Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

A homenagem do Governo do Estado a todas as mulheres

A homenagem do Governo do Estado a todas as mulheres

A força, a esperança, a persistência e a superação. Atributos importantes no trabalho, nos estudos e na vida familiar são destacados na mensagem em vídeo divulgada nas redes sociais e compartilhado em grupos de WhatsApp. Foi a maneira que o Governo de Santa Catarina encontrou para homenagear as mais de 3,6 milhões de mulheres catarinenses

 

Oportunidades

Próximos eventos

Na semana em que se comemora o Dia do Consumidor, 15 de março, o Procon de Santa Catarina realizou, em parceria com representantes da Agência Nacional de Petróleo (ANP) e o Procon de Florianópolis, uma série de ações de fiscalização e orientação relacionadas ao mercado de combustíveis.

Durante as fiscalizações, foram analisadas, por meio de testes, a qualidade do combustível (diesel, álcool, gasolina comum e as aditivadas), bem como a regularidade das bombas, além da documentação e as informações fornecidas ao consumidor.

“As fiscalizações dos postos de combustíveis revela a situação real do consumidor que não dispõe de meios para verificar a veracidade daquilo que muitas vezes adquire. Fato este que legitima a ação do Procon, onde são realizadas iniciativas de fiscalização, como a aferição da qualidade do combustível e agindo com transparência e respeito diante do consumidor”, afirma o diretor do Procon/SC, Arthur Figueiredo.

Na sexta-feira, Dia do Consumidor, o Procon estadual participou também de uma ação especial no Calçadão da Felipe Schimidt, no Centro de Florianópolis. A ação teve o objetivo de orientar os consumidores dos seus direitos e deveres e cuidados na hora da compra.

“O consumidor requer segurança, informação, possibilidade de escolha e precisa ser escutado, premissas das leis vigentes de proteção. Órgãos Públicos têm o dever de prestar serviços de qualidade e garantir o bom atendimento. Ações como essa vão ao encontro desses pilares citados, cujo objetivo maior é orientar, conscientizar e zelar pelos direitos dos consumidores”, lembra o secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino.

Informações adicionais à imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDS
Jornalista: Mônica Foltran
Telefone: (48) 3665 2261/ (48) 99696 1366


Fotos: Dafnée Canello / SED

Pouco antes de completar 80 dias de gestão, o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, acompanhado de comitiva da pasta, cumpre umas das primeiras metas de alinhar o plano de ação e apresentar o novo perfil da gestão às equipes das Gerências Regionais de Educação (Gereds). Nesta quinta e sexta-feira, 14 e 15, os encontros foram com servidores das unidades de Blumenau, Jaraguá do Sul e Joinville.

“Nosso trabalho tem uma linha de gestão com base no envolvimento e comprometimento de todos pela causa da educação e com foco em ações pedagógicas. Com os nossos próprios indicadores educacionais, será possível estar mais próximo da realidade da sala de aula, aliás a educação acontece lá dentro e nós direcionaremos o nosso trabalho para quem está dentro dela”, enfatizou o secretário em reunião com as equipes das Gereds.

A ideia é realizar um tour em todas as 36 Regionais com o mesmo objetivo de alinhamento de trabalho e também visitar escolas. Até o momento, os encontros foram realizados com as equipes técnicas de Grande Florianópolis, Lages, Criciúma, Chapecó, Blumenau, Jaraguá do Sul e Joinville.

“Oportunidades como essas contribuem muito para realização de nossos trabalhos diários. É fundamental estarmos alinhados para fazer uma boa gestão. Foi um momento muito produtivo”, relatou a supervisora de Gestão de Pessoas da Gered de Blumenau, Marília Hengers.

Transporte escolar em Joinville

Em parceria com o município, o termo do transporte escolar foi assinado pelo secretário de Estado da Educação e pelo prefeito de Joinville, Udo Döhler, na manhã de sexta-feira, 15. Com aporte de R$ 1,7 milhão, a previsão é atender 2.691 estudantes da rede estadual em 2019. "O recurso público vem da sociedade e é para ela que nós precisamos prestar o melhor trabalho, assim como garantir a educação para todos. Este ano, a previsão é oferecermos transporte para em torno de 120 mil estudantes", destacou o secretário.

