Encontro ADRs na SST 26 06
Foto: Kênia Pacheco/SST

Uma reunião técnica de apoio às políticas públicas setoriais foi promovida nesta segunda-feira, 26, pela Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), no Centro de Treinamento da Epagri, em Florianópolis.

Os profissionais de Assistência Social das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) de todo o Estado integram o público alvo do evento, que teve como finalidade contribuir para o avanço destas políticas, apresentar a nova estrutura técnica das diretorias da pasta e articular ações conjuntas, de estreitamento de trabalho.

A gerente de Planejamento Regional e Apoio a Políticas Públicas da ADR Araranguá, Dione Helena Ramos Cesa, representou a Regional no evento.

Políticas públicas de Assistência Social, Trabalho Emprego e Renda, Habitação e Regularização Fundiária, segurança alimentar e nutricional e Direitos Humanos integram a estrutura da pasta, assim como as coordenadorias estaduais da Mulher, da Igualdade Racial, do Idoso, da Juventude e os 13 conselhos.

Encontro ADRs na SST 26 06
Foto: Kênia Pacheco/SST

O secretário da SST, Valmir Comin, relatou algumas estatísticas que descrevem a realidade social de Santa Catarina e solicitou apoio de todos para que o trabalho reparador seja realizado com muito empenho e comprometimento. Ele disse ainda que garantir os direitos sociais de todos os catarinenses é sua missão, na Secretaria assumida em janeiro deste ano. “Só estando à frente desta pasta para visualizar a demanda existente com tantos detalhes. Queremos com este encontro aproximar nossas equipes, fortalecer laços. Nosso compromisso é com as pessoas, respeitando seus direitos”, disse o secretário.

O grupo ainda reservou um momento do encontro para troca de informações e esclarecimentos de dúvidas. Os secretários executivos de Desenvolvimento Regional de Laguna, Luiz Felipe Remor e de Braço do Norte, José Ricardo Medeiros comentaram a importância da reunião como um novo canal de comunicação e aproximação. 

Mais informações para a imprensa:
Kênia Pacheco
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST)
Fone: (48) 3664-0916 / (48) 99984-1799
E-mail: ascom@sst.sc.gov.br
Site: www.sst.sc.gov.br


Foto: Rosália Pessato / SPG

Erradicar a extrema pobreza, reduzir o déficit habitacional e garantir segurança alimentar para a população catarinense foram assuntos debatidos pelo Governo e sociedade civil organizada no workshop de Assistência Social, Trabalho e Habitação do Plano de Desenvolvimento de Santa Catarina 2030, em Florianópolis. A elaboração do Plano SC 2030 é coordenada pela Secretaria de Estado do Planejamento com apoio técnico da UFSC.


Fotos: Elenise Melo Nunes/ADR São Joaquim

Brindados com uma linda tarde de domingo, 25, o Dia do Pedal e a Mateada encerraram o último dia do Inverno no Boulevard, evento que reuniu as famílias joaquinenses. O Inverno no Boulevard, realizado em comemoração à inauguração da Revitalização das Ruas Centrais de São Joaquim, iniciou no dia 20 de junho com a promoção de diversas atividades culturais, educativas e de lazer.

Dia do Pedal e Mateada encerram último dia do Inverno no Boulevard em São Joaquim

Promovido pela ADR São Joaquim, Prefeitura e Sesc, o Passeio Ciclístico contou com o apoio da Associação Pedal do Frio e reuniu mais de 170 participantes, de todas as idades, desde as crianças de dois anos nas cadeirinhas de seu pais, como os adultos, que tiveram a oportunidade de fazer um passeio diferente. Um dos integrantes da Associação Pedal do Frio, Hermes Macedo, ressaltou a importância de atividades como o Dia do Pedal.  “Foi um evento grandioso, onde levamos oportunidade para as famílias de São Joaquim ter um domingo diferente. Ficamos satisfeitos por fazermos parte desde momento, que além de reunir as pessoas também incentiva a prática do esporte e da qualidade de vida”, afirmou.

Dia do Pedal e Mateada encerram último dia do Inverno no Boulevard em São Joaquim

José Padilha foi outro participante do Passeio Ciclístico e levou sua esposa e filha para pedalar. “Foi muito bacana a iniciativa, me surpreendeu o número de participantes. Este evento mostra como as pessoas podem aproveitar as ruas da cidade, e quem sabe até fechar algumas ruas aos domingos para proporcionar este momento entre as famílias. Esperamos que atividade como essa se repitam por mais vezes”, destacou José que é professor de Educação Física.

