Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Hospital Celso Ramos completa 52 anos com ampliação de serviços e investimentos

Hospital Celso Ramos completa 52 anos com ampliação de serviços e investimentos

Uma das unidades hospitalares mais importantes de Santa Catarina está comemorando 52 anos de funcionamento em meio a um processo de ampliação dos atendimentos, com a oferta de novos serviços. O Hospital Governador Celso Ramos (HGCR) celebra aniversário nesta quinta-feira, 08, após receber investimentos de mais de R$ 1 milhão.

Oportunidades

Próximos eventos

Foto: Jeferson Baldo/Secom

O governador Eduardo Pinho Moreira prestigiou nesta quarta-feira, 21, a inauguração da unidade de Canelinha da empresa têxtil Costa Rica. O investimento de R$ 120 milhões deve gerar aproximadamente 400 empregos diretos quando a fábrica estiver em pleno funcionamento. A empresa, com sede no Paraná, se instalou na cidade do Vale do Rio Tijucas mediante a doação de um terreno de 130 mil metros quadrados por parte do prefeito Moacir Montibeller. É a segunda unidade da Costa Rica em Santa Catarina: a primeira foi construída em Nova Trento, em 2013.

Em sua fala durante o evento em Canelinha, Moreira saudou o investimento da família Sanches no Estado e lembrou que a administração estadual tem feito a sua parte na atração de novas empresas, citando o lançamento, também nesta quarta-feira, do programa SC Bem Mais Simples, que desburocratiza o processo de abertura de empresas.

“Esse será um ponto que vai estimular o desenvolvimento de Canelinha e de todo o Vale do Rio Tijucas. É uma grande empresa que fez a opção por Santa Catarina porque aqui encontrou recepção” disse o governador.

O prefeito Moacir Montibeller salientou a necessidade de uma retomada dos investimentos para que o Brasil definitivamente para trás o cenário de crise econômica.

“Geração de empregos é a nossa meta. Canelinha tem que ter emprego e renda para sobreviver, e esse grande investimento vai nos propiciar isso”, afirmou Montibeller.

Informações adicionais para a imprensa
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Foto: Antonio Prado/Fesporte

O time de Santa Catarina fechou o segundo bloco de modalidades dos Jogos Escolares da Juventude (JEJs), nesta terça-feira, 20, em Natal (RN), conquistando mais 15 medalhas, sendo cinco de ouro, seis de prata e quatro de bronze. Só o atletismo acrescentou mais 10 medalhas para os catarinenses. O segundo bloco dos JEJs envolveram, além do atletismo, badminton, voleibol e futsal. 

Agora, no quadro de medalhas, Santa Catarina dispõe no total de 66 medalhas sendo 13 de ouro, 36 de prata e 17 de bronze. A partir desta quinta-feira, os Jogos Escolares da Juventude entram no terceiro e último bloco de competição com as disputas por medalhas do judô, luta olímpica, basquete e handebol.

Nesta terça-feira, último dia de disputas do segundo bloco, os principais destaques do time Santa Catarina foram as medalhas de ouro no voleibol masculino, 12 a 14 anos, futsal feminino 15 a 17 anos e as três medalhas de ouro no atletismo.

O Voleibol masculino, 12 a 14  anos, da Escola Erwin Prade, de Timbó, foi campeão com propriedade ao bater o Colégio Leonardo da Vinci, de São Paulo, por 3 a 0, com parciais de 25/14, 25/16 e 25/15.

Outro que fez bonito em quadra foi o futsal feminino 15 a 17 anos da Escola Estadual Lurdes Lago, de Chapecó. As atuais campeãs mundiais escolar venceram por 4x3 nos pênaltis o Colégio Senador Atílio Fontana, do Ceará, após empatar em 2 a 2 com os gols catarinenses marcados por Rafa e Manu.

As meninas do futsal 12 a 14 anos da Escola Estadual Vidal Ramos Júnior, de Concórdia, ficaram com a medalha de prata ao perder por 3 a 2 para o Rio de Janeiro.

Quem também ficou com a prata foi vôlei feminino 12 a 14 anos do Colégio Sara Castelhanno, de Guaraciaba,  que perdeu por 3 a 2 para o Sistema Elite de Ensino (RJ) com parciais de 25/13, 16/25, 25/23, 22/25 e 12/15.

No badminton, dupla feminina, 12 a 14 anos,  Santa Catarina foi prata com Natália Stein/Colégio de Aplicação Uniarp, Caçador, e Natalya Geisler, Colégio Hamônia, de Ibirama. 

Confira os medalhistas do atletismo desta terça

Ouro

- Arremesso de peso 1 lugar peso masculino 14 anos Lucas Gabriel Gerlach, EEF SERSE Oldenburg, Palmitos  

- 400m rasos, 15 a 17 anos  - Karolina Bernardes/EEM Dite Freitas Escola Jovem/Tubarão

- Revezamento 4x75 (Marcos Machado/EEB Dom Pio de Freitas, Joinville; Erick Moisés/EBM Bairro Bortolotto, Nova Veneza; Lucas Gabriel  Antunes/ Colégio Santa Terezinha, Florianópolis e Leonardo Mendes/EM Tereza Mazoli, Joinville)

Prata

- Arremesso de peso - Juan Anding – Colegio Elias Moreira, de Joinville

- 250 metros rasos - Lucas Gabriel Fernandes Antunes – Colegio Santa Terezinha, Florianópolis

- 800 metros 15 a 17 anos -Larissa da Silva – EEB Abílio César Borges/Nova Veneza

Bronze

- 1.000 rasos, 12 a 14 anos - Gabriel Ristow Tasca/Colégio Bom Jesus Divina Providência, de Jaraguá do Sul

- Lançamento do dardo 12 a 14 anos  – Gabriela Jenevro – Colégio Dom Bosco/Chapecó

- Arremesso do peso, 12 a 14 anos, Taniele Rodrigues/EEBM prof. Vidal Ferreira/Pomerode

- Revezamento 4x400 misto, 15 a 17 anos (Mikaely Demo/EEB Abílio César Borges, Nova Veneza; Karolina Bernardes/EEM Dite Freitas Escola Jovem/Tubarão; Gabriel Jorge Ferreira/Colégio Catarinense, Florianópolis e Oriel Proença/EEB Prof. João Widemann, Blumenau.

