais de todo o País.


Escola Francisco Maciel Bageston, de Paial, está na etapa final. Foto: ADR Seara

No próximo mês de agosto serão revelados os vencedores da primeira edição do concurso Escola Promotora da Saúde, realizado em conjunto pelas secretarias estaduais da Educação e da Saúde. Lançado no ano passado, o concurso envolveu escolas e estudantes da rede pública estadual com o objetivo de promover a reflexão e a construção de conhecimentos acerca da prevenção e do combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da febre de chikungunya e da febre do zika vírus.

Três escolas e cinco grupos de estudantes estão entre os finalistas. Os vencedores serão anunciados em evento específico, a ser realizado em Florianópolis, em data a ser definida. Os primeiros lugares receberão um tablet para cada estudante e ao professor orientador, diploma e placa com o Título de Aluno Promotor de Saúde. Os segundos e terceiros lugares ganharão diploma e placa com o Título de Aluno Promotor de Saúde. As escolas serão premiadas com computadores.

Ao todo, foram recebidos 71 trabalhos, de 31 regionais da Secretaria de Educação, nas categorias Trabalho Pedagógico, Produto de Comunicação Social Impresso e Audiovisual. As escolas poderiam inscrever um projeto relativo a uma experiência educativa já desenvolvida, em desenvolvimento ou a ser desenvolvida, sobre a prevenção e o combate ao Aedes aegypti. Já os estudantes, organizados em grupos, poderiam participar do concurso com a elaboração de produto de Comunicação Social nas categorias Impresso ou Audiovisual. O conteúdo tem de promover a disseminação de informações no ambiente escolar e na comunidade sobre o combate e a prevenção ao Aedes aegypti. 

“Estamos muito felizes. Os trabalhos cumpriram com seu objetivo de promover a reflexão e a construção de conhecimentos acerca da prevenção e do combate ao mosquito Aedes aegypti. Percebemos que nossas escolas estão, sim, preocupadas em contribuir com um mundo melhor e formar pessoas que trabalhem a sustentabilidade e prevenção”, destaca a coordenadora do concurso, Rosimari Kock.

Durante a avaliação final dos trabalhos, realizada na Secretaria Estadual da Educação, sete profissionais julgadores das pastas da Saúde e da Educação classificaram todos os trabalhos de acordo com critérios que variaram desde o impacto visual até o nível de reflexão e discussão sobre mudanças de atitudes e práticas ambientais que foram promovidas pelas equipes no ambiente da comunidade escolar.

“É uma ação importante que está sendo realizada nas escolas da rede estadual, com envolvimento de alunos e professores, no intuito de criar ações para retirar do ambiente potenciais criadouros do mosquito Aedes aegypti e reduzir o risco de transmissão de dengue, febre de chikungunya e zika vírus no estado” destaca João Fuck, coordenador do Programa de Controle da Dengue em Santa Catarina.

Finalistas

- PROJETO DE TRABALHO PEDAGÓGICO

EEB EXPEDICIONÁRIO MARIO NARDELLI - RIO DO OESTE
Projeto: Dengue: essa luta é sua também 

EEB FRANCISCO MACIEL BAGESTON - PAIAL
Projeto: Todos juntos no combate ao mosquito Aedes aegypti

EEB WALTER FONTANA - CONCÓRDIA
Projeto: Dengue: sempre é hora de combater 


- PRODUTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

CATEGORIA IMPRESSO

EEB BRUNO HEIDRICH - MIRIM DOCE
Projeto: Aedes aegypti? Aqui não!
>>> Clique e acesse


EEB PROFESSOR JOSÉ DUARTE MAGALHÃES  - JARAGUÁ DO SUL
Projeto: Dengue hoje! Alunos e professores no comabate a dengue. Venha você também ajudar essa causa! 
>>> Clique e acesse


EEB PROFESSORA MARIA DA GLORIA SILVA - IÇARA
Projeto: Homo Sapiens vs Aedes aegypti 
>>> Clique e acesse 