Novos projetos para sala de aula

Após reunião com a equipe da Gerência de Educação de Blumenau, o secretário visitou o espaço Espaço de Formação e Experimentação em Tecnologias para Professores (Efex), projeto da Secretaria de Estado da Educação em parceria com a Universidade Regional de Blumenau (Furb) e Centro de Inovação para a Educação Brasileira. O Efex visa formar professores da rede estadual por meio de metodologias que buscam inserir o aluno como protagonista no processo de ensino-aprendizagem. Em 2018, participaram 1.024 professores e alunos de licenciatura, entre cursos, formações e visitas.



“É uma iniciativa maravilhosa e que proporciona aos profissionais da educação justamente o que estamos buscando, novos jeitos de ensinar e motivar os estudantes a permanecerem na escola”, diz o secretário.

O secretário também esteve no Laboratório Interdisciplinar de Educadores da Furb, onde foram apresentados projetos destinados à disciplina de geografia para os estudos das bacias hidrográficas com materiais de baixo custo como caixa de areia, computador e projetor e um software, que resulta em alto aproveitamento no ensino-aprendizagem.

O outro projeto envolve mesas digitais com tela sensível ao toque, que permite vários usuários ao mesmo tempo de modo interativo. Na apresentação ao secretário, foi utilizado conteúdo com mapa e montagem de quebra-cabeça. A partir da visita, será agendado novo encontro para articulação de projeto piloto em escolas estaduais de Blumenau. “É visível que ambas ideias podem contribuir e muito aos nossos estudantes, vamos estreitar essa parceria e colocar em prática em breve”, aponta o secretário.

Durante os dois dias participaram do encontro o consultor Educacional, João Alfredo Ziegler, o diretor de Articulação com os Municípios, Osmar Matiola e o gerente de Parceria com Municípios e Apoio aos Sistemas Municipais de Ensino, Luis Eduardo Nunes.

Informações adicionais para a imprensa
Edinéia Rauta - (48) 3664-0353 / 9980-3136
Dafnée Canello - (48) 3664-0347 / 996826562
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
Site: www.sed.sc.gov.br
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação - SED

Uma nova visão: gestão da saúde em Santa Catarina passa por amplo processo de renovação (Foto: Cristiano Estrela/Secom)

Desde janeiro, a rotina na Secretaria de Estado de Saúde (SES) se concentra em procurar meios para aprimorar a gestão e atender melhor a demanda catarinense. Setor com o maior volume de recursos já empenhado neste ano, R$ 740 milhões, a pasta passa por um pente-fino para identificar oportunidades de usar melhor os recursos públicos, com economia e aperfeiçoamento dos serviços. Para atingir esse objetivo, todos os contratos da pasta estão sob revisão e o Governo está colocando em dia a dívida com os fornecedores.

"O foco tem que estar na profissionalização da gestão, para resgatar a confiança e a credibilidade"

Carlos Moisés
,
governador

“Aumentar os gastos é a solução mais cômoda, mas traz um custo muito alto para o cidadão que paga impostos. O foco tem que estar na profissionalização da gestão, para resgatar a confiança e a credibilidade”, destaca o governador Carlos Moisés.

CONFIRA MAIS IMAGENS NA GALERIA

Uma das ações para racionalizar o uso dos recursos é o estímulo a um número cada vez maior de concorrentes para as licitações. Nesta semana, a Secretaria de Estado da Saúde finaliza o primeiro processo licitatório totalmente digital. Segundo a diretora de Aquisições e Licitações, Carla Giani da Rocha, a digitalização garante mais concorrência, celeridade, transparência e economia, com melhores resultados para as compras e contratações. A determinação é que, de agora em diante, todos sigam o modelo.

Ações emergenciais para controle da dívida

No começo de janeiro, a Secretaria de Estado da Saúde tinha 659 credores. Segundo o superintendente de Gestão Administrativa, Vanderlei Vanderlino Vidal, alguns deles já haviam desistido de participar de novas licitações, prejudicando e encarecendo o fornecimento de materiais e serviços.

