Divulgação / CBMSC

A Operação Veraneio em Santa Catarina, que iniciou em 4 de outubro e segue até 11 de março, mobilizou até agora pelo menos 51 viaturas, quatro aeronaves, 24 embarcações e 37 quadriciclos para reforçar o atendimento durante a temporada no estado. Cerca de 1.700 guarda-vidas civis estão à disposição do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC). Por dia, 1.146 profissionais atuam nas operações para garantir a segurança de catarinenses e turistas nas praias.

De 4 de outubro de 2018 a 18 de fevereiro de 2019, foram registrados 27 óbitos em água doce e 19 em água salgada. Apenas três situações aconteceram em áreas com cobertura de guarda-vidas do CBMSC. Neste mesmo período da temporada passada, foram registrados 11 afogamentos seguidos de óbito em água salgada, sendo apenas dois em áreas patrulhadas. Em áreas de água doce, no mesmo período, ocorreram 18 óbitos, um deles em área patrulhada.

Os dados ressaltam a importância da conscientização do público para que evite locais sem postos de guarda-vidas. Costões, rios, lagos e piscinas, por exemplo, são locais frequentados por banhistas e que também oferecem risco à vida.

Participam da Operação Veraneio, além do (CBMSC), as polícias Civil, Militar e Rodoviária, IGP, Detran, assim como as secretarias da Defesa Civil, da Justiça e Cidadania, também Exército, Marinha, Aeronáutica, polícias Federal e Rodoviária Federal. As prefeituras das áreas atendidas também atuam por meio das guardas municipais.

Dentre outras ações, o CBMSC reforça o efetivo no Litoral do Estado por meio das transferências temporárias de militares e da atuação dos guarda-vidas civis nas praias e balneários. A Operação Veraneio para o Corpo de Bombeiros não se encerra no dia 11 de março e os trabalhos são divididos em três etapas – pré, alta e pós-temporada.

Prevenção

Durante a Operação Veraneio, o Corpo de Bombeiros Militar da Santa Catarina atua também com atividades de prevenção e conscientização. Para jovens e crianças com idade de 9 a 13 anos, foi o criado o Projeto Golfinho, que reúne atividades educativas para prevenir afogamentos em piscinas, rios, lagos e praias. As aulas são gratuitas e têm duração de quatro dias, com instruções de prevenção e conscientização sobre os perigos do mar, além de orientar para o exercício da cidadania e preservação meio ambiente. O projeto comemorou 20 anos de criação em 2018 e já certificou cerca de 35 mil alunos no Estado, somente no último ano.

Além deste projeto, todo o serviço de salvamento aquático é voltado para a prevenção, com atuação dos guarda-vidas nas praias buscando evitar afogamentos e consequentemente resgates. Desta forma, são colocadas bandeiras nos postos sinalizando a condição geral da praia, seguindo a seguinte orientação:

Bandeira Verde – risco baixo de afogamento;
Bandeira amarela – risco médio de afogamento;
Bandeira vermelha – risco alto de afogamento.

As bandeiras são colocadas também na orla da praia, e indicam pontos de perigo com a bandeira vermelha e pontos seguros para banho, com bandeira verde. Há ainda a bandeira lilás, que indica a presença de águas vivas na praia.

Além deste artifício, o CBMSC coloca placas de sinalização em locais em que não há a presença de guarda-vidas, ou que apresentam risco elevado para o banhista – e não é indicado o banho no local.

Informações adicionais à imprensa: 
Tenente BM Ian Triska 
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina - CBMSC
(48) 3665-8424 / (48) 99189-7081
ccssubch@cbm.sc.gov.br 
www.cbm.sc.gov.br 

Foto: Flávio Vieira Júnior/DF

As chuvas registradas em Santa Catarina nas últimas 72 horas causaram estragos em municípios catarinenses. As principais ocorrências foram deslizamentos, alagamentos, inundações e quedas de árvores. A Secretaria de Estado da Defesa Civil, por meio das coordenadorias regionais, acompanha a situação nos municípios. As prefeituras de Araquari, Barra Velha, Balneário Barra do Sul, Penha, Porto Belo, Navegantes e Balneário Piçarras decretaram situação de emergência no âmbito municipal. A Defesa Civil do Estado ainda aguarda o envio da documentação para análise e posterior homologação ou não dos casos.

