Compartilhe

Um aplicativo inovador de promoção à educação ambiental desenvolvido em Santa Catarina em parceria entre diversos órgãos serviu como case durante a VII Conferência Internacional sobre Criatividade (ASOCREA), IX Fórum Internacional de Escolas Criativas (RIEC) e II Seminário de Resiliência (AIRE), em Barcelona, nesta quinta-feira, 04 de julho.

Com o nome de “Polinize Ideias”, o APP, baseado em um Portal, mas ainda em fase de desenvolvimento, tem a missão de divulgar informações voltadas para a educação ambiental, entre as quais: instituições, iniciativas, pontos de coleta seletiva, reciclagem, descarte de lixo eletrônico, hortas comunitárias, parques, museus, jogos educativos, entre outras.

A ideia chamou a atenção de acadêmicos da Facultat d'Educació na Universitat de Barcelona, que convidaram os organizadores da ferramenta para apresentar o aplicativo no “Mercado de Experiências”, seção do seminário com a participação da comunidade e considerado uma experiência criativa. 

“Ferramentas como estas cumprem seu papel educacional e possibilitam acesso e a conscientização das pessoas, contribuindo para mudanças significativas nas estruturas sociais, econômicas e culturais, um grande desafio na atual situação da educação ambiental no Brasil e que estamos cientes da importância para o estado”, destaca o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), Lucas Esmeraldino.

A pedagoga responsável pelo projeto na SDE, Maureen Albina Gonçalves, explica que a ideia do APP surgiu a partir do Portal de Educação Ambiental de Santa Catarina, elaborado pela Universidade do Vale de Itajaí (UNIVALI) e idealizado nas reuniões da Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental de Santa Catarina (CIEA/SC), com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc).

Recheado de notícias e atividades voltadas para o público catarinense, principalmente a respeito do que é realizado em Educação ambiental no Estado, por escolas, associações, organizações não governamentais, entidades públicas e privadas, o Portal é mantido pela CIEA/SC e pela SDE. 

O Portal ganhou espaço na internet e já recebeu mais de 200 projetos criativos. Na sua próxima fase, passará a ser transferido a uma nova plataforma, um aplicativo para aparelhos eletrônicos.  

“A tecnologia tem invadido leigos e profissionais das mais diversas áreas do conhecimento, o celular tem se mostrado uma grande ferramenta educativa e, cada vez mais, aplicativos disponíveis informam, ensinam e ajudam na complementação do conhecimento”, explica a Coordenadora Especial de Integração e Planejamento Ambiental, Thays Saretta Sulzbach.