Encontre serviços e notícias do Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Verão Santa Catarina 2019/2020



Oportunidades

Próximos eventos


Foto: Jader Nones / Cidasc

Maior produtor nacional de suínos, Santa Catarina aumentou ainda mais sua participação internacional e alcançou o maior volume e faturamento desde 1997, quando começaram as análises de dados de exportação. Ao longo do ano, foram 373,5 mil de toneladas embarcadas, gerando um faturamento de US$ 766,4 milhões. Boa parte das mercadorias vai para o mercado chinês.

"O agronegócio de Santa Catarina vive um momento muito bom, principalmente o setor produtivo de carnes. Os produtos catarinenses já são reconhecidos em todo o mundo como sinônimo de qualidade, temos a confiança do mercado internacional e grandes diferenciais devido ao cuidado com a saúde do nosso rebanho. Colhemos agora o resultado de muito trabalho e investimento para manter a sanidade animal e a excelência da produção catarinense", destaca o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gouvêa.

Santa Catarina responde por 57% de toda a exportação nacional de carne suína. A alta nos embarques para a China é explicada pela grave crise enfrentada na suinocultura chinesa, devido ao surto de peste suína africana no país. No acumulado do ano, a quantidade vendida para o mercado chinês aumentou em 42,5% e o faturamento em 63,8%.

Segundo o analista do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa), Alexandre Giehl, provavelmente a China demorará alguns anos para recompor seu nível de produção, o que se apresenta como uma grande oportunidade para o Brasil e em especial para Santa Catarina.

De janeiro a novembro de 2019, China e Hong Kong responderam por 60% de todo o faturamento com as exportações catarinenses de carne suína. Santa Catarina mantém relações comerciais com outros importantes mercados, alguns deles são considerados os mais exigentes do mundo como Chile, Rússia, Japão, Estados Unidos e Coreia do Sul.

Habilitação de novas plantas

No início de novembro, as autoridades sanitárias da China habilitaram mais sete plantas frigoríficas catarinenses a exportar subprodutos de carne suína para o país asiático. As estimativas são de que o estado aumente seu faturamento em US$ 15 milhões (cerca de R$ 60 milhões) por mês com os novos embarques.

Diferenciais de Santa Catarina

Santa Catarina é reconhecida internacionalmente pela qualidade do seu agronegócio e o cuidado com a saúde animal e vegetal. É o único estado brasileiro reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como área livre de febre aftosa sem vacinação e área livre de peste suína clássica. Esses são requisitos fundamentais para acessar os mercados mais competitivos.

Informações adicionais para imprensa:
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural
E-mail: imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-4417/ 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br

 

 



O Museu Histórico de Santa Catarina inaugura o ciclo de mostras sobre os governadores catarinenses com a exposição Jorge Lacerda, uma visão para o futuro, que será aberta no dia 11 de dezembro, às 19h, no Palácio Cruz e Sousa, que foi sede do Governo do Estado até o fim dos anos 1970. A mostra permanece com visitação durante toda a temporada de verão, até 11 de março de 2020.

Painéis, objetos, livros e conteúdo audiovisual compõem a exposição e transitam pelos principais momentos da vida do ex-governador. Uma das peças é a autoescada Magirus-Doutz, pertencente ao Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville, importada pelo Estado para servir ao Corpo de Bombeiros da Capital, após o incêndio que destruiu o prédio da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, em 1956 — primeiro ano do mandato de Lacerda. Vinte e nove anos depois, em 1985, o então governador Esperidião Amin doou o equipamento para os bombeiros voluntários de Joinville, que o mantêm em operação até hoje.

Na noite de abertura, ocorre, também, o lançamento do livro ilustrado Memórias de Jorge Lacerda, uma época de ouro na política catarinense, do pesquisador Roberto Westrupp, que apresenta os resultados de 22 anos de pesquisa. A biografia ilustrada, produzida por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Florianópolis, analisa em detalhes o contexto social da vida de Jorge Lacerda.

Serviço:

O quê: Exposição Jorge Lacerda, uma visão para o futuro
Abertura: 11 de dezembro, às 19h
Visitação: de 12 de dezembro de 2019 a 11 de março de 2020. De terça a sexta-feira, das 10h às 18h; sábados e domingos, das 10h às 16h.
Onde: Museu Histórico de Santa Catarina – Localizado no Palácio Cruz e Sousa
Praça XV de novembro – Centro – Florianópolis
Entrada gratuita

Informações adicionais para imprensa
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48)  3664-2571 / 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br


Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Secom

O Centro de Artes (Ceart) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) recebe propostas de atividades culturais do Brasil e do exterior, até o dia 10 de dezembro, para o Festival Internacional de Arte e Cultura José Luiz Kinceler – FIK 2020. O evento ocorre de 8 a 12 de fevereiro, no campus do Itacorubi, em Florianópolis.

As inscrições podem ser realizadas pelo formulário online. Poderão ser inscritas propostas de pessoas físicas ou jurídicas, de forma individual ou coletiva, desde que o autor não tenha vínculo com a Udesc, como estudante, técnico ou professor. Cada proponente pode cadastrar até duas atividades.