A chuva superou 300 mm em Araquari. Esses volumes representam mais do que se espera para o mês de fevereiro inteiro. Equipes da Defesa Civil seguem em alerta, porque há risco de deslizamentos de terra, especialmente no Litoral Norte, Grande Florianópolis e Médio/Baixo Vale do Itajaí.  O Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC) também está auxiliando nos trabalhos. 

Conforme o relatório mais recente da Defesa Civil, os municípios mais afetados foram Guaramirim, Joinville, Porto Belo, Garuva, São Francisco do Sul, Itapoá, Balneário Barra do Sul, Penha, Araquari, Barra Velha, Grão Pará, Balneário Piçarras, Armazém, Florianópolis e São José. Ao todo são 97 pessoas desabrigadas e 62 famílias desalojadas. A previsão da Epagri/Ciram indica a continuidade das chuvas, principalmente nesta segunda-feira, 18. O tempo deve melhorar a partir do final da tarde.

Desalojados/desabrigados

Araquari: 37 pessoas em abrigos
Guaramirim: 12 famílias desalojadas
Barra Velha: 60 pessoas em abrigos /IAH 30 colchões, 30 Acomodações e 60 kits de higiene.
Balneário Barra do Sul: em levantamento
Penha: 50 famílias desalojadas
Porto Belo : Em levantamento
Navegantes : Em levantamento
Balneário Piçarras: 12 famílias desalojadas
Camboriú: 3 famílias desalojadas
Ponte Serrada: 20 pessoas em abrigos e 10 familias desalojadas
Abelardo Luz: 10 pessoas em abrigos

Total:
Abrigos Abertos: 02  
Desabrigados: 132 pessoas  
Desalojados: 91 famílias

Condições das rodovias

De acordo com o Comando de Policiamento Militar Rodoviário (CPMR), Santa Catarina tem uma estrada totalmente bloqueada e uma parcialmente bloqueada na manhã desta segunda-feira. A SC-108 no trecho entre Guaramirim e Blumenau, entre os KM 34 e 35 KM, está totalmente bloqueada em função de uma queda de barreira e de parte da pista. Há um desvio provisório no local, por estrada de chão, limitado para carros de passeio. Veículos pesados não estão passando no local.

A SC-390, na Serra do Rio do Rastro, está com acesso parcialmente bloqueado, para veículos pesados acima de 6 toneladas. O trecho afetado fica entre Bom Jardim da Serra e Lauro Müller.  O CPMR e o Deinfra estão tomando todas as medidas necessárias para minimizar os transtornos e fazer os reparos nas rodovias.


Foto: Divulgação/CPMR

Previsão do tempo

O gerente de Alerta da Defesa Civil Estadual, Frederico de Moraes Rudorff, informa que as pessoas que moram em áreas de risco devem ficar atentas a qualquer movimentação de terra e evitar transitar em áreas alagadas. Em casos de ocorrências, devem acionar a Defesa Civil pelo 199 ou o Corpo de Bombeiros 193. Ele também recomenda que a população acompanhe os avisos meteorológicos diários e de curto prazo (de 1h até 3 h de antecedência) na página da Epagri/Ciram, Defesa Civil e redes sociais.

Receba alertas via SMS. Envie seu CEP para o número 40199. O serviço é gratuito.

Aulas suspensas

As aulas foram suspensas em Araquari, Guaramirim, Balneário Camboriú, Balneário Barra do Sul e Barra Velha.

Volume de chuva:

Relatório Parcial de ocorrências 17 e 18/02/2019 - 11:06 hs.

JOINVILLE
Data/hora: 17/02/2019
Evento: Chuvas intensas
Descrição: Foram registrados vários pontos de alagamento.