“Em dois meses de trabalho, quitamos as dívidas com 437 fornecedores e também buscamos contemplar parcialmente os outros 222. Com isso, vários fornecedores voltaram a participar das licitações, o que amplia a concorrência”, expõe Vidal. “É um indicativo do resgate da credibilidade da Secretaria de Saúde”, acrescenta. Em dois meses, a dívida herdada foi reduzida em mais de R$ 100 milhões.

Levantamento do patrimônio

Contratos para fornecimento de materiais e serviço estão todos sob revisão (Foto: Cristiano Estrela/Secom)

Ao mesmo tempo, um levantamento está sendo feito em todo o patrimônio da SES, para acabar com a subutilização de bens. Nos últimos dias, a equipe encontrou um gerador elétrico guardado em um galpão em Lages, enquanto há hospitais que necessitam do equipamento. A Secretaria está avaliando qual a unidade precisa do gerador com mais urgência para encaminhá-lo.

"Quando aprimoramos a gestão e a aplicação de recursos, o resultado é o melhor atendimento na ponta, ao cidadão catarinense. Não há fórmula mágica para resolver todos os problemas de uma só vez. Há trabalho, planejamento e, principamente, gestão qualificada para que os serviços possam ser prestados de uma forma melhor", afirma o secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino. 

A Secretaria também busca parcerias com a Celesc, no intuito de viabilizar recursos dentro do programa de eficiência energética, o que permitirá redução nas contas de energia elétrica.

Secretário Helton Zeferino quer foco no atendimento ao cidadão (Foto: Susi Padilha/Secom)

Confira as ações em andamento para melhorar a gestão da saúde em SC:

  • Revisão de todos os contratos;
  • Controle da dívida de forma estratégica para recuperar a credibilidade da Secretaria de Saúde;
  • Levantamento de todos os bens para acabar com a subutilização;
  • Uso do helicóptero do governador para transporte de órgãos doados;
  • Estudo de parcerias com a Celesc para a redução nas contas de energia elétrica;
  • Estímulo à maior concorrência nas licitações com pregão eletrônico.

 

Hospital Celso Ramos abre nova ala sem uso de recursos públicos

Reorganização libera 40 leitos para internação no Hospital Governador Celso Ramos (Foto: Cristiano Estrela/Secom)

O Estado também busca formas de otimizar a gestão em outras frentes. Na próxima segunda-feira, 18, começa a funcionar o Hospital-Dia no Hospital Governador Celso Ramos, com capacidade para atender até 40 pacientes. A nova ala foi aberta sem uso de recursos públicos, apenas com um trabalho de reorganização promovido pela direção da unidade.

“Reorganizamos e adequamos espaços já existentes para poder atender pacientes na área de pneumonologia, neurologia, reumatologia, hematologia, nefrologia e clínica médica”, explica o diretor-geral do Hospital Governador Celso Ramos, Fernando Oto dos Santos.

O regime de Hospital-Dia é a assistência intermediária entre o atendimento ambulatorial e a internação, para pacientes que precisam permanecer por até 12 horas. “Com a mudança, liberamos vagas no hospital para os pacientes que precisam ser internados”, acrescenta o diretor-geral.

A ala conta com consultório, posto de enfermagem, sala de procedimentos, duas salas para medicações com 11 poltronas, além de fácil acesso à emergência.

Medidas que salvam vidas

O resultado prático de iniciativas que melhoram a saúde bate no peito da técnica de enfermagem aposentada Kelly Cristina Dias. No dia 7 de fevereiro, Carlos Moisés determinou que o helicóptero que até então ficava à disposição apenas do governador passasse a ser usado, prioritariamente, para transporte de órgãos captados para doações.

Menos de 24 horas depois, o coração novo veio de Brusque, pelos ares, para dar nova vida à blumenauense. “Se não houvesse esse gesto de sensibilidade por parte do Governo do Estado, talvez hoje eu não estivesse mais aqui para contar essa história. A agilidade no transporte foi fundamental. E eu aproveito a oportunidade para pedir que todos optem pela doação. É um ato que salva vidas”, afirmou Kelly.

