Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Com a Palavra, o Governador - 15 de setembro de 2017

Com a Palavra, o Governador - 15 de setembro de 2017

O Governador Raimundo Colombo fala sobre o saúde em Santa Catarina e a retomada na economia.


Oportunidades

Próximos eventos


Atleta do Colégio Rogacionista, de Criciúma, comemora o título do futsal. Foto: Gaspara Nóbrega/Exemplus/COB

As jovens promessas catarinenses de 12 a 14 anos brilharam nesta quinta, 21, no último dia dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), em Curitiba, e conquistaram sete de oito medalhas possíveis nos esportes coletivos. Ao todo, foram quatro ouros, duas pratas e um bronze. Com isso, Santa Catarina encerra a sua participação com 39 medalhas ao todo, entre modalidades coletivas e individuais – foram dez ouros, 11 pratas e 18 bronzes. 

>>> Galeria de fotos

Os JEJ foram realizados na capital paranaense desde o último dia 12 de setembro, com a participação de 162 atletas catarinenses, nas 13 modalidades em disputa. 

Meninas conquistam dois ouros e um bronze

Pela manhã, foi a vez das meninas. Apoiadas por quase 20 familiares que viajaram 500km de Saudades até a capital paranaense, as atletas da Escola Rodrigues Alves venceram por 3 sets a 0 o time do CEL-RJ e levaram a medalha de ouro pelo segundo ano consecutivo. Parciais de 25x17, 25x19 e 25x14. 

O segundo ouro da manhã veio com o futsal. As meninas do Colégio Rogacionista, de Criciúma, conquistaram o tricampeonato da competição ao vencer de virada a Escola Professor Nelson de Sena (Minas Gerais) por 2 a 1. Liriel empatou o jogo e Diana marcou o gol do título. Camisa 10 e capitã da equipe, Kemili dos Santos também se destacou. Mesmo lesionada, foi a artilheira da equipe com nove gols no campeonato.

As atletas do Colégio Sagrada Família, de Blumenau, fecharam a participação feminina nesta quinta-feira. Na disputa pela medalha de bronze, venceram as gaúchas por 34 a 27.

Meninos ficam com dois ouros e duas pratas

As disputas entre os meninos foram todas à tarde. Santa Catarina teria pela frente as finais do handebol, futsal, basquete e vôlei. E, destas, conquistou dois ouros e duas pratas.

No futsal masculino, os atletas do Centro Educacional Recriarte, de Camboriú, não tomou conhecimento dos adversários e aplicou 3 a 0 para garantir o primeiro lugar. Os rivais na final foram os representantes de Pernambuco, do Colégio 2001. 

No vôlei masculino, com muita empolgação e união, os garotos de Timbó, da Escola Básica Erwin Prade, aplicaram 3 sets a 1 sobre os paulistas da Escola Professora Anna dos Reis e comemoraram muito o título. As parciais foram: 25x18, 19x25, 25x20 e 25x21.

As duas derrotas aconteceram no handebol e também no basquete. Na final da 2ª divisão, no handebol, o Colégio Aplicação Uniarp, de Caçador, foi derrotado por 22 a 15, para o Centro Educacional Ato, do Paraná. A derrota mais sofrida das finais foi no basquete. O time catarinense não teve chances. Representado pelos alunos do Instituto Jangada, de Jaraguá do Sul, a equipe acabou derrotada por 69 a 19 diante do Colégio Amorim, de Tatuapé, de São Paulo. Assim, acabou levando a prata. 

A gerente de Esporte de Base e Inclusão da Fesporte, Josélia Maranho, destacou o rendimento catarinense nesta edição dos JEJ e o desenvolvimento do calendário esportivo promovido pela Fesporte. “Santa Catarina foi o melhor estado na fase de equipes. Poderia ter ido melhor na primeira, mas tivemos boas conquistas. Ano que vem, teremos um novo formato, e nosso estado já está garantido em seis modalidades”, disse ela.

Segundo o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), a edição de 2017 dos Jogos Escolares da Juventude quebrou um recorde no número de inscrições: são 4.069 atletas de 1.396 escolas públicas e privadas de todo o país. 

Veja os resultados do último dia dos Jogos Escolares da Juventude, em Curitiba

Feminino

Futsal - Campeão Série A - Colégio Rogacionista (SC) 2x1 (MG) Colégio Prof. Nelson de Sena

Vôlei - Campeão Série A - Escola Rodrigues Alves (SC) 3x0 (RJ) Centro Educacional da Lagoa CEL parciais: 25x17, 25x19, 25x14

Basquete - 3º lugar Série A Colégio Sagrada Família (SC) 34x27 (RS) (Colégio Mauá)

Masculino

Handebol -  Prata  Série B - Colégio Aplicação Uniarp  (SC) 15x22 (PR) Centro Educacional Ato 

Futsal - Campeão Série A - Centro Educacional Recriarte (SC) 3x0 (PE)Colégio 2001 

Vôlei - Campeão Série A - Escola Municipal Erwin Prade (SC) 3x1 (SP) Professora Anna dos Reis

Basquete - Prata Série B - Instituto Educacional Jangada (SC) 19x69 (SP) Colégio Amorim Tatuapé)

Os Jej são uma promoção do Comitê Olímpico do Brasil (COB). A delegação catarinense é gerenciada pelo Governo Estadual por meio da Fesporte.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 99696-3045
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 


Foto de arquivo: Antonio Prado / Fesporte

A Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) e o município de Criciúma  definiram que a 13ª edição dos Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina será de 30 de novembro a 6 de dezembro.

