Encontre serviços e notícias do Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Histórias da Hercílio Luz: capítulo I



Oportunidades

Próximos eventos


Foto: Jeferson Baldo / GVG

O governador Raimundo Colombo e o vice-governador, Eduardo Pinho Moreira, assinaram a ordem de serviço para asfaltamento do acesso ao Farol de Santa Marta, em Laguna, nesta terça-feira, 23. A obra está orçada em R$ 3.887.113,08 e terá prazo de execução de 180 dias, com recursos assegurados pelo Governo do Estado.


Foto:  Luiza Filippo / Divulgação

Pela segunda vez no palco do Teatro Ademir Rosa, agora dentro da programação do CIC 8:30 – Grandes Encontros da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), o show Catarina Canta faz um resgate da história da música popular catarinense com a participação de convidados especiais que fazem parte deste contexto. O espetáculo será no dia 7 de junho, às 20h30.

Catarina Canta é um projeto que reúne canções catarinenses que marcaram diferentes épocas e intérpretes significativos de diversas gerações. O espetáculo mistura música e história. Nesta segunda edição, participam o Coral M`bya Guarani, Gazú, Márcio da Vila (Tijuqueira), Marcio Cesar (Capuchon), Marcelo Muniz e Alisson Mota (Grupo Engenho), Juca e Murilo Valente (Banda Tubarão), Tatiana Cobbett, Neco e Ricardo Porto.

A abertura do espetáculo será com um canto Guarani interpretado pelo Coral da tribo MymbaRoka da etnia M`bya Guarani de Sorocaba de Dentro, Biguaçu. Na sequência, Márcio Cesar do Grupo Capuchon sobe ao palco. A noite ainda terá a interpretação da cantora Natascha Hak para a música “O Céu é Mais Além”, da Banda Tijuqueria; e Márcio da Vila cantando e tocando flauta transversal em “Cabelo de Sal”. O repertório da noite traz, também, Feitiço e Só dá você, cantadas por Murilo Valente e Juca da Banda Tubarão; Ricardo Porto declamando versos típicos e cantando “Linda Terra Santa Catarina” e “Herdeiro do Contestado”; Gazú cantando “Vagabundo” e “Vem Comigo”; Tatiana Cobbett interpretando Lua Mansa, juntamente com Alisson e Marcelo Muniz do Grupo Engenho que, em seguida, tocam Meu Boi Vadiou, chamando Neco para cantar Barra da Lagoa com a participação de todos os convidados.

Serviço:

O quê: Catarina Canta - CIC 8:30 - Grandes Encontros
Quando: 07/06/2017, às 20h30.
Onde: Teatro Ademir Rosa - Centro Integrado de Cultura (CIC)
Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis (SC)
Ingressos: R$ 40 inteira; R$ 20 meia-entrada.
Informações: (48) 3664-2628 (bilheteria do Teatro) / www.fcc.sc.gov.br/cic830 
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/273421989787013

Informações adicionais para imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2571
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br 
Twitter: www.twitter.com/fccoficial  
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura 


Foto: Flavia Cunha/ADR Brusque

A Agência de Desenvolvimento Regional de Brusque e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) firmaram, nesta segunda-feira, 22, o contrato com a empresa Esphera Sul Empreendimentos, vencedora da licitação para construção do Centro de Inovação de Brusque. Serão investidos pelo Governo do Estado na obra R$ 5.893.692,11.

