Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Cidasc celebra 39 anos com conquistas na agropecuária catarinense

Cidasc celebra 39 anos com conquistas na agropecuária catarinense

Desde que foi criada, em 27 de novembro de 1979, a Cidasc trabalha para promover o agronegócio regional e o desenvolvimento das cadeias produtivas por meio da sanidade animal, vegetal e inspeção de produtos de origem animal, com o objetivo garantir a excelência sanitária dos rebanhos e lavouras do Estado.

Oportunidades

Próximos eventos

Nesta terça-feira, 11, às 16h04, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) publicou a primeira chamada do Vestibular de Verão 2019 para 47 cursos presenciais de graduação, com o total de 1.265 candidatos aprovados. A lista está disponível em www.vestibular.udesc.br, site no qual os candidatos também podem consultar seu desempenho.


Além disso, a partir das 19h desta terça-feira, será aberto o prazo de 48 horas para consultar os cartões-resposta das provas objetivas e da redação, assim como para apresentar recurso contra o resultado final.

Conforme o Calendário Acadêmico 2019, a matrícula da primeira chamada ocorrerá em 7 e 8 de fevereiro (confira os documentos) e as aulas iniciarão em 18 de fevereiro. Também já estão definidas as datas das próximas chamadas.

Mais informações

Mais informações podem ser obtidas no FAQ do Vestibular e com a Coordenadoria de Vestibulares e Concursos da Udesc (Covest) pelos telefones (48) 3664-8089 e 8091, das 13h às 19h, e pelo e-mail vestiba@udesc.br.

Acompanhe as notícias do vestibular pelo Facebook, Instagram, Udesc em Rede e Twitter.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010

Foto: Denise Lacerda/SJC

A Penitenciária da Região de Curitibanos, em São Cristovão do Sul, inaugurou na manhã desta terça-feira, 11, dois importantes espaços: um amplo auditório com mais de 50 lugares para eventos e formaturas e um moderno “show room” de 360 m² para exposição permanente dos produtos fabricados pelos reeducandos que trabalham nas empresas conveniadas dentro penitenciária. Ambos representam um marco da política de ressocialização do sistema prisional de Santa Catarina, com 100% dos presos trabalhando e 50% estudando.

“São espaços muito importantes que irão aproximar ainda mais a penitenciária da comunidade, uma vez que o “show room” poderá  ser visitado por familiares, estudantes, empresários e demais membros da sociedade, além prestar uma homenagem aos colegas agentes penitenciários que muito contribuíram para esta unidade prisional”, ressalta o secretário de Estado da Justiça e Cidadania, Leandro Lima.

O auditório recebeu o nome do agente penitenciário Daniel Weber Pedroso, que trabalhou na unidade durante 26 anos como plantonista e chefe de turma. Já o “show room” foi uma homenagem a agente penitenciária Marlene Palhano Telles, que durante 21 anos dedicou-se as atividades administrativas da Penitenciária. “As construções representam um ato de gratidão aos profissionais e amigos homenageados que serão permanentemente lembrados”, destaca o diretor Vladecir de Souza Santos, que aproveitou a solenidade para entregar às autoridades o Relatório de Indicadores de Gestão, versão 2018, com todos os dados de administração da Penitenciária.

Além do secretário Leandro Lima e do diretor Vladecir de Souza Santos, participaram da solenidade o diretor do DEAP, Deiveison Querino Batista; o deputado estadual Nilson Berlanda, o juiz da Vara de Execuções Penais da região, Dr. Juliano Schneider de Souza; a promotora da Vara de Execuções Penais, Dra. Daniela Moritz; representantes da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros; vereadores, entre outras autoridades.

Prêmio “Boas Práticas” - A Penitenciária da Região de Curitibanos conquistou em 2018 o 2º lugar do prêmio “boas práticas” em gestão pública da Udesc/Esag, na modalidade qualidade na gestão pública (categoria estadual). O projeto “Uma nova perspectiva de vida para o reeducando do sistema prisional” mostra a implementação de políticas de trabalho e educação para os reeducandos que cumprem pena na unidade.

A unidade prisional conta com 19 mil m² de área com pavilhões industriais. São mais de 800 reeducandos desenvolvendo atividades laborais de agricultura, pecuária, ovinocultura, madeireira, produção de estofados, brinquedos, peças automotivas, artefatos de cimento, palitos, cabos de vassouras, além de serviços de limpeza e conservação de praças e vias públicas.

Informações adicionais para a imprensa
Denise Lacerda
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania - SJC
E-mail: deniselacerda@sjc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-5810 / 99152-6934
Site: www.sjc.sc.gov.br

Jeferson Baldo/SECOM

Em encontro com os coronéis do comando do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina para um balanço das ações da instituição e agradecimento pelos trabalhos, na segunda-feira, 10, na Casa D'Agronômica, em Florianópolis, o governador Eduardo Moreira encaminhou a minuta de regulamentação da Lei Organização Básica (LOB) da corporação. 

A LOB, já sancionada, garante a estrutura organizacional dos Bombeiros no estado. A regulamentação, que deve ser publicada por meio de decreto, dá as diretrizes de como a lei será executada. “Vocês são motivo de orgulho para os catarinenses. É impossível mensurar as vidas que deixam de ser colocadas em risco e que são salvas graças ao trabalho dos bombeiros militares de Santa Catarina”, ressaltou Moreira.

Durante o encontro, os coronéis agradeceram o governador pelo apoio e reconhecimento à corporação. O comandante geral do CBMSC, coronel João Valério Borges, fez questão de entregar uma réplica de um machado de arrombamento para Moreira em agradecimento a “destacada atuação nos avanços alcançados em sua gestão”. 

