Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Com a Palavra, o Governador - 13 de outubro de 2017

Com a Palavra, o Governador - 13 de outubro de 2017

No programa "Com a Palavra, o Governador", Raimundo Colombo fala sobre a entrega da SC-157 no Oeste do estado, do primeiro mês da nova rota internacional no Porto de Imbituba, da operação de transferência de carga da Ponte Hercílio Luz e sobre a Jucesc Digital.


Oportunidades

Próximos eventos


Foto: Mauren Rigo/Secom

A quarta-feira, 18, tem predomínio de sol em SC, com tempo seco na maior parte das regiões. Segundo a Epagri/Ciram, há variação de nebulosidade no Norte do estado, com chance de chuva fraca e isolada no início e final do dia.

A temperatura estará em elevação. O Extremo-Oeste é a região que mais deve registrar calor, com máximas de 35ºC. No Oeste, os termômetros devem marcar 33ºC. Já no Meio-Oeste e no Litoral Sul, a máxima é de 31ºC.

Também estará quente no Vale do Itajaí e no Planalto Norte, onde a temperatura poderá chegar a 30ºC. Nas demais regiões, as máximas variam entre 26ºC e 27ºC. O vento, de Nordeste a Norte, tem intensidade de fraca a moderada, com rajadas mais fortes no Litoral.

A Epagri/Ciram informa que o tempo muda a partir de quinta-feira, 19, quando devem ser registrados temporais, especialmente no Oeste e Meio-Oeste, e muita chuva com descarga elétrica em SC. 

>>> Mais detalhes da previsão para esta quarta

Mais informações para a imprensa:
Central de Meteorologia
Epagri/Ciram
Fone: (48) 3665-5007 e (48) 3665-5172
E-mail: contatociram@epagri.sc.gov.br
Site: www.ciram.epagri.sc.gov.br
Facebook


Foto: Fernanda Rodrigues/SAN

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) garantiu que apresentará ao Governo do Estado, na primeira semana de novembro, a minuta da portaria de regulamentação para o turismo embarcado para observação de baleias no Sul do Litoral catarinense. Com isto, a expectativa é que a prática, suspensa há quatro temporadas, volte a ocorrer ainda em 2018 nas cidades de Imbituba, Garopaba e Paulo Lopes.

A confirmação foi dada em audiência do Fórum Parlamentar Catarinense na sede do instituto em Brasília, nesta terça-feira, 17, com a presença do secretário de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan. Eles foram recebidos pelo diretor Paulo Faria e equipe. “Estamos comprometidos a fechar esta regulamentação até janeiro para permitir que, em 2018, esta prática volte a acontecer”, falou o diretor.

A minuta faz parte do plano de fiscalização que está sendo elaborado pelo instituto. “O turismo de observação de baleias tem uma importância muito significativa economicamente para aquela região e para o estado. Precisamos resolver esta situação”, salientou Pavan. A atividade estava suspensa desde 2013, após uma ação civil pública do Instituto Sea Shepherd.

Os diretores do ICMBio ressaltaram ainda que haverá a constante avaliação do turismo embarcado e as operadoras estão sujeitas a punições e multas, além da suspensão das atividades. Também participaram da reunião deputados federais e estaduais, o presidente da Comissão do Meio Ambiente da Assembleia Legislativa de SC, Valdir Cobalchini, e a assessora especial da Secretaria de Articulação Nacional, Giliane Zanchett.

Informações adicionais para a imprensa
Fernanda Rodrigues
Assessoria de Imprensa 
Secretaria Executiva de Articulação Nacional
E-mail: fernanda@san.sc.gov.br
Fone: (61) 3101-0900 / 99304-0198
Site: www.san.sc.gov.br

 


Fotos: Jaqueline Noceti / Secom

O governador Raimundo Colombo recebeu na tarde desta terça-feira, 17, no Centro Administrativo, em Florianópolis, representantes dos estados membro da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean), em missão diplomática no Brasil. O secretário executivo de Assuntos Internacionais, Carlos Adauto Virmond Vieira; o secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Valmir Comin; e o embaixador do Escritório de Representação do Ministério das Relações Exteriores em Santa Catarina (Eresc), José Roberto de Almeida Pinto, também recepcionaram a comitiva.

“Somos um estado com seis portos em apenas 1,1% do território nacional. Isso nos traz um ganho muito grande para exportações da nossa produção. No Brasil estamos em primeiro lugar na produção de maçãs e suínos, por exemplo e alcançamos boas posições em produção de frango e soja”, destacou Colombo.

O secretário Carlos Adauto disse que a reunião foi estratégica para o Estado e pela primeira vez representante da Asean foram recebidos pelo governador de Santa Catarina. “Recebemos embaixadores de quatro países dos 10 que compõem o bloco econômico e nós entendemos que isso vai aproximar em muito as relações comerciais entre esses países asiáticos”.



>>> Mais imagens na galeria

“Eles são muito parceiros e têm grande interesse no agronegócio catarinense, principalmente os paíse como Vietnã, Tailândia e Singapura, que é um grande distribuidor de produtos catarinenses para o mundo. O mercado consumidor é muito grande e interessa muito Santa Catarina”, concluiu o secretário Adauto.