CATEGORIA AUDIOVISUAL 

EEB CEDRENSE - SÃO JOSÉ DO CEDRO
Projeto: Todos contra a dengue EEB Cedrense 
>>> Clique e assista


EEB CRISTO REI - SÃO JOÃO DO OESTE
Projeto: Vamos juntos vencer o mosquito Aedes Aegypti! 
>>> Clique e assista

Informações adicionais para a imprensa:
Letícia Wilson e Patrícia Pozzo
Núcleo de Comunicação
Diretoria de Vigilância Epidemiológica
Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
www.dive.sc.gov.br

Na tarde desta quarta-feira, 19, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) publicou a segunda chamada do Vestibular de Inverno 2017 para os cursos presenciais.

Os convocados deverão comparecer em 26 de julho, às 14h em ponto, nas secretarias de Ensino de Graduação dos centros para manifestar interesse presencial pelas vagas remanescentes. É preciso levar toda a documentação exigida pelo edital (confira a lista).


Foto: Paulo Monauar/ADR Chapecó

Com atenção voltada à infraestrutura das escolas e aos programas de ensino, o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, visitou Chapecó nesta terça-feira, 18. Junto à equipe da Gerência Regional da Educação da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) Chapecó, ele esteve na Nova Escola Padrão de Ensino Médio para acompanhar o andamento da obra, que está em fase final. Deschamps também participou das discussões sobre a Reforma do Ensino Médio no Brasil, no Seminário Regional do Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional (Proesde).

A Escola Padrão de Ensino Médio, localizada no Bairro Passo dos Fortes, em Chapecó, tem capacidade para atender 700 alunos. A estrutura conta com 12 salas de aula, quatro salas para professores, biblioteca, seis laboratórios, ginásio de esporte e auditório para aproximadamente 200 pessoas. O investimento é de R$ 8,8 milhões.

Na avaliação do secretário de Estado da Educação, a obra será um marco para a região na oferta do ensino médio. “Nossa intenção é estar com ela toda organizada até o final do ano, para começar a operação no início do próximo ano letivo”, destaca Deschamps.

A escola padrão corresponde a especificações do Ministério da Educação para oferecer estrutura necessária ao desenvolvimento de projetos que garantam a melhoria do ensino médio. O espaço também irá contribuir para suprir as demandas existentes na oferta do ensino médio.

Para melhorar o atendimento e a cobertura e tornar o ensino médio mais atraente, as atenções estão voltadas ao projeto de Reforma do Ensino Médio no Brasil. O secretário falou sobre o tema na palestra do Seminário Regional do Proesde Licenciatura, da Unochapecó, realizado em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e Gered.

Uma das novidades neste processo é criar condições para que o jovem que precise trabalhar consiga conciliar o serviço com ensino de qualidade. “A reforma permite computar na carga horária do ensino médio atividades que o jovem faça fora de sala de aula, inclusive em ambiente de trabalho e de aprendizagem. A segunda novidade são as flexibilizações no ensino noturno, que pode trabalhar com educação à distância e atividades fora do ambiente escolar”, destaca.

Mais informações para a imprensa:
Andréia Cristina Oliveira
Assessoria de Comunicação
ADR Chapecó
Fone: (49) 99938-6966
E-mail: imprensasdrcco@gmail.com
www.adrs.sc.gov.br/adrchapeco

 

Acadêmicos e professores de Engenharia Sanitária do Centro de Educação Superior do Alto Vale do Itajaí (Ceavi), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), auxiliaram na revisão do plano de saneamento básico de Ibirama, cuja lei foi sancionada recentemente.

A revisão, que foi sugerida à prefeitura pelo professor Eduardo Bello Rodrigues e pelo diretor-geral da unidade, Carlos Alberto Barth, ocorreu entre julho e dezembro de 2016, com a participação da acadêmica Ana Flávia Costa, do egresso Guilherme Censi e do professor Gean Michel.