GUARAMIRIM
Data/hora: 17/02/2019
Evento: Chuvas intensas
Descrição: A chuva constante provocou alagamentos e pequenos escorregamentos, um deles provocou a interdição parcial de via pública.

GARUVA
Data/hora: 17/02/2019
Evento: Chuvas intensas
Descrição: Registro de alagamentos no município.

SÃO FRANCISCO DO SUL
Data/hora: 17/02/2019
Evento: Chuvas intensas
Descrição: Registro de pontos de deslizamentos no município, nos bairros e balneários.

ITAPOÁ
Data/hora: 17/02/2019
Evento: Chuvas intensas
Descrição: Registro de pontos de alagamentos, mas situação já normalizada.

BALNEÁRIO BARRA DO SUL
Data/hora: 17/02/2019
Evento: Chuvas intensas
Descrição: Registro de pontos de alagamentos nos bairros Centro, Costeira e Salinas.

BARRA VELHA
Data/hora: 17/02/2019.
Evento: Enxurradas /Deslizamento.
Descrição: Por voltas das 10h, devido ao grande volume de precipitação, vários Bairros, no total de 06 (seis), foram tomados pelas águas causando situação onde foi necessária a retirada de varias pessoas de suas residências. Foi criada a sala de situação é acionados dois  (02) abrigos.
Danos humanos (n°): Em levantamento.
Danos materiais (n°): Em Levantamento

PENHA
Data/hora:17/02/2019, atualizado as 17h45.
Evento: Tempestade Local/ Convectiva - Chuvas Intensas.
Descrição: Pancadas de Chuva com raios e ventos causando alagamento em toda a cidade, queda de árvore, deslizamento de terra e queda na energia.
Abrigo aberto no Centro Educacional Profissionalizante em frente a Secretária de Educação.

GRÃO PARÁ
Data/hora:17/02/2019, 18 hs
Evento: Chuvas intensas.
Descrição: Devido ao grande volume de chuva  a SC-370, no KM 137, foi bloqueado novamente por precaução e prevenção, PRE já tem ciência da situação. O tráfego de veículos volta a percorrer a rota alternativa até nova avaliação e reestruturação do local afetado.

ARAQUARI
Data/hora:17/02/2019
Evento: Chuvas intensas.
Descrição: Devido a áreas alagadas estão  desabrigados 25 adultos e 6 crianças no município. Todos foram atendidos em abrigos abertos pela Prefeitura.

FLORIANÓPOLIS
Data/hora:17/02/2019
Evento: Chuvas intensas.
Descrição: Devido ao grande volume de chuva foram registrados vários pontos de alagamento e pequenos deslizamentos.

SÃO JOSÉ
Data/Hora: 17/02/2019 - 20h
Evento: Chuvas intensas
Descrição: O elevado volume de chuvas registrado ao longo do dia de hoje (17) resultou na elevação do nível de córregos, além de alagamentos devido a insuficiência do sistema de drenagem urbana e deslizamentos. Ocasionando transtornos em diversos pontos do município, com a obstrução de vias públicas.
Danos ambientais: Em levantamento
Danos humanos: Em levantamento
Danos Materiais: Em levantamento
Fornecimento de IAH. Em levantamento

ARMAZÉM
Data/Hora: 17/02/2019 - 20h
Evento: Chuvas intensas
Descrição: Devido às chuvas do final de semana a situação do município foi agravada. A ponte no centro do município está colapsada.

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Flávio Vieira Júnior
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil - SDS
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889 / 99651-5888
E-mail: defesacivilsc@gmail.com
Site: www.defesacivil.sc.gov.br

Desde o dia 30 de janeiro, as equipes do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina seguem em revezamento para auxiliar nas buscas por vítimas em Brumadinho, MG. Nesta terça-feira, 12, a terceira Força-Tarefa deve chegar ao local, por volta das 20h30min, para mais uma troca de equipe. Com equipamentos e métodos específicos, a corporação catarinense segue requisitada para intervenção em áreas deslizadas, uma das atividades que demandam mais técnica, estratégia, além de muito treinamento.