Serão selecionadas propostas para oficinas, apresentações de artes cênicas, apresentações musicais, exposições, práticas da tradição e cultura popular, atividades de moda e design, artes multimídia e proposta inovadora. As atividades selecionadas serão remuneradas e as informações completas estão descritas no edital nº 034/2019 (retificado), também disponível em espanhol.

Durante o Festival, as atividades poderão ser realizadas no Centro de Artes da Udesc ou em outros espaços de Florianópolis, como teatros e ambientes a serem definidos pela organização do evento de acordo com as características de cada proposta.

O evento é organizado pela Udesc Ceart, valorizando a produção cultural, a formação de redes artísticas e fomentando o contato entre sociedade, universidade e grupos artístico-culturais.

Por compreender a importância da valorização da cultura local, o FIK homenageia o pesquisador-artista José Luiz Kinceler e sua proposta relacional integrando arte e vida. Falecido em 2015, Kinceler foi professor da Udesc Ceart, destacando-se por práticas contemporâneas de produção de arte coletiva. Sua ação voltava-se, principalmente, para a formação de estudantes engajados em projetos artísticos desenvolvidos em comunidades.


Assessoria de Comunicação da Udesc Ceart
E-mail: comunicacao.ceart@udesc.br
Telefones: (48) 3664-8350[

 

 


Fotos: Divulgação / SDE

Ajudar no futuro profissional e oferecer oportunidades. Este é o propósito do projeto Novos Talentos - SC Games que já formou 1.777 alunos e, neste ano, completa 10 anos. A iniciativa pioneira da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, que abre portas para estudantes no concorrido mercado digital, qualificou mais 107 alunos nesta quinta-feira, 5, em Florianópolis.

“A mensagem que eu posso passar para vocês, crianças que estão aqui hoje, é que não desistam dos seus sonhos, mesmo que apareçam pedras no caminho. Muitas vezes na vida, é preciso acreditar para alcançar um objetivo”, destacou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino, durante a formatura dos alunos.

O secretário destacou ainda que o setor de games e jogos digitais é bastante promissor, sendo um nicho que prospera cada vez mais. “A gameficação tem ganhado cada vez mais espaço em Santa Catarina e o Projeto SC Games, é bom exemplo de educação para o empreendedorismo inovador”, disse.

Desenvolvimento social

Entre os formandos, sentado na plateia ao lado dos pais e com a camiseta do Projeto, estava João Vitor de Carvalho, 12 anos. Concentrado, com um celular na mão, programava um game. “Quero me especializar”, respondeu o garoto focado no jogo. Para a mãe, Tereza Cristina de Carvalho, o Projeto foi muito além da capacitação. “O João mudou inclusive o comportamento, se desenvolveu socialmente”, observou. Aluno da Escola Básica Municipal João Gonçalves Pinheiro, em Florianópolis, já completou quatro cursos de programação. “Quero ser um profissional”, disse ele.

Milena Luisa, mãe do Artur Luiz, 12, e do Mateus Luiz, 9, viu na prática o desenvolvimento dos filhos que também participam do projeto. “O Artur começou a entender que o game não é um brinquedo, é um negócio. Ele passou a estruturar, a pensar o processo e a fazer cálculos. Hoje ele pensa na estratégia, na história com começo, meio e fim”, conta ela. Os meninos, alunos do Colégio Criativo, já pensam longe: “Querem ter uma empresa de games”, finaliza Milena.

Mercado aquecido

Dados do Sebrae revelam que Santa Catarina tem se posicionado como polo nesta área: o estado é o quarto no país com mais empresas no setor de games e jogos digitais dos mais diferentes gêneros.

Para a coordenadora do Projeto, Márcia Battistella, o mercado catarinense está em ascensão e já pode ser considerado um destaque mundial graças à produção de games internacionalmente reconhecidos. Não é à toa que a entidade comemora 10 anos de atuação com resultados bastante positivos no segmento.

“Desde a implantação do programa no estado, diversos cursos de jogos digitais e animação foram criados, estúdios de games tomaram forma, impulsionando o setor e o ecossistema. Muitos alunos e estagiários do Projeto SC Games atuam diretamente na área e inclusive, hoje, atuam no projeto ajudando outros aprendizes”, explica.

Lançado em 2009, o Novos Talentos - SC Games é uma realização da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) e conta com apoio do Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina  (Ciasc), Secretaria de Educação (SED), Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Fundação de Ensino e Engenharia da Universidade Federal de Santa Catarina (Feesc), Associação Catarinense de Tecnologia (Acate), Secretaria Municipal de Educação (SME), Senai, Senac, UFSC e Udesc. E patrocínio da empresa PalmSoft.

Matrículas abertas

Alunos que quiseram participar do programa em 2020, já podem fazer a matrícula. O projeto é voltado para crianças e jovens entre 9 e 17 anos. São cursos gratuitos de Arte, Programação, Robótica, Animação, entre outros.

Para se inscrever basta clicar no link e preencher o formulário.

Para mais informações sobre os cursos:

E-mail: polodegames@gmail.com
Telefone (48) 999989274
https://www.facebook.com/projetoscgames/

Mais informações para a imprensa:
Mônica Foltran
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDE
Fone: (48) 3665-2261 / 99696-1366
E-mail: jornalistamonicafoltran@gmail.com
Site: www.sde.sc.gov.br

Página 7 de 638

Conecte-se