Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Com a Palavra, o Governador - 14 de julho de 2017

Com a Palavra, o Governador - 14 de julho de 2017 

O Governador Raimundo Colombo fala sobre o anúncio da antecipação da primeira parcela do 13º salário, os impactos na economia e a produção de energia a partir de biomassa.

Oportunidades

Próximos eventos


Escola Francisco Maciel Bageston, de Paial, está na etapa final. Foto: ADR Seara

No próximo mês de agosto serão revelados os vencedores da primeira edição do concurso Escola Promotora da Saúde, realizado em conjunto pelas secretarias estaduais da Educação e da Saúde. Lançado no ano passado, o concurso envolveu escolas e estudantes da rede pública estadual com o objetivo de promover a reflexão e a construção de conhecimentos acerca da prevenção e do combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da febre de chikungunya e da febre do zika vírus.

Três escolas e cinco grupos de estudantes estão entre os finalistas. Os vencedores serão anunciados em evento específico, a ser realizado em Florianópolis, em data a ser definida. Os primeiros lugares receberão um tablet para cada estudante e ao professor orientador, diploma e placa com o Título de Aluno Promotor de Saúde. Os segundos e terceiros lugares ganharão diploma e placa com o Título de Aluno Promotor de Saúde. As escolas serão premiadas com computadores.

Ao todo, foram recebidos 71 trabalhos, de 31 regionais da Secretaria de Educação, nas categorias Trabalho Pedagógico, Produto de Comunicação Social Impresso e Audiovisual. As escolas poderiam inscrever um projeto relativo a uma experiência educativa já desenvolvida, em desenvolvimento ou a ser desenvolvida, sobre a prevenção e o combate ao Aedes aegypti. Já os estudantes, organizados em grupos, poderiam participar do concurso com a elaboração de produto de Comunicação Social nas categorias Impresso ou Audiovisual. O conteúdo tem de promover a disseminação de informações no ambiente escolar e na comunidade sobre o combate e a prevenção ao Aedes aegypti. 

“Estamos muito felizes. Os trabalhos cumpriram com seu objetivo de promover a reflexão e a construção de conhecimentos acerca da prevenção e do combate ao mosquito Aedes aegypti. Percebemos que nossas escolas estão, sim, preocupadas em contribuir com um mundo melhor e formar pessoas que trabalhem a sustentabilidade e prevenção”, destaca a coordenadora do concurso, Rosimari Kock.

Durante a avaliação final dos trabalhos, realizada na Secretaria Estadual da Educação, sete profissionais julgadores das pastas da Saúde e da Educação classificaram todos os trabalhos de acordo com critérios que variaram desde o impacto visual até o nível de reflexão e discussão sobre mudanças de atitudes e práticas ambientais que foram promovidas pelas equipes no ambiente da comunidade escolar.

“É uma ação importante que está sendo realizada nas escolas da rede estadual, com envolvimento de alunos e professores, no intuito de criar ações para retirar do ambiente potenciais criadouros do mosquito Aedes aegypti e reduzir o risco de transmissão de dengue, febre de chikungunya e zika vírus no estado” destaca João Fuck, coordenador do Programa de Controle da Dengue em Santa Catarina.

Finalistas

- PROJETO DE TRABALHO PEDAGÓGICO

EEB EXPEDICIONÁRIO MARIO NARDELLI - RIO DO OESTE
Projeto: Dengue: essa luta é sua também 

EEB FRANCISCO MACIEL BAGESTON - PAIAL
Projeto: Todos juntos no combate ao mosquito Aedes aegypti

EEB WALTER FONTANA - CONCÓRDIA
Projeto: Dengue: sempre é hora de combater 


- PRODUTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

CATEGORIA IMPRESSO

EEB BRUNO HEIDRICH - MIRIM DOCE
Projeto: Aedes aegypti? Aqui não!
>>> Clique e acesse