Quem possui acima de 18 anos e ainda não concluiu o ensino médio tem a oportunidade de cursar os três anos em um ano e meio no Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja), em Joinville. As matrículas estão abertas e se encerram nesta sexta-feira, 21. Interessados devem comparecer ao local com originais e cópia de RG, CPF, comprovante de residência e histórico escolar do ensino fundamental. A inscrição pode ser feita das 7h30 às 11h30, ou 13h30 às 17h30 e das 18h30 às 20h. Não há nenhum custo.

De acordo com a diretora Dalva Moser, é possível atender 500 pessoas nos períodos da manhã e da tarde. “Ainda temos vagas para todos os turnos, mas o maior número em aberto ainda é para à tarde”, disse. As aulas têm início no dia 1º de agosto de forma presencial, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h30, ou 13h30 às 17h30 e das 18h30 às 22h. O certificado de conclusão do ensino médio é reconhecido pela Secretaria de Estado da Educação (SED) e pelo Ministério da Educação (MEC).

O Ceja também possui unidades descentralizadas. Há vagas para as cidades de Araquari, Balneário Barra do Sul, Barra Velha, Garuva, Itapoá e São Francisco do Sul e em 12 em escolas estaduais e municipais de Joinville. “A matrícula é realizada sempre na nossa sede, e o aluno pode optar por estudar mais próximo de sua residência”, explica Dalva. Mais informações pelo telefone (47) 3431-1493 ou pessoalmente na Rua Alexandre Schlemm, 110, Bairro Bucarein.

Informações adicionais para a imprensa:
Ana Paula Keller
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Joinville
E-mail: anakeller@jve.adr.sc.gov.br / imprensa@jve.adr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3461-1225 / 99240-8064
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrjoinville

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) receberá R$ 940.609,88 em recursos das Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) para implantar duas melhorias de eficiência energética no prédio da Reitoria e do Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (Esag), em Florianópolis: a substituição de lâmpadas fluorescentes por lâmpadas de LED e a instalação de placas solares para a geração de energia.

Contemplado na Chamada Pública nº 001/2016 do Programa de Eficiência Energética da Celesc, o projeto da Udesc prevê que o consumo anual de energia no edifício diminuirá 33% após a realização dessas medidas, com uma economia que chegará a 567 megawatt/hora por ano.

O coordenador de Engenharia, Projetos e Obras da Udesc, Raimundo Nonato, destaca que serão economizados cerca de 42 megawatt/hora por mês com a nova iluminação e 5 megawatt/hora por mês com a geração de energia solar por meio das placas. Segundo ele, o início dos trabalhos no prédio da Reitoria e da Udesc Esag começará depois que a Celesc verificar o levantamento energético do projeto e assinar um convênio com a universidade.

A chamada pública foi aberta no fim de 2016 para selecionar projetos de eficiência energética em residências, indústrias, prédios públicos, estabelecimentos comerciais ou de serviços, na área rural ou na iluminação pública. Os projetos classificados promoverão o uso eficiente e racional de energia elétrica por meio da troca ou do melhoramento do desempenho de equipamentos e sistemas.

Centro de Joinville também foi contemplado

O Centro de Ciências Tecnológicas (CCT), da Udesc em Joinville também receberá recursos da chamada pública da Celesc, no valor de R$ 287.261,29, para a substituição de lâmpadas fluorescentes pelas de LED.

Os trabalhos de troca deverão se iniciar a partir deste semestre e envolverão aproximadamente 5,5 mil pontos de luz em todo o centro, que gasta cerca de R$ 800 mil por ano com eletricidade e prevê uma redução de 25% nesses custos após a substituição.

Segundo o coordenador de Engenharia, Projetos e Obras da Udesc, a universidade também já está elaborando projetos de eficiência energética para outros centros de ensino, mas ainda não há previsão para a implantação das melhorias.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-8006/8010