Referência internacional na atividade e frequentemente acionada para resposta a eventos críticos, as Forças-Tarefa, como são chamadas, são compostas por bombeiros militares, binômios (cães de busca e resgate e tutor bombeiro militar), além de equipamentos específicos para a missão. Hoje, Santa Catarina possui 14 equipes estruturadas - e prontas para emprego - lotadas em diferentes locais do estado.

Sobre a busca com cães

Até o momento, seis cães da raça Labrador foram empregados em Minas Gerais. Nesta terceira equipe, a cadela Zaara será conduzida pelo tutor Cabo de Souza. A escolha da raça se dá por conta do olfato, do temperamento dócil, entre outros fatores. O treinamento dos animais é feito exclusivamente com feedback positivo, sem nenhum maltrato ao animal e as buscas com o cão assegura que a equipe de intervenção na área deslizada realizará os procedimentos de extração de uma vítima no local correto.

O CBMSC é referência internacional em Cinotecnia (busca com cães), com larga experiência técnica e local.

O emprego destas equipes não prejudica o atendimento em Santa Catarina, que segue normalizado, tanto nas ocorrências, quanto na Operação Veraneio. Os resultados e detalhes da operação, por parte do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, serão passados para a imprensa em entrevista coletiva, com a presença dos cães e militares envolvidos, com data a ser confirmada.

Militares da terceira Força-Tarefa

- 1º Tenente Coronel BM Walter Parizotto
- Cabo BM Anselmo Cardoso Filho
- 1º Tenente BM Rubens José Babel Júnior
- 1º Tenente BM Diego Medeiros Franz
- 2º Sargento BM Neodir G. Lohmann
- Cabo BM Giovane José Giacomini
- Cabo BM Carlos Alexandre de Souza
- Soldado BM Diego Moreira
- Soldado BM Cheine Carnieletto
- Soldado BM André Fortuna F. de Souza
- Soldado BM Robson Diego Rodrigues
- Soldado BM Valmir Roberto Martins Júnior
- Cão: Zaara

Militares que retornam ao estado nesta terça:

- Capitão BM João Emiliano de Moura Silva Miranda
- 3º Sargento BM Laucir Berlanda
- 3º Sargento BM Ítalo José Nunes Malvessi
- Cabo BM Lucas Bianchi
- Cabo BM Cesar Eduardo de Oliveira
- Cabo BM Cleber Antonio Mohr
- Soldado BM Júlio Leão de Oliveira Nogueira
- Soldado BM Anderson André Scholz
- Soldado BM Luciano Warth Silva Rangel
- Soldado BM Jocilei Carlos Tonet
- Soldado BM Geovan César Boufleur
- Cães: Barney e Johnnie

Força-tarefa que já retornou de Brumadinho:

- Capitão BM Clemente S. Michels
- Capitão BM Renan Vinotti Ceccatto
- 1ºSgt BM Valério Pereira
- 3ºSgt BM Gean Carlos Espíndola
- 3ºSgt BM Fabiano Jovinski
- Cabo BM Jacques Douglas Romão
- Cabo BM Ronaldo Fumagalli
- Soldado BM Giandro Rissi
- Soldado BM Josclei Tracz
- Soldado BM Thiago Spader
- Cães: Hunter, Iron, Chewbacca, Bravo

Informações para a imprensa:
Tenente BM Ian Triska (48) 9 9189-7081
Centro de Comunicação Social - CBMSC

Foto: Maurício Vieira/Secom

Depois de seis dias de trabalho intenso nas buscas aos desaparecidos pela tragédia em Brumadinho, MG, militares do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina retornaram e foram recepcionados pelo governador Carlos Moisés e pela vice Daniela Reinehr, na tarde desta sexta-feira, 8, na Casa d’Agronômica. Uma nova equipe catarinense foi enviada à cidade mineira para dar continuidade ao trabalho de cooperação.