EEB PROFESSOR JOSÉ DUARTE MAGALHÃES  - JARAGUÁ DO SUL
Projeto: Dengue hoje! Alunos e professores no comabate a dengue. Venha você também ajudar essa causa! 
>>> Clique e acesse


EEB PROFESSORA MARIA DA GLORIA SILVA - IÇARA
Projeto: Homo Sapiens vs Aedes aegypti 
>>> Clique e acesse 

CATEGORIA AUDIOVISUAL 

EEB CEDRENSE - SÃO JOSÉ DO CEDRO
Projeto: Todos contra a dengue EEB Cedrense 
>>> Clique e assista


EEB CRISTO REI - SÃO JOÃO DO OESTE
Projeto: Vamos juntos vencer o mosquito Aedes Aegypti! 
>>> Clique e assista

Informações adicionais para a imprensa:
Letícia Wilson e Patrícia Pozzo
Núcleo de Comunicação
Diretoria de Vigilância Epidemiológica
Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
www.dive.sc.gov.br

 
Foto: Mauren Rigo/Secom

A quinta-feira, 20, começou com frio intenso em todo o estado de Santa Catarina, com mínimas entre -5ºC e -6°C na Serra catarinense, especialmente no Planalto Sul. No decorrer da tarde, a temperatura se eleva e as máximas variam de 15ºC a 21°C, devido ao predomínio de sol. “A massa de ar seco, que trouxe o frio intenso, perde força e se afasta para o oceano. Assim, o tempo permanecerá firme até o final de semana”, explicou o meteorologista da Epagri/Ciram, Marcelo Martins.

As temperaturas negativas também se repetiram no Oeste e Meio-Oeste do Estado. Já no Planalto Norte, as temperaturas ficaram próximas de 0ºC, enquanto no Litoral, ficaram em torno de 5°C. “Mesmo com sol, as mínimas continuam baixas. A estação de inverno é mais fria e menos chuvosa do ano, ou seja, o mês de julho é o mais frio e também, ao mesmo tempo, o menos chuvoso”, concluiu o meteorologista.

Estiagem

De acordo com a tabela dos níveis de rios, os CH Jacutinga, BH do Rio Tubarão, BH do Rio Araranguá, BH do Rio Chapecó, BH do Rio Itajaí-Açú, BH do Rio Canoinhas, BH do Rio Antas e CH Rio Negro, encontram-se em regime hídrico extremo. 

Em situação de emergência, encontram-se Guatapara de Baixo, Forquilhinha, Chapadão do Lageado, Orleans - Montante, São Martinho - Jusante, Coronel Passos Maia e Ponte R. João Susin Marini. Em alerta, estão a Foz do Manual Alves, Canoinhas - Casan, Fazenda Souza e Foz do Rio Negrinho.

aviso estiagem 01 20 07 2017

Mais informações para a imprensa:
Central de Meteorologia
Epagri/Ciram
Fone: (48) 3665-5007 e (48) 3665-5172
E-mail: contatociram@epagri.sc.gov.br
Site: www.ciram.epagri.sc.gov.br

 


Foto: Jaqueline Noceti / Secom

A estratégia de intensificação da vacinação contra o HPV e Meningite C em escolas públicas e privadas catarinenses durante o mês de junho apresentou resultados positivos. Realizada nos 264 municípios que aderiram à intensificação, a ação resultou na aplicação de 43.456 doses de vacina no mês passado, sendo 16.453 contra o HPV em meninas de nove a 14 anos, 12.598 contra o HPV em meninos de 12 a 13 anos e 14.495 Meningo C em adolescentes de 12 e 13 anos.

“Os números demonstram a eficiência da estratégia, considerando que a quantidade de doses aplicadas supera em quatro vezes a média mensal que registramos nos postos de saúde”, afirma Eduardo Macário, diretor de Vigilância Epidemiológica (Dive) da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Importante destacar que, daqui a seis meses, os adolescentes que receberam a primeira dose da vacina contra o HPV devem receber uma segunda no posto de saúde.