O centro será instalado na Rua Itajaí, no Bairro Limoeiro. A obra terá uma área total construída de 3.140,77m2. Para o secretário executivo da ADR Brusque, Ewaldo Ristow Filho, este é um grande passo para a concretização de um sonho da comunidade regional. “É muito importante esse momento. Foi um trabalho árduo nesses dois anos que estou na ADR. Hoje assinamos o contrato. O próximo passo é uma reunião com o Governador para assinarmos a ordem de serviço, que deve ocorrer nos próximos 14 ou 15 dias, para assim iniciar a obra. É um investimento que o Governo do Estado está fazendo em Brusque e região e que vem trazer muitos benefícios, tanto na área de pesquisa, desenvolvimento de novos produtos, auxiliar o processo produtivo e de inovação das empresas aqui instaladas e, quem sabe, futuras empresas que venham se instalar na região”, disse Ewaldo Ristow Filho.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Carlos Chiodini, espera que a empresa contratada conclua a obra no menor tempo possível. “Estamos construindo em outras dez cidades, 13 ao total. Brusque é mais uma delas. O dinheiro já está garantido, já está em conta. Uma obra de mais de R$ 5,8 milhões é expressiva. Espero que a empresa responsável a faça o mais rápido possível para a gente implementar de fato essa cultura da inovação de forma concreta em Brusque e região, envolvendo as faculdades, o setor produtivo, as entidades, a prefeitura, o Governo de Santa Catarina, o Governo Federal, que deve ser nosso parceiro nesse projeto, criando um novo paradigma, preparando a nossa economia para o futuro, com maior interesse, que é gerar empregos e renda para os nossos jovens que estão sendo inseridos no mercado de trabalho”, disse.

Os Centros de Inovação são uma parceria entre Governo do Estado, prefeituras, instituições de ensino e setor produtivo. Aceleradoras de empresas, coworking, laboratórios de pesquisa, formação e capacitação de empreendedores, consultoria e mentoria para novos negócios e atração de investimentos são algumas das funcionalidades previstas para o espaço.

Também participaram da assinatura o prefeito de Brusque, Jonas Paegle; o vice-prefeito, Ari Vequi; o presidente do Comitê de Gestão do Centro de Inovação e reitor da Unifebe, Günther Lother Pertschy, além de membros do comitê.

Informações adicionais para a imprensa:
Flavia Cunha
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Brusque
E-mail: assecom@bqe.adr.sc.gov.br
Fones: (47) 3251-8100 / 99240-4770
Site: sc.gov.br/regionais/brusque

 


Fotos: James Tavares/Secom
 
O governador Raimundo Colombo, o vice Eduardo Pinho Moreira e o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, inauguraram nesta terça-feira, 23, a Escola de Educação Básica Prefeito Luiz Carlos Luiz, no Bairro Ambrósio, em Garopaba. O investimento de R$ 10,7 milhões, do Pacto pela Educação, possibilitou a construção de cinco blocos em seis mil metros quadrados.
 
 
 A nova unidade conta com 12 salas de aula; sete laboratórios (dois de informática, matemática, química, física, biologia e línguas); ginásio de esportes; teatro de arena e auditório com capacidade para 161 pessoas. A escola possui ainda centro de convivência com área de alimentação e biblioteca, além do setor administrativo e sala dos professores. “É um ganho em qualidade com uma estrutura completa. Um investimento que dá oportunidades de um grande desenvolvimento na educação aos jovens. O que estamos fazendo é aquilo que é essencial para um governo: criando um mecanismo para evolução da nossa sociedade. E a Educação é o vetor mais importante, fundamental e com a maior capacidade de transformação”, disse o governador.
 
O vice Eduardo Pinho Moreira destacou que a nova escola é uma grande conquista para o municipío. “Vemos um entusiasmo no olhar dos estudantes desta escola. Temos a certeza que irão se dedicar de forma ainda mais efetiva ao aprendizado. Santa Catarina e Garopaba avançam muito na área da Educação. Escolas como essa são importantes”, reforçou.
 
A escola, com capacidade de 700 alunos, começou suas atividades em março deste ano e atende cerca de 530 estudantes de ensino médio, nos turnos matutino, vespertino e noturno. O ensino médio em período integral, no qual o aluno fica o dia todo na escola, é oferecido para duas turmas. “Essa obra representa mais um importante passo na modernização das escolas de Santa Catarina. Unidades como essa em Garopaba vão qualificar muito mais a educação, principalmente a de tempo integral, que estamos implantando no Estado. A educação é o principal caminho, por conta disso, buscamos melhorar, inovar e oferecer cada vez mais qualidade de ensino”, relatou o secretário da Educação, Eduardo Deschamps. Ele informou ainda que estão sendo investidos mais de R$ 700 milhões em obras e recuperação de escolas no estado.
 