“O bombeiro militar de Santa Catarina é hoje motivo de orgulho para todos nós. Somos gratos por toda ajuda e colaboração do senhor com a corporação ”, destacou Borges. 

Entre as ações de destaque da instituição durante a sua gestão, o Moreira ressaltou o trabalho focado no processo de integração do Atendimento Pré-Hospitalar entre o Corpo de Bombeiros Militar e o Samu, promovido neste ano. “Conseguimos racionalizar as instalações públicas e otimizar o serviço especializado oferecido ao cidadão”, disse o governador. 

Neste ano, o CBMSC também inaugurou três novas sedes de quartéis, apresentando estruturas mais modernas e adaptadas à necessidade da corporação e da sociedade em Porto Belo, Bom Jardim da Serra e do Sul da Ilha.

O Corpo de Bombeiros Militar também primou em fomentar a especialização técnica dos profissionais por meio de cursos constantes e rotineiros de aperfeiçoamento. Entre ele, destaca-se a formação de oficiais do CAEE - Curso de Altos Estudos Estratégicos -, que prepara os profissionais para rotinas de comando ou administrativas. No período, foram formados cerca de 300 novos soldados e pouco mais de 30 oficiais, profissionais que já foram integrados ao efetivo atual. 

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
Site: www.sc.gov.br

Divulgação/RGSG-SC

Para enfrentar a crise hídrica do planeta, é preciso agir localmente. E muitos dos problemas aquíferos encontrados na região Sul estão expostos com riqueza de detalhes no livro Águas Subterrâneas, um Patrimônio Catarinense, produzido com recursos da SDS (Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável). "O uso consciente da água é uma premissa de todos, sendo fundamental o papel do poder público em identificar as oportunidades e os desafios", disse o titular da pasta, Adenilso Biasus, na apresentação do livro. 

Com 160 páginas e imagens feitas principalmente pelo fotojornalista Antonio Carlos Mafalda e textos de Imara Stallbaum, a obra será lançada na tarde do dia 11 de dezembro, em Florianópolis, no auditório da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), que também apoiou o projeto. O lançamento ocorrerá durante o seminário, que inicia às 14hs desta terça-feira, o qual pesquisadores da Rede Guarani/Serra-Geral (RGSG) apresentarão os resultados e as perspectivas do projeto que estuda a hidrogeologia e a geoquímica das águas superficiais e subterrâneas na região dos sistemas aquíferos Guarani e Serra Geral.

Hoje, sabe-se que a fartura hídrica existente em Santa Catarina está vinculada às chuvas regulares que caem sobre as 10 regiões hidrográficas. Mas já não há mais dúvidas de que ela também é fortemente influenciada pelos dois reservatórios existentes embaixo de 158 dos 295 municípios catarinenses. Em torno de 80% desses 158 municípios são abastecidos pelo aquífero da Serra Geral e pelo Guarani, e as atividades econômicas neles desenvolvidas contribuem para cerca de 30% do PIB catarinense.

O projeto RGSG nasceu em meados dos anos 2000, em razão das ameaças que comprometiam a qualidade dessas duas “caixas d`água subterrâneas”. A rede é coordenada pelo geólogo Luiz Fernando Scheibe, um dos maiores especialistas em águas subterrâneas do país, há décadas professor da Universidade Federal de Santa Catarina, uma das 10 universidades catarinenses envolvidas, além de várias outras instituições estaduais.

"O Governo do Estado vem, nos últimos anos, fomentando estudos e estabelecendo ações voltadas à preservação de nosso patrimônio natural e à educação ambiental dos catarinenses. O futuro das próximas gerações estará condicionado à maneira como tratamos nossa água desde já", escreveu o governador Eduardo Pinho Moreira no prefácio da obra.

Serviço:

O QUE: Seminário Rede Guarani/ Serra-Geral e Lançamento do livro Águas subterrâneas

QUANDO: 11 de dezembro, 14h

ONDE: Auditório da FAPESC - Rodovia José Carlos Daux 600 (SC 401), Km 01 - Módulo 12A – CELTA - 6° Andar - Bairro João Paulo, Florianópolis

Informações adicionais para a imprensa
Heloisa Dallanhol
Assessoria de Imprensa 
Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de SC - Fapesc
E-mail: heloisa@fapesc.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-4812 / 98418-1180
Site: www.fapesc.sc.gov.br

Depois de ter parte de sua estrutura destruída por um incêndio no início de junho, a Escola de Educação Básica Professora Maria Paula Feres, de Mafra, teve sua reforma concluída. A obra totaliza aproximadamente 438m² e está orçada em mais de R$ 380 mil, recurso oriundo do Governo do Estado, viabilizado por meio do Departamento de Infraestrutura da Agência de Desenvolvimento Regional de Mafra (ADR).

Segundo o gerente de Infraestrutura da ADR de Mafra, o engenheiro Celio Sarmento, a ala danificada pelo incêndio foi praticamente reerguida. “Reconstruímos algumas paredes, assim como colocamos novas janelas, portas, forros, fiação elétrica e pintura, tudo da melhor qualidade, visando um espaço adequado e apropriado aos alunos”, salientou o gerente.

Para o secretário executivo da ADR, Abel Schroeder, a reforma significa devolver à comunidade escolar as dependências que lhe foram retiradas por um ato de extremo vandalismo. “A recuperação só foi possível graças ao empenho do Governo do Estado de Santa Catarina, através da Secretaria de Estado da Educação e da ADR de Mafra”, afirma o secretário.

Schroeder ressalta ainda o importantíssimo apoio em favor da escola por parte da Associação de Moradores do bairro Vila Nova, da Câmara de Vereadores de Mafra e demais entidades. “Todos tem um parcela nessa obra”, declara.

Atualmente a escola conta com 900 estudantes em três turnos e que já estão utilizando o espaço reformado.

Página 1 de 337