Enquanto alguns pedalavam, outras famílias se concentravam na Praça Cesário Amarante para a Mateada, com apresentações musicais e artísticas, cultivando a tradição, típica de São Joaquim. Com apoio da erva mate Buena, as pessoas levaram suas cuias, bombas e garrafas térmicas para assistir as apresentações culturais e conversar com os amigos. Entre as atrações, as invernadas artísticas da Terceira Idade, Alma da Serra e Tradição Serrana. Também participaram com apresentações musicais, os alunos de acordeon e violão da Escola de Música Seiferts, da Fábrica de gaiteiros do Sesc de Lages e do Atelier Godinhos.

Outra atração que atraiu dezenas de crianças no sábado, dia 24, foi o projeto “Educação no Trânsito”, da Polícia Rodoviária de Painel. Com carrinhos e uma pista com placas de sinalização e cones, as crianças tiveram a oportunidade de dirigir um carrinho em uma pista montada na Rua Manoel Joaquim Pinto, onde recebiam orientações sobre o trânsito. Na Praça Cesário Amarante, papel pardo e giz de cera também fez a alegria das crianças que coloriram a tarde de sábado.

Dia do Pedal e Mateada encerram último dia do Inverno no Boulevard em São Joaquim

A secretária executiva da Agência de Desenvolvimento Regional de São Joaquim, Solange Scortegagna Pagani, destaca que o evento atingiu o seu objetivo, oportunizando atividades de lazer, cultura, educação, esporte e negócios para a família joaquinense nas ruas revitalizadas de São Joaquim.

Informações adicionais para imprensa:
Elenise Melo Nunes
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional – São Joaquim
e-mail: sdrsaojoaquim@spg.sc.gov.br
Telefone: 49-3233.8301 – 99148.1016 – 99102.5054



O número 680 da Rodovia SC-443, no Bairro Próspera, em Criciúma, será o novo endereço do Sistema Nacional de Emprego (Sine), a partir do próximo mês. O espaço fica localizado na sede da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR). A medida foi adotada pela Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST) para gerar economia ao Estado. Criciúma não é a primeira cidade que está passando por esta experiência, outros postos do Sine já funcionam em ADRs.


Fotos: James Tavares / Secom

O governador Raimundo Colombo inaugurou na tarde desta sexta-feira,23, a revitalização da área central do de São Joaquim, na Serra Catarinense. Nessa época do ano, o município recebe turistas de todo o país, atraídos pelas baixas temperaturas e pela neve, o que, segundo o governador, reforça a importância do investimento de R$ 7,2 milhões do Pacto por Santa Catarina. “São Joaquim e região têm uma beleza natural única, e, agora, a cidade se fortalece para se desenvolver e oferecer mais qualidade a quem mora e a quem visita São Joaquim”, disse Colombo.


Foto: James Tavares / Secom

O governador Raimundo Colombo visitou nesta segunda-feira, 19, a Mitra Diocesana de Joinville onde se encontrou com o padre Adenir José Ronchi. Foi informado que o novo bispo da Diocese de Joinville, Dom Francisco Bach, assume no sábado, 24. O encontro contou com a presença do secretário executivo em exercício da ADR Joinville, Volnei Francisco Batista; do ecônomo, Ivam Macieski; e do assessor Diocesano de Comunicação, padre Ivanor Macieski.

São Miguel - Preparação técnica para a campanha do Programa Mulher Viver sem Violência
Foto: Gisele Vizzotto/Regional de São Miguel do Oeste

Representantes das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) de São Miguel do Oeste, Itapiranga, Maravilha e Dionísio Cerqueira, participaram nesta segunda-feira, 19, de uma preparação técnica para a campanha permanente de unidades móveis: Mulheres e Cidadania, do Programa Mulher Viver sem Violência. O encontro foi realizado no auditório da ADR de São Miguel do Oeste.

Os ônibus itinerantes do programa estarão na região em agosto e visitam os três municípios de cada ADR com maior índice de violência contra a mulher: Bandeirante, Paraíso e São Miguel do Oeste; Flor do Sertão, Maravilha e Pinhalzinho; Dionísio Cerqueira, Guarujá do Sul e São José do Cedro; Iporã do Oeste, Itapiranga e São João do Oeste.

