Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Campanha Compre de SC

Campanha Compre de SC

O Governo do Estado lançou a campanha Compre de SC para incentivar o consumo de produtos produzidos em Santa Catarina. Além de estimular a produção interna e muitas vezes de pequenos produtores, a campanha faz a economia girar, gerando renda e emprego.

Oportunidades

Próximos eventos


Fotos: Divulgação / SSP

O governador Eduardo Moreira encaminhará Projeto de Lei à Assembleia Legislativa sobre a organização básica do Corpo de Bombeiros, consolidando a sua emancipação da instituição da Polícia Militar, aprovada em 2003. O secretário de Estado da Segurança Pública, Alceu de Oliveira Pinto Júnior, fez o anúncio nesta sexta-feira, 15, em solenidade para comemorar os 15 anos de autonomia, promoções e entrega de honrarias e medalhas.


Fotos: Jeferson Baldo / Secom

Como forma de consolidar a política pública contínua de incentivo a um dos setores econômicos que mais crescem em Santa Catarina, o governador Eduardo Pinho Moreira inaugurou nesta sexta-feira, 15, o Centro de Inovação Jaraguá do Sul. É o segundo de 13 centros que serão implantados no Estado com foco na geração de desenvolvimento a partir das ideias inovadoras. “Em Santa Catarina, o setor da Tecnologia e Inovação já representa 5% do PIB, e é fundamental que o serviço e a governança públicos estejam conectados com os avanços do setor para garantir eficiência e mais qualidade de vida ao cidadão catarinense”, frisou Eduardo Pinho Moreira.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Adenilso Biasus, reforçou que SC tem o dever de compartilhar e fomentar a produção e o acesso ao conhecimento. “Os centros de inovação são os ambientes ideais para isso, já que unem o Estado, as universidades e o setor produtivo. Tudo o que for desenvolvido aqui será revertido em receita com valor agregado, geração de emprego, renda e na entrega de serviços públicos de melhor qualidade”, discursou.

INVESTIMENTOS DE R$ 7 MILHÕES

O segundo Centro de Inovação do Estado, na cidade de Jaraguá do Sul, conta com investimento de R$ 7,426 milhões, dos quais R$ 7 milhões são do Governo do Estado e R$ 426 mil do município.



>>> Mais imagens na galeria

Os Centros de Inovação abrigarão aceleradoras de empresas, incubadoras, laboratórios de pesquisa, de capacitação e de consultoria para novos negócios. Cada unidade prioriza a vocação econômica da região em que está inserida, sendo que a de Jaraguá do Sul será direcionada para o setor de energia.

“Os 13 Centros de Inovação consolidarão a cultura inovadora e do empreendedorismo nas regiões. Contarão com incubadora, aceleradora, coworking, laboratórios de ponta, orientação/mentoria para empreendedores, Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), eventos com escopo em inovação, centro de treinamento e diversos espaços de convivência”, ressalta o diretor de Desenvolvimento de Ciências Tecnologia e Inovação, Jean Vogel.

2,7 MIL METROS QUADRADOS

Segundo o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, o município irá fortalecer o seu DNA de inovação. “Temos uma força industrial, gente qualificada, empresas de renome mundial, por isso acredito que o Centro de Inovação é um ambiente que vai fomentar ideias novas, fortalecer o setor de tecnologia, de inteligência. É uma aposta para o futuro, que já esta dando certo”, enfatizou.

Em Jaraguá do Sul, o prédio tem uma área de aproximadamente 2.700 metros quadrados, composto por térreo, mezanino, primeiro pavimento e ático. Com espaço para showroom, auditório, salas de reuniões e treinamentos. Ainda salas para as empresas, coworking, coffee break e áreas para descanso interno e externo.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

A próxima segunda-feira, 18, representa mais um passo importante para o Centro de Pesquisas Oncológicas (Cepon), em Florianópolis: o início das cirurgias de alta complexidade no novo centro cirúrgico.