Com o apoio do helicóptero, a SC Transplantes já bateu o recorde em doações múltiplas de órgãos para o mês de fevereiro. “Não precisamos gastar um centavo a mais para entregar essas melhorias ao cidadão. Bastou um olhar mais atento ao que acontece dentro do governo para enxergarmos oportunidades de melhorar o serviço prestado e economizar recursos públicos ao mesmo tempo”, concluiu o governador Moisés.

Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: renan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99605-9196
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Divulgação / PC

A Polícia Civil realizou nesta quinta-feira, 14, a formatura da primeira turma de pós-graduandos em sua academia de formação, a Acadepol. Foram 39 formandos no curso de Gestão de Segurança Pública e Investigação Criminal Aplicada, que abriu seu primeiro processo seletivo em 2017, com mais de 150 inscritos para as 40 vagas.

A pós-graduação oferecida é resultado do credenciamento da instituição junto ao Conselho Estadual de Educação, o que permitiu a oferta o curso com certificação Lato Sensu aos policiais civis interessados. A turma de formandos contemplou carreiras de delegados (11 vagas), agentes (15 vagas), escrivães (11 vagas) e psicólogos policiais (três vagas).

“A formatura de hoje é uma demonstração de como a Polícia Civil catarinense está inovando e servindo ao Estado e à nossa população. A Acadepol firma-se cada vez mais como uma referência de ensino superior qualificada em formar seus policiais”, afirmou o delegado-geral Paulo Norberto Koerich.

Formatura da primeira turma de Pós-Graduação na Acadepol

A certificação de um curso completamente vinculado à Acadepol vem suprir a constante demanda por aperfeiçoamentos na Segurança Pública de Santa Catarina. Segundo o delegado André Luiz Bermudez, coordenador de Assuntos Pedagógicos da instituição, a existência de um ambiente formado apenas por policiais permite um espaço de discussão essencial para o desenvolvimento especificidades da profissão. "É uma oportunidade não só de consumir, mas também de produzir conhecimento", explica.

Sobre a Pós-Graduação 

Localizada em Florianópolis, a Acadepol (Academia da Polícia Civil) conta com um espaço de mais de 100 mil metros quadrados. O local é equipado com salas de aula, alojamentos, laboratórios de informática, ginásio de esportes e um auditório com capacidade para cerca de 300 pessoas.

Formatura da primeira turma de Pós-Graduação na Acadepol

Além de prezar pela estrutura física, a formação superior da Acadepol preza também pela formação do corpo docente. Os professores da pós-graduação em Gestão de Segurança Pública e Investigação Criminal Aplicada são, em sua maioria, mestres e doutores. Ao final do curso, que dura um ano e meio, os alunos devem submeter um artigo para análise da banca.

Segundo o coordenador de Assuntos Pedagógicos da Instituição, a ideia é que seja aberto um novo processo seletivo ainda em 2019, com início das aulas para o segundo semestre.

Informações adicionais para a imprensa

Paulo Jorge Marques

Assessoria de Imprensa da Polícia Civil de SC

3665.8708 – 99961.4071

 Foto: Ana Paula Miranda/SAN

O secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli, foi recebido na manhã desta quinta-feira, 14, no escritório do Banco Mundial em Brasília pelo coordenador da área econômica, Rafael Muñoz, para oficializar as tratativas do Estado com a instituição financeira em função do volume de pagamento da dívida pública do quadriênio 2019 a 2022.

Ao final do debate e troca de ideias, o secretário e o coordenador se comprometeram a encontrar caminhos para solucionar a reestruturação da dívida pública do Estado com a União, bancos federais e internacionais. O Banco Mundial estudará alternativas para refinanciamento de alguns contratos mediante ajustes fiscais e a Secretaria de Fazenda trabalhará para honrar os compromissos.

“Em função do déficit projetado em 2019, de cerca de R$ 2,5 bilhões, será preciso reestruturar contratos para manter os pagamentos em dia”, salientou o secretário Paulo Eli.

A reunião foi acompanhada pelo secretário de Articulação Nacional (SAN/SC), Diego Goulart, e os economistas do grupo Banco Mundial, Fabiano Sílvio Colbano e Rafael Ornelas.

Informações adicionais:
Ana Paula Miranda
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Articulação Nacional - SAN

Página 1 de 405

Conecte-se