A coordenadora estadual da Mulher da Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habilitação, Aretusa Larroyd, e a representante da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável no Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (Cedim), Fabiana Lopes Ribeiro, repassaram orientações junto aos profissionais.

Conforme Aretusa, a ação tem o intuito de reforçar a importância da luta feminina. “As unidades móveis têm caráter preventivo, devendo realizar ações de assistência, apuração, investigação e enquadramentos legais, sempre pautados no respeito aos direitos humanos e aos princípios do Estado Democrático de Direito e tendo por norte os eixos do Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra as Mulheres”, afirma.

O roteiro dos ônibus itinerantes se inicia na ADR de Maravilha de 7 a 11 de agosto. Em seguida, 14 a 18 de agosto, as Regionais de São Miguel do Oeste e Dionísio Cerqueira recebem a ação. E de 25 a 28, a ADR de Itapiranga encerra o roteiro no Extremo-Oeste.

O programa percorrerá todos os municípios do estado de Santa Catarina através de um cronograma desenvolvido pelo Fórum de Enfrentamento á Violência das Mulheres do Campo, das Florestas, das águas e Quilombolas.

Informações adicionais:
Gisele Vizzotto
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de São Miguel do Oeste
E-mail: imprensa@sge.sdr.sc.gov.br
Telefone: (49) 98837-7422

Vinte municípios catarinenses serão contemplados na primeira etapa com obras de Centros de Referência em Assistência Social (Cras). O processo licitatório foi lançado pela Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), que anuncia um investimento de R$ 10 milhões, com recursos do Pacto.

O Secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Valmir Comin, recebeu a aprovação do edital das mãos do secretário de Estado de Planejamento, Murilo Flores. Conforme o secretário, o trabalho foi intenso das equipes técnicas da SST e da secretaria de Planejamento para dar celeridade ao processo e garantir a liberação das obras.

Ele explica que a principal atividade de um Cras é prevenir ocorrências de situações de vulnerabilidade e riscos sociais. “Com estas obras físicas, fica a certeza da chegada do trabalho social em cada cidade. O governo vai levar mais dignidade e conforto para os profissionais que atendem as pessoas que mais precisam”, pontua.

Segundo Comin, receberão as obras na primeira licitação os municípios de Agrolândia, Alto Bela Vista, Apiúna, Dona Emma, Erval Velho, Imaruí, Jaraguá do Sul, Maracajá, Pomerode, Presidente Nereu, Rio do Oeste, Rio Rufino, Rodeio, São Ludgero, Schroeder, Serra Alta, Sombrio, Timbó, Vargeão e Vidal Ramos. 

Mais informações para a imprensa:
Kênia Pacheco
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST)
Fone: (48) 3664-0916 / (48) 99984-1799
E-mail: ascom@sst.sc.gov.br
Site: www.sst.sc.gov.br

 

 

 

 

Desafios e metas para a gestão pública estão em debate por representantes do Estado nesta terça, 6, na Escola de Governo (ENA), em Florianópolis. O workshop focado em finanças e pessoal faz parte da elaboração do Plano de Desenvolvimento Catarinense para 2030, coordenado pela Secretaria de Estado do Planejamento com apoio da UFSC.

Conforme levantamento de grupo de trabalho das secretarias de Administração e da Fazenda, os obstáculos da gestão do Estado para 2030 são previdência estadual, crescimento vegetativo da folha, incerteza nas receitas devido aos riscos econômicos e legais, guerra fiscal, renovação do quadro de pessoal, baixo investimento em tecnologia, automação e inovação e partidarização das decisões na Gestão Pública.

“O desafio imediato na área de finanças refere-se à previdência estadual que tem crescido muito nos últimos anos e o Estado está contratando pouco, mas há muitas aposentadorias que acabam elevando o custo financeiro para o Estado. Com menos funcionário o Estado vai ter que se reestruturar em termos de gestão, principalmente com tecnologia de informação e informatização da própria gestão para reduzir o número de pessoas. Essa talvez seja a saída para esse impasse que é o grande crescimento das obrigações previdenciárias do servidor público estadual”, destacou o professor da UFSC José Nicolau.

Em 2016, o poder Executivo mudou o modelo catarinense de previdência para reduzir o déficit previdenciário a partir de duas medidas: a contribuição dos servidores passou de 11% para 14% e do Estado de 22% para 28%, de forma gradual, até 2018; e foi criada uma previdência complementar, a SCPrev, a exemplo do modelo adotado no sistema privado.

