Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Com a Palavra, o Governador - 22 de dezembro de 2017

Com a Palavra, o Governador - 22 de dezembro de 2017

O Governador Raimundo Colombo dá sua mensagem de agradecimento pelo ano que passou e os votos de um feliz natal e próspero ano novo.

Oportunidades

Próximos eventos


Foto: Aires Carmem/Epagri

Santa Catarina espera uma safra de milho 16% menor este ano. As estimativas iniciais do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa) são de que o estado tenha uma redução na área plantada e também na produtividade do grão, resultando em uma colheita de aproximadamente 2,7 milhões de toneladas na safra 2017/18. Os números foram divulgados no Boletim Agropecuário deste mês.

Os produtores catarinenses devem destinar 332 mil hectares para o plantio de milho, uma área 12,36% menor do que na safra 2016/17. Essa tendência é observada também em nível nacional e, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o Brasil terá uma safra de milho 17,3% menor este ano.

A colheita menor tem impacto direto no setor produtivo de carnes em Santa Catarina. Como maior produtor nacional de suínos e segundo maior produtor de aves, o estado consome em média seis milhões de toneladas de milho todos os anos. De acordo com o secretário da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, o estado já começa pensar em rotas alternativas para que o milho chegue com um preço mais competitivo em Santa Catarina. “Queremos aproximar o Paraguai e o mercado catarinense, através da região Oeste. Trazendo milho do Paraguai, nós conseguimos um preço melhor do que aquele vindo do Centro-Oeste, de onde nós normalmente compramos”, ressalta.

Entre os motivos que levaram os agricultores catarinenses a abandonarem o cultivo de milho grão estão os altos custos de produção e o preço abaixo do esperado na última safra, fatores que tornaram a soja mais atrativa. Além disso, muitos produtores estão investindo na produção de milho silagem.

Região Oeste

Nos municípios do Vale Uruguai, a colheita de milho grão já começou, porém com alguns problemas de produtividade devido à presença de pragas. Já a colheita do milho silagem avança rapidamente.

Já em torno de Chapecó, Xanxerê e Concórdia, as lavouras estão em fase de maturação com expectativa de uma safra normal.

Região de Joaçaba, Campos Novos, Curitibanos e Caçador

As lavouras nessas regiões foram afetadas pela estiagem em dezembro do último ano e devem ter uma produtividade até 10% menor.

Campos de Lages, Região Norte e Alto Vale do Itajaí

As lavouras nestas regiões estão com bom desenvolvimento e deverão apresentar bom potencial produtivo.

Informações adicionais para a imprensa
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca 
E-mail: imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-4417/ 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br


Foto: Julio Cavalheiro/Secom

O fim de semana dos catarinenses será de sol e chuvas isoladas, segundo a previsão do tempo da Epagri/Ciram. Nesta sexta-feira, 19, o sol predomina, mas há condição de pancadas de chuva durante a tarde e noite, principalmente no Oeste e no Norte do Estado. A meteorologista Laura Rodrigues informou que a chuva acontece de forma bem isolada e com menor intensidade do que as registradas no início da semana. As temperaturas estarão inferiores a 30°C, ficando entre 26 e 28°C na maior parte de Santa Catarinense.

E para o fim de semana, permanece o sol, com possibilidade de pancadas de chuva típicas de verão. Já no domingo, volta a chover em SC com volumes mais significativos. A temperatura estará elevada com sensação de ar abafado.

Acompanhe a atualização dos avisos meteorológicos diários e de curto prazo (de 1 até 3 h de antecedência), na página da Epagri/Ciram, Defesa Civil e redes sociais.

Receba alertas via SMS. Envie seu CEP para o número 40199. O serviço é gratuito.

Mais informações para a imprensa:
Central de Meteorologia
Epagri/Ciram
Fone: (48) 3665-5007 e (48) 3665-5172
E-mail: contatociram@epagri.sc.gov.br
Site: www.ciram.epagri.sc.gov.br
Facebook


Foto: Jaqueline Noceti/Secom

A empresa Parati, localizada em São Lourenço do Oeste, expandirá sua fábrica instalada na cidade. O governador Raimundo Colombo e o secretário de Estado da Fazenda, Renato Lacerda, assinaram um memorando de entendimento com a presidente da Kellogg para a América Latina, Maria Fernanda Mejia, e o vice-presidente da Kellogg/Parati no Mercosul, Gustavo Rincón.

>>> Galeria de fotos

O acordo envolve um investimento de aproximadamente R$ 215 milhões (cerca de US$ 66 milhões no câmbio de hoje) nos próximos dois anos para expandir as atuais instalações da Parati em São Lourenço do Oeste e a criação de mais de 200 empregos diretos localmente.

“Estamos felizes com mais este investimento da Kellogg/Parati em nosso estado. Santa Catarina foi escolhida principalmente por causa das condições favoráveis que o nosso estado oferece às empresas em termos de logística, infraestrutura, segurança, estabilidade econômica, talentos locais e, claro, proximidade dos consumidores da Parati e Kellogg. A Parati foi fundada em Santa Catarina e opera no estado desde 1972. A empresa é uma das principais que surgiram no estado e na região”, declarou o governador.