A decisão foi tomada após o município de Criciúma ter solicitado o adiamento do evento, por problemas administrativos que comprometeriam o cumprimento do evento.

A 13ª edição dos Parasjasc terá a participação de 1.780 atletas de 52 município e irá contemplar também eventos paralelos para o público do paradesporto. Juntamente com a Fesporte, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) oferecerá cursos de capacitação para árbitros e técnicos, com reconhecimento nacional, nas modalidades de natação, atletismo e bocha. Além disso, o evento contará com a presença de atletas paralímpicos brasileiros, que representaram o Brasil nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

Mais informações para a imprensa:
Renan Koerich
Assessoria de Comunicação
Fundação Catarinense de Esportes - Fesporte 
Fones: (48) 36656126 / (48) 98802- 7742
www.fesporte.sc.gov.br

 

 


Foto: Billy Culleton / PGE

Um terreno no Centro de Florianópolis foi retomado pelo Estado de Santa Catarina nesta quarta-feira, 20, devido a uma ação judicial promovida pela Procuradoria Geral do Estado (PGE). O imóvel, ao lado do Teatro Álvaro de Carvalho (TAC), estava sob judice desde 2011 e era ocupado irregularmente pela Associação Florianopolitana de Voluntários (Aflov).

No local, a entidade explorava um estacionamento que, agora, já está sendo administrado por uma empresa que tinha vencido licitação pública realizada pelo poder público estadual.

A reintegração de posse foi determinada pela desembargadora substituta Hildemar Meneguzzi de Carvalho, do Tribunal de Justiça, após anos de imbróglio judicial. Em 2011, ao vencer o prazo de cessão à Prefeitura de Florianópolis, o Estado iniciou a tramitação pela restituição do imóvel.

Diante da negativa da Aflov em desocupar o terreno de cerca de mil metros quadrados, a PGE ingressou com ação de reintegração de posse na 3ª Vara da Fazenda Pública da Capital que, há três anos, decidiu favorável à administração pública.

Na sequência, a Associação recorreu e conseguiu suspender a determinação. Agora o TJ restabeleceu a decisão original, dando razão ao Estado. “A Aflov foi notificada a desocupar o bem em 2014. Desde então, valendo-se da mais diversa sorte de expedientes, burla o cumprimento do que foi determinado”, afirmou a desembargadora, salientando que a Aflov utiliza o bem público para desenvolvimento de atividade econômica, sem nenhum respaldo legal.

(Ação de Reintegração de Posse Nº 0324777-39.2015.8.24.0023)

Informações adicionais para a imprensa
Billy Culleton
Assessoria de Imprensa 
Procuradoria Geral do Estado - PGE
E-mail: billyculleton@gmail.com
Fone: (48) 3664-7650 / 98843-2430
Site: www.pge.sc.gov.br

 

 


Revitalização do trecho entre Capão Alto e Campo Belo do Sul está nos detalhes finais. Fotos: Pablo Gomes / ADR Lages

A Região dos Lagos da Serra Catarinense está prestes a viver um novo momento com vistas ao progresso. A SC-390, que corta os municípios de Capão Alto, Cerro Negro, Campo Belo do Sul, Anita Garibaldi e Celso Ramos, está com obras em metade dos seus 113 quilômetros, proporcionando uma nova ligação asfáltica entre as BRs 116 e 470, duas das principais rodovias do Estado. Ao todo, o Governo de Santa Catarina investe R$ 70 milhões nas ações.

A revitalização do trecho de 32 quilômetros entre Capão Alto e Campo Belo do Sul está com 99% dos trabalhos concluídos, incluindo drenagem e pavimentação, faltando agora apenas as sinalizações horizontal e vertical e o plantio de grama e mudas no perímetro urbano de Capão Alto.

Anita Garibaldi - Governo de SC investe R$ 70 milhões na principal rodovia da Região dos Lagos da Serra Catarinense
Terraplanagem chega a 70% no trecho de Anita Garibaldi e Celso Ramos. Foto: Pablo Gomes / ADR Lages

Já na construção do trecho de 25 quilômetros entre Anita Garibaldi e Celso Ramos a terraplenagem chega a 70%. O cronograma das obras está adiantado, e na sequência serão feitos os serviços de detonação de rochas, construção de galerias, drenagem, pavimentação e sinalização.

“Essa região tem um potencial muito grande, e com o asfalto, as produções aumentam, o emprego cresce e a qualidade de vida das pessoas melhora, com acesso mais facilitado à saúde, educação e lazer”, diz o governador Raimundo Colombo.