Quatro cães auxiliaram os bombeiros em Brumadinho: Hunter, Chewbacca, Iron e Bravo. Eles receberam, do governador, uma coleira personalizada com o nome de cada um ao lado do brasão de Santa Catarina. Moisés parabenizou o empenho dos militares e elogiou o treinamento feito dia a dia pelo Corpo de Bombeiros. 

“A gente não quer que ocorram desastres, mas infelizmente eles acontecem e o Corpo de Bombeiros precisa dar uma resposta. Todos estão de parabéns pelo excelente trabalho, que é resultado de uma intensa preparação”, declarou o governador. O comandante-geral do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, coronel Edupércio Pratts, participou da recepção.

O tenente-coronel Walter Parizotto, comandante do Corpo de Bombeiros de Xanxerê, detalhou ao governador e à vice os treinamentos realizados no Centro de Referência em Desastres Urbanos, na cidade do Oeste. “Temos aqui estes cães ‘made in Santa Catarina’ que são referência no Brasil e na América Latina”, mencionou. Segundo ele, é comum que bombeiros de outros estados solicitem participação nos cursos promovidos no estado para atuação em desastres.

Dois anos de treinamento com cães

Durante os trabalhos de busca em Brumadinho, os cães catarinenses localizaram nove corpos inteiros, além de diversas partes que aguardam identificação. Os animais têm entre três e quatro anos de idade, e precisaram passar por pelo menos dois anos de treinamento para atuar em situações como em Minas.

Eles vivem nas residências dos militares com os quais formam “binômios”, para que os bombeiros e os cães tenham profundo conhecimento um do outro, fator fundamental para o sucesso das operações. Hunter, Chewbacca, Iron e Bravo vivem em Curitibanos, Canoinhas, Xanxerê e Blumenau, respectivamente.

Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: renan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99605-9196
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Foto: Julio Cavalheiro/Secom

Os Coronéis BM Edupércio Pratts e Charles Vieira assumiram, na manhã desta quinta-feira, 07, o Comando-Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), em Florianópolis. A solenidade, que contou com a presença do governador Carlos Moisés e da vice Daniela Reinehr, também foi marcada pela posse dos coronéis BM Daniel Fernandes, como chefe do Estado-Maior Geral, e Júlio César da Silva, como corregedor-geral.

O governador aproveitou a oportunidade para fazer dois anúncios de interesse da corporação: “Viemos prestigiar a passagem de comando e  anunciar que prorrogamos o concurso para que os excedentes da corporação possam ser contemplados em um futuro ingresso, assim que o limite de prudencial permitir. Também para comunicar a possibilidade de contratação de bombeiros comunitários para reforçar o efetivo operacional e levar mais segurança e prevenção à população catarinense”.

Os novos comandantes já estabeleceram foco em quatro pontos principais de atuação. A curto prazo, como reforço nas ações da Operação Veraneio, o objetivo é atrair parcerias público-privadas para a instituição, desenvolvimento dos projetos sociais, além de ações alinhadas com o Governo, como a contratação de efetivo para a corporação e a digitalização de processos. 

“Além da reposição de efetivo e utilização dos bombeiros comunitários nos quartéis do interior, temos vários desafios em 2019, como agregar tecnologias, principalmente em atividades técnicas, facilitando e agilizando os processos para que tudo seja mais rápido e para potencializar o atendimento a todos os catarinenses. Como integrante do Corpo de Bombeiros há 30 anos, é uma satisfação estar nesse posto”, disse Pratts.

O subcomandante-geral, Coronel BM Charles Vieira, terá a missão de atuar diretamente com a parte operacional e terá desafios para 2019. Sobre o que pode melhorar em relação a eficiência dos bombeiros, o coronel declarou que a instituição já é bem reconhecida no estado e no Brasi, mas que sempre há desafios. 