O governador lembrou que neste mês já foram inauguradas quatro escolas, contando com a de Garopaba, em diversas regiões do Estado, com investimentos que chegam a R$ 40 milhões. “Todas as escolas contam com um estrutura da melhor qualidade, estamos avançando não apenas no espaço físico e na tecnologia que está sendo oferecida, mas também na formação mais ampliada com ensino integral”, informou. 
 
A diretora da unidade, Elza Helena de Souza, explicou a que a nova estrutura vai melhorar ainda mais o atendimento e a qualidade de ensino aos alunos e professores. “Contamos com um espaço adequado, condizente com a realidade do nosso município, que recebe alunos de todo Brasil. É uma grande conquista que, com certeza, trará muitos resultados”, disse. 
 
Para a aluna do 2º ano, Ana Julia Vieira, o novo espaço é muito importante para o desenvolvimento escolar. “A escola está linda, o que nos motiva para aprender ainda mais. Temos espaço, qualidade e segurança”, contou. “Passamos o dia todo nesta escola. Aqui é o nosso local de aprendizado, onde também contamos com excelentes profissionais, que cuidam da gente. Estamos todos contentes e muito orgulhosos de estudarmos aqui”, salientou o aluno do 1º ano, Jorge Pacheco. 
 
Participaram do ato o secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional de Laguna, Luiz Felipe Remor, os secretários de Assistência Social, Trabalho e Habitação, Valmir Comin, da Infraestrutura, Luiz Fernando Vampiro, o prefeito de Garopaba, Paulo Sergio de Araújo, além de deputados,  vereadores, outras autoridades e comunidade. 
 

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Julio Cavalheiro/Secom

O governador Raimundo Colombo conheceu na noite desta segunda-feira, 22, na Casa d'Agronômica, em Florianópolis, o Projeto Fruticultura, que visa incrementar a produção de frutas mediante a criação de linhas específicas de financiamento para acesso a novas tecnologias do setor. 

“É um estudo muito bom, profundo e que mostra caminhos importantes. Nossos técnicos vão avaliar com bastante atenção. Nós precisamos nos preparar para o futuro e fazer mais com menos”, disse Colombo. O governador destacou que o tema é importante, envolve muitas famílias que dependem da fruticultura e que o governo tem programas para auxiliar. “O governo tem uma série de programas que nós precisamos afinar e fazer com que produzam ainda mais resultados”, afirmou.

O projeto é de autoria do deputado estadual Natalino Lázare e busca incentivar produtores que possuem áreas ociosas em suas propriedades a empregá-las para a produção de frutas. Nesse caso, será disponibilizado um “pacote tecnológico” contendo informações como as variedades mais propícias ao clima e ao solo de cada região, formas de plantio e manejo, equipamentos para irrigação e proteção contra granizo e geada. Tudo já com os custos para implementação, além de orientações de como acessar as linhas de crédito existentes.

>>> Galeria de fotos

“Estamos trazendo para o governador uma ideia de incrementar ainda mais essa atividade na agricultura, porque é mais uma fonte de renda e precisamos dar esse apoio público aos nossos produtores. É uma alternativa econômica. Nós temos uma região muito próspera e desenvolvida na área da fruticultura, com solo preparado para isso, clima favorável e, sobretudo, com gente que tem a vocação de plantar e produzir frutas”, explicou Natalino Lázare.

Outra possibilidade levantada é que parte das frutas cultivadas sejam destinadas à fabricação de sucos, cuja rentabilidade é assegurada a partir de pomares em terras com mais de um hectare.

Santa Catarina ocupa o 6º lugar em produção de frutas do Brasil. A região do Meio-Oeste é responsável por 50% da produção de maçã do país e também lidera a produção de uvas, dentre outras culturas. 

De acordo com o mais recente relatório elaborado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), entre 2014 e 2015 as principais lavouras frutícolas permanentes no estado somaram algo próximo a 55 mil hectares. Esse cultivo envolveu cerca de 14 mil produtores e resultou em uma safra de mais de 1,5 milhão de toneladas, que foram comercializadas pelo valor bruto de R$ 1 bilhão.

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Página 606 de 633

Conecte-se