Sete cirurgias serão realizadas em pacientes com câncer, sendo quatro pela manhã, a partir das 7h, e outras três no período da tarde. A nova unidade abriga quatro salas de cirurgia, 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), cinco leitos de recuperação pós-anestésica, 18 leitos de internação pós-operatória, além de uma Central de Materiais Esterilizados (CME).

“O início das atividades do centro cirúrgico e da UTI é um avanço. A partir de agora nossos pacientes com diagnóstico de câncer não terão que procurar outros hospitais da rede, tudo será feito no próprio Cepon, com especialistas na área oncológica, permitindo mais comodidade e melhor atendimento”, explica Maria Tereza Schoeller, diretora do Cepon.

Redução no tempo de espera

Até o fim do ano, o Cepon conseguirá realizar mais 200 cirurgias por mês no novo centro, mais que o dobro da capacidade atual, com 150 procedimentos ao mês – de média e baixa complexidade.

Além de reduzir o tempo de espera para a realização das cirurgias oncológicas, o novo centro cirúrgico do Cepon também contribuirá para melhorar o serviço prestado em outras unidades, como o Hospital Celso Ramos, o Regional de São José, o Hospital Universitário e a Maternidade Carmela Dutra.

Informações adicionais para a imprensa:
Melina Cauduro
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
(48) 3665-3009 / (48) 9 9938-9839
www.sc.gov.br 


Foto arquivo / Secom

No período de 15 de junho a 15 de setembro, é proibido ter plantas de soja em crescimento nas lavouras catarinenses. O vazio sanitário da soja surgiu para proteger as plantações de Santa Catarina da ferrugem asiática. Para que seja respeitado o vazio sanitário, a Portaria proíbe a semeadura de soja no período de 11 de fevereiro até 14 de setembro de cada ano em Santa Catarina.

Cada Estado do país pode estabelecer o período mais adequado para o vazio sanitário, de acordo com suas condições climáticas. O secretário da Agricultura e da Pesca, Airton Spies, explica que, no caso de Santa Catarina, o frio intenso que ocorre no inverno nas regiões produtoras de soja, normalmente, já elimina todas as plantas de soja vivas, que são queimadas pela geada. Se isso não ocorrer, é necessário o controle químico por meio de dessecação com herbicidas.

“A geada já está fazendo uma faxina em nossos campos, então na maioria do Estado já não há mais soja em crescimento. Mas nos locais onde não houver a dessecação pelo frio, o produtor deve aplicar herbicidas para evitar que as plantas transmitam a ferrugem asiática para o próximo plantio”, ressalta.

Segundo o Programa Nacional de Controle da Ferrugem Asiática da Soja, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), no período de vazio sanitário não deve haver soja em estado vegetativo para que o fungo, que causa a ferrugem asiática, e seus esporos não consigam sobreviver e contaminar o próximo plantio.

O vazio sanitário de Santa Catarina foi estabelecido pela Portaria nº 18/2017.

Soja em Santa Catarina

A produção de soja vem ganhando cada vez mais espaço em Santa Catarina e ocupando as áreas antes destinadas ao plantio de milho, pastagens e fruticultura. A área plantada no estado chegou a 703,2 mil hectares nesta safra e a expectativa é de uma colheita recorde de 2,44 milhões de toneladas.

A soja é também importante na pauta de exportações catarinenses. O produto respondeu por 9,7% de tudo o que o estado exportou em 2017 e, de janeiro a novembro do último ano, foram embarcadas 1,8 milhão de toneladas do grão – 17,9% a mais do que em 2016.

Em cinco anos, as exportações catarinenses do complexo soja aumentaram 116%. Passando de 874,3 mil toneladas em 2012 para 1,8 milhão de toneladas em 2017 e faturando US$ 745,7 milhões. Os principais destinos das exportações são China, Rússia, Coreia do Sul e Tailândia.