“Sempre temos coisas pra fazer que pode melhorar e levar um serviço de mais qualidade para sociedade. Temos que aumentar o nosso efetivo, isso vai potencializar mais o serviço lá na frente. Realizar cursos de diversas atividades. Na área da força-tarefa, que estava em Brumadinho, pensamos em fazer um curso único para que cada vez mais tenhamos pessoas prontas para essas missões”, declarou.

A solenidade também marcou a despedida do Coronel BM João Valério Borges, que não só deixou o Comando-Geral da instituição, como também passou para a reserva da corporação.

“Me sinto feliz por ter chegado ao final da minha carreira no cargo de comandante-Geral da corporação. Acredito que tenha sido um ano desafiador, o qual conseguimos conquistas importantes para a corporação. Saio com a consciência de dever cumprido e feliz por ter colaborado com a minha instituição. A troca de comando é algo importante, traz novas ideias, mudanças e alterações que fazem a corporação crescer ainda mais".

Sobre o comandante-Geral:

O coronel BM Edupércio Pratts é graduado em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), pós graduado em Administração de Segurança Pública e Gestão de Serviços de Bombeiros pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul).

Ingressou na carreira Militar no Estado de Santa Catarina no ano de 1984, passando pelo curso de formação de Oficiais, além do curso de Especialização de Bombeiro para Oficiais. No CBMSC atua como piloto do Batalhão de Operações Aéreas (BOA), foi diretor de Ensino, comandante da 1ª Região, chefe do Estado Maior Geral,  chefe do Controle Interno.

Sobre o subcomandante-Geral:

O Coronel BM Charles Alexandre Vieira é bacharel em Administração de Recursos Humanos, pela Faculdade Borges de Mendonça, pós graduado em Administração de Segurança Pública pela Unisul, além de especialista em Administração Pública pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). 

Ingressou na carreira militar no Estado de Santa Catarina em 1990, passando pelo curso de formação de Oficiais. Na instituição foi diretor de Ensino, comandante do Batalhão de Itajaí, comandante de Pelotão em Orleans e São Bento do Sul, comandante da 3ª CIA de Bombeiros Militar em Florianópolis, subcomandante do 1º BBM em Florianópolis, chefe da divisão de Engenharia Contra Incêndio e Pânico, da Diretoria de Atividades Técnicas, comandante da Academia de Bombeiros Militar, além de comandante do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças. Atuou ainda como Ajudante de Ordens do Secretário de Segurança Pública.

Informações para Imprensa:
Texto: Melina Cauduro – Assessoria de Comunicação da SSP
Tenente BM Ian Triska
Centro de Comunicação Social do CBMSC
(48) 98843-4427

Foto: Peterson Paul/Secom

Em reunião com os prefeitos de Grão Pará e Rio Fortuna, representantes da região Sul de Santa Catarina, o governador Moisés anunciou que o Estado, por meio da secretaria da Infraestrutura, vai assumir, de forma emergencial, a obra na SC-370, na altura do quilômetro 138, próximo à comunidade de Rio Pequeno, que dá acesso à Serra do Corvo Branco.

Segundo os prefeitos, a pista que já estava prejudicada pela erosão acabou cedendo depois das fortes chuvas que atingiram a região nos últimos dias. “A obra não poderá ser mais um paliativo, precisamos resolver o problema”, determinou o governador.

Durante a reunião, Moisés recebeu a informação do secretário da Infraestrutura, Carlos Hassler, de que será necessária a construção de galerias no local, com investimento de aproximadamente R$ 170 mil.

Atualização

Técnicos do Departamento Estadual da Infraestrutura (Deinfra) avaliaram a situação da SC-370, em Grão-Pará, na manhã desta segunda-feira, 4. A rodovia segue interditada e como alternativa os usuários podem utilizar a estrada vicinal por meio da ponte localizada na gruta do Rio Pequeno e retornar para a SC-370 atravessando a ponte em frente à igreja na comunidade do Rio Pequeno.