No lado esquerdo da mesa estava o cônsul das Filipinas, Eric Valenzuela; a chefe de missão de Singapura, Siew Fei Chin; o embaixador do Vietnã, Do Ba Khoa; e o embaixador da Tailândia, Surasak Suparat. Na direita o consultor geral da secretaria executiva de Assuntos Internacionais, Marcelo Trevisani; o embaixador do Eresc, José Roberto de Almeida Pinto; e o secretário executivo de Assuntos Internacionais, Carlos Adauto Virmond Vieira.

Asean

A Associação de Nações do Sudeste Asiático abrange uma área de 4,4 mil quilômetros quadrados e uma população de 601 milhões de habitantes e um PIB: US$ 888,3 bilhões. É composta pelos país: Tailândia, Filipinas, Malásia, Singapura, Indonésia, Brunei, Vietnã, Mianmar, Laos e Camboja. Foi criada em 8 de agosto de 1967 em Bangkok, Tailândia, com um dos objetivos de acelerar o crescimento econômico, o progresso social e o desenvolvimento cultural na região. 

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

Os desafios do Governo e da sociedade diante da maior crise econômica do país foi o tema central da palestra do governador Raimundo Colombo na noite desta terça-feira, 17, em Braço do Norte, no Sul do Estado. Colombo apresentou as medidas tomadas para que fosse possível cumprir o objetivo de Santa Catarina ser o último estado a entrar na crise e o primeiro a sair dela. Entre as ações, o governador citou a decisão de não aumentar impostos, o incentivo às exportações e a setores como o Turismo e o Agronegócio.

"Deixamos a nossa economia ativa, estimulamos setores que estavam mostrando um potencial, abrimos mão dos impostos para proteger os catarinenses e acima de tudo, fizemos bem a nossa lição de casa cortando gastos", disse o governador. Colombo destacou o fechamento de órgãos do Governo que, já para o ano que vem, vai gerar uma economia de mais de R$ 200 milhões e a reforma da previdência estadual.


Evento em 2016 teve assinatura dos contratos do Sinapse da Inovação. Na foto, Colombo e empreendedores selecionados. Crédito: Jaqueline Noceti/Arquivo Secom

O governador Raimundo Colombo lança nesta quarta-feira, 18, as três chamadas públicas, voltadas ao empreendedorismo inovador, parcerias entre empresas alemãs e brasileiras, e à capacitação em nível de pós-graduação. O ato está marcado para as 11h, no gabinete, no Centro Administrativo do Governo, em Florianópolis. A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) receberá as propostas submetidas às chamadas, que juntas somam cerca de R$ 40 milhões de investimento do Governo do Estado e parceiros como a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Com inscrições abertas até 2 de novembro, o programa Sinapse da Inovação chega a 6ª edição, tendo apoiado a criação de mais de 400 startups inovadoras e gerado milhares de empregos diretos, além de 150 patentes. O programa começou em 2008, com metodologia da Fundação Certi, e tem apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

O Sinapse oferecerá R$ 60 mil para cada uma das 100 empresas selecionadas, além de bolsas de auxílio aos empreendedores por 12 meses. Participantes com nível de graduação receberão valor mensal de R$ 2,5 mil, e com mestrado, de R$ 3,5 mil. Com as bolsas, o recurso a ser disponibilizado pelo governo estadual gira em torno de R$ 10 milhões. Empreendedores de todo o estado podem inscrever suas ideias no portal do Sinapse da Inovação. O edital pode ser consultado no site da Fapesc.

Parcerias alemãs

Ainda na área de empreendedorismo, há uma chamada conjunta com o Estado de Berlim, que disponibilizará em torno de R$ 50 mil para projetos de cooperação entre empresas catarinenses e alemãs na área de fotônica, a fim de que desenvolvam produtos, processos ou sistemas inovadores. Até o dia 30 de novembro, são aceitas propostas envolvendo tecnologias ópticas avançadas, fotossensores, fibras ópticas, emissores de luz, além de seus processos de análise e fabricação.

O edital faz parte do acordo de cooperação em pesquisa, desenvolvimento e inovação, firmado entre a Fapesc e o Departamento de Economia, Tecnologia e Pesquisa do Senado do Estado de Berlim, que é uma das ações da parceria firmada entre a Secretaria do Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) e Berlim em 2014. O edital pode ser consultado no site da Fapesc.

Bolsas 

Até o dia 31 de outubro, os programas de Pós-Graduação strictu sensu das instituições de Ensino Superior de Santa Catarina podem solicitar cotas de bolsas para apoiar os projetos de seus pós-graduandos conforme o edital disponível no site da Fapesc. A proposta deve ser submetida na Plataforma Fapesc pelo coordenador do programa de Pós-Graduação. Serão oferecidas 225 cotas de bolsas de mestrado acadêmico e 195 cotas de bolsa de doutorado, que totalizam mais de R$ 28,6 milhões.

Informações adicionais para a imprensa:
Heloisa Dallanhol
Coordenadoria de Comunicação
Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - FAPESC
E-mail: heloisa@fapesc.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-4812
Site: www.fapesc.sc.gov.br

Página 1 de 165