Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Ponte Hercílio Luz - 10/07/2017

Ponte Hercílio Luz - 10/07/2017

Nas redes sociais e portais da #nossahercilioluz e do Governo é possível acompanhar as obras de restauração da ponte. Etapas importantes já foram realizadas e nesse vídeo você pode relembrar as principais. Confira.

Oportunidades

Próximos eventos


Foto: Cid Junkes / Casan

Na continuidade das obras de implantação da adutora de água tratada de 1.200 milímetros do Sistema Integrado de Abastecimento da Grande Florianópolis, será necessário interromper o trânsito de veículos, nos próximos dias, para o assentamento da rede em duas frentes de trabalho do trajeto da rede, uma em São José e outra em Florianópolis.

Na Praia Comprida, em São José, a partir deste sábado, dia 29, a rua Luiz Fagundes será fechada ao trânsito no trecho entre a rua Gentil Sandim e Nicolau Diconsili. A empreiteira responsável pela obra contratada pela Casan está distribuindo folhetos feitos pela Prefeitura Municipal para informar moradores, motoristas e usuários das linhas de ônibus que passam pelo local como ficará o tráfego de veículos no local, de acordo com o avanço da obra. As obras ao longo da Luiz Fagundes devem se estender por cerca de 120 dias.


Foto: Rafael Paulo / SAI

Cooperações, investimentos bilaterais, exploração de oportunidades internacionais e ampliação do comércio exterior compõem a estratégia da Província de Jiangxi na sua abertura ao mundo. As prioridades foram listadas na Conferência para Aproximação Econômica e de Comércio entre Jiangxi e Brasil, nesta quinta-feira, 27, na cidade de Nanchang, na China, com promoção da Divisão de Jiangxi do Banco da China, e participação de dezenas de empresas locais.

O consultor geral da Secretaria Executiva de Assuntos Internacionais, Marcelo Trevisani, representou o Governo de Santa Catarina. "Podemos ver em Jiangxi uma futura parceira de Santa Catarina na China para ampliar a presença no Estado no comércio internacional local", disse.


Foto: Secom/Arquivo

A umidade relativa do ar está baixa em Santa Catarina devido à intensificação da massa de ar seco que atua no estado. Os índices previstos para esta semana, especialmente no período da tarde, devem ficar em torno de 30% em algumas cidades, conforme a Epagri/Ciram. Nas áreas mais afastadas do Litoral, como no Oeste e Meio-Oeste catarinense, esse índice pode ficar ainda mais baixo. E este clima seco traz uma série de complicações à saúde, principalmente respiratórios.

De acordo com o médico pneumologista da Secretaria de Estado da Saúde, Gilberto Ramos Sandin, a queda da umidade deixa as vias aéreas e mucosas mais ressecadas, principalmente em pessoas com doenças crônicas como asma e rinite. “A pessoa pode sentir também ardência e sensação de areia nos olhos. Tudo isso está relacionado com a época do ano”, relatou.

Para evitar ou minimizar a ocorrência de problemas de saúde, o médico chama a atenção para alguns cuidados importantes, como a ingestão de água, evitando bebidas diuréticas como café, refrigerantes e alguns chás. Sandrin também indica o uso de soro fisiológico para evitar o sangramento das narinas e ressecamento de outras mucosas, como boca e olhos. É ideal reduzir o consumo de alimentos com alto teor de sal, aumentando o de frutas e verduras, além de evitar a prática de exercícios físicos entre 10h e 17h.

O uso de bacias com água ou toalhas molhadas ajudam a aumentar a umidade de um ambiente. Umidificadores de ar também contribuem, mas Gilberto Sandin alerta que esses aparelhos requerem alguns cuidados. “O uso de umidificadores por muito tempo pode aumentar a proliferação de fungos no ambiente e, para quem já tem a predisposição genética para asma e bronquite, isso pode ser um fator de agravo da doença. Para quem quiser fazer o uso do umidificador antes de dormir, a dica é ligar duas ou três horas antes de dormir”, explicou.