Informações adicionais para a imprensa:
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca
imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48)-3664-4417/ (48) 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br 
www.facebook.com/AgriculturaePescaSC 


Foto arquivo / Secom

Lançado no último dia 8 de junho pelo governador Eduardo Pinho Moreira o movimento “Compre de SC” ganha a cada dia mais adesões. De prefeituras, a entidades empresariais e empresas dos mais diferentes setores produtivos, cresce o apoio pelo consumo de produtos catarinenses e consequente fortalecimento da economia de Santa Catarina. “Temos produtos que agradam a todos os gostos, paladares, uma indústria diversificada e de qualidade, então por que não dar preferência aos produtos catarinenses?”, argumentou o governador durante o lançamento do movimento.

Responsável por aproximadamente 5% da riqueza do Estado e principal arrecadador de impostos da cidade de Florianópolis, o setor de tecnologia é um apoiador da campanha “Compre de SC”. Na opinião do presidente da Associação Catarinense de Tecnologia (Acate), Daniel Leipnitz, as soluções criadas pelas empresas locais são capazes de atender a uma gama variada de outros segmentos.

“O setor de tecnologia é um grande apoiador de qualquer iniciativa para o desenvolvimento econômico do nosso Estado. Queremos que as pessoas comprem daqui não só por questões de preço, mas porque nós temos produtos de qualidade. Apoiamos essa campanha e somos muito orgulhosos daquilo que produzimos”, diz Leipnitz.

SC tem 2,9 mil empresas de TI

Atualmente, o Estado possui 2,9 mil empresas de Tecnologia da Informação (TI), com cerca de com 5,3 mil sócios empreendedores e quase 50 mil funcionários. Os números são de um estudo recente feito a pedido da própria Acate. Segundo Leipnitz, aproximadamente 90% da produção do Estado é comercializada fora de Santa Catarina, seja em outras unidades da federação ou até mesmo fora do Brasil. É por conta disso que ele acredita haver espaço para que mais catarinenses passem a ser clientes do setor tecnológico do Estado.

“No médio e longo prazo a tecnologia se transformará na maior economia do nosso Estado. Muitas empresas que hoje são de outros setores vão acabar se transformando em negócios voltados para a tecnologia. E vale destacar que Santa Catarina tem uma característica peculiar: a maioria absoluta das nossas empresas foi criada aqui, diferentemente de outros estados, onde há muitas multinacionais”, opina Leipnitiz.

No início, o setor de tecnologia em Santa Catarina era caracterizado por pequenas empresas. Com o tempo, cresceu o número de companhias médias e grandes. Um exemplo é a Softplan, com sede em Florianópolis. A empresa hoje possui 1,7 mil colaboradores e tem clientes em vários estados do Brasil.

Oportundade para ampliar vendas internas

Para Moacir Antônio Marafon, diretor-executivo da Softplan, a campanha “Compre de SC” é extremamente positiva, já que o Estado tem destaque em diversos setores e isso coloca em evidência os produtos catarinenses, ajudando a gerar renda e desenvolvimento dentro do nosso território. No caso da empresa de Marafon, apenas 12% do faturamento é fruto de vendas internas, e ele acredita que há espaço para crescimento nesse sentido.

“Nós mantemos 73% dos nossos colaboradores no Estado. São empregos de alto nível, que exigem uma formação de qualidade. Mas, ao mesmo tempo, não conseguimos ter a mesma performance de venda aqui do que em outros lugares. Acredito que esse programa foi muito bem acertado. Valorizar a prata da casa é importante”, diz Marafon.

Ainda segundo o empresário, os produtos catarinenses possuem um selo de qualidade, e portanto o consumidor pode ter a certeza de estar adquirindo algo de alto padrão: “O que nos diferencia é que as empresas de Santa Catarina tornaram-se especialistas em segmentos distintos, ofertando produtos altamente especializados. Por que não compramos mais daqui?”

Informações adicionais para a imprensa
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC



Página 1 de 341