- O basquete masculino 15 a 17 anos será representado pelo Instituto Estadual de Educação, de Florianópolis.

- Basquete feminino 15 a 17 anos – Colégio Evangélico Jaraguá, Jaraguá do Sul.

- Basquete masculino 12 a 14 anos – Colégio São José, Itajaí

- Basquete feminino 12 a 14 anos -  Colégio Evangélico Jaraguá, de Jaraguá do Sul.

Jogos Escolares da Juventude

Os JEJs são promovidos pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) e o time Santa Catarina, em Natal, é gerenciado pelo Governo Estadual por intermédio da Fesporte.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 99696-3045
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 



O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), entrega na próxima quinta-feira, 22, quatro Centros de Referência de Assistência Social (Cras) para as regiões do Médio Vale e Norte. As obras integram o Pacto por Santa Catarina e totalizam um investimento de R$ 1,4 milhão para os municípios de Pomerode, Schroeder, Timbó e Jaraguá do Sul.

Divulgação/Complexo Penitenciário de Chapecó

O governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (SJC), inaugura na próxima sexta-feira, 23 de novembro, às 09h30, o Presídio Feminino de Chapecó, com 286 vagas, unidade instalada dentro do Complexo Penitenciário de Chapecó. O ato contará com a presença do governador do Estado Eduardo Pinho Moreira e do secretário de Estado da Justiça e Cidadania, Leandro Antônio Soares.

A unidade oferecerá toda a infraestrutura necessária para atender a mulher presa de acordo com o que determina a Lei de Execuções Penais (LEP) como áreas para berçário, lactário, brinquedoteca, creche, atendimento médico e odontológico e salas de aula. Tudo de acordo com os critérios estabelecidos pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), uma vez que o projeto é em parceria do governo do Estado com o governo federal.

O investimento foi de cerca de R$16 milhões (R$ 16.176.531.75) - R$ 8 milhões do Ministério da Justiça e o restante do Estado de Santa Catarina. No total, 74 agentes penitenciárias femininas e 17 agentes penitenciários masculinos irão atuar na unidade, além de 13 assistentes administrativos, um médico, um dentista, duas enfermeiras, dois técnicos de enfermagem, dois psicólogas e dois assistentes sociais. 

Informações adicionais para a imprensa
Denise Lacerda
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania - SJC
E-mail: deniselacerda@sjc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-5810 / 99152-6934
Site: www.sjc.sc.gov.br

imigrantesvenezuelanos

Nesta terça-feira, 20, chegaram os demais venezuelanos do grupo de 60 que ficará morando em Palhoça. Na semana passada, 26 deles chegaram a Santa Catarina e se instalaram no complexo Dom Jaime Câmara, de propriedade do Governo do Estado. Os 34 novos imigrantes se juntaram ao primeiro grupo e também ficarão nas instalações por cerca de seis meses ou até que encontrem um trabalho e consigam viver por conta própria.

“Nós não podemos ficar alheios a uma situação que tem causando grande impacto em todo mundo. É uma questão humanitária e Santa Catarina tem realizado um processo organizado para que mais tarde não se torne um problema social ainda maior. Nós teremos seis meses para torná-los autosuficientes”, disse a secretária Romanna Remor, que acompanhou a chegada do grupo pessoalmente.

A secretária também fez questão de visitar as instalações onde estão abrigados e ficou muito feliz ao ver a organização e cuidado com que o primeiro grupo está cuidando de tudo. Muitos já fizeram cadastro no SINE e estão em busca de vagas no mercado de trabalho. Outros estão fazendo serviços autônomos até que encontrem um emprego definitivo. “Pelo que pudemos notar, logo muitos deles estarão integrados à comunidade e poderão seguir a vida sem a ajuda do Governo”, acredita a secretária.

Parceria: 

As providências para a chegada dos 60 imigrantes foi uma parceria entre Governo Federal, Governo do Estado, por meio da Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Habitação, Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados – ACNUR e ONG DU Projetos da Grande Florianópolis.

O Governo Federal fará o repasse de R$ 2 mil e 400 reais adiantados para manutenção de cada um deles por seis meses. A SST cedeu duas casas de três quartos cada, localizadas no complexo Dom Jaime, que foram reformadas para melhor atendê-los com recursos repassados pela ACNUR. A Secretaria fez três orçamentos para as melhorias necessárias e repassou a eles que trataram diretamente com a empresa que realizou a reforma.

Para atender as necessidades iniciais dos imigrantes a SST realizou campanhas de arrecadação na comunidade, recebendo doações como produtos de higiene, cama e banho, além de roupas e outros utensílios. A ONG Du Projetos também está emprenhada em arrecadar alimentos e fará o acompanhamento das famílias.

Todos que chegaram ao estado já estão com a avaliação de saúde feita, carteira de vacinas atualizada e documentação regularizada para permanência e trabalho em Santa Catarina.

Página 1 de 326