Destaca-se que o trecho da Serra do Corvo Branco, também na SC-370, permanece interditado. Na próxima quarta-feira, 6, a Secretaria de Estado da Defesa Civil (SDC) fará nova avaliação na rodovia. Em paralelo, técnicos da SDC estão elaborando um plano de trabalho para ações preventivas na Serra do Corvo Branco. O mesmo processo foi realizado na Serra do Rio do Rastro e resultou em um projeto orçado em cerca de R$ 20 milhões que serão repassados pelo Governo Federal.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Na manhã desta quinta-feira, 31, a equipe da Força-Tarefa do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) iniciou os trabalhos de busca na área afetada, em Brumadinho, Minas Gerais. Os trabalhos, como um todo, iniciaram já na quarta-feira, 30, quando os bombeiros chegaram na cidade. A equipe fez um estudo da área quente, reconhecimento do local com os cães, analisando a situação e traçando a estratégia a ser empregada junto com Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG).

Já nas primeiras horas desta quinta, o cão Hunter, tutoreado pelo Cabo Fumagalli, foi acionado e por volta das 12h30 e encontrou um corpo em meio a área devastada, que foi tomada por lama.

O CBMSC foi acionado por ser referência internacional na atividade de busca e resgate e também internacional em cinotecnia (busca com cães), com larga experiência técnica e local. O governador Moisés comentou sobre a utilização dos bombeiros e cães durante a cerimônia de promoção de oficiais e praças, na manhã desta quinta. “Isso mostra a importância de estarmos irmanados em todo o país”, reforçou.

Para Minas Gerais, foram enviados um caminhão de ajuda humanitária, três viaturas tracionadas para locais de difícil acesso, seis bombeiros militares especialistas em intervenções em áreas deslizadas, quatro binômios (dupla entre cão de resgate e tutor bombeiro militar), com um veterinário especializado em desastres. Além destes recursos, diversos equipamentos específicos para a atividade deslocam junto com a equipe, que forma uma das 14 Forças-Tarefa do CBMSC.

Com treinamentos específicos e larga experiência, os nossos bombeiros poderão ajudar nas operações de Minas Gerais em: intervenções em áreas deslizadas, busca terrestre, comando e gerenciamento de crise, ajuda humanitária, resgates, salvamentos, busca e resgate em estruturas colapsadas, atendimentos pré-hospitalares e outras - cujos treinamentos estão compreendidos pelos integrantes das Forças-Tarefas. O emprego destas equipes não prejudica o atendimento em Santa Catarina, que segue normalizado.

Informações para a imprensa:
Melina Cauduro
Secretaria de Estado da Segurança Pública
Ten. BM Ian Triska
Comunicação Social do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

Foto: Peterson Paul/Secom

O governador Moisés, acompanhado dos comandantes-gerais coronel PM Carlos Alberto de Araújo Gomes, da Polícia Militar, e coronel BM João Valério Borges, do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), participou do ato de promoção de oficiais e praças das duas corporações. A solenidade ocorreu na manhã desta quinta-feira, 31, no Centro de Ensino da PMSC, em Florianópolis.

No momento do discurso à tropa, o governador foi informado do início da incursão dos bombeiros militares catarinenses enviados a Brumadinho para ajudar na busca e resgate das vítimas da tragédia em Minas Gerais. Na oportunidade, desejou êxito na missão e disse que “o momento é de unir forças para ajudar e atender àquela população em suas necessidades”.

O governador ressaltou ainda que o mesmo espírito de contribuição, que envolve a missão em Brumadinho, deve prevalecer na conduta de todos os servidores públicos. “O importante é que entendamos que o Brasil é um só, o Estado é um só e é dele que as pessoas esperam o melhor das nossas ações das nossas entregas enquanto poder público”, completou Moisés.

Promoções

Ao todo, foram promovidos 13 oficiais e 133 praças da PMSC, além de 52 oficiais e 14 praças do Corpo de Bombeiros Militar. Em destaque, nove oficiais alcançaram o posto de coronel.