Aprovada pela Comissão Intergestores Bipartite, a estratégia foi proposta pela Dive com base na baixa cobertura estadual de vacinação contra o HPV, de apenas 26% em 2016. Até o ano passado, apenas as meninas recebiam esta vacina. Em janeiro de 2017, ela passou a ser oferecida também para meninos. Outra mudança no calendário vacinal deste ano foi a ampliação da faixa etária da vacina Meningo C, antes oferecida apenas para crianças, que passou a ser aplicada também em adolescentes de 12 a 13 anos.

“Decidimos, então, incluir a vacina Meningo C na ação, já que atingiria o mesmo público-alvo”, argumenta Eduardo Macário. Apenas 31 municípios catarinenses não aderiram à intensificação no mês de junho, alegando que realizariam em outra época do ano ou que preferiam manter a vacinação apenas nos postos de saúde.

A operacionalização da ação envolveu o envio de comunicação aos pais e responsáveis, que deveriam assinar um termo de autorização e enviar a caderneta de vacinação dos adolescentes, e a montagem de um local específico para aplicação das vacinas, com mesa, cadeiras, pia para higienização dos vacinadores e climatização.

Vacina

Público

Média mensal (janeiro a maio)

Doses aplicadas junho

Total 2017
(jan-jun)

HPV Feminino

Meninas de 9 a 14 anos 11 meses e 29 dias

4.981

16.453

38.240

HPV Masculino*

Meninos de 12 a 13 anos 11 meses e 29 dias

4.358

12.598

35.035

Meningo C

Meninos e meninas de 12 a 13 anos 11 meses e 29 dias

6.979

14.495

49.391

Fonte: Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina

* Em meados de junho, o Ministério da Saúde anunciou a ampliação da faixa etária da vacina para meninos de 11 a 14 anos. 

Informações adicionais para a imprensa:
Letícia Wilson e Patrícia Pozzo
Núcleo de Comunicação
Diretoria de Vigilância Epidemiológica
Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
www.dive.sc.gov.br


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

O governador Raimundo Colombo visitou no final da tarde desta quarta-feira, 19, as obras do primeiro elevado em área urbana da cidade de Joinville e a duplicação da Avenida Santos Dumont. O Governo do Estado investe nas duas obras mais de R$ 70 milhões. A entrega das duas estão previstas para o fim de 2017. A secretária executiva da Agência de Desenvolvimento Regional de Joinville, Simone Schramm e o superintendente regional do Deinfra, Ademir Machado, também acompanharam a visita.


Foto: James Tavares / Secom

A Ponte Hercílio Luz recebeu no início da tarde desta quarta-feira, 19, um equipamento guindaste que será responsável pela montagem da sexta e última grua. As gruas são necessárias para levar peças grandes que estão sendo trocadas na ponte para dar continuidade à transferência de carga conforme o cronograma.

O engenheiro fiscal da obra de restauração da Ponte Hercílio Luz, Wenceslau Diotallevy, explicou que o equipamento será utilizado somente na montagem dessa grua devido ao acesso ser por terra e próximo à praia. “As demais gruas foram montadas com guindaste sobre as plataformas que flutuavam sobre o mar. Por isso, a empresa providenciou um guindaste, via terra, para poder fazer essa operação da montagem da torre da última grua”.

“Hoje vamos preparar o equipamento para começar a operar na montagem da grua no dia seguinte. Acreditamos que em aproximadamente 15 dias a grua já esteja pronta para iniciar os serviços de montagem da estrutura superior de sustentação para fazer a transferência de carga de acordo com o programado”, completou Wenceslau.

O equipamento

Um guindaste Grove gmk 6300L com capacidade máxima de 300 toneladas vai instalar peças de até 12 toneladas da torre seis da grua, a uma altura de 71 metros e em um raio de 26 metros.

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Página 1 de 77