“Para uma cidade com um pouco mais de 23 mil habitantes, a criação de mais de 200 empregos é um ganho significativo”, disse o secretário de Estado da Fazenda, Renato Lacerda. A Parati, que foi beneficiada pelos programas Pró-Emprego e Prodec, deve contratar serviços de operadores logísticos do estado, gerando movimento econômico periférico na região.

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Fazenda - SEF
Aline Cabral Vaz
E-mail: avaz@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2575 / (48) 98843-8352
Cléia Schmitz
E-mail: cschmitz@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2572/ (48) 99157-1980
Sarah Goulart
E-mail: sgoulart@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2504/ (48) 98843-8553
Site: www.sef.sc.gov.br 

 

 

 

 


Foto: Julio Cavalheiro/Secom

O governador Raimundo Colombo assinou nesta quinta-feira, 18, a ordem de serviço para que a empresa Infraero inicie a administração, operação e manutenção do Aeroporto Regional do Planalto Serrano, em Correia Pinto, na Serra catarinense. O contrato tem duração inicial de 12 meses, sendo renovável ao final do prazo de vigência, e prevê um custo mensal de R$ 127.953,96. O aeroporto já está dotado de diversos equipamentos de sinalização e segurança adquiridos pelo Governo do Estado e que são necessários para o cumprimento das próximas etapas (vistorias e homologação), visando seu funcionamento.

>>> Galeria de fotos

“É mais uma etapa que prepara o aeroporto para receber pousos e decolagens homologados. O prédio está pronto e, agora, começa a administração. O aeroporto vai cumprir um papel estratégico de integração e desenvolvimento para toda região. Os equipamentos adquiridos são os mais modernos e completos que têm na aviação brasileira para aeroportos deste porte. Para a compra, foram investidos R$ 4,5 milhões pelo Governo do Estado”, disse o governador.


Foto: Cristiano Rigo Dalcin/ADR Lages

Neste primeiro período em que o Aeroporto Regional do Planalto Serrano não tem operações de pousos e decolagens, a Infraero ficará responsável pela ocupação do espaço físico, limpeza e manutenção da área, além de buscar a homologação do aeródromo junto aos órgãos reguladores, como a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e o Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta II).

O diretor de Transportes da Secretaria de Infraestrutura, José Carlos Muller Filho, explicou que, para o funcionamento do aeroporto, o primeiro passo é obter a homologação visual, para, na sequência, buscar a homologação por instrumentos, para então transferir os voos de Lages para Correia Pinto. “A expectativa é começar a receber voos de aviação geral diurnos já no segundo semestre e voos por instrumentos até o final de 2018. Tudo depende da homologação dos órgãos reguladores”, disse. 

O representante da Infraero, Aldair Rizzi, destacou que a empresa vai cumprir todas as exigências da Anac para ter condições de receber voos comerciais. “É uma iniciativa muito importante para o desenvolvimento regional. Já temos uma superintendente que vai cuidar dos trabalhos aqui, a Márcia da Silva Santos e, posteriormente, serão contratados os funcionários terceirizados. Com certeza, o funcionamento deste aeroporto é um grande ganho para Santa Catarina”, destacou.

“O ato de hoje abre em definitivo o progresso para nosso município”, afirmou prefeito em exercício de Correia Pinto, Casemiro de Liz. O evento contou com a presença de autoridades e comunidade.

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Fotos: Jeferson Baldo/GVG

O vice-governador Eduardo Moreira e o secretário de Infraestrutura, Luiz Fernando Vampiro, autorizaram a realização do projeto para pavimentação da quarta e última etapa do Anel de Contorno Viário de Criciúma. “O trecho tem 2,6 quilômetros e é fundamental para a solução dos problemas de mobilidade urbana de Criciúma”, afirmou Moreira na solenidade desta quinta-feira, 18, no Rio Maina, um dos maior distritos do município. A futura rodovia aproveitará uma área utilizada como linha ferroviária até 2009. O custo com desapropriações será baixo, pois o imóvel pertence à Prefeitura, atualmente.

>>> Galeria de fotos

A terceira etapa foi inaugurada em janeiro do ano passado, quando foram investidos R$ 43 milhões em 6,8 quilômetros de extensão. A primeira, em 1998, foi feita pelo município. “Aliado a outras obras, como a pavimentação da SC-446, que liga Treviso a Lauro Muller, e a recente inauguração da Via Rápida, o Anel Viário facilitará a mobilidade urbana e fomentará a indústria local por agilizar o escoamento da produção”, disse o secretário de Desenvolvimento Regional em Criciúma, João Fabris. Além do prefeito Clésio Salvaro, participaram da solenidade deputados federais e estaduais e secretários municipais.

Mais informações para a imprensa:
Vitor Hugo Louzado
Assessoria de Comunicação
Gabinete do Vice-Governador
Fone: (48) 3665-2283 / 99118-9821
E-mail: vhlouzado@hotmail.com 

Página 1 de 251