“A promoção é muito simbólica para quem carrega essas fardas. Muitos dos que estão aqui passaram a noite atendendo ocorrências e prestando socorro de toda a ordem, outros sairão daqui e já partirão em missão, portanto, é para eles este momento, diante de um desafio muito maior que é servir o próximo e tornar Santa Catarina o estado mais seguro desse país”, discursou o comandante-geral da PMSC, Carlos Alberto de Araújo Gomes.

Homenagens

Durante a solenidade, algumas autoridades receberam o título honorífico de “Amigo da PMSC”. A condecoração contempla pessoas, personalidades e órgãos públicos nacionais ou estrangeiros que tenham prestado relevantes serviços para à corporação. Além disso, cinco oficiais do CBMSC foram homenageados pelo Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul, pelas atuações em apoio à emancipação da instituição que agora não pertence mais à Brigada Militar daquele Estado.

Francieli Dalpiaz - Secom

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Foto: Comunicação/CBMSC

Na tarde desta terça-feira, 29 de janeiro, o comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) solicitou, formalmente, apoio ao Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC). No ofício, a necessidade demandada foi o envio de homens e mulheres especializados em intervenções em áreas deslizadas para apoio nas operações em resposta ao desastre local. 

Neste momento, os bombeiros militares se deslocam rumo a Brumadinho com um caminhão de ajuda humanitária, três viaturas tracionadas para locais de difícil acesso, seis bombeiros militares especialistas em intervenções em áreas deslizadas, quatro binômios (dupla entre cão de resgate e tutor bombeiro militar) e um veterinário especializado em desastres. Além destes recursos, diversos equipamentos específicos para a atividade vão com a equipe, que forma uma das 14 forças-tarefa do CBMSC.

Embora a corporação já estivesse em prontidão nesta semana, o deslocamento para fora do estado apenas foi iniciado após o governador Carlos Moisés assinar uma ordem de missão em comum acordo ao Governo do Estado de Minas Gerais. A previsão de chegada desta equipe é 16h desta quarta-feira, 30, para iniciar os trabalhos de busca e resgate com o serviço de cães envolvido.

Esta equipe deve ficar diuturnamente atuando na área estipulada por oito dias consecutivos, quando uma nova equipe do CBMSC deve fazer a rendição para a subsituição dos homens e mulheres nos trabalhos. Esta alternância deve persistir até o término das operações em Brumadinho (pode durar meses), com o apoio ininterrupto do CBMSC – coordenado com o CBMMG, Governos de Minas Gerais e de Santa Catarina.

Mais informações a imprensa:
Tenente BM Ian Triska
Centro de Comunicação Social
48 99189 7081


Foto: Gustavo Amorim/SDS

Depois de uma semana de chuvas intensas e temperaturas mais amenas, a previsão do tempo aponta para uma volta do calor nos próximos dias. No último final de semana de janeiro, a tendência é que o sol volte a aparecer entre nuvens.

Na Grande Florianópolis e no Norte do Estado, ainda haverá chuvas, principalmente nas madrugadas, manhãs e noites. “Será uma chuva de fraca intensidade, nada perto do que tivemos durante a semana. Antes tínhamos uma frente fria passando por Santa Catarina, agora estamos sob influência da circulação marítima nessas regiões”, explica a meteorologista da Epagri, Gilsânia Cruz. Nas demais regiões, a possibilidade de chuva fica restrita a pancadas isoladas no fim da tarde.

A temperatura estará em elevação, e pode passar dos 30°C em algumas regiões no domingo.

O vento, nos dois dias, será nordeste, fraco a moderado, com rajadas à tarde no Litoral Sul. Para receber alertas da Defesa Civil no seu celular, envie o CEP por mensagem SMS para o número 40199.

Acompanhe a atualização dos avisos meteorológicos diários e de curto prazo (de 1 até 3 h de antecedência), na página da EpagriDefesa Civil e nas redes sociais.

Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, telefone de emergência 199, Corpo de Bombeiros 193 ou Polícia Militar 190.

Mais informações:
Epagri/Ciram
Fone: (48) 3665-5006