>>> Epagri/Ciram chama a atenção para a baixa umidade do ar em Santa Catarina

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Julio Cavalheiro/Secom

O governador Raimundo Colombo apresentou nesta quinta-feira, 27, em Brasília, um balanço do bom andamento das obras de construção do novo Centro de Eventos do Governo do Estado em Balneário Camboriú, que devem ser concluídas até o fim deste ano. O projeto foi tema de audiência com o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

>>> Galeria de fotos

O governador tratou dos próximos repasses federais para a obra. “A parte burocrática e financeira é sempre desafiadora, por isso nós estamos nos ajudando para concluir e poder entregar tudo no prazo”, afirmou Colombo, ressaltando ainda a importância do turismo de eventos para promover o setor também fora da temporada de verão.

O projeto contempla três pavilhões de exposições, salas de convenções, ambiente para lojas, praças de alimentação e serviços, além de mais de mil vagas de estacionamento. No total, serão 33 mil metros quadrados de área construída. 

Também presente na audiência em Brasília, o secretário de Estado de Turismo, Cultuta e Esporte, Leonel Pavan, explicou que a obra já está 64% concluída e a meta é garantir a execução de mais 8% ao mês para entregar a estrutura ainda neste ano. “Com o centro pronto, viveremos um novo momento da economia do turismo em Santa Catarina”, destacou.

Nesta quarta-feira, 26, o governador Colombo e o secretário Pavan visitaram as obras do novo espaço, localizado às margens da rodovia BR-101. O novo Centro de Eventos é resultado de uma parceria entre governos federal, estadual e municipal. A Salver Construtora, de Ituporanga, foi a vencedora da concorrência pública para a execução da obra e apresentou um orçamento de R$ 89 milhões. No início deste ano, foram assinados aditivos pelo Governo do Estado porque o projeto sofreu adaptações e ampliação de algumas estruturas.

Também acompanharam a audiência em Brasília, o secretário executivo de Articulação Nacional, Acélio Casagrande, e a secretária adjunta Lourdes Martini.

Leia também:

>>> Em Brasília, governador Colombo assina concessão do aeroporto de Florianópolis para empresa suíça

Informações adicionais para a imprensa:
Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3018 / 98843-4350
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Segue previsão de sol em Florianópolis. Foto: James Tavares/Secom

O tempo continua estável, com sol e poucas e nuvens, nesta quinta-feira, 27, em Santa Catarina. Diante deste cenário, a Epagri/Ciram chama a atenção para a baixa umidade relativa do ar em função da intensificação da massa de ar seco que atua sobre o estado. Os índices previstos para esta semana, especialmente no período da tarde, devem ficar em torno de 30% em algumas cidades, o que eleva os riscos de problemas de saúde e incêndios.

O meteorologista da Epagri/Ciram, Erikson de Oliveira, explica que quanto mais distante do Litoral, mais seco fica o ar. “O normal é que a umidade do ar fique acima de 40%. O índice abaixo de 30% já é considerado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) estado de atenção. A situação deve se resolver na próxima semana, quando o tempo volta a ficar mais úmido com a previsão da passagem de uma frente fria pelo estado, trazendo chuva”, disse.

O meteorologista destacou que não chove há praticamente um mês um Santa Catarina. “Então, além de se hidratar com muitos líquidos, as pessoas devem ter cuidados com os incêndios, pois uma faísca pode causar um sério dano à natureza”, explicou.

Nesta quinta-feira, há previsão de nevoeiros no Litoral ao longo do dia. Conforme o meteorologista da Epagri/Ciram Marcelo Martins, a condição se dá devido a diferença de temperatura entre o ar e a água do mar. A temperatura segue elevada na maior parte do dia, com máximas de 30°C no Extremo-Oeste. Para a sexta-feira, 28, segue a previsão de tempo estável e temperatura elevada.

>>> Baixa umidade do ar em Santa Catarina exige cuidados com a saúde

Rios

Outra preocupação com a falta de chuva são os níveis dos rios em Santa Catarina. O pesquisador de hidrologia da Epagri/Ciram, Guilherme de Miranda Junior, informou que há rios com os níveis de água extremamente baixos. Os municípios com rios em estado de emergência são: Forquilhinha, Chapadão do Lageado, Orleans, São Martinho, Passos Maia e Concórdia. Também há rios em estado de alerta nos municípios de Tangará, Canoinhas, Meleiro e Rio Negrinho.

Miranda Junior informou que, como o tempo deve permanecer seco no estado, até a próxima semana os níveis dos rios devem ficar ainda mais baixos e gerar problemas de abastecimento de água de algumas localidades. “A chuva prevista não será suficiente para suprir o déficit hídrico das bacias hidrográficas”, informou. 

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Página 1 de 86