Até o final da tarde, os participantes do workshop vão apresentar propostas de objetivos estratégicos, diretrizes e indicadores para os temas: receitas; investimentos; ineficiência da gestão pública e governança pública; gestão de pessoas e saúde do servidor; e gestão de compras e ativos. Participaram do workshop representantes das secretarias estaduais da Fazenda, Administração e Planejamento, Instituto de Previdência do Estado de Santa Catarina (Iprev), Previdência Complementar do Estado de Santa Catarina (SC Prev), Procuradoria Geral do Estado e Escola de Governo.

>>> Acesse a apresentação do professor da UFSC José Nicolau sobre Gestão Pública.

Sobre o Plano de Desenvolvimento de Santa Catarina 2030

O Plano de Desenvolvimento de Santa Catarina 2030 abordará quatro grandes dimensões: Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social, Infraestrutura e Meio Ambiente e Gestão Pública. É uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento, em cooperação com a UFSC e com apoio da FAPESC.

Será construído de forma participativa a partir do estabelecimento de indicadores, metas, objetivos e estratégias como instrumento auxiliar para a ação governamental em Santa Catarina. Busca responder as seguintes questões: onde estamos, aonde queremos chegar, como vamos chegar lá e com quais instrumentos de governança.

Até final de junho serão realizados workshops setoriais abordando os temas: indústria, comércio, ciência e tecnologia; pessoal e finanças; cultura, esporte e turismo; saúde; educação; segurança pública; assistência social, trabalho e habitação; agricultura e pesca; meio ambiente; infraestrutura; mobilidade urbana. Depois dessa etapa, a equipe técnica fará entrevistas com especialistas de cada área e apresentará o conteúdo em workshops regionais (Grande Florianópolis, litoral norte, litoral sul, Planalto Serrano, Planalto Norte, Alto Vale do Itajaí, Meio Oeste e Oeste).

Informações adicionais para imprensa:
Rosália Dors Pessato
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado do Planejamento
E-mail: rosalia@spg.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3319/99186-9740

Gestão Pública será tema de um workshop nesta terça, 6, na Escola de Governo (ENA), em Florianópolis, das 13h30 às 18h30. Representantes das secretarias estaduais da Fazenda, Administração e do Planejamento reúnem-se para tratar de pessoal e finanças. A iniciativa faz parte da elaboração do Plano de Desenvolvimento Catarinense para 2030, coordenado pela Secretaria de Estado do Planejamento com apoio da UFSC.

Na programação do workshop está prevista apresentação de um panorama da área de pessoal e finanças na administração pública, como previdência estadual, crescimento vegetativo da folha, incerteza nas receitas, guerra fiscal, renovação do quadro de pessoal e investimentos em tecnologia, automação e inovação. Os participantes vão se dividir em grupos de trabalho para discutir os temas propostos pelo professor da UFSC José Nicolau.

Até final de junho serão realizados encontros sobre Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social e Infraestrutura e Meio Ambiente.

Sobre o Plano de Desenvolvimento de Santa Catarina 2030

O Plano de Desenvolvimento de Santa Catarina 2030 abordará quatro grandes dimensões: Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social, Infraestrutura e Meio Ambiente e Gestão Pública. É uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento, em cooperação com a UFSC e com apoio da Fapesc.

Será construído de forma participativa a partir do estabelecimento de indicadores, metas, objetivos e estratégias como instrumento auxiliar para a ação governamental em Santa Catarina. Busca responder as seguintes questões: onde estamos, aonde queremos chegar, como vamos chegar lá e com quais instrumentos de governança.

Até final de junho serão realizados workshops setoriais abordando os temas: indústria, comércio, ciência e tecnologia; pessoal e finanças; cultura, esporte e turismo; saúde; educação; segurança pública; assistência social, trabalho e habitação; agricultura e pesca; meio ambiente; infraestrutura; mobilidade urbana. Depois dessa etapa, a equipe técnica fará entrevistas com especialistas de cada área e apresentará o conteúdo em workshops regionais (Grande Florianópolis, Litoral Norte, Litoral Sul, Planalto Serrano, Planalto Norte, Alto Vale do Itajaí, Meio Oeste e Oeste).

Informações adicionais para imprensa:
Rosália Dors Pessato
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado do Planejamento
E-mail: rosalia@spg.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3319/99186-9740