Anita Garibaldi - Governo de SC investe R$ 70 milhões na principal rodovia da Região dos Lagos da Serra Catarinense
Asfalto novo garante segurança e conforto aos usuários da SC-390. Foto: Pablo Gomes / ADR Lages

Além da SC-390, nos trechos de Capão Alto a Campo Belo do Sul e de Anita Garibaldi a Celso Ramos, o Governo do Estado investe atualmente em várias outras obras rodoviárias na região serrana.

Destaque para a pavimentação da SC-120, entre São José do Cerrito e Curitibanos; a pavimentação da rodovia Caminhos da Neve, entre São Joaquim e Bom Jesus (RS); a revitalização da SC-114, entre Lages e Bom Jardim da Serra; e a reconstrução da SC-114, entre Lages e Otacílio Costa.

Todas as obras integram o Pacto por Santa Catarina, pacote de ações criado em julho de 2012 pelo governador Raimundo Colombo e que é o maior programa de investimentos em infraestrutura na história do Estado.

Neste momento, existem perto de 200 obras rodoviárias que somam mais de dois mil quilômetros em todas as regiões, o equivalente a 30% de toda a malha viária catarinense, com investimentos de R$ 4 bilhões. Só na região serrana são cerca de 400 quilômetros e investimentos de R$ 450 milhões.

Informações adicionais para a imprensa
Pablo Gomes
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Lages
E-mail: imprensa.sdrlages@gmail.com
Telefone: (49) 3289-6210 / 99926-6775 / 98839-1727
Site: sc.gov.br/regionais/lages


Foto de arquivo: James Tavares / Secom

A Campanha Nacional de Multivacinação para atualização da caderneta de crianças e adolescentes termina nesta sexta-feira, 22. No total, 16 vacinas estão à disposição para completar a proteção de crianças e adolescentes de até 15 anos contra doenças como Sarampo, Caxumba, Varicela, Rubéola, Poliomielite, Tétano, Coqueluche, Meningite C e HPV.

No último sábado, ‘Dia D’ da campanha, foram atendidos 71.884 crianças e adolescentes nas 1,2 mil salas de vacina da rede pública de saúde nos 295 municípios catarinenses, com aplicação de 23.647 doses de vacina. “Ao todo, 32% das crianças e 35% dos adolescentes estavam com alguma vacina em atraso”, observa Vanessa Vieira da Silva, gerente de Imunização da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES). Entre os dias 11 e 16 de Setembro, 140.619 crianças e adolescentes foram às unidades de saúde. Destes, 47.009 possuíam alguma vacina em atraso e foram imunizados. Foram aplicadas 77.922 doses de vacina naquele período.

Quem deve se vacinar

Todas as crianças e adolescentes menores de 15 anos devem comparecer a uma das 1,2 mil salas de vacina da rede pública de saúde do Estado com a caderneta de vacinação. Após avaliação, aqueles que não tenham tomado alguma vacina indicada para sua faixa etária, ou que precisem completar o esquema de doses, serão imunizados.

Saiba mais sobre a campanha e onde encontrar uma sala de vacina em www.dive.sc.gov.br/multivacinacao.

Confira quais vacinas são oferecidas durante a Campanha de Multivacinação e as faixas etárias alvo correspondentes:

  • BCG (formas graves de tuberculose)  – menores de 5 anos;

  • Hepatite A – menores de 5 anos;

  • Penta (hepatite B, difteria, tétano, coqueluche e haemophilus influenzae B) – menores de 7 anos;

  • Hepatite B – crianças de até 30 dias de idade; crianças e adolescentes entre 7 anos e menores de 15 anos; 

  • VIP (vacina inativada contra a poliomielite)– menores de 5 anos;        VOPb (vacina oral contra a poliomielite) – menores de 5 anos;

  • Rotavírus humano – primeira dose: de 2 meses a 3 meses e 15 dias de idade; Segunda dose: de 4 meses a 7 meses e 29 dias de idade;

  • Pneumocócica 10 valente – menores de 5 anos;

  • Meningocócica C conjugada – crianças a partir de 3 meses de idade a menores de 5 anos e adolescentes de 12 e 13 anos;

  • Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) – crianças a partir de 12 meses de idade e adolescentes menores de 15 anos;

  • Tetraviral (sarampo, caxumba, varicela e rubéola) ou tríplice viral + varicela (atenuada) – menores de 5 anos;

  • DTP (difteria, tétano e coqueluche) – até menores de 7 anos;

  • dT (difteria e tétano) – para crianças a partir de 7 anos e adolescentes menores de 15 anos;

  • dTpa (difteria, tétano e coqueluche acelular) – para gestantes menores de 15 anos de idade;

  • HPV (papiloma vírus) – meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos;

  • Febre amarela - criança a partir de nove meses e adolescente menor de 15 anos residente ou viajante das áreas com recomendação de vacinação ou com recomendação temporária de imunização não vacinada ou sem comprovante de vacinação; e criança e adolescente indígena, independente da área onde reside, não vacinada ou sem comprovante de vacinação. 

    Informações adicionais para a imprensa:
    Letícia Wilson e Patrícia Pozzo
    Núcleo de Comunicação
    Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive)
    Secretaria de Estado da Saúde
    Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
    E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
    www.dive.sc.gov.br

 